Documents

Como fazer uma Redação.doc

Description
Como fazer uma Redação Se você quer saber como fazer uma boa redação, o primeiro passo é esquecer os mitos de que somente algumas pessoas levam jeito para escrever e são capazes de tirar boas notas em vestibulares, concursos, etc. Talvez você fique surpreso, mas para tirar nota máxima em uma redação basta seguir os critérios da equipe avaliadora. Existem muitos detalhes importantes que, quando obedecidos, fazem sua redação receber uma excelente nota, mesmo que o texto não seja revolucionário ou
Categories
Published
of 14
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Como fazer uma Redação Se você quer saber como fazer uma boa redação, o primeiro passo é esquecer os mitos deque somente algumas pessoas levam jeito para escrever e são capazes de tirar boas notas emvestibulares, concursos, etc.Talvez você fique surpreso, mas para tirar nota máxima em umaredação  basta seguir os critérios da equipe avaliadora . Eistem muitosdetal!es importantes que, quando obedecidos, fazem sua redação receber uma ecelentenota, mesmo que o teto não seja revolucion rio ou digno de um prêmio nobel. #scorretores não estão procurando um teto inovador ou uma ideia espetacular, eles apenasquerem um teto organizado, coerente e fiel ao tema. $amos abordar aqui esses detal!es e provar como qualquer pessoa pode ir muito bem na prova redação, mesmo que ainda nãoten!a muita pr tica na escrita. $ale a pena destacar que o texto dissertativoargumentativo  costuma ser o mais cobrado nas provas de vestibular e concursos, por isso daremos atenção especial a ele.  A estrutura de uma boa redação % primeira coisa que a gente deve se preocupar com um teto é a estrutura dele. &as o quevem a ser essa estrutura' Ela é a organização do que vamos escrever. (ma boa redação édividida em introdução ,  desenvolvimento  e conclusão . Então vamos ver como ficaessa organização) Introdução * um par grafo de 2 a 3 frases  apenas. % gente s+ pe nela o b sico, dizemos do quevamos falar na redação. Desenvolvimento -ode conter de 2 a 4 parágrafos . * nele que a gente vai argumentar, discutir o temada redação. Conclusão * um par grafo com 2, 3 ou 4 frases . * um fec!amento do teto.om, agora que a gente j sabe como fica a estrutura de uma boa redação, vamos tentar constru/0la.  As perguntas que você deve fazer  % introdução  pode ser feita a partir da seguinte pergunta em relação ao tema) 1 o queeu penso sobre isso? 2# desenvolvimento  pode ser obtido por meio das perguntas) 1 como posso provar isso? 2, 1 Quais as causas disso? 2, 1 Quais as consequências disso? 2,1 Como isso acontece? 2, 1 De que forma posso realizar isso? 2.E a pergunta da conclusão  é) 1 Que lição pode ser tirada disso? 2% partir dessas respostas é que você vai organizar sua redação. 3epare que estamosdividindo a redação antes de começ 0la, isso é muito importante . #s avaliadoresnão energam a redação como um 4nico teto fec!ado e compacto, eles analisam o teto por etapas, por isso que você deve se preocupar com cada uma dessas etapas, para garantir que todas estão atendendo ao que eles esperam. 5ão ! como fazer uma boa redação deoutra forma que não seja dividindo e analisando individualmente a introdução, odesenvolvimento e a conclusão. 6ualquer tentativa de misturar esses 7 fragmentos semcautela ir destruir a sua nota. 8om isso em mente, podemos prosseguir. Como ter ideias e construir argumentos para o texto %ntes de começar um teto, é muito 4til escrever em uma fol!a algumas informaçes sobreo tema proposto. -or eemplo, digamos que o tema da redação seja 1# c!ocolate no mundo  moderno2. % primeira coisa que você deve fazer é anotar alguns fatos e argumentos quevocê con!ece sobre c!ocolate. -or eemplo)  Chocolate em excesso faz mal  Existem diversos tipos de chocolate  A compra e venda de chocolate movimenta muito dinheiro  Muitas pessoas gostam de chocolate #bserve que as frases acima não são muito grandes nem muito elaboradas. 9sso tem ummotivo) a ideia aqui é que você coloque no papel a informação exatamente do jeitoque ela veio à sua cabeça . 