Documents

Vinda Da Família Real

Description
Trechos baseados no livro de 1808.
Categories
Published
of 3
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  MODALIDADE: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS CURSO: EJASÉRIE/MÓDULO/PERÍODO: 2ª Série - Turma (A) Disciplina: HISTÓRIAProfssor !a : Carla #$ M$ Ro%ri&'sA(i)i%a%: *rasil Joanino !+ Da(a: Al'no !a : INTRODUÇÃO Em janeiro de 1808, Portugal estava preste a ser invadido pelas tropas francesas comandadas por  Napoleão Bonaparte. Sem condiçes militares para enfrentar os franceses, o pr!ncipe regente de Portugal, .#oão, resolveu transferir a corte portuguesa para sua mais importante col$nia, o Brasil. %ontou, nesteempreendimento, com a ajuda dos aliados ingleses. BLOQUEIO CONTINENTAL & Blo'ueio %ontinental foi um decreto datado de (1 de novem)ro de 180*, 'ue consistia em impedir o acesso a portos dos pa!ses dominados pelo +mprio -rancs a navios do /eino nido da rã Bretan2a3+nglaterra4 e +rlanda. %om isso, o principal o)jetivo era isolar economicamente as +l2as Brit5nicas,sufocando suas relaçes comerciais.  Napoleão justificou tal violação do direito internacional como uma repres6lia 6 ação de )lo'ueio dos portos franceses por navios da 7arin2a do /eino nido.7as, para 'ue o Blo'ueio %ontinental tivesse total efic6cia, a -rança dependia de 'ue todos os pa!ses daEuropa aderissem 6 idia, e para isso era necess6ria a adesão de todos os portos localiados nos e9tremos do  %ontinente. &s portos dos imprios russo, austr!aco e portugus eram os 'uais Napoleão precisava para seu 9itototal no decreto.& acordo de :ilsit, firmado com o %ar ;le9andre + da /<ssia em jul2o de 180=, garantiu o encerramentodo e9tremo leste da Europa. ;gora faltava o e9tremo &este, onde ficavam os portos das cidades de >is)oa e doPorto, pertencentes ao imprio portugus.& overno de Portugal se recusava 6 aderir ao )lo'ueio devido 6 sua aliança com a +nglaterra, da 'ual erae9tremamente dependente. Suas ri'ueas vin2am de suas col$nias, principalmente do Brasil. %om um reinodecadente, Portugal não tin2a como enfrentar Napoleão.c%2egada da fam!lia real ao Brasil A FUGA DA FAMÍLIA REAL  Nos 'uatore navios, alm da fam!lia real, vieram centenas de funcion6rios, criados, assessores e pessoasligadas ? corte portuguesa. :rou9eram tam)m muito din2eiro, o)ras de arte, documentos, livros, )ens pessoais eoutros o)jetos de valor. ;p@s uma forte tempestade, alguns navios foram parar em Salvador e outros na cidade do /io de #aneiro.Em março de 1808, a corte portuguesa foi instalada no /io de #aneiro. 7uitos moradores, so) ordem de . #oão,foram despejados para 'ue os im@veis fossem usados pelos funcion6rios do governo. Este fato gerou, num primeiro momento, muita insatisfação e transtorno na população da capital )rasileira. No ano de 1818, a mãe de . #oão, . 7aria +, faleceu e . #oão tornouAse rei. Passou a ser c2amado de . #oão +, rei do /eino nido a Portugal e ;lgarves. ABERTURA DOS PORTOS ÀS NAÇÕES AMIGAS ma das principais medidas tomadas por . #oão foi a)rir o comrcio )rasileiro aos pa!ses amigos dePortugal. ; principal )eneficiada com a medida foi ? +nglaterra, 'ue passou a ter vantagens comerciais e dominar o comrcio com o Brasil. &s produtos ingleses c2egavam ao Brasil com impostos de 1CD, en'uanto de outros pa!ses deveriam pagar (D. Este privilgio fe com 'ue nosso pa!s fosse inundado por produtos ingleses. Estamedida aca)ou prejudicando o desenvolvimento da ind<stria )rasileira.  