Documents

INTRODUÇÃO A maioria das reações químicas ocorre produzindo variações de energia

Description
INTRODUÇÃO A maioria das reações químicas ocorre produzindo variações de energia, que freqüentemente se manifestam na forma de variações de calor. O objetivo deste relatório é demonstrar as reações endotérmicas e exotérmicas. DESENVOLVIMENTO TEÓRICO A energia liberada nas reações químicas está presente em várias atividades da nossa vida diária. A termoquímica ocupa-se do estudo quantitativo das variações térmicas que acompanham as reações químicas. Essas reações são de dois tipos: Reações exotér
Categories
Published
of 2
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  INTRODUÇÃO A maioria das reações químicas ocorre produzindo variações de energia, quefreqüentemente se manifestam na forma de variações de calor. O objetivo deste relatório édemonstrar as reações endotérmicas e exotérmicas. DESENVOLVIMENTO TEÓRICO A energialiberada nas reações químicas está presente em várias atividades da nossa vida diária. Atermoquímica ocupa-se do estudo quantitativo das variações térmicas que acompanham asreações químicas. Essas reações são de dois tipos: Reações exotérmicas: as que liberam calorpara o meio ambiente. Reações endotérmicas: as que para ocorrerem retiram calor do meioambiente.[1] ENTALPIA E VARIAÇÃO DE ENTALPIA O calor, como sabemos, é uma forma deenergia e, segundo a Lei da Conservação da Energia, ela não pode ser criada e nem destruída,pode apenas ser transformada de uma forma para outra. Em vista disso, somos levados aconcluir que a energia: 2022 liberada por uma reação química não foi criada, ela já existiaantes, armazenada nos reagentes, sob uma outra forma; 2022 absorvida por uma reaçãoquímica não se perdeu, ela permanece no sistema, armazenada nos produtos, sob uma outraforma. Cada substância, portanto, armazena certo conteúdo de calor, que será alteradoquando a substância sofrer uma transformação. A liberação de calor pela reação exotérmicasignifica que o conteúdo total de calor dos produtos á menor que o dos reagentes.Inversamente, a absorção de calor por uma reação endotérmica significa que o conteúdo totalde calor armazenado nos produtos é maior que o dos reagentes. A energia armazenada nassubstâncias (reagentes ou produtos) dá-se o nome de conteúdo de calor ou entalpia. Esta éusualmente representada pela letra H. Numa reação, a diferença entre as entalpias dosprodutos e dos reagentes corresponde à variação de entalpia, 2206H = Hp - Hr onde: 2022 Hp= entalpia dos produtos; 2022 Hr = entalpia dos reagentes. Numa reação exotérmica temosque Hp < Hr e, portanto, 2206H< O (negativo). Numa reação endotérmica temos que Hp > Hr e,portanto, 2206H> O (positivo). A entalpia padrão de uma substância qualquer pode sercalculada tomando-se como referência a variação de entalpia da reação de formação, tambémchamada de entalpia de formação, dessa substância a partir de seus elementos, no estadopadrão. Calor de formação ou entalpia de formação é o nome dado à variação de entalpiaassociada à formação de um mol de uma substância a partir de seus elementos constituintes,na forma de substâncias simples mais estável e no estado padrão. [2] Lei de Hess Lei de Hessou lei dos estados inicial e final - O DH de uma reação só depende do estado inicial e final enão depende dos estados intermediários. Como conseqüência da lei de Hess, temos que asequações termoquímicas podem ser operadas como se fossem equações algébricas. A lei deHess permite determinar o DH de reações que não ocorrem ou que dificilmente ocorrem naprática, através dos DH de outras reações que ocorrem na prática. A maioria dos DH deformação são calculados indiretamente pela aplicação da lei de Hess. [3] DESENVOLVIMENTOEXPERIMENTAL Foram realizados quatro experimentos: Experimento I Consistia em colocaruma pequena quantidade de CuSO45H2O em um tubo de ensaio , aquecê-lo e observar amudança na coloração, de azul para esbranquiçado. Após o tubo esfriar, uma gota de água eraacrescentada para se observar a variação na temperatura pela absorção da água. ExperimentoII O objetivo era verificar a variação de temperatura em um tubo de ensaio com 2ml de águadestilada após a adição de uma pastilha de NaOH e a agitação da solução. Experimento IIIConsistia em verificar a variação de temperatura em um tubo de ensaio com 2ml de águadestilada após acrescentar uma pitada de NH4NO3(s) até a sua dissolução completa.Experimento IV Neste experimento foram utilizadas duas soluções. Em um tubo de ensaio foiverificada a temperatura inicial de 1 ml de HCl, em outro tubo, a temperatura de 1ml de  solução de NaOH. Em seguida, as duas soluções foram misturadas e verificada a temperaturada nova solução. RESULTADOS E DISCUSSÕES
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks