CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA
Autores:
Amanda Mendes, Danilo Brito,  Natielly Freitas, Rayara Rezende, Suianny Cotta.
ANÁLISE DE VAZÃO E PERDA DE CARGA EM UM SISTEMA DE TUBULAÇÃO RESIDENCIAL
CONTAGEM
 – 
 MG MAIO DE 2016
 
 
Autores:
Amanda Mendes, Danilo Brito,  Natielly Freitas, Rayara Rezende, Suianny Cotta.
ANÁLISE DE VAZÃO E PERDA DE CARGA EM UM SISTEMA DE TUBULAÇÃO RESIDENCIAL
Trabalho acadêmico apresentado à disciplina de Fenômenos de Transporte referente a aplicação do conteúdo de perda de carga e vazão. CONTAGEM
 – 
 MG MAIO DE 2016
 
 
RESUMO
Ao dimensionar uma tubulação leva-se em conta o tipo do prédio, tipo de sistema de abastecimento, entradas e saídas de fluido, localização do reservatório, material e especificações da tubulação, entre outros fatores. O dimensionamento de uma tubulação residencial assim como a análise de sua perda de carga e vazão são de extrema importância  para garantir o abastecimento eficiente em todos os pontos de utilização. Palavras Chave: Tubulação, Vazão, Dimensionamento, Perda de carga.
 
 
SUMÁRIO
 
1.
 
Introdução
 .....................................................................................................................
4
 
2.
 
Referencial Teórico
.......................................................................................................
5
 2.1.Instalação de água fria .................................................................................................... 5 2.2.Tubulação ....................................................................................................................... 5 2.3.Vazão volumétrica .......................................................................................................... 6 2.4.Velocidade média ........................................................................................................... 6 2.5.Perdas de carga ............................................................................................................... 7 2.6.Rugosidade de tubulações ............................................................................................. 7 2.7.Número de Reynolds ..................................................................................................... 8
3.
 
Materiais e Métodos
 .....................................................................................................
9
 
4.
 
Resultados Experimentais
 ..........................................................................................
10
 
5.
 
Conclusão
 ....................................................................................................................
11
 
6.
 
Referências Bibliográficas
 .........................................................................................
12
 
of 19