Slides

C t i minimizando assimetrias cenrios para a 4 cncti 2010

Description
1. C,T&I – Minimizando assimetrias: Cenários para a 4ª CNCTI 2010 Glaucius Oliva Diretor - DEHS Diretoria de Engenharias, Ciências Exatas e Humanas e Sociais…
Categories
Published
of 60
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. C,T&I – Minimizando assimetrias: Cenários para a 4ª CNCTI 2010 Glaucius Oliva Diretor - DEHS Diretoria de Engenharias, Ciências Exatas e Humanas e Sociais 30/04/2010 GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência e Tecnologia
  • 2. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Estratégia de Ações www.cnpq.br Ênfase na Formação de Recursos Humanos Expansão de Bolsas Ênfase nas Ciências Experimentais e Áreas Tecnológicas Ênfase no Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional Equilibrado Reforço dos Sistemas de C&T Regionais Regularidade dos Editais Respeito às Diretrizes do Plano de C,T&I
  • 3. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Formação de RH <ul><li>Expansão e Valorização de Bolsas </li></ul><ul><li>Política de Bolsas </li></ul><ul><li>Programa Nacional de Pós-Doutorado </li></ul>Principais Ações do CNPq - 2010 www.cnpq.br Fomento à Pesquisa e ao Desenv. Tecnológico <ul><li>Bolsas de Apoio à Pesquisa </li></ul><ul><li>Edital Universal </li></ul><ul><li>Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia </li></ul><ul><li>Parcerias com os estados </li></ul><ul><li>Fomento tecnológico </li></ul>
  • 4. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS
  • 5. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br
  • 6. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Evolução do Número de Bolsas do CNPq Modalidade Anos 12/2000 12/2009 12/2010 12/2011 Iniciação C&T,Jr 17.947 30.540 33.000 36.700 Mestrado 5.554 9.547 11.150 12.500 Doutorado 5.591 8.214 9.550 11.000 Bolsas no Exterior 576 550 600 800 Pós-doutorado 489 1.397 1.700 2.000 Produtividade Pesquisa 7.314 12.031 14.000 16.000 Apoio à Pesquisa 1.639 2.575 3.000 3.500 Desenv. Tecnológico,Extensão e Inovação 3.428 6.305 7.000 7.500 Total 42.538 71.159 80.000 90.000
  • 7. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico 25 50 75 100 125 150 Milhões de R$ 01 02 04 06 07 08 09 Valor do Edital 10 Edital Universal www.cnpq.br Projetos Aprovados Biênios Número 2001-02 3.331 2003-04 3.538 2005-06 2.710 2007-08 6.841 2009-10 5.800 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010                    
  • 8. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br <ul><li>INCT´s </li></ul><ul><li>PRONEX </li></ul><ul><li>PPP </li></ul><ul><li>CASADINHO </li></ul><ul><li>PPSUS </li></ul><ul><li>Editais em parceria (p.ex. Dengue, Malária, Museus de Ciência) </li></ul><ul><li>PRONEM </li></ul>Parcerias Nacionais
  • 9. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico INCT
  • 10. A evolução dos Institutos do Milênio para os INCTs 22.02.2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional INCT – Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia 122 24 9 5 2001-2008 a partir de 2009 51 Institutos do Milênio R$ 180 milhões R$ 609 milhões
  • 11. forte interação com o sistema produtivo e com a sociedade Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional INCT – Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia 122 FNDCT R$ 190,0 milhões FAPs R$ 216,6 milhões CAPES R$ 30,0 milhões CNPq R$ 110,0 milhões MS R$ 17,5 milhões BNDES R$ 22,4 milhões Petrobras R$ 21,4 milhões R$ 609 milhões MEC R$ 1,0 milhão
  • 12. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia Redes que congregam os principais grupos de excelência em C & T, I do país Demanda espontânea + Temas induzidos Grupos de elevada expressão – coordenador pesquisador 1A ou 1B do CNPq Financiamento estável (5 anos): fomento + bolsas Colaboração: academia + iniciativa privada + órgãos públicos Pesquisa + difusão + transferência Valor por Instituto para os 3 primeiros anos: 9 milhões 6 milhões 3 milhões www.cnpq.br
  • 13. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Institutos Nacionais Recursos – Com FAPs CAPES: 30 milhões NOTA: Não estão incluídos os recursos repassados ao CNPq pela PETROBRAS, Msaúde e MEC Fapesp Faperj Fapemig Fapespa Fapeam Fapesc Fapern Fapepi 112 milhões 36 milhões 36 milhões 8 milhões 10 milhões 9 milhões 2 milhões 1,5 milhões 2008 2009 2010 Total CNPq 15 30 28 73 FNDCT 43 80 60 183 FAPs 35 70 70 175 TOTAL 105 170 170 431
  • 14. Áreas do Conhecimento ou de Tecnologia Saúde 39 Agronegócio 9 Engenharias, Física Matemática 14 Biotecnologia/ Nanotecnologia 11 Amazônia 7 TICs 7 Biodiversidade Meio Ambiente 7 Energia 7 Antártica e Mar 3 Nuclear 2 Outras 7 Ciências Sociais 10 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional 122
  • 15. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Pronex
  • 16. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico PRONEX – Recursos Aportados www.cnpq.br Nota: Os recursos 2008/09 são totais e possuem parcelas a serem liberadas em 2010 e 2011.
  • 17. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Casadinho
  • 18. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Casadinho Cooperação entre Grupos de Pesquisa Programas de Pós-Graduação Capes 3/4 (NO, NE, CO e ES) com Capes 6/7 Mínimo de 70% para o “não consolidado” 2004: CT-Infra/PADCT) 2006: (CT-Infra/CT-Energ) 2008: CT-Infra/CT-Petro e Transversal www.cnpq.br
  • 19. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Cooperação entre Grupos de Pesquisa Programas de Pós-Graduação Capes 3/4 (NO, NE, CO e ES) com Capes 6/7 Mínimo de 70% para o “não consolidado” 2004: CT-Infra/PADCT) 2006: (CT-Infra/CT-Energ) 2008: CT-Infra/CT-Petro e Transversal Casadinho 100 parcerias envolvendo mais de 200 programas de pós-graduação; 70% dos recursos nas regiões N, NE e CO. 25% dos programas não consolidados, apoiados pelo Casadinho , melhoraram o conceito na avaliação feita pela CAPES em 2007. www.cnpq.br
  • 20. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Casadinho Cooperação entre Grupos de Pesquisa Programas de Pós-Graduação Capes 3/4 (NO, NE, CO e ES) com Capes 6/7 Mínimo de 70% para o “não consolidado” 2004: CT-Infra/PADCT) 2006: (CT-Infra/CT-Energ) 2008: CT-Infra/CT-Petro e Transversal 72 parcerias envolvendo cerca de 150 programas de pós-graduação foram apoiados na segunda edição. 70% dos recursos nas regiões N, NE e CO. www.cnpq.br
  • 21. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Casadinho Cooperação entre Grupos de Pesquisa Programas de Pós-Graduação Capes 3/4 (NO, NE, CO e ES) com Capes 6/7 Mínimo de 70% para o “não consolidado” 2004: CT-Infra/PADCT) 2006: (CT-Infra/CT-Energ) 2008: CT-Infra/CT-Petro e Transversal 120 projetos apoiando aproximadamente 240 programas de pós-graduação, totalizando R$ 30 milhões www.cnpq.br
  • 22. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Cooperação entre Grupos de Pesquisa Programas de Pós-Graduação Capes 3/4 (NO, NE, CO e ES) com Capes 6/7 Mínimo de 70% para o “não consolidado” 2004: CT-Infra/PADCT) 2006: (CT-Infra/CT-Energ) Casadinho CT Petro CT-Infra Transversal Total 3 milhões 10 milhões 2 milhões 15 milhões 3 milhões 10 milhões 2 milhões 15 milhões 6 milhões 20 milhões 4 milhões 30 milhões 2008 2009 Total www.cnpq.br
  • 23. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS)
  • 24. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br <ul><li>Financiamento de pesquisas aplicáveis ao SUS e de interesse dos Estados </li></ul><ul><li>Parceria no âmbito federal (MS/DECIT e MCT/CNPq) via termo de cooperação; e no âmbito estadual (CNPq e Fundações de Amparo/ Secretarias de Saúde), via convênios </li></ul><ul><li>Fortalecimento da política científica e tecnológica em saúde nos estados </li></ul><ul><li>Definição de prioridades de pesquisa coordenada pelas SES em conjunto com as FAPs, com base em seminários e oficinas de trabalho, e na análise dos indicadores de ciência e de saúde do estado </li></ul>Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS)
  • 25. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS) Investimentos parceria CNPq/MS/Estados
  • 26. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br CONVÊNIOS PPSUS 2008/2009
  • 27. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br CONVÊNIOS PPSUS 2008/2009
  • 28. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico PRONEM
  • 29. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Programa de apoio a Grupos Emergentes; Consolidação de linhas de pesquisa prioritárias; Indução a formação de novos núcleos de excelência; Em parceria com as FAPs; Duração 2010/2011; Valor R$ 20 milhões em 2010 e R$ 20 milhões em 2011 PRONEM
  • 30. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Programa de apoio a Grupos Emergentes; Consolidação de linhas de pesquisa prioritárias; Indução a formação de novos núcleos de excelência; Em parceria com as FAPs; Duração 2010/2011; Valor R$ 20 milhões em 2010 e R$ 20 milhões em 2011 PRONEM
  • 31. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br FNDCT - CNPq AÇÕES PROPOSTAS - 2010 Elaborado em 28/04/2010 PROGRAMA ANO 2010 ANO 2011 PRONEM 20,0 20,0 CASADINHO 15,0 15,0 PRONEX – 2010 20,0 20,0 PPP 15,0 15,0 INCT 40,0 80,0 UNIVERSAL 2010 35,0 35,0 BOLSAS DE PESQUISA 26,4 31,7 PRONEX – (PROJETOS 2008/2009) 38,0 BOLSAS PGAEST – 2010 21,6 34,6 BOLSAS PGAEST ( 2007 -> 2011) 6,8 12,3 PNPD 6,5 12,5 SISBIOTA BRASIL 5,0 5,0 PLANTAS ONLINE 3,0 4,0 Total 252,3 285,1 em milhões de reais
  • 32. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico FOMENTO E F ORMAÇÃO T ECNOLÓGICA
  • 33. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Programa RHAE Volume de Recursos por Edital
  • 34. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Edital de Museus de Ciências
  • 35. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Edital de Museus FAPs Parcela CNPq Parcela FAPs FAPEAL R$ 103.200,00 R$ 136.800,00 FAPEAM R$ 181.505,54 R$ 240.600,37 FAPESB R$ 369.963,74 R$ 490.417,06 FUNCAP R$ 307.802,51 R$ 408.017,26 FAP-DF R$ 694.389,95 R$ 889.910,94 FAPES R$ 319.946,28 R$ 424.114,84 FAPEG R$ 208.565,42 R$ 259.565,54 FAPEMA R$ 86.000,00 R$ 114.000,00 FAPEMIG R$ 774.877,56 R$ 992.859,19 FUNDECT R$ 215.000,01 R$ 284.999,99 FAPEMAT R$ 218.059,02 R$ 289.054,98 FAPESPA R$ 49.422,85 R$ 55.732,15 FACEPE R$ 764.708,95 R$ 983.765,41 Fund.Araucária R$ 301.706,26 R$ 250.000,00 FAPERJ R$ 751.115,86 R$ 945.062,47 FAPERN R$ 381.930,23 R$ 497.105,39 FAPERGS R$ 329.801,02 R$ 298.609,67 FAPESC R$ 186.884,30 R$ 214.352,28 FAPITEC R$ 189.200,00 R$ 250.800,00 Outros R$ 476.099,78 R$ 0,00 Total R$ 6.910.179,28 R$ 8.025.767,54
  • 36. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Recursos
  • 37. Recursos do MCT e de outras fontes federais, 2007 a 2010 Fonte : LOA 2007, PLOA 2008 e PPA 2008-2011 Elaboração: ASCAV/MCT. Notas : 1) inclui recursos sob a supervisão do FNDCT; 2) não inclui pessoal, encargos sociais e despesas financeira e obrigatórias; 3) estimativas BNDES, sujeitas a modificação anual. MME/Petrobras/Eletrobras MCT/outras ações do PPA(2) Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 38. Dispêndio nacional em P&D como razão do PIB (%) 0,56 % PIB em P&D pelo setor privado 14.04.2010 Privado Público Total Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 39. Evolução Orçamentária do FNDCT (fundos setoriais e recursos sob supervisão do FNDCT) R$ bilhões constantes, IPCA (média anual/dez.2006) para 1971-2006 R$ bilhões correntes para 2007-2010 28.01.2010 Fundos Setoriais Nota: LOA 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 40. R$ milhões correntes LOA 23.03.2010 Evolução da execução orçamentária do MCT (incluindo despesas de pessoal) Lei +Créditos 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional CNPq programa nuclear institutos MCT FNDCT FINEP ( FAT,FND ) programa espacial outras ações MCT despesas de pessoal
  • 41. R$ milhões Investimentos do MCT na Região Nordeste segundo a Unidade da Federação: 2000 a 2009 Total aplicado de 2000 a 2009: R$ 3,1 bilhões Crescimento de 412% em relação ao ano 2000 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 42. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Previsão de Execução em 2010 R$ 700 Milhões
  • 43. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br FUNDOS SETORIAIS DE 2005 a 2009 % destaque X Empenho
  • 44. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br FUNDOS SETORIAIS DE 2005 a 2009 % Empenhado X Pago
  • 45. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br CNPq: 2007 – 2011 Novo Programa de Apoio a Núcleos Emergentes : Pronem 90 mil bolsas até 2011.   Expansão de 3.500 Bolsas de Pós-graduação Expansão das Bolsas de Produtividade em Pesquisa (+20%/ano) Novo Programa PRONEX: R$ 220 milhões Programa Nacional de Pós-Doutorado Institutos Nacionais de C&T: R$ 589 milhões Expansão e regularidade do Edital Universal: R$ 100-120 milhões Apoio a Jovens Pesquisadores Fortalecimento dos Sistemas Regionais de C&T         Fortalecimento do Apoio à Tecnologia e Extensão Inovadora 
  • 46. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico www.cnpq.br Novo programa de apoio a núcleos emergentes : PRONEM – R$ 40 milhões  CNPq: 2007 – 2011 Novo CASADINHO: R$ 30 milhões Programa PRONEX: R$ 219 milhões Novo PRONEX: R4 40 milhões Novo PPP: R$ 30 milhões    
  • 47. Nos últimos anos foram dados passos importantes para tratar C,T&I como uma questão de Estado , bem como para transformar o Sistema Nacional de C,T&I em alavanca decisiva para o desenvolvimento do País Nos próximos anos, a Lei de Inovação, a Lei do Bem e a expansão dos programas governamentais de apoio à P&D nas empresas deverão mudar o cenário da inovação no Brasil Há que se continuar a mobilizar o setor privado para ser mais dinâmico na promoção do desenvolvimento tecnológico sendo a INI um fator importante de consolidação do processo Conclusões e Desafios da C,T&I no Brasil Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 48. <ul><li>Fazer com que C,T&I se tornem efetivos componentes </li></ul><ul><li>do desenvolvimento sustentável , do ponto de </li></ul><ul><li>vista econômico e sócio-ambiental (atividades de </li></ul><ul><li>P,D&I nas empresas e incorporação dos avanços </li></ul><ul><li>nas políticas públicas). </li></ul><ul><li>Ações em ciência, tecnologia e inovação como </li></ul><ul><li>Política de Estado , e não apenas de governo: </li></ul><ul><li>- mais instituições de pesquisa; </li></ul><ul><li>- melhorar marco legal; </li></ul><ul><li>- melhorar e agilizar processos: desburocratizar </li></ul><ul><li>Intensificar as ações e iniciativas de C,T&I para o </li></ul><ul><li>grande público ; </li></ul><ul><li>Melhorar a educação em todos os níveis e em particular o </li></ul><ul><li>ensino de ciências nas escolas e atrair mais jovens para </li></ul><ul><li>carreiras científicas e tecnológicas ; </li></ul>Conclusões e Desafios da C,T&I no Brasil Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 49. <ul><li>Expandir com qualidade e melhorar a distribuição geográfica da ciência; </li></ul><ul><li>Aproveitar as vantagens comparativas do país para se manter à </li></ul><ul><li>frente da discussão sobre o desenvolvimento sustentável e </li></ul><ul><li>contribuir para que o Brasil se torne uma potência nesse novo </li></ul><ul><li>paradigma, o que inclui conservação, uso e repartição de </li></ul><ul><li>benefícios da biodiversidade, mudanças climáticas etc.; </li></ul><ul><li>Fortalecer o protagonismo internacional da ciência e da </li></ul><ul><li>tecnologia brasileira (universidades de classe internacional, </li></ul><ul><li>empresas globais). </li></ul>Conclusões e Desafios da C,T&I no Brasil Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 50. Abordará temas sob a ótica das quatro prioridades estratégicas do Plano de Ação em C,T&I para o Desenvolvimento Nacional 2007-2010 : ( i ) Sistema Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação, ( ii ) Inovação na Sociedade e nas Empresas, ( iii ) Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Áreas Estratégicas, e ( iv ) Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social IV Conferência Nacional de C,T&I Brasília, 26 a 28 de maio de 2010 Decreto publicado no DOU, 04.08.2009, Seção 1, pág. 36 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 51. Histórico da 4ª CNCTI <ul><li>1985 – 1ª CNCT </li></ul><ul><li>Debate sobre Política de CT&I, Bolsas, </li></ul><ul><li>Áreas Estratégicas e RH </li></ul><ul><li>2001 – 2ª CNCTI </li></ul><ul><li>Inovação, Fundos Setoriais, CGEE, Livro Branco </li></ul><ul><li>2005 – 3ª CNCTI </li></ul><ul><li>Presença Internacional, Portal web, Memória digital </li></ul>Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional subsídios para o Plano de Ação em C,T&I
  • 52. Comissão Organizadora Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 53. Programação da 4ª CNCTI
  • 54. Programação da 4ª CNCTI quarta-feira, 26 de maio de 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 55. Programação da 4ª CNCTI quarta-feira, 26 de maio de 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 56. Programação da 4ª CNCTI quinta-feira, 27 de maio de 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 57. Programação da 4ª CNCTI quinta-feira, 27 de maio de 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional
  • 58. Programação da 4ª CNCTI sexta-feira, 28 de maio de 2010 Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologi
  • Search
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks