Religious & Philosophical

MEUTRABALHO

Description
MEUTRABALHO
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
   UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ- UFPI CENTRO DE CIENCIAS HUMANAS E LETRAS  –  CCHL DISCPLINA: INICIAÇAO A CIENCIA POLÍTICA PROFESSORA: OLÍVIA PEREZ ALUNA: HELNA ELAYNE DE CARVALHO SANTOS AS DEFINICÇOES DE DIREITA E ESQUERDA Conceitos que levam em conta o Estado e os movimentos sociais. Teresina-PI 2019    CONCEITUAÇAO DE DIREITA E ESQUERDA SEGUNDO GUSTAVO JORGE SILVA No cenário político mundial, tem se trazido novamente os conceitos de direita e esquerda. Como bem sabemos, esses termos foram concebidos nas diversas reuniões de cunho político e revolucionário da França no final do século XVIII, caracterizando os que sentavam a direita dos locais das assembleias, como os que gostariam de manter a estrutura política da época e os que sentavam as esquerda, parte mais marginalizada da sociedade francesa, os que exigiam imediatas mudanças. Com o passar dos séculos, os termos Direita e Esquerda, fora usados para caracterizar as dualidades de um Estado, entretanto estas não levando em conta apenas dualidades políticas, mas também econômicas e morais. Diversos autores sociólogos e políticos, escreveram obras conceituando esses termos, dentre tantos conceitos, trago como referencia a obra de Gustavo Jorge Silva Graduando em Direita pela Universidade de São Paulo. Em sua tentativa de entender melhor os termos, ele articula conceitos de outros autores clássicos para resgatar as noções já estabelecidas por eles antes, como Karl Mar, Max Weber, Noberto Bobbio e outros, dessa forma ele consegue introduzir o assunto e preparar o terreno para a sua própria conceituação segundos suas concepções. Gustavo utiliza como primeiro pressuposto para a sua conceituação, a existência de um Estado. O Estado exerce poder sobre determinado território e nação, e é justamente partindo da idéia do exercício de poder que o autor utiliza como base de seu pressuposto de conceituação. De que forma? Ele enfatiza que para entendermos como funciona a direita e a esquerda e entender o que são, temos que entender que dentro de uma sociedade existem aqueles que detem o poder, no caso aqui, o Estado, e aqueles que não o detem. Os que o possuem fazem parte de um circulo de poder, e aqueles que estão fora desse circulo, organizam movimentos sociais, de cunho ideológico, reivindicando representação e poder de determinado grupo subrepresentado dentro daquele circulo de poder.  Para entender de que faceta ideológica esse grupos fazem parte, precisas-se entender de que maneira esses posicionamentos se fazem notados e quem são os atores dessas reivindicações (trabalhadores, academicos, cientistas, artistas,etc). Basicamente, tendo em mente a noção de um Estado, este formado por um circulo de poder que por sua vez representa determinados sujeitos dentro da sociedade e não representa outros grupos, existindo assim grupos sobrerepresentados e grupos subrepresentados, os últimos são os atores de movimentos sociais políticos que pretende exercer influencia sobre o grupo de poder estatal e suas decisões, sejam elas econômicas, políticas ou voltadas aos valores morais da sociedade.    PROBLEMATIZAÇOES O artigo de Gustavo Jorge da Silva, consegue dar uma boa analise da visão de Esquerda e Direita nos dias de hoje. A esquerda como se sabe, costuma ter essa preocupação de inserir, de lutar pela representação de classes menos contempladas pelo o Estado, enquanto a Direita busca preservar ou mesmo reforçar a representação de um grupo que já esteja devidamente representado. No entanto, em alguns países com essas representações de determinados grupos (raça, etnia, sexualidade, gênero, classe social,etc) já bem estabelecidas e equilibradas, ainda se percebe uma dualidade na maneira de se fazer política, não se obstendo somente a valores morais, mas aos políticos e econômicos. Por exemplo, em alguns países onde já se é incluído e bem representado os direitos da comunidade LGBTQI+, ainda tem-se questões econômicas por parte do Estado que podem ser classificadas como de Direita, como o nacionalismo, o protecionismo, a busca por intensa produção e valorização de exportações e etc, nesse caso as definições de Gustavo não contemplam fatores de cunho econômico. Um outro exemplo seria os Estados Unidos, onde as mulheres cada vez mais lutam pela total liberdade e por maiores direitos, não se pode dizer que as Estadunidenses já conquistaram tudo, ainda há um grande caminho a seguir, no entanto elas são representadas pelo Estado com leis que as protegem, como a legalização do aborto em alguns estados. No entanto, olhando para um viés político eleitoral, existem apenas dois partidos de maior influencia: Os democratas e os Republicanos. Sabemos que quanto mais partidos, maiores as chances de escolha pela população, se existem apenas dois partidos hegemônicos, os estadunidenses se limitam aos dois viés, o que constata um governo que busca manter seus padrões políticos, podendo ser representado como de direita. Mia um aspecto que não foi contemplado pelo   Artigo de Gustavo Jorge Silva, que buscou focar mais sua obra em movimentos sociais. MINHA PROPOSTA DE CONCEITUAÇAO É difícil propor um conceito que consiga definir o que é Esquerda e o que é Direita, sabendo das diversas implicações que esses termos demandam, eles também são subjetivos, pois como sabemos, a cada dia mais as pessoas utilizam do senso comum para classificar um governo como de direita ou esquerda, apenas utilizando conhecimentos vagos sobre o tema. Cada Estado, tem suas implicações políticas, econômicas e morais. Com aas duas primeiras, podemos definir o caráter ideológico de um governo, se foca no mercado interno ou no externo, ou ainda nos dois, se busca negociar com outros países ou não, se o Estado interfere fortemente na economia ou se se considera mínimo. Também é fator a forma como se elegem seus governantes, se tem participação política direta ou indireta por parte da população, quanto tempo os políticos se alternam no poder, como funciona o processo de eleição, e como o governante exerce seu poder uma vez que o possui. Entretanto, no viés moral, é mais enigmático e confuso estabelecer conceitos, pois estes variam de acordo com os costumes e valores de cada sociedade, o que pode ser considerado normal aqui no brasil, como mulheres usarem biquini na praia, no Afeganistao pode ser visto como completamente imoral. E nesse sentido, pode-se dizer que em relação aos valores brasileiros, o Afeganistao é conservador, portanto de direita. No entanto, consiste me questões deveras subjetivas,o autor não citou essas problemáticas em especifico mais é algo que pode ser analisado e refletido.
Search
Similar documents
Tags
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x