CALDA DE FUMO 1
Medidas de Controle:
 
A nicotina é um alcalóide que se obtém através do fumo, é um poderoso inseticida de fácilobtenção, tendo ação de contato contra pulgões, lagartas, tripes e outras pragas.
Preparo:
1. colocar 100 g de fumo de corda cortado em pedacinhos em 1 litro de álcoolmantendo abrigado da luz por alguns dias.2. Filtrar espremendo em pano e guardar o extrato em garrafa escura.3. Para melhor conservação é recomendado acrescentar 4 gramas de fenol por litrode extrato.
Aplicação:
Para pulverizar nas plantas, na hora de usar, misturar 200 ml do extrato com 200 gramas desabão e dez litros de água. O sabão quanto mais forte (alcalino) melhor, o qual deverá sercortado em pequenos pedaços e dissolvido em água quente antes de adicionar a mistura.
 
É tóxico para o ser humano e pode afetar os inimigos naturais. O seu preparo eaplicação requerem cuidados.
 
A colheita do vegetal tratado deve ser feita, somente 3 dias após a aplicação dofumo.
 
Não deve ser empregado o fumo em plantas da família da batata.Quando aplicada como cobertura do solo, pode prevenir o ataque de lesmas, caracóis elagartas cortadeira, porém pode prejudicar insetos benéficos do solo como as minhocas.
 
CALDA DE FUMO 2
Medidas de Controle:
 
A nicotina é um alcalóide que se obtém através do fumo, é um poderoso inseticida defácil obtenção, tendo ação de contato contra pulgões, lagartas, tripes e outras pragas.Segue aqui uma boa alternativa para o controle de pragas e doenças, sem o uso deagrotóxicos em hortaliças, plantas ornamentais e frutíferas. Como dica iremos fazer ocontrole através da calda do fumo, onde utilizaremos os seguintes ingredientes:100 g de fumo de corda10 l de água20 g de pimenta vermelha (malagueta)1 l de álcool50 g de sabão neutro
PREPARO:
Ferver os 10 litros de água, retirar do fogo, adicionar 100 g de fumo picado, deixaresfriar (a nicotina vai se dissolver na água quente). Esse extrato deve ser guardado em umrecipiente por até 30 dias.Marcenar as 20 g de pimenta e colocar em vidro ou garrafa com tampa, junto com 1litro de álcool e deixar descansando uma semana antes de usar. Este preparo pode serarmazenado por alguns meses, se estiver bem tampado.Dissolver 50 g do sabão neutro em 1 litro de água quente.Na hora de usar, colocar 1 litro do extrato de fumo junto com ½ copo de extrato depimenta, juntando com a solução do sabão. Colocar tudo em um pulverizador costal de 20litros. Agitar a mistura e completar com água.Augusto Braga Extensionista Agrícola da EMATER-PB
 
É tóxico para o ser humano e pode afetar os inimigos naturais. O seu preparo eaplicação requerem cuidados.
 
A colheita do vegetal tratado deve ser feita, somente 3 dias após a aplicação dofumo.
 
Não deve ser empregado o fumo em plantas da família da batata.Quando aplicada como cobertura do solo, pode prevenir o ataque de lesmas, caracóis elagartas cortadeira, porém pode prejudicar insetos benéficos do solo como as minhocas.
 
