Social Media

QUÍMICA MÓDULO 13 REAÇÕES QUÍMICAS. Professor Edson Cruz

Description
QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 13 REAÇÕES QUÍMICAS REAÇÕES QUÍMICAS Os fenômenos químicos são também chamados de REAÇÕES QUÍMICAS. Dizemos, então, que: a) Na síntese da água, o gás hidrogênio reagiu
Categories
Published
of 25
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 13 REAÇÕES QUÍMICAS REAÇÕES QUÍMICAS Os fenômenos químicos são também chamados de REAÇÕES QUÍMICAS. Dizemos, então, que: a) Na síntese da água, o gás hidrogênio reagiu como gás oxigênio formando água. b) No ataque do ácido nítrico sobre o cobre metálico, o ácido reagiu como cobre produzindo água, nitrato de cobre (II) e dióxido de nitrogênio. c) Na queima do magnésio, este metal reagiu com gás oxigênio formando óxido de magnésio. EXEMPLO GERAL Podemos representar essa reação de maneira simplificada, escrevendo: 2 H O 2 H O A essa representação damos o nome de. EQUAÇÃO QUÍMICA Equação química é a representação gráfica de uma reação química. Exemplo: Em todas as equações químicas notamos: Em soma, temos: 1º membro reagente: aa + bb cc + dd 2º membro reagente: produto, onde indica o sentido da reação. a, b, c, d são os coeficientes da reação. A, B, C, D são as substâncias. OBSERVAÇÕES COMPLEMENTARES a) FÓRMULAS (H 2 ; O 2 ; H 2 O) que indicam quais são as substâncias participantes da reação química. No primeiro membro, aparecem os REAGENTES, isto é, as substâncias que entram em reação; no segundo membro, aparecem os PRODUTOS, isto é, as substâncias que são formadas pela reação. b) COEFICIENTES (2, 1, 2) que indicam a proporção de moléculas que participam da reação. (Não é costume escrever o coeficiente 1, que fica, então, subentendido.). O objetivo dos coeficientes é igualar o número total de átomos de cada elemento, no primeiro e no segundo membros da equação. c) EQUAÇÃO IÔNICA Quando uma reação envolve substâncias iônicas ou ionizadas, podemos escreva penas os íons que nos interessam na explicação do fenômeno químico. POR EXEMPLO: CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES QUÍMICAS PRINCIPAIS CRITÉRIOS: a) Reação Exotérmica: São os que liberam calor. Exemplo: b) REAÇÃO ENDOTÉRMICA SÃO AS QUE ABSORVEM CALOR Exemplo: C O CO calor 2 2 Glicose O CO H O Energia 2 2 2 a) Reações reversíveis: ocorrem nos dois sentidos (o que é indicado por duas flechas). Neste exemplo, isto só acontece quando as substâncias estão no estado gasoso e aquecida a 450 C. b) Reações irreversíveis: ocorrem apenas num sentido: É o caso da queima do carvão. a) Reações de oxi-redução: quando há variação do Nº x de um ou mais elementos: b) Reações sem oxi-redução quando não há variação do N ox de nenhum elemento envolvido: a) reações de síntese ou adição quando duas ou mais substâncias reagem, produzindo uma única substância mais complexa: É a queima do carvão. Basta pôr fogo no enxofre sólido; mas cuidado, pois o SO 2 é um gás muito tóxico. CaO é cal virgem , comprada em lojas de material de construção. O produto Ca (OH) 2 é a cal hidratada ou cal extinta . A reação de síntese pode ser dividida em: Síntese total: quando partimos apenas das substâncias simples (1º e 2º) exemplos anteriores. Síntese parcial: quando, dentre os reagentes, já houver no mínimo uma substância composta (3º exemplo anterior). b) Reações de análise ou decomposição quando uma substância se divide em duas ou mais substâncias de estruturas mais simples: Cuidado: reação explosiva! Misture KCIO 3 em pó e MnO 2 em pó e aqueça com cuidado; o MnO 2 modera a reação. Aqueça o Cu(NO 3 ) 2 sólido. Certas reações de análise ou de decomposição recebem nomes especiais como: decomposição pela luz. decomposição pela eletricidade. compostas. pode formar no produto tanto substâncias simples como não pode formar substância composta, só ocorre a produção de substâncias simples. Toda a reação de análise é de decomposição, mas a recíproca não é verdadeira. c) Reações de deslocamento ou de simples troca quando uma substância simples reage com uma substância composta e desloca , desta última, uma nova substância simples: Mergulhe um prego (ferro) numa solução de CuSO 4 (comprada em loja de ferragem); retire o prego após alguns minutos; ele estará avermelhado é uma camada de cobre. Mergulhe um prego (ferro) num pouco de ácido muriático (HCI, comprado em loja de tintas) diluído em água; verifique a saída de bolhas de hidrogênio. d) Reações de dupla troca ou de permutação quando dois compostos reagem, permutando entre si dois elementos ou radicais e dando origem a dois novos compostos: Num tubo de ensaio, dissolva NaCI em água; noutro tubo, dissolva AgNO3 em água; junte as duas soluções e observe o precipitado branco do AgCI. Ao FeS sólido, junte ácido muriático (HCI, comprado em lojas de tintas) e sinta cheiro de ovos podres do gás H 2 S que se libera. A própria reação de salificação ou neutralização (ácido + base) é um exemplo de reação da dupla troca: BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS uma equação química é igualar o número total de átomos de cada elemento, no primeiro e no segundo membro da equação. Utilizaremos dois métodos: O primeiro se preocupa com o acerto do número de átomos nos dois membros da equação, o segundo método, com o acerto do número de elétrons trocados, ao longo da oxi-redução e em seguida o acerto do número de átomos. REGRAS BÁSICAS: a) Raciocinar com o elemento (ou radical) que aparece apenas uma vez no primeiro e segundo membro da equação. b) Preferir o elemento (ou radical) que possua índices maiores. c) Escolhido o elemento (ou radical), transpor seus índices de um membro para outro, usando-se como coeficientes. d) Prosseguir com outros elementos (ou radicais), usando o mesmo raciocínio, até o final do balanceamento. EX.: Regra (a) indiferente para Al ou O Regra (b) preferimos o O que possui maiores (2, 3) Regra (c): Regra (d) agora só falta acertar o Al: Regra (a): devemos raciocinar com o Ca ou P (o O já aparece duas vezes no primeiro membro, no CaO e no P 2 O 5. Regra (b): preferimos o Ca, possui índices maiores (1 e 3). Regra (c): Regra (d): por fim, acertamos o P: Por fim, acertas o coeficiente do H 2 O, o que pode ser feito pela contagem dos átomos de hidrogênio ou de oxigênio: 3 P 5 HNO 2 H O 3 H PO 5 NO
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks