Slides

052 sustentabilidade da pesquisa e pós-graduação stricto sensu no país-fapeg

Description
1. FAPEG FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE GOIÁS www.fapeg.go.gov.br FAPEG: Um toque de modernidade Sustentabilidade da Pesquisa e Pós-graduação stricto…
Categories
Published
of 41
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. FAPEG FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE GOIÁS www.fapeg.go.gov.br FAPEG: Um toque de modernidade Sustentabilidade da Pesquisa e Pós-graduação stricto sensu no País
  • 2. <ul><li>Criado oficialmente em 2007 </li></ul><ul><li>Fundações de vinte e dois estados mais o Distrito Federal </li></ul><ul><li>Para completar esse quadro, restam apenas os estados de Rondônia, Roraima, Amapá e Tocantins criarem as suas fundações </li></ul>
  • 3. Sem FAP: AMAPÁ, TOCANTINS, RORÂIMA, RONDÔNIA CAPILARIDADE DAS POLÍTICAS DE C, T & I
  • 4. VERTENTES DA SUSTENTABILIDADE Pesquisa e Pós-graduação Formação qualificada - Doutores Inovação Geração de conhecimento Absorção no mercado Expansão do ensino superior Novos negócios
  • 5. Indicadores Fonte: Capes - em 03/07/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional Cursos de Pós-Graduação no Brasil
  • 6. Indicadores <ul><ul><li>Conceito dos cursos de Pós-Graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>Brasil = QUALIDADE ou CONSOLIDAÇÃO? </li></ul></ul>Fonte: Capes - em 03/07/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional 62% 12,3% 25,7%
  • 7. Indicadores Fonte: Capes - em 03/07/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D – Doutorado, F - Mestrado Profissional Se Conceito é = qualidade, então há desequilíbrio regional de qualidade? 9,6% Conceito 6 e 7: 9,6% nacional 78% sudeste
  • 8. Indicadores <ul><ul><li>Conceito dos cursos de Pós-Graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>Centro Oeste </li></ul></ul>Fonte: Capes - em 28/08/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional Conceito 3 Conceito 4 Conceito 5 Conceito 6 Conceito 7 4,7% 77,3% 18%
  • 9. Indicadores Fonte: Capes - em 03/07/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional Cursos de Pós-Graduação no Centro-Oeste 52,3% 26,2% 21,5%
  • 10. Indicadores <ul><ul><li>Grupos de Pesquisa - CNPq </li></ul></ul>Número de doutores do Centro-Oeste: 4.325
  • 11. <ul><li>CENÁRIO EM GOIÁS </li></ul>
  • 12. <ul><ul><li>Conceito dos cursos de Pós-Graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>Goiás </li></ul></ul>Fonte: Capes - em 28/08/2008 Cursos:     M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional <ul><ul><li>Conceito 5: </li></ul></ul><ul><ul><li>Nacional 25,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Regional 18% </li></ul></ul><ul><ul><li>Goiás 10,1% </li></ul></ul>
  • 13. Indicadores <ul><ul><li>Docentes </li></ul></ul>52,3% DF 26,2% Goiás Pós-graduação
  • 14. Indicadores <ul><ul><li>Docentes em Goiás </li></ul></ul>
  • 15. 71 IES SEDIADAS EM GOIÁS -2005
  • 16. Fonte: Ministério da Educação. Elaboração: SEPLAN-GO/SEPIN/Gerência de Estatística Socioeconômica – 2005. Crescimento Público 148,4% Privado 232,6% 48.974 42.581 91.555 3.438 33.431 15.982 52.851 144.406 2004 Comunitária confessional / filantrópica Particular Total Municipal Estadual Federal Total Privada Pública Total Ano
  • 17. Fonte: INEP/MEC (2004) Elaboração: 2006 Vagas Educação Superior Brasil e Goiás Expansão: Docentes concursados serão oriundos da pós-graduação
  • 18. Vagas ofertadas pelas IES, concluintes do Ensino Médio, balanço de vagas e percentual de vagas ofertadas em relação a concluintes do Ensino Médio por microrregião do Estado de Goiás, candidatos inscritos por vestibular e outros processos seletivos e relação candidato vaga (2004) Fonte: Secretaria de Educação do Estado de Goiás (SEE/2004) e INEP/MEC (2004). 2,1 150.639 136,2 + 19.663 54.338 74.001 Total 2,7 493 23,4 - 589 769 180 Vão do Paranã - 0 - - 878 878 0 Vale do Rio dos Bois 1,9 8.807 152,7 + 1.614 3.060 4.674 Sudoeste de Goiás 1,5 175 16,4 - 587 702 115 São Miguel do Araguaia 2,4 2.081 86,1 - 137 987 850 Rio Vermelho 3,7 1.159 37,5 - 516 826 310 Quirinópolis 3,1 2.867 34,0 - 1.806 2.736 930 Porangatu 2,1 1.151 57,8 - 409 969 560 Pires do Rio 1,2 6.104 186,6 + 2.418 2.792 5.210 Meia Ponte 3,3 984 59,5 - 204 504 300 Iporá 2,1 94.092 212,8 + 23.635 20.951 44.586 Goiânia 1,4 7.076 58,6 - 3.581 8.658 5.077 Entorno de Brasília 4,0 563 21,8 - 501 641 140 Chapada dos Veadeiros 2,5 2.041 35,3 - 1.502 2.322 820 Ceres 2,6 3.211 103,2 + 38 1.187 1.225 Catalão - 0 - - 363 363 0 Aragarças 0,9 2.627 233,5 + 1.633 1.223 2.856 Anicuns 2,8 17.208 129,3 + 1.398 4.770 6.168 Anápolis Relação candidato / Vaga (C/A) Candidatos inscritos por vestibular e outros processos seletivos (C) % Vagas ofertadas em relação a concluintes (A/B*100) Balanço de vagas (A – B) Concluintes Ensino Médio (B) Vagas Ofertadas pelas IES (A) Microrregião
  • 19. Fonte: Edição de O popular de 30/04/2006 – Caderno Economia EMPREGO <ul><li>Goianos perdem vagas para profissionais de fora </li></ul><ul><li>Empresas buscam pessoas em outros Estados por não encontrarem aqui trabalhadores com qualificação exigida para determinadas funções, sobretudo de tecnologia mais avançada </li></ul><ul><li>Falta de qualificação é problema crônico </li></ul><ul><li>Habilidades além da Formação Técnica </li></ul><ul><li>Crescimento da economia goiana atrai profissionais </li></ul>Inovação
  • 20. Caminho para o desenvolvimento <ul><li>Desafio de construir uma política de gestão compartilhada, baseada no incremento da produção de conhecimento. </li></ul><ul><li>Compromisso com a geração de emprego e renda, na perspectiva de transformar ações isoladas em ações integradas. </li></ul>Fomento Federal + Fomento Estadual + Iniciativa Privada
  • 21. Caminhos para fomentar a Educação Superior, a Pesquisa e a Pós-graduação em uma estrutura institucional integrada Federal e Estadual
  • 22. Redes Goianas de Pesquisa: Integração para a Ciência, Tecnologia e Inovação em Goiás
  • 23. Agenda <ul><li>Agenda Goiana de Fomento a Pesquisa </li></ul><ul><li>Redes de Pesquisa </li></ul><ul><li>Indicadores Redes de Pesquisa </li></ul>Evento de Treinamento para formação da Agenda Goiana de Fomento à Pesquisa 446 participantes: pesquisadores, empresários e setores de governos estadual e municipais.
  • 24. Redes de Pesquisa - Conceito <ul><li>“ Entende-se por Rede de Pesquisa, um grupo de entidades por intermédio de seus pesquisadores e profissionais , em permanente interação , organizados para desenvolver, conjuntamente, projetos de pesquisa científica ou tecnológica que possam contribuir significativamente para o avanço e difusão do conhecimento” </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Resolução Normativa CONSUP Nº 06/2007 – Art. 1º </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  • 25. Redes de Pesquisa - Formação <ul><li>“ Caracteriza-se como Rede , a união de no mínimo três ou mais instituições , sediadas em Goiás , sendo pelo menos uma de educação superior, ou de pesquisa , com o objetivo de, em conjunto, viabilizar a execução de projetos de pesquisa e/ou desenvolvimento e contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado de Goiás” </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Resolução Normativa CONSUP Nº 06/2007 – Art. 2º </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  • 26. <ul><li>300 Redes Goianas de Pesquisa Credenciadas </li></ul>Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 18/08/2008
  • 27. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Redes de Pesquisa Credenciadas: 300
  • 28. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Qualidade de Vida
  • 29. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Conhecimento e Expressão Humana
  • 30. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Infra-estrutura e Processos Produtivos
  • 31. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Desafios Estratégicos e Políticas Públicas
  • 32. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Agronegócios, Desenvolvimento Rural e Fundiário
  • 33. Indicadores Fonte: www.fapeg.go.gov.br/gestor Estatísticas - em 27/08/2008 Área: Pesquisa Inicial e Fundamental
  • 34. Indicadores Fonte: FAPEG em 27/08/2008 10 Instituições com maior participação em Redes de Pesquisa
  • 35. Indicadores - Análise Fonte: FAPEG em 18/08/2008 Destaque da Instituição por Eixo Temático
  • 36. Indicadores <ul><li>Distribuição dos Coordenadores de Rede </li></ul><ul><li>segundo o Gênero </li></ul>Fonte: FAPEG em 27/08/2008
  • 37. Indicadores <ul><li>Distribuição dos Coordenadores de Rede </li></ul><ul><li>segundo a Nacionalidade </li></ul>Fonte: FAPEGestor em 18/08/2008
  • 38. <ul><li>Distribuição dos Coordenadores de Rede </li></ul><ul><li>segundo o Local de Residência </li></ul>Fonte: FAPEGestor em 18/08/2008
  • 39. Precisamos inovar para alcançarmos o caminho da sustentabilidade da Pesquisa e da Pós-Graduação
  • 40. <ul><li>“ O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” </li></ul><ul><li>Cora Coralina </li></ul>INOVAR INOVAR            
  • 41. Contato José Clecildo Barreto Bezerra Diretoria Científica [email_address] www.fapeg.go.gov.br 62-3201-8087
  • Search
    Similar documents
    View more...
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks