Documents

Astronom i A

Description
ds
Categories
Published
of 7
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
    45 ASTRONOMIA FUNDAMENTAL EDUCATIVA Elso DRIGO FILHO 1  Thierry Gregory Gil CHANUT 2   Resumo: O presente trabalho trata do ensino de conceitos de Astronomia voltado às Escolas Públicas de São José do Rio Preto, SP. Os objetivos principais foram: resgatar o saber em astronomia do aluno de Ensino Fundamental nas Escolas Públicas; aprofundar o conhecimento no domínio da Astronomia dos professores de Ciências e Matemática; contextualizar o conteúdo da Astronomia dentro do programa de Matemática; organizar e viabilizar a participação das escolas escolhidas pelo projeto na VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Uma apostila intitulada “A Astronomia Fundamental – entre mitos e realidade” foi produzida e distribuída como material de apoio. Palavras-chave : Astronomia; Ensino Fundamental; Sistema Solar. 1. INTRODUÇÃO O Ensino de Ciências nas Escolas tem sido alvo de intenso debate sob os mais variados ângulos que o tema permite, para uma idéia da importância e abrangência do tema vide referência [1-3]. A Astronomia está intimamente ligada a esse debate compartilhando em grande parte dos problemas apontados, principalmente àqueles relacionados a Ensino das Ciências Exatas. Uma observação astronômica preliminar está ao alcance de todos, bastando olhar o céu. O movimento do Sol, das estrelas, planetas, Lua entre outros pode ser observado a olho nu. Entretanto, esse tipo de curiosidade espontânea tem sido cada vez mais rara, principalmente entre os jovens. Assim, se faz necessário um incentivo inicial para despertar ou reforçar o interesse no assunto, além de fornecer informações básicas sobre o assunto. É possível identificar vários aspectos onde pode existir uma atuação efetiva no sentido de contribuir na melhoria do ensino de conceitos fundamentais de Astronomia para a população escolar. Em particular, pode ser destacado que essas contribuições podem atuar na motivação e formação dos alunos, na instrumentação do professor e na produção de textos objetivando sintetizar e transmitir parte do conhecimento básico acumulado na área. O presente artigo apresenta resultados obtidos através de atividades desenvolvidas nestes sentidos, motivação e formação. 1 Orientador. Docente do Departamento de Física do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas – UNESP – Campus de São José do Rio Preto 2  Aluno bolsista do projeto.    46 2. METODOLOGIA A atuação efetivamente realizada junto às Escolas Públicas de São José do Rio Preto consistiu em uma seqüência de ações buscando construir e desenvolvem condições para fomentar e subsidiar o Ensino de Astronomia. O primeiro passo consistiu em entrar em contato com as Escolas e propor o projeto a ser desenvolvido em parceria. Duas Escolas foram escolhidas para implementação do projeto. Todo o restante dos trabalhos foram centrados nessas duas Instituições. Tendo como base os “Parâmetros Curriculares Nacionais” [1] e o conteúdo indicado pela Sociedade Astronômica Brasileira e Agência Espacial Brasileira para a OBA (explicito em seu regulamento [4]), foi elaborado um programa a ser trabalhado. Esse programa contemplou nove itens básicos a serem seguidos, são eles: - A srcem do mundo: mitos e realidade. - História da Cosmologia. - História do Telescópio. - A nebulosa primordial. - O sistema solar: características e dinâmica. - O movimento dos planetas. - Movimento anual do Sol e as estações do ano. - Fases da Lua. - Eclipses. Um questionário inicial foi respondido pelos alunos das Escolas participantes. Este questionário teve como objetivo avaliar previamente o conhecimento imediato dos alunos em relação ao conteúdo específico que seria trabalhado posteriormente. Os resultados serviram de guia para um curso realizado nas escolas relativo à parte teórica e observacional (luneta) e uma palestra realizada no IBILCE/UNESP, preparatórios para a Olimpíada de Astronomia e Astronáutica. Foram ao todo dezoito questões subdividas em cinco partes, a saber: 1) mitos da srcem do mundo (questões de 1 a 3); 2) mitologia grega e filosofia da natureza (questões de 4 a 6); 3) Formação do sistema solar (questões de 7 a 8); 4) planetas do sistema solar (questões de 9 a 13); 5) fases da lua, os eclipses e as órbitas planetárias (questões de 14 a 18).    47 O mesmo questionário foi aplicado ao final das atividades para poder servir de base sobre a evolução dos alunos nos temas abordados. A participação e resultados obtidos na OBA também serviram de parâmetro para o trabalho realizado. Finalmente, no segundo semestre, foi realizado uma oficina de astronomia da qual participaram os professores das Escolas participantes e outros interessados. Essa oficina foi realizada buscando complementar o conhecimento básico em Astronomia dos professores de Ciências e Matemática que lecionam esta disciplina para os alunos do Ensino Fundamental. A cada um deles foi entregue uma apostila cujo objetivo era servir de complemento didático, também foi disponibilizado cópias para as bibliotecas das Escolas. Essa apostila foi idealizada e redigida pelo aluno de graduação participante do projeto. I) ESCOLAS PARTICIPANTES O contato inicial com as Escolas participantes foi realizado por intermédio da Prof. Dra. Maria Eliza Brefere Arnoni (Departamento de Educação IBILCE/UNESP). Dessa forma, foi possível conversar com os professores de Matemática: Pedro Edgar Bellini, da EE Prof. Zulmira da Silva Salles, e Santa Morales Herval da Silva, da EE Prof. Daud Jorge Simão. Desde o início, foi possível obter todo o apoio da parte desses professores para o desenvolvimento do projeto. Ambas as Escolas participantes se situam no Município de São José do Rio Preto, SP. A EE. ZULMIRA DA SILVA SALLES está localizada na Rua Olavo Guimarães Correa S/N, Jardim Urano e possui atende uma clientela que varia de classe média C até níveis de extrema pobreza e oferece Ensino Fundamental regular, ciclo I e II. A EE. PROF. DAUD JORGE SIMÃO se localiza à Rua Argemiro Acayaba de Toledo, n o  80, no bairro Cidade Jardim, e abriga uma clientela que varia de classe média C até níveis de extrema pobreza, oferecendo Ensino Fundamental regular, ciclo I e II, Ensino Médio regular e TC-2000-Ensino Fundamental e Médio. II) RESULTADOS O primeiro resultado a ser analisado, está relacionado com os questionários respondidos pelos alunos, antes e depois de participarem no projeto. Das respostas dadas foi feito o histograma da porcentagem dos acertos em cada circunstância. A figura I mostra esse histograma feito com as respostas iniciais, antes do início dos trabalhos; enquanto a figura II mostra os resultados após a realização das atividades do projeto. Comparando os dois histogramas é possível perceber uma melhoria significativa nos índices de acertos.    48 Figura I: Porcentagem de acertos feitos pelos alunos quando da aplicação inicial do questionário. Figura II: Porcentagem de acertos feitos pelos alunos quando da aplicação do questionário após as atividades programadas.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x