Art & Photos

Casa Eficiente a

Description
6.a Intervenções na envlvente paca d edifíci FICHA TÉCNICA Títul Ficha 6.a Intervenções na envlvente paca d edifíci Cleçã Casa Catálg de sluções técnicas Ediçã Prgrama Casa Autria Versã Publicaçã
Categories
Published
of 9
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
6.a Intervenções na envlvente paca d edifíci FICHA TÉCNICA Títul Ficha 6.a Intervenções na envlvente paca d edifíci Cleçã Casa Catálg de sluções técnicas Ediçã Prgrama Casa Autria Versã Publicaçã gratuita Tds s direits reservads 6.a Intervenções na envlvente paca d edifíci REGULAMENTO Intervenções na envlvente paca ds edifícis, exterir u interir, cm bjetiv de refrçar islament térmic (e.g., aplicaçã de islaments térmics, em paredes, cberturas, paviments, e caixas de estres, incluind cberturas e fachadas verdes; remçã de cberturas e fachadas cntend amiant desde que assciadas à melhria da eficiência energética). TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO As tiplgias de intervençã previstas sã a clcaçã de islament térmic em paredes, cberturas e paviments, estand também prevista a remçã de amiant e a instalaçã e clcaçã de cberturas verdes. OBJETIVO Se a sua casa é anterir a 1960 e nunca fi reabilitada, entã é pssível que nã tenha islament térmic. A envlvente paca d edifíci é imprtante para assegurar que a temperatura interir das habitações se mantém aprximadamente cnstante, reduzind a necessidade de recrrer a equipaments de climatizaçã e cnsequentemente cnsum de energia. A envlvente paca é cnsiderada a pele d edifíci pel que é necessári islá-la, mas nã em demasia, pel que islament a mais pde ser cntraprducente. Cnsulte um técnic qualificad para elabrar um prjet que assegure adequad desempenh da sua casa. APLICAÇÃO A aplicaçã de islament térmic na envlvente depende d tip de edifíci: apartament u mradia. N cas de mradias islament, na mairia das situações, pde ser aplicad pel exterir, já n cas de apartaments esta situaçã nã se verifica e deverá ser aplicad pel interir. A intervençã na envlvente deverá ser 1 7 bjet de prjet específic, pel que recmendams que cntacte um prfissinal qualificad para efeit antes de efetuar as bras. RECOMENDAÇÕES Gerais As envlventes sem islament térmic sã respnsáveis pr elevadas perdas (u ganhs) de calr e pdem cnduzir a desenvlviment de fcs de cndensaçã, fungs e blres. As envlventes eficientes permitem uma melhria d cnfrt térmic, minimizam apareciment de anmalias, prprcinam a melhria da salubridade n interir da habitaçã, reduzem valr da fatura de energia e pdem permitir também um mair islament acústic. Existem váris tips de islament térmic. O seu desempenh é avaliad através da cndutibilidade térmica d material utilizad. Quant menr fr esse valr, melhr. Os islaments térmics mais vulgares sã: Aglmerad de Crtiça Expandida (ICB); Plistiren Expandid Extrudid (XPS); Pliestiren Expandid Mldad (EPS); Lã Mineral (MW); Espuma rígida de pliuretan u de pli-iscianurat (PUR/PIR); Argamassa Térmica. Eficiência energética em paredes A sluçã cnstrutiva mais usual é a parede de alvenaria de tijl (simples u dupla) sem islament térmic (sluçã mais usual n períd de cnstruçã entre 1960 e 1990). É prvável que a parede nã pssua islament térmic se: Apresentar uma clraçã negra u amarela; A tat apresentar-se muit fria n invern e bastante quente n verã. Intervenções na envlvente paca ds edifícis 2 7 Paredes cm puca espessura indicam, nrmalmente, ausência de islament. Paredes duplas cm espessura inferir a 30 cm pderã nã ter islament u este ser insuficiente. O islament pde ser aplicad pel exterir, pel interir u clcad na caixade-ar entre s dis pans de alvenaria (tijls). Saiba mais em Eficiência energética em cberturas As cberturas sã fundamentais para cnfrt de uma habitaçã e respnsáveis pr ganhs e perdas de calr. Em média, as cberturas representam 30% das perdas de calr numa habitaçã. Estima-se que mais de 90% d tip de cberturas existente em Prtugal sejam cberturas inclinadas revestidas cm telha cerâmica u de betã. Aprveite as bras para melhrar a impermeabilizaçã da sua cbertura. É prvável que a cbertura nã pssua islament térmic se: Tiver grandes scilações de temperatura n interir da sua casa (i.e., muit quente n verã e muit fria n invern); Existirem infiltrações n tet; Verificar desenvlviment de fcs de humidade, cndensações, fungs e blres (que pderã ser um sinal de falta de islament); Ocrrer degradaçã de materiais, em especial na face inferir d tet da cbertura. O islament térmic pde ser aplicad na laje de esteira (diretamente sbre a laje), aplicad nas vertentes (na vertente inclinada) u n cas de cberturas hrizntais aplicad sbre a laje e após a impermeabilizaçã. Saiba mais em Eficiência energética em paviments Paviments lcalizads sbre exterir u sbre espaçs nã aquecids (e.g., garagens, arrecadações) sã respnsáveis pr perdas de calr cnsideráveis numa habitaçã. Intervenções na envlvente paca ds edifícis 3 7 É prvável que paviment nã pssua islament térmic se: Tiver grandes scilações de temperatura n interir da sua casa (i.e., muit quente n verã e muit fria n invern); Verificar desenvlviment de fcs de humidade, cndensações, fungs e blres (que pderã ser um sinal de falta de islament); Ocrrer degradaçã de materiais, visível tant d exterir cm n interir da habitaçã. De uma frma geral, islament deverá estar clcad sb a laje, de frma a prmver a inércia térmica da habitaçã. Cberturas e fachadas verdes A instalaçã de cberturas e fachadas verdes permite melhrar as características térmicas de uma habitaçã, pis a vegetaçã e sl selecinads permitem minimizar as trcas térmicas entre interir da habitaçã e ambiente exterir. A criaçã destes espaçs verdes n interir das cidades permitem diminuir efeit de ilha térmica, reduzind assim a temperatura n verã. N invern e n cas de crrência de chuvas estes espaçs verdes permitem captar de uma frma cntrlada as águas e eliminar eventuais anmalias que pssam crrer pr infiltrações. Apesar das suas vantagens a nível da eficiência energética, a existência destes espaçs briga a manutençã regular. É imprtante a execuçã de um prjet pr arquitet u técnic qualificad de frma a assegurar que s espaçs verdes criads sejam cnstruíds de acrd cm as regras de ba arte e assegurand assim a eficiência energética d edifíci. BENEFÍCIOS Reduçã das necessidades de energia. Melhria das cndições de cnfrt térmic. Melhria das cndições de cnfrt acústic. Melhria d aspet e prestígi d imóvel. Prevençã u reduçã de anmalias. Facilidade de implementaçã. Intervenções na envlvente paca ds edifícis 4 7 OUTRAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES Cnsulte um engenheir, arquitet u perit qualificad independente cnstante na blsa de perits qualificads independentes da ADENE (http://www.sce.pt/pesquisa-de-tecnics). Se a sua casa tem Certificad Energétic, avalie as sluções prpstas pel perit. Avalie prpstas de empresas diferentes. Cnfirme se as empresas pssuem alvará u títul de regist devidamente validad pel Institut ds Mercads Públics, d Imbiliári e da Cnstruçã, I.P. (IMPIC, I.P.). Slicite infrmaçã técnica das sluções prpstas, verifique se s materiais se adequam às suas exigências e se pssuem a marcaçã CE. ESQUEMAS ILUSTRATIVOS Islament de paredes Intervenções na envlvente paca ds edifícis 5 7 Islament de cberturas Aplicaçã de islament térmic sbre a laje de esteira (sótã nã cupad) Aplicaçã de islament térmic nas vertentes sbre a estrutura resistente (sótã nã cupad) Aplicaçã de islament térmic na cbertura hrizntal Islament de paviments Aplicaçã de islament térmic sbre a laje de paviment Aplicaçã de islament térmic sb a laje de paviment Aplicaçã de islament térmic na camada intermédia Cberturas verdes Intervenções na envlvente paca ds edifícis 6 7 REQUISITOS TÉCNICOS As sluções a adtar deverã cumprir cm s requisits de ceficiente de transmissã térmica de acrd cm a seguinte legislaçã: N.º 3 d art.º 28.º d Decret-Lei n.º 118/2013, de 20 de agst, alterad pels Decrets-Leis n.ºs 68-A/2015, de 30 de abril, 194/2015, de 14 de setembr, 251/2015, de 25 de nvembr, e 28/2016 de 23 de junh; N.º 2 d Anex da Prtaria n.º 349-B/2013, de 29 de nvembr, alterada pela Prtaria n.º 379-A/2015, de 22 de utubr. Intervenções na envlvente paca ds edifícis 7 7
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks