Documents

A INQUISIÇÃO - MICHAEL BAYGENT

Description
A INQUISIÇÃO Michael Baigent e Richard Leigh No verão de 1206 um monge espanhol chamado Dominic de Guzmán passou pelo Sul da França. A seita Catar, que enfatizava a superioridade da experiência direta do divino sobre a autoridade e rituais da Igreja era excessiva. A partir desta justa indignação ele estabeleceu uma rede de mosteiros com o propósito de reunir informações sobre seita e seus seguidores. Com a sua morte em 1221 e rápida canonização, Dominic fundou uma organização que se transformo
Categories
Published
of 281
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
      A INQUISIÇÃOMichael Baigent e Richard Leigh No verão de 1206 um monge espanhol chamado Dominic de Guzmánpassou pelo Sul da França. A seita Catar, que enfatizava a superioridadeda experiência direta do divino sobre a autoridade e rituais da Igrejaera excessiva. A partir desta justa indignação ele estabeleceu uma redede mosteiros com o propósito de reunir informações sobre seita eseus seguidores.Com a sua morte em 1221 e rápida canonização, Dominic fundouuma organização que se transformou na base da Inquisição,formalmente inaugurada pelo Papa Gregório 9 uma década após a morte dosanto. Uma das mais infames instituições criadas pela assim chamadacivilização Ocidental, a Inquisição foi responsável pela tortura e mortede centenas de milhares de pessoas a maioria inteiramente inocentesdas acusações formuladas contra elas. Tendo alcançado seu apogeu noséculo 15 na Espanha sob Torquemada, a Inquisição estendeu seubraço sanguinário para o Novo Mundo e, além, até que finalmente perdeu oseu nome em 1908.No arrebatador balanço sobre as srcens e história daInquisição, Michael Baigent e Richard Leigh demonstram as atitudesperniciosas que colocaram gradualmente a Igreja contra outras organizações. Tomando a controvérsia sobre os Manuscritos do Mar Morto comocaso teste recente, os autores demonstram como a Igreja nunca deixou detentar controlar e manipular a informação ou as idéias que impingiram sobre  a atividade e agressivamente exigiu obediência de seus bispos eoutros membros, utilizando uma variedade de ferramentas desde aexcomunhão até um catálogo de livros proibidos.Poucos poderiam contestar que a Igreja Católica poderia oferecere ofereceu consolo, suporte e uma caminho a ser percorrido por milhões depessoas. Hoje a Inquisição representa o lado violento e negro da Igreja, e,como demonstra este livro, ainda carrega os elementos fundamentais dessemovimento.   Agradecimentos Como sempre, gostaríamos de agradecer a Ann Evans e JonathanClowes não apenas por serem nossos agentes, mas tambémconsultores, administradores, advogados, intercessores, defensores,cistercianos pagãos e amigos, graças aos quais o poder de Sainte Quittièrelança sobre nós a sua proteção.Pela ajuda e apoio numa variada gama de formas, também gostaríamosde agradecer a Sacha Abercorn, John Ashby, Jane Baigent, Brie Burkeman,Bela Cunha, Helen Fraser, Margaret Hill, Tony Lacey, Alan McClymont,Andrew Nurnberg, Peter Ostacchini, David Peabody, John Saul, YuriStoyanov e Lisa Whadcock.Mais uma vez, também, nossa dívida com as bibliotecas é imensa.Gostaríamos de agradecer às equipes da Biblioteca Britânica, em St.Paneras, da Biblioteca da Grande Loja Unida da Inglaterra, emCovent Garden, e da Biblioteca Bodleian, em Oxford.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x