FUMO (NICOTINA)
Indicação - a nicotina contida no fumo é um excelente inseticida, tendo ação de contatocontra pulgões, tripes e outras pragas. Quando aplicada como cobertura do solo, podeprevenir o ataque de lesmas, caracóis e lagartas cortadeiras, porém, pode prejudicar insetosbenéficos ao solo como as minhocas. 0 fumo em pó sobre os vegetais é um defensivocontra pragas de corpo mole, como lesmas e outras, sendo menos tóxico se empregadonesta forma. Na agricultura orgânica seu emprego deve ser precedido de autorização doorgão certificador.Características - a calda pronta pode ser acrescida de sabão e cal hidratada, melhorando asua atividade e persistência na folha. Quando a nicotina é exposta ao sol, diminui sua açãoem poucos dias. A adição de algumas gotas de fenol, é recomendada para manter suascaracterísticas iniciais. A colheita do vegetal tratado deve ser feita, somente 3 dias após aaplicação do fumo. Não deve ser empregado o fumo em plantas da família da batata outomate (Solanaceae). 0 tratamento com concentrações acima do recomendado, pode causardanos para muitas plantas. A nicotina bem diluída apresenta baixo risco para o homem eanimais de sangue quente e 24 horas depois de pulverizada, torna-se inativa. No entanto,em elevada concentração é tóxica para o ser humano e pode afetar os inimigos naturais. 0seu preparo e aplicação requerem cuidados. No caso de hortaliças e medicinais, aconselha-se respeitar um intervalo mínimo de 3 dias antes do consumo. Devido ao seu alto poderinseticida, o seu emprego na agricultura orgânica é bastante restrito.
Receita 1 -
para controle de pulgões, cochonilhas, grilos, vagalumes.Ingredientes: 15 a 20 cm de fumo em corda e água. Preparo: Coloque o fumo em cordadeixando de molho durante 24 horas, com água suficiente para cobrir o recipiente.Aplicação: Para cada litro de água, use 5 colheres (de sopa) dessa mistura, usando nomesmo dia.
Receita 2 -
controle de lagartas e pulgões em plantas frutíferas e hortaliças.Ingredientes: 100g de fumo em corda, 1 litro de álcool e 100g de sabão. Preparo: misture100g de fumo em corda cortado em pedacinhos com 1 litro de álcool. Junte 100g de sabãoe deixe curtir por 2 dias. Aplicação: para pulverizar plantas utilize 1 copo do produto em 15litros de água.
Receita 3 -
controle de vaquinhas, pulgões, cochonilhas, lagartas.Ingredientes: 1 pedaço de fumo em corda (10 - 15 cm); 0,5 litros de álcool; 0,5 litros deágua e 100g de sabão em barra. Preparo: corte o fumo em pequenos pedaços e junte a águae o álcool. Misture em um recipiente deixando curtir durante 15 dias. Decorrido essetempo, dissolva o sabão em 10 litros de água e junte com a mistura já curtida de fumo eálcool. Aplicação: pode ser aplicado com pulverizador ou regador. No caso de hortaliças,aconselha-se respeitar um intervalo mínimo de 3 dias antes da colheita.
Receita 4 -
controle de pulgões, vaquinhas, cochonilhas.
 
Ingredientes: 20 colheres (sobremesa) de querosene, 3 colheres (sopa) de sabão em pó, 1litro de calda de fumo e 10 litros de água. Preparo e Aplicação: para o preparo da água defumo coloque 20 gramas de fumo de rolo bem forte e picado em 1 litro de água, fervendoessa mistura durante 30 minutos. Após, coá-la em pano fino, adicione 3-4 litros de águalimpa e utilize o produto obtido no mesmo dia. Em seguida, aqueça 10 litros de água ejunte 20 colheres (sobremesa) de querosene e 3 colheres (sopa) de sabão em pó. Deixeesfriar em temperatura ambiente e adicione então 1 litro de calda de fumo.
Receita 5 -
controle de pulgões, lagartas e tripes.Ingredientes: 1,0 kg de folhas trituradas de fumo em 15 litros de água por 24 horas.Preparo: a solução é coada e adicionado um pouco de sabão. Aplicação: pulverizadaconforme a receita acima ou no solo na forma de pó feito com folhas secas ou pedaços defolhas colocadas no chão em cobertura.
ESPALHANTE ADESIVO
Existem insetos (pulgões, por exemplo) que, devido a sua capa cerosa, dificultam a ação deprodutos que, como o extrato de fumo, os matem por contato. Neste caso, o espalhanteadesivo melhora a ação de contato do extrato de fumo sobre o pulgão e, conseqüentemente,permite um controle mais efetivo. A
farinha de trigo
apresentava boa atuação comoespalhante adesivo.
Preparo:
Misture com a água os ingredientes a serem pulverizados, acrescentando a farinha porúltimo. Adicione a farinha aos poucos, lentamente e sob forte e constante agitação para quea dissolução da farinha seja completa.Para evitar obstrução de bicos do pulverizador, é prudente coar a calda, podendo-se utilizarpara isto a própria peneira do pulverizador.
Dosagem:
Utilizam-se 200 gramas de farinha de trigo em cada 10 litros de calda.Esta dose pode ser aumentada ou diminuída de acordo com o grau de cerosidade das folhas.* Eng. Agr., M.Sc., Extensionista Rural do Escritório Municipal da EMATER/RS deSobradinho e Coordenador do Plano Piloto de Agricultura Ecológica para a Região Centro-Serra do RS.
of 27