OS MISTÉRIOS DA CABALA
OU A HARMONIA OCULTA DOS DOIS TESTAMENTOS
 
 _______________________________________________________________
 O Abade Alphonse Louis Constant, que sob o pseudônimo de Éliphas Lévi foi um grande ocultista do século XIX, nasceu em Paris a8 de fevereiro de 1810, e faleceu na mesma cidade, no dia 31 de maio de 1875. Éliphas Lévi entrou na Ordem de São Francisco e aí, dispondo do imenso cabedal que lhe forneciam os manuscritos da biblioteca de seu seminário, obteve os vastíssimos conhecimentos ocultos que, com tanta maestria, expõe nas suas obras. O mestre não foi, porém, apenas um realizador pela palvra, pois muitos prodígios atestam o seu profundo conhecimento das práticas ocultas. (continua na próxima orelha) "Os ignorantes e tolos que estudam o ocultismo e, modestamente, pretendem
PROFESSÁ-LO
, geralmente são vítimas dos elementos do astral e  julgam que a Magia consiste em fazer mesas se moverem ou ir em
CORPO  ASTRAL
 à casa de uma namorada. Os fenômenos de realização mágica que se produzem ao redor daquele que
ESTÁ LIGADO A UMA INICIAÇÃO TRADICIONAL
, isto é, que tem sua cadeia constituída no invisível, são menos ruidosos, porém muito mais sérios." 
 _______________________________________________________________
 
 
 
PRIMEIRA PARTE
A PROFECIA DE EZEQUIEL
 
 ANÁLISE E EXPLICAÇÃO CABALÍSTICA DA PROFECIA
Jerusalém, ameaçada pelos assírios e inutilmente advertida pelos profetas, caminhava para sua ruína; o rei Joachim, com um grande número de Judeus,  já havia sido levado para o cativeiro. Ezequiel, sacerdote e iniciado nos segredos do santuário, escreveu então sua profecia para conversar sob símbolos tradicionais as grandes doutrinas da teologia oculta dos hebreus e os pontos principais da ciência universal do antigo mundo. Aqui, os quatro grandes rios do Éden e da vida das civilizações humanas em quatro formas; saem de uma única fontetrinária, que é olho da divindade; é o som da harmonia das esferas figurando o olho da razão eterna, emitindo sua luz no círculo das três vezes Santa Trindade. No centro, a Elipse das formas da vida: Há duas Elipses na cruz da vida espiritual e duas Elipses na cruz da vida natural. O centro do Éden é a fonte única do príncipio único que projeta todas as formas da natureza, como a célula é o tipo único das formas do reino vegetal, do reino animal e das formas do gênero humano.
página 9
  _______________________________________________________________
(Imagem) A GRANDE VISÃO DE EZEQUIEL.
 
páginas 10
PROFECIA DE EZEQUIEL
 CAPÍTULO PRIMEIRO
E aconteceu aos trinta anos, em o quarto mês. Três multiplicado por dez (30) no ciclo de doze. Divisão do ternário pelo quaternário no ciclo doze. Ao quinto dia do mesmo mês. Cinco, o número da alma, rainha dos quatro elementos, na ciência de três explicada pelo dez e regulada pelo movimento de doze. Estando eu no meio dos cativos, junto ao rio de Chobar. O rio da luz astral e profética figurado por animando Beth e reproduzindo-se por Resch. Abriram-se os céus. Isto É, foi-me dada a inteligência das analogias celestes. 1. Este breve comentário é desenvolvido do seguinte modo por J.Charrot: 3 vezes 10 igual decanatos, e 30 vezes 12 igual 360 e 3 vezes 24 igual 72, que é o ternário dividido por 4 e que dá 18. Assim, 30 decanatos no ciclo de 12, isto é, 12 vezes 30, dão 360 do ano de uma igreja no ciclo de 12 meses das 4 estações de uma civilização. Acrescentando-se 0, temos 3.600, que é 6 vezes a semana de Moisés. Compreendam: 1800 nada mais é que a metade de uma dupla civilização.
 
página 11
  _______________________________________________________________
(Imagem)
 
IMPULSO DO PRINCÍPIO MOTOR. E tive visões de Deus. Isto é, os hieróglifos visíveis sob os quais se manifestam as ideias que, sabiamente, podemos fazer de Deus. E vi, e eis que vinha da banda do aquilão um vento. O impulso do princípio motor é dado no pólo negativo e se manifesta no pólo positivo. E uma grande nuvem. A substância universal, o éter, condensa-se por um começo de polarização molecular, e a matéria aparece primeiro no estado gasoso e depois sob a forma de vapores. E um fogo que rodava, turbilhonando. A força ativa que se manifesta no fogo caminha com impetuosidade de um pólo a outro e dá a todos os pontos de matéria, ou do Éter condensado, um movimento rápido de rotação. então, manifestam-se a força de atração e a força de projeção. E, no meio do fogo, no centro da luz universal polarizada em círculo astral, como em configuração elétrica, aparece um globo de luz semelhante à do âmbar ou a um outro transparente.
página 12
of 103