Crafts

Diário de Mercado 17/02/ PDF

Description
Bolsas Diante da falta de um viés único nas bolsas internacionais e sem maiores direcionadores no cenário doméstico, o Ibovespa encerrou a sessão praticamente estável, com leve baixa de 0,1%, aos
Categories
Published
of 24
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
Bolsas Diante da falta de um viés único nas bolsas internacionais e sem maiores direcionadores no cenário doméstico, o Ibovespa encerrou a sessão praticamente estável, com leve baixa de 0,1%, aos pontos e giro financeiro de R$ 7,7 bilhões. O feriado do Dia do Presidente nos EUA na segunda-feira ajuda a explicar a cautela nos negócios nos principais mercados globais, uma vez que as bolsas na região estarão fechadas. Para a segunda-feira, a agenda doméstica reserva poucos indicadores, com destaque para o boletim focus, do Banco Central. Índices mundiais Bolsa Cotação Dia 2017 Ibovespa ,10% 12,5% Dow Jones ,16% 3,9% S&P ,00% 4,4% DAX ,00% 2,7% CAC ,65% 0,6% IBEX ,57% 1,9% FTSE ,30% 2,5% Fonte: Bloomberg 180% 160% 140% 120% 100% 80% 60% 40% 20% Dow Jones Rentabilidade acumulada Ibovespa x Dow Jones Ibovespa 0% fev-11 fev-12 fev-13 fev-14 fev-15 fev-16 fev-17-20% Fonte:Bloomberg Índices e Carteiras Recomendadas Fonte: Broadcast; dia semana fev/ Ibovespa -0,10% 2,5% 4,8% 12,5% Ibx-50-0,10% 2,5% 4,5% 12,0% Arrojada -0,09% 5,5% 7,1% 12,1% Dividendos 0,06% 2,1% 4,3% 9,5% Top 10-0,22% 3,9% 4,7% 12,8% As Carteiras Recomendadas encerraram a sessão sem um viés único nesta sexta-feira, porém próximas da estabilidade. Com perfil mais conservador, a Carteira Dividendos teve leve alta de 0,06%, enquanto Arrojada e Top 10 recuaram 0,09% e 0,22%, respectivamente. Estratégia Pessoas Físicas José Cataldo* Aloisio Lemos Ricardo França Renato Chanes *Analista responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art.16 da Instrução CVM 483/10. Flash de Mercado Capital Externo R$(mm) Maiores Altas Maiores Baixas Maiores Volumes R$(mm) 15/fev 895,1 ESTC3 5,72% MRFG3-3,05% VALE5 585 SMLE3 4,61% ECOR3-2,42% PETR4 390 fevereiro 1.746,5 RUMO3 3,98% BRFS3-2,39% ITUB4 381 KROT3 3,62% RENT3-2,29% BBAS ,7 FIBR3 2,87% EQTL3-2,13% LAME4 302 Fonte: Broadcast; BM&FBovespa; 1 Conteúdo Economia 3 Nota do Setor Externo (Janeiro) 3 Câmbio 5 Juros 6 Agenda Econômica 7 Calendário de Resultados 9 Participação dos Investidores 10 Calendário de Proventos 10 Análise de Empresas 11 Gol: Fortes resultados do 4T16 indicam que a companhia está no caminho certo 11 Raia Drogasil: Bons resultados no 4T16 13 Rumo: 2017 encorajador 13 Usiminas: Resultado operacional (ajustado) superou estimativa para o trimestre 17 Carteiras Recomendadas 19 Guia de Ações 20 2 Economia Nota do Setor Externo (Janeiro) O déficit de conta corrente aumentou novamente na comparação dos doze últimos meses findos em janeiro de O déficit de conta corrente em janeiro foi de US$ 5,1 bilhões (comparado ao déficit de US$ 5,9 milhões em dezembro e de US$ 4,8 bilhões em janeiro de 2016), abaixo de nossa estimativa (um resultado negativo de US$ 5,5 bilhões) e do consenso de mercado (um déficit de US$ 5,4 bilhões). Em doze meses, o saldo da conta corrente foi um déficit de US$ 23,8 bilhões (cerca de 1,3% do PIB), em relação ao déficit de US$ 23,5 bilhões em dezembro. Forte resultado para a balança comercial no mês de janeiro. O Brasil apresentou um superávit de US$ 2,5 bilhões (ante superávit de US$ 4,2 bilhões no mês de dezembro). Mesmo assim, o resultado foi bastante positivo para o mês de janeiro (em 2016, a balança comercial registrou um superávit de apenas US$ 647 milhões). Esse aumento do superávit foi motivado pelo avanço das exportações no mês de janeiro em cerca de 33,5%(comparado ao recuo de 4,8% nas exportações em dezembro) e um aumento de 17,8% nas importações (em relação ao aumento de 10,1% em dezembro). Redução nos resgates líquidos dos investimentos estrangeiros em carteira. Registrou-se um resgate líquido menor no mês de janeiro (com a saída de US$ 985 milhões) quando comparado a dezembro (com resgate de US$1,3 bilhões). No período destaque para o aumento dos investimentos em ações, com entrada líquida de US$ 1,2 bilhões (a partir de uma entrada líquida de US$ 415 milhões em dezembro). Enquanto isso, as saídas líquidas de instrumentos de renda fixa registraram uma queda (resgate de US$ 1,9 bilhões no mês, a partir de uma saída liquida de US$ 2,6 bilhões em dezembro). Fluxo de IED apresentou alta. O investimento estrangeiro direto (IED) registrou um resultado de US$ 11,5 bilhões em janeiro (comparado ao desempenho de US$ 15,4 bilhões do mês de dezembro). No entanto, em comparação com janeiro de 2016, ressaltamos um aumento significativo (alta de 111,3% em doze meses em relação ao avanço de 5,5% quando comparado a base dezembro/15 a dezembro/16). A rolagem da dívida ultrapassa a marca de 100%. Na sequência da taxa de rolagem de dívida externa privada (emissões/amortizações) de 63,4% em 2016, em 2017 já ultrapassou a marca de 100%, registrando um desempenho de 112% em janeiro. Nossa visão: O déficit em conta corrente não deve continuar sua tendência nos próximos períodos. A retomada das importações (consequência da recuperação econômica) e os fluxos de IED mais intensos, sem influência das reservas internacionais (já que o governo está implementando o ajuste fiscal), deverão impactar negativamente as contas externas. Por outro lado, a balança comercial deverá ainda neste ano apresentar melhoras, tendo em vista a melhor perspectiva para os produtos agrícolas e para as exportações de minério de ferro. (...continua na próxima página...) 3 20 Balanço de Pagamentos (US$ bilhões) Conta Corrente Investimento Estrangeiro Direto jan-15 jul-15 jan-16 jul-16 jan-17 Fonte: Banco Central 4 Câmbio Invertendo sinais. O movimento de correção nas cotações da moeda norte-americana teve continuidade nesta sextafeira, acompanhando o viés positivo registrado entre as mais diversas moedas internacionais. Apesar do maior otimismo que os investidores vêm demostrando, a possibilidade de alta de juros nos Estados Unidos (e seu impacto sobre os ativos de maior risco) continua no radar. Aqui no Brasil, o Banco Central deu novos indícios de que a rolagem dos derivativos que vencem em março deve mesmo ser parcial, isso porque foram ofertados apenas 6 mil contratos de swap tradicional, o que, se o ritmo for mantido, fará com que 38,83% do estoque de quase US$ 7 bilhões sejam renovados. Ao final da sessão, o dólar à vista no balcão estava cotado em R$ 3,096, em alta de 0,44% em relação ao último fechamento. Assim, em fevereiro a moeda norte-americana acumula desvalorização de 1,72%. No mercado futuro, o dólar para março avançou 0,39%, cotado a R$ 3,107. R$ 4,30 Dólar R$ 4,10 R$ 3,90 R$ 3,70 R$ 3,50 R$ 3,30 R$ 3,10 R$ 2,90 R$ 2,70 R$ 2,50 fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 jan-17 fev-17 Fonte: Bloomberg à vista Futuro USD Reservas Cambiais USD USD USD USD USD USD fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 jan-17 fev-17 Fonte: Bloomberg 5 Juros Ajustes técnicos. As taxas dos contratos de juros futuros voltaram a cair nesta sexta-feira, refletindo mais uma vez a leitura de índice de inflação abaixo do esperado (desta vez a 2ª prévia do IGP-M), aumentando ainda mais as apostas sobre a intensificação de cortes na Selic (relembrando que o Copom se reúne na próxima quarta-feira). O movimento também refletiu alguns ajustes técnicos ao avanço das taxas na véspera, sobretudo entre os vencimentos onde foram ofertados títulos pré-fixados em leilão do Tesouro. No exterior, os rendimentos dos Treasuries norte-americanos recuaram. Curva de Juros Futuro Vencimentos DI Fechamento 17-fev 16-fev fev/17 13,63 13,63 jan/18 10,57 10,64 jan/19 10,08 10,16 jan/20 10,17 10,24 jan/21 10,29 10,34 jan/22 10,38 10,43 jan/23 10,49 10,52 jan/24 10,51 10,55 Fonte: Bloomberg 15% 14% 13% 12% 11% 10% Fonte: Bloomberg Hoje Há 1 mes Há 3 meses fev-15 jun-15 out-15 fev-16 jun-16 out-16 fev-17 Fonte: Bloomberg T Notes x DIs futuros (em %) DI18 DI21 T ,8 2,6 2,4 2,2 2 1,8 1,6 1,4 1,2 6 Agenda Econômica Brasil Data Horário Indicador Referência Relevância Consenso Anterior Resultado 17-fev 05:00 FIPE - IPC Semanal 15-fev 0,11% 0,18% 0,02% 17-fev 08:00 FGV - 2ª Prévia do IGP-M Fev 0,13% 0,76% 0,02% 17-fev 10:30 Investimento Estrangeiro Direto Jan $9500M $15409M $11528M 17-fev 10:30 Saldo em conta corrente Jan -$5350M -$5881M -$5085M 20-fev 08:25 Pesquisa Focus fev 15:00 Balança comercial semanal 19-fev -- $956M fev -- Dívida Pública Federal Jan B fev 08:00 FGV - Confiança do Consumidor Fev -- 79, fev 08:00 FGV - Custos de construção (M/M) Fev -- 0,29% fev 09:00 IBGE - IPCA-15 (A/A) Fev -- 5,94% fev 09:00 IBGE - IPCA-15 (M/M) Fev -- 0,31% fev -- Taxa Selic 22-fev 12,25% 13,00% fev 08:00 FGV - IGP-M (A/A) Fev -- 6,65% fev 08:00 FGV - IGP-M (M/M) Fev -- 0,64% fev 08:00 FGV - IPC-S 22-fev -- 0,49% fev 10:30 Empréstimos em Aberto Jan B fev 10:30 Variacao de Empréstimos em Aberto (M/M) Jan -- 0,1% fev -- Resultado primário do governo central Jan ,1B fev 05:00 FIPE - IPC Semanal 23-fev -- 0,02% fev 09:00 Taxa de desemprego - PNAD Jan -- 12,0% fev 10:30 Dívida Líquida/PIB Jan -- 45,9% fev 10:30 Resultado nominal do setor público consolidado Jan ,2B fev 10:30 Resultado primário do setor público consolidado Jan ,7B fev -- CNI - Confiança do Consumidor Fev , até 22 Fev -- Coleta de impostos Jan M M até 24 Fev -- CAGED - Criação de Empregos Formais Jan Fonte: Bloomberg China Data Horário Indicador Referência Relevância Consenso Anterior Resultado 19-fev 22:45 Westpac-MNI - Confiança do Consumidor Fev fev 22:30 Índice de Preços de Imóveis Fonte: Bloomberg Zona do Euro Data Horário Indicador Referência Relevância Consenso Anterior Resultado 17-fev 07:00 BCE - Conta Corrente Sazonalizada Dez -- 36,4B 31,0B 17-fev 07:00 Conta Corrente Não Sazonalizada Dez -- 40,8B 47,0B 20-fev 12:00 Confiança do consumidor Fev -4,8-4, fev 06:00 Markit - PMI Composto Fev 54,4 54, fev 06:00 Markit - PMI Manufatura Fev 55,0 55, fev 06:00 Markit - PMI Serviços Fev 53,8 53, fev 07:00 IPC (A/A) Jan 1,8% 1,8% fev 07:00 IPC (M/M) Jan -0,8% 0,5% -- Fonte: Bloomberg 7 EUA Data Horário Indicador Referência Relevância Consenso Anterior Resultado 17-fev 13:00 Índice Antecedente Jan 0,5% 0,5% 0,6% 21-fev 11:45 Markit - PMI Composto Fev -- 55, fev 11:45 Markit - PMI Manufatura Fev 54,7 55, fev 11:45 Markit - PMI Serviços Fev 55,7 55, fev 12:00 Vendas de moradias já existentes Jan 5,55M 5,49M fev 12:00 Vendas de moradias já existentes (M/M) Jan 1,1% -2,8% fev 16:00 Ata do FOMC 1-fev fev 10:30 Fed de Chicago - Índice de Atividade Nacional Jan -- 0, fev 10:30 Novos pedidos de seguro-desemprego 18-fev K fev 10:30 Seguro-desemprego 11-fev K fev 11:00 FHFA - Índice de preços de casas (M/M) Dez -- 0,5% fev 13:00 Fed de Kansas City - Atividade Manufatureira Regional Fev fev 12:00 Universidade de Michigan - Confiança do Consumidor Fev 96,0 95, fev 12:00 Vendas de novas moradias Jan 575K 536K fev 12:00 Vendas de novas moradias (M/M) Jan 7,3% -10,4% -- Fonte: Bloomberg Legenda: Alta Média Baixa 8 Calendário de Resultados Resultado 4T16 Empresa Data Empresa Data Empresa Data Empresa Data BB SEGURIDADE 13/2 BRF S/A 23/2 PAR CORRETORA 15/3 BR MALLS 28/3 LINX 13/2 CIA HERING 23/2 SLC AGRICOLA 15/3 CEMIG 28/3 ITAUSA 14/2 ENGIE BRASIL 23/2 EQUATORIAL 16/3 GENERAL SHOPPING 28/3 CETIP 15/2 LOJAS MARISA 23/2 JHSF 16/3 SOMOS EDUCAÇÃO 28/3 CVC BRASIL 15/2 MARCOPOLO 23/2 LE LIS BLANC 16/3 BR BROKERS 29/3 SANTOS BRP 15/2 MARFRIG 23/2 POSITIVO 16/3 ANIMA 30/3 SMILES 15/2 PÃO DE AÇUCAR 23/2 SER EDUCACIONAL 17/3 HELBOR 30/3 BRASIL 16/2 TRANS. PAULISTA 23/2 ALIANSCE 20/3 LOPES BRASIL 30/3 RAIADROGASIL 16/2 VALE 23/2 COPEL 20/3 OI 30/3 RUMO LOG 16/2 AES TIETE 24/2 METAL LEVE 20/3 BMFBOVESPA 17/2 AES ELETROPAULO 24/2 RENOVA 20/3 GOL 17/2 CCR SA 6/3 BR INSURANCE 21/3 HYPERMARCAS 17/2 M.DIAS BRANCO 6/3 BRADESPAR 21/3 USIMINAS 17/2 AREZZO 8/3 ENERGISA 21/3 MAGAZINE LUIZA 20/2 LOCALIZA 8/3 QUALICORP 21/3 MULTIPLUS 20/2 TERRA SANTA 8/3 OUROFINO S/A 21/3 IGUATEMI 21/2 TIME FOR FUN 8/3 EZTEC 22/3 MINERVA 21/2 COPASA 9/3 KROTON 22/3 ODONTOPREV 21/2 EMBRAER 9/3 B2W 23/3 SUL AMERICA 21/2 EVEN 9/3 CPFL ENERGIA 23/3 BR PROPERTIES 22/2 FLEURY 9/3 CYRELA REALTY 23/3 ECORODOVIAS 22/2 GAFISA 9/3 JBS 23/3 ENERGIAS BR 22/2 IOCHPE-MAXION 9/3 JSL 23/3 GERDAU 22/2 SÃO CARLOS 9/3 SABESP 23/3 MULTIPLAN 22/2 TAESA 9/3 TECNISA 23/3 NATURA 22/2 ALPARGATAS 10/3 CESP 24/3 TOTVS 22/2 ALUPAR 10/3 ENEVA 24/3 ULTRAPAR 22/2 VALID 10/3 LIGHT S/A 24/3 VIA VAREJO 22/2 DIRECIONAL 13/3 RANDON 24/3 WEG 22/2 ESTACIO 15/3 ELETROBRAS 27/3 9 Participação dos Investidores TIPO DE INVESTIDOR (R$MM) SALDO 15/02/2017* Fevereiro Acumulado no ano Participação Por Invest. Fevereiro Inves. Estrangeiro 895, , ,7 51,4% Institucional -549,4-702, ,3 25,1% Pessoa Física -277,8-475, ,7 16,5% Instit. Financeira -57,1-212,0-527,8 4,6% Emp. Priv/Publ -7,8-270, ,6 2,3% Outros -0,0-91,7-66,6 0,1% *os dados são divulgados com dois dias de defasagem Os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 895,1 milhões na Bovespa no pregão da última quarta-feira (15). Naquele dia, o Ibovespa fechou em alta de 1,89%, aos pontos. Em 2017, o fluxo acumulado de recursos estrangeiros está positivo em R$ 7,99 bilhões. Calendário de Proventos Empresa Empresa Data de Anúncio Data EX Previsão de Pagamento Valor Tipo de Provento Vale PNA VALE5 29/11/16 2/12/16 16/12/16 R$ 0,14135 Juros Sobre Capital Proprio Banco do Brasil BBAS3 25/11/16 13/12/16 29/12/16 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Cosan ON CSAN3 7/12/16 13/12/16 23/12/16 R$ 0, Dividendo Fleury ON FLRY