MEDIDAS TOMADAS POR D. JOÃO . #oão adotou v6rias medidas econ$micas 'ue favoreceram o desenvolvimento )rasileiro. Entre as principais, podemos citarF est!mulo ao esta)elecimento de ind<strias no Brasil, construção de estradas,cancelamento da lei 'ue não permitia a criação de f6)ricas no Brasil, reformas em portos, criação do Banco doBrasil e instalação da #unta de %omrcio. o ponto de vista cultural, o Brasil tam)m saiu gan2ando com algumas medidas tomadas por . #oão. &rei trou9e a 7issão -rancesa para o Brasil, estimulando o desenvolvimento das artes em nosso pa!s. %riou o7useu Nacional, a Bi)lioteca /eal, a Escola /eal de ;rtes e o &)servat@rio ;stron$mico. 6rios cursos foramcriados 3agricultura, cirurgia, 'u!mica, desen2o tcnico, etc4 nos estados da Ba2ia e /io de #aneiro.  RETORNO DE D. JOÃO PARA PORTUGAL  &s franceses ficaram em Portugal durante poucos meses, pois o e9rcito ingls conseguiu derrotar astropas de Napoleão. & povo portugus passou a e9igir o retorno do rei 'ue se encontrava no Brasil. Em 18(0,ocorreu a /evolução do Porto, sendo 'ue os revolucion6rios vitoriosos passaram a e9igir o retorno de . #oão + para Portugal e a aprovação de uma %onstituição. Pressionado pelos portugueses, . #oão + resolveu voltar paraPortugal, em a)ril de 18(1. ei9ou em seu lugar, no Brasil, o fil2o . Pedro como pr!ncipe regente. Pouco tempo depois, . Pedro tornouAse imperador, ap@s o processo de +ndependncia do Brasil 3= desetem)ro de 18((4. ATIVIDADES MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA1) A fa! #a $%a &'$(*%+a, f*#-' a+ ($'&a+ % Na&' %/' B'-a&a$(%, 0%*' a' B$a+# % 1232. D%-($% a+&$#%#$a+ %#a+ 4% D. J'/' ('' a' 0%*a$ a' B$a+# , &'%'+ %+(a0a$ E5CETO6 a4 ; a)ertura dos portos da col$nia a todas as naçes amigas )4 %ancelou a lei 'ue proi)ia a instalação de manufaturasc4 7el2oramento dos portosd4 Estimulou a instalação de manufaturas para concorrer com os produtos ingleses 7) A R%8' 9/' L#:%$a ' P'$(', %+%-0a%aa % 1273, %;#*#a %-($% '($'+ a+&%0('+. a4 ; independncia do Brasil em relação a Portugal   )4 & afro9amento do controle e9plorat@rio so)re o Brasilc4 ; instalação do governo li)eral para Portugald4 & retorno imediato do rei de Portugal e a aprovação da %onstituição a ser promulgada em >is)oa RESPONDA NO SEU CADERNO a4 Por 'ue a fam!lia /eal teve 'ue sair de PortugalG )4 Huando a fam!lia /eal veio para o Brasil e onde se esta)eleceramGc4 & 'ue a a)ertura dos portos permitiaGd4 Huais medidas de . #oão trou9eram )enef!cios ao Brasil e ? cidade do /io de #aneiroG CAÇA<PALAVRAS 1A & 'ue marcou a /evolução +ndustrial foi a invenção dasIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII (A Hue decretou o Blo'ueio %ontinental foiIIIIIIIIIIIIIIIIIII IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII JA & Blo'ueio %ontinental proi)ia o comrcio dos pa!ses europeus com a IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII A & pr!ncipe /egente do Brasil na poca do Blo'ueio %ontinental era IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII CA ; IIIIIIIIIIIIIIII II IIIIIIIIIIIIIIIIIIII em 1808 foi uma decisão 'ue contri)uiu para o processo de+ndependncia do Brasil.*A ; +nglaterra lucrou com a vinda da fam!lia real para o Brasil. Entre os acordos assinados entre . #oão e os inglesesestava o :ratado de IIIIIIIIIIIIIIIII e IIIIIIIIIIIIIIII. Esse esta)elecia uma ta9a menor para os produtosingleses 'ue entravam no Brasil.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks