Slides

Banner jpv modificado

Description
1. Jornal PONCHE VERde 1 80 ANOS DE HISTÓRIAA história da imprensa em Dom Pedrito inicia com o primeirojornal, Gazeta Pedritense, em 1º de janeiro de 1880 .Fundado por…
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. Jornal PONCHE VERde 1 80 ANOS DE HISTÓRIAA história da imprensa em Dom Pedrito inicia com o primeirojornal, Gazeta Pedritense, em 1º de janeiro de 1880 .Fundado por Francisco José Ferreira Camboim Filho ,como jornal liberal e abolicionista relatou a vida de Dom Pedritoquando Vila e Cidade , pois circulou, com alguns intervalos , até 1922. Exemplar da Gazeta Pedritense - 1884 Do primeiro jornal , até o aparecimento do Ponche Verde, quase uma centena de jornais foram produzidos em Dom Pedrito , entre noticiosos, critico-literários, estudantis, infantis , carnavalescos e ainda os dedicados ao belo sexo. Em muitos deles o escritor João de Deus D´Mutti figura ,ora como fundador , ora como diretor ou colaborador . Logotipos de jornais de vários períodos Em 21 de fevereiro de 1932 , João de Deus D´Mutti funda o Ponche Verde e o apresenta como o agente do povo, para dizer de suas queixas , anseios e necessidades e coordenar ações populares úteis ao povo e a seu país . João de Deus D´Mutti Ponche Verde -1932 nº 1 Acervo da Biblioteca Rio-grandense
  • 2. Jornal Ponche verde 2 80 anos de história Com uma impressora comprada de de antigo jornal de Pelotas, inicialmente a Gráfica do Ponche Verde estava localizada na Av. Barão do Upacarahy, e depois transferiu-se para a Rua Bernardino Ângelo , 42 -- atual número 692 Com a morte do fundador ,em 1936, então sua viúva , Castorina da Cruz D’Mutti (dona Dadá ), assume o jornal, tendo como colaboradores Antenor Paixão de Castihos. , tipógrafo e chefe de pessoal ; Celestino Moreira , tipógrafo- auxiliar; Lucidoro Brito, redator - colaborador e Torquato Portilho, como entregador. Durante a Ditadura Vargas o jornal foi suspenso em função de questionar/reclamar justiça no caso de Waldemar Ripol, político santanense , cujo assassinato era atribuído ao pessoal de Getúlio . O jornal Ponche Verde teve então grande repercussão no Estado e, tendo suspensa sua publicação , surge o Boletim Comercial , a fim deGráfica do Ponche Verde - 3ª casa - Rua Bernardino Ângelo , atender os anunciantes.692Carteira de Castorina D’Mutti, da ARICastorina da Cruz D’Mutti – Dona Dadá Em 1944, dona Dadá filia - se à Associação Rio- Grandense de Imprensa e registra o jornal. O Ponche Verde saia então duas vezes por semana.
  • 3. JORNAL PONCHE VERDE 3 80 ANOS DE HISTÓRIA1953 – Dona Dadá vende o Jornal para uma “Sociedade em Organização”, tendo como Diretor responsável Dr.Bernardo de Miranda Munhoz , gerente Cornélio Santos e vários cotistas. Na década de 60, João Bosco Dihl assume como diretor de redação; sendo Torquato Portilho – gerente – e Dr. Bernardo Munhoz, responsável pelo jornal.1962 – Após breve interrupção , a jornalista Ione Garcez Vieira, com Luiz Mário e Rute Gonçalves ,dão novo impulso ao jornal. A gráfica estava nos fundos do antigo cinema . Os funcionários Torquato Portilho , Carlos Madruga Sobrinho e Alceu Fontoura Santana compõem a equipe de trabalho. A compra de nova impressora e de novos tipos traz nova vida ao Ponche Verde . 1964 – Bernardo Munhoz é o proprietário do Jornal, passando depois a propriedade do Jornal Ponche Verde para o Escritório Rural Farrapo – 1967. Gráfica do Ponche Verde - Av. Borges Torquato Portilho de Medeiros esquina Rui Barbosa Dr .Bernardo de Miranda Munhoz Gráfica nos fundos do antigo cinema - rua Andrade Neves
  • 4. JORNAL PONCHE VERDE 4 80 ANOS DE HISTÓRIA O Jornal Ponche Verde sempre contou com articulistas e colunistas. Dentre muitos , destacam-se , em diferentes períodos :• Dr. Márcio Bazan – direito e política• Severo dos Santos Pacielo – obituário• Kleber Jardim - sociedade Colunistas• Marília Maia – Notícias do Ensino• Francisco Ferrer Neto – Revendo o passado• João Freitas -- Miscelânia O corpo redatorial estava composto por: Cláudio Gonçalves Munhoz – diretor Bernardo Munhoz – proprietário e responsável. Torquato Portilho – chefe de redação, tipógrafo e revisor. Em 1980 o Jornal Ponche Verde tem uma a tiragem de 1000 exemplares. Gráfica do Ponche Verde – rua Rui Barbosa – Gráfica do Ponche Verde – rua Duque de Caxias,1048 - casa branca casa bege
  • 5. Jornal ponche verde 5 80 anos de história Atualmente o Jornal é propriedade do Dr. Cláudio Gonçalves Munhoz e Dra .Maria Helena Gonçalves. • Diretor de Redação: Sérgio Gonçalves Munhoz • Jornalista responsável : Dr. Bernardo de Miranda Munhoz • Repórteres: Sérgio G. Munhoz, Silvana Antunes e Claudenir Munhoz • Diagramadora: Taiane Machado Kussler • Tiragem: 2000 exemplares • Periodicidade: 2 vezes por semana : quarta-feira - com 12 páginas , e sábado - com 20 páginas . • Impressão : uso da tecnologia da informática. Gráfica do Ponche Verde – rua Andrade Neves, 1076 - sede atualDr. Cláudio Munhoz e Drª. Maria HelenaGonçalves , co - proprietários do Ponche Verde
  • 6. JORNAL PONCHE VERDE 6 80 ANOS DE HISTÓRIA Subsídio significativo para o conhecimento da História de Dom Pedrito.Narra os fatos à medida em que acontecem.Emite opinião.Forma opinião.Transmite valores e crenças – nos alegra, nos entristece, nos congrega em solidariedade . Créditos:Equipe 2012, do Jornal Ponche Verde Pesquisa e Textos – Adilson Nunes de Oliveira Imagens – Gabriel Bueno e Jeferson Rodrigues Imagens de época – acervo Museu Paulo Firpo Produção – Museu Paulo Firpo
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks