Magazine

A viagem da sabedoria

Description
HistóriaHistóriaHistóriaHistória da semana da Leiturada semana da Leiturada semana da Leiturada semana da Leitura “Voa até onde te leva a…
Categories
Published
of 5
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
HistóriaHistóriaHistóriaHistória da semana da Leiturada semana da Leiturada semana da Leiturada semana da Leitura “Voa até onde te leva a imaginação”“Voa até onde te leva a imaginação”“Voa até onde te leva a imaginação”“Voa até onde te leva a imaginação” A Viagem da SabedoriaA Viagem da SabedoriaA Viagem da SabedoriaA Viagem da Sabedoria No Planeta das histórias, todos os habitantes andavam muito tristes, porque todas as bibliotecas tinham fechado, já não havia histórias novas para ler! Num dia de brincadeira, o Letrinhas estava no seu sótão e encontrou um velho baú escondido. Curioso tocou-lhe e o como que por magia abriu-se: … Abracadabra … saltavam de lá de dentro as letras do abecedário que davam as ansiosas para contarem uma nova aventura… e assim se formaram as primeiras palavras: O Letrinhas ficou paralisado de espanto. Como teriam as letras ido parar ao baú? Que história teriam para contar?. . . umas letrinhas muito amigas que já fartas de histórias que todos conhecem, decidiram fugir dos livros e esconderam-se no baú do Letrinhas para fazerem uma nova história. No lembraram os títulos dos contos que conheciam e logo de seguida saíram e foram voando ate à floresta . Na floresta encontraram outras letrinhas e juntas criaram novas histórias de animais, de aventura e muita alegria! … Quando estavam a acabar, viram ao longe um menino, era o Letrinhas . O Letrinhas ouviu um barulho… foi então que viu as letras todas reunidas a falarem das histórias que criaram. O Letrinhas pegou num livro muito grande que lá estava e levou-o para . Ele leu-o durante dois dias e contou algumas das histórias, que aí se encontravam, às crianças . Quando contava uma dessas histórias o Letrinhas imaginouse a voar pelo espaço… Ia o Letrinhas no seu foguetão à procura de letras e de repente apareceu um conjunto de letras baralhadas que se organizaram formando a palavra segue-me. O Letrinhas seguiu a palavra e encontrou o país das letras, mais conhecido como ABECEDÁRIO. Neste país havia uma senhora muito velha que não sabia ler. Porém, conhecia muitas e maravilhosas histórias. Umas verdadeiras, outras inventadas, umas desenhadas, outras contadas, … O Letrinhas nem pensou duas vezes e disse à senhora: - D. Analfabeta, quer vir para a minha terra contar as suas histórias? D. Analfabeta, Betinha para os amigos, começou logo a imaginar os títulos para as novas histórias . Das histórias inventadas aquela que o Letrinhas mais gostou foi “ O país das flores”, ao ouvi-la o Letrinhas pensou: - Porque não levar a D. Analfabeta à escola e contar a história aos meus colegas? D. Analfabeta ficou fascinada com o convite, aceitou logo. Ao chegar à escola ela deparou com um sítio mágico, onde as histórias ganhavam vida na boca das crianças. As canetas… folhas… lápis… pareciam objetos dos contos de fadas, que D. Analfabeta criava. Deslumbrada com todo aquele ambiente… Olhou em redor e viu imensos meninos a ler. Enquanto isso, pensou que deveriam ser as histórias que as professoras lhes deram para ler . Então decidiu juntar-se a eles, pois estava tão deslumbrada que nem tinha palavras. Pediu assim ao Letrinhas e aos outros meninos que a ensinassem a ler. Aos poucos foi aprendendo a ler palavras difíceis. Quando acabaram de ler a primeira história, D. Analfabeta pediu que lhe contassem outra história, ainda com palavras mais difíceis . Finda essa história, quis ser ela a tentar ler uma outra. Leulhes então, uma bonita história sobre a aventura de aprender a ler, a “voar” pela imaginação e aprender muitas coisas belas que os livros mos ensinam . D. Analfabeta encantada por ter aprendido a ler e maravilhada com o que aprendeu nas novas histórias, regressou à sua terra e ensinou os outros habitantes a ler. Quanto mais liam, mais obcecados pela leitura iam ficando…, entusiasmados com as viagens que faziam através dos livros, com o que aprendiam. O país ficou colorido com a quantidade de letras que voavam de um lado para o outro, de uns para outros livros, formando assim novas histórias! O encanto foi tal, que resolveram mudar o nome do seu país para LERTUGAL. Os habitantes passaram a ser: bibliotecários, escritores, criadores de contos, …de tanto que amavam os livros. Graças à coragem, força de vontade e sabedoria da D. Analfabeta as histórias voltaram a ser criadas e agora as bibliotecas, no Planeta das Histórias estão de novo repletas de livros maravilhosos. Hoje, D. Analfabeta, ou melhor, a Betinha é uma famosa escritora. Escreve contos maravilhosos e cheios de sonhos, para crianças. Realizado no âmbito da Semana da Leitura EB1/JI de Ouressa, 2010 / 2011

OFFRE TAGOOR

Oct 15, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x