5esse momento, não estamos preocupados com aestrutura do teto, nem com a perfeição das frases, pois se você ficar 1travado2, semconseguir se epressar no papel, corre o risco de perder um bom argumento, além de perder muito tempo :talvez outras ideias relacionadas ao assunto sejam perdidas enquanto vocêtenta formular um pensamento rico e elaborado;.Então o prop+sito aqui é simples) coloque no papel aquilo que veio < cabeça, pois estamosapenas construindo nossos pilares. # pr+imo passo vai ser organizar os argumentos quecriamos. Organizando um pargrafo #bservando os argumentos que escol!emos sobre c!ocolate, podemos notar que o 4ltimoargumento que criamos ali tem uma relação direta com o pen4ltimo)  A compra e venda de chocolate movimenta muito dinheiro  Muitas pessoas gostam de chocolate %final, o mercado de c!ocolate movimenta muito din!eiro justamente pelo fato de quemuitas pessoas gostam de c!ocolate. 9sso também motiva a criação de v rios tiposdiferentes de c!ocolate, então o segundo argumento também pode ser inclu/do nesseracioc/nio. = o primeiro argumento serve como um alerta. -ortanto, um par grafo paranosso teto, contendo todas essas ideias, poderia ser) > 1 Como muitas pessoas gostam de chocolate, o comércio desse produtomovimenta muito dinheiro !ara aumentar as opç es de sabores eaplicaç es, muitos tipos diferentes de chocolate são fabricados #oentanto, é preciso estar consciente de que chocolate em e$cesso faz mal 2.#bserve que as frases desse par grafo seguem uma l+gica? não são apenas informaçes jogadas sem neo. Essa l+gica s+ eistiu pelo fato de termos organizado as ideias quetivemos l no in/cio. Esse processo sempre vai ser utilizado para garantir um teto fluido e bem estruturado.%gora sim estamos preocupados com o teto da redação, pois antes est vamos apenas preocupados em como construir argumentos para o tema. @azer a redação é o segundo passo? primeiro você precisa colocar os argumentos no papel, como j comentamos. Essedetal!e acaba pegando muitos alunos no contrapé, pois tentar fazer uma redação do in/cioao fim diretamente é muito mais difcil  e arriscado . $ocê fica sujeito a cometer muitoserros como fuga do tema, falta de coerência e coneão, etc. Como fazer uma redação em etapas &uito bem, esse foi apenas um eemplo simples para você ter uma ideia de como um par grafo se constr+i na pr tica. #bviamente, aqueles argumentos que criamos sobrec!ocolate renderiam muitas outras frases e ideias, mas nosso objetivo era apenas mostrar oconceito de criação de argumentos e elaboração do teto a partir desses argumentos.  # que vamos fazer nos pr+imos artigos é ensinar como você deve construir umaintrodução, um desenvolvimento e uma conclusão, pois cada uma dessas etapas requer cuidados e atençes especiais. Esses cuidados são simples, mas fazem toda a diferença nasua nota final. $ocê também pode   conferir aqui   o curso completo de redação :apostila em pdf;,contendo aulas, eerc/cios e redaçes prontas comentadas. Aprenda Como fazer umaIntrodução Todo corretor que pega uma  redação  para analisar observa se ela é boa ou não logo pelaintrodução. &as afinal, como fa!er uma boa introdução ' $ejamos)Ela precisa ser direta, simples e objetiva. 5a teoria parece dif/cil, mas é mais simples do que parece. Ten!a em mente o seguinte)A; Todo o teto gira em torno da introdução que você elaborou? é nessa introdução quevamos dizer do que o teto vai falar.B; # taman!o ideal de uma introdução é de B ou 7 frases.7; Em cada par grafo posterior do desenvolvimento, devem ser defendidas as fraseselaboradas na introdução. $amos eplicar isso com um eemplo para ficar mais claro.Cigamos que a introdução de uma redação sobre 1Tigres2 fosse)1 %igres são agressivos !orém, nada impede que se&am domesticados 2.# primeiro par grafo do desenvolvimento dessa redação teria que eplicar o motivo dostigres serem agressivos, e o segundo par grafo eplicaria como é poss/vel domesticar umtigre. 5ote que a primeira frase da introdução seria eplicada no primeiro par grafo dodesenvolvimento e a segunda frase seria eplicada no segundo par grafo.Seguindo essa sugestão, garantimos nota no critério 1#rganicidade2. Esse critério éutilizado por todos os corretores de redaçes, pois mede o quão organizado é o seu teto. Sevocê cuidar para que cada frase da introdução seja eplorada em um par grafo, seu tetoter uma estrutura bem l+gica e organizada.&uito bem, agora que j aprendemos os 7 pontos b sicos para criar uma introdução, podemos ver que é muito importante ser objetivo na introdução, sem enrolar .* bom ser direto ao ponto, sem dar voltas e voltas. Se o tema é sobre melancia, não comecefalando sobre beterraba. -recisamos ser fiéis ao tema, isso é bastante avaliado. 8omo j comentamos que o desenvolvimento ir ser criado a partir do que você disse na introdução,é preciso construir uma introdução bem focada no assunto do tema. fácil deperceber se o texto vai ser #el ou não lendo a introdução docandidato . !xemplo de uma boa introdução $amos mostrar na pr tica então como se faz uma introdução. Cigamos que o tema seja 1#c!ocolate no mundo moderno2 :mesmo tema abordado no artigo anterior;.  %penas relembrando, a introdução pode ser desenvolvida a partir da seguinte pergunta sobreo tema) 1o que eu penso sobre isso'2. Então, vamos respondê0la)Eu penso que c!ocolate faz bem < !umanidade. S+ que não d pra eagerar, pois podeacabar sendo prejudicial.= que é isso o que eu penso sobre c!ocolate, min!a introdução pode ser assim)1 Chocolate faz bem ' humanidade !orém, apesar de trazer benef(cios, oseu consumo em e$cesso pode trazer pre&u(zos 1.E est pronto . Se você perceber, ela est bem abrangente, mesmo sendo curta. 9sso é oideal.# pr+imo passo seria começar o desenvolvimento, então no AD par grafo a gente diria por que c!ocolate é bom? e no BD par grafo dir/amos por que não podemos comer c!ocolate emecesso.3epare que, por enquanto, na introdução, apenas a#rmamos  que c!ocolate faz bem.%inda não convencemos ninguém disso . E como convencer' Essa é justamente a tarefa do desenvolvimento . $amos falar dele depois com detal!es,apenas lembre da grande diferença que eiste entre introdução  e desenvolvimento .% introdução  serve para apresentar o assunto que você vai abordar.# desenvolvimento  serve para eplicar as afirmaçes que você fez na introdução. 9ssovai ficar ainda mais claro no pr+imo eemplo) Como fazer uma introdução ruim 8onsiderando o tema anterior sobre c!ocolate, digamos que um aluno tivesse elaboradoessa introdução)1 Chocolate faz bem ' humanidade, pois traz uma sensação de bem)estar !orém, apesar de trazer benef(cios, o seu consumo em e$cesso pode trazer pre&u(zos, como o ganho de peso e a diabetes* %pesar de estar bem escrita, essa introdução é péssima, pois misturoudesenvolvimento com introdução  :em vez de somente apresentar o assunto,essa introdução eplicou e argumentou, o que é tarefa do desenvolvimento;.-ara ser coerente, esse aluno agora precisaria eplicar no desenvolvimento o motivo doc!ocolate trazer uma sensação de bem0estar, o motivo dele favorecer o gan!o de peso e omotivo dele causar a diabetes. % menos que o aluno esteja muito bem informado sobre oassunto :ou mel!or, seja um especialista na rea;, podemos considerar que ele não vaiconseguir cumprir essa missão. # que aconteceria na pr tica é que esse assunto de diabetes, por eemplo, provavelmente nunca mais seria mencionado no teto, e isso seria um grandeequ/voco. %final, por que você apresentaria seu teto com algo que não vai falar' * comodizer) 1Tomates são azuis2 e depois falar sobre mol!o de tomate, salada de tomate, semnunca mais tocar no assunto de tomates azuis. %lguém iria dizer) 1$ocê não me convenceuque tomates são azuis2.Então a dica é simples) não dificulte a sua vida @aça uma introdução simples, curta eobjetiva, mencionando algo que você sabe abordar e desenvolver depois. $ntroduçãonão é lugar para argumentação , é para apresentação. Causando uma boa impressão %lém de ter o poder de definir a organização do teto, a introdução pode causar uma primeira boa impressão. Se ela estiver concisa, clara e organizada, o avaliador j vai ver seuteto com outros ol!os, pois vai pensar que você sabe o que est fazendo, que não apenas pegou um l pis e saiu riscando loucamente no papel.

Conc and Rem

Aug 1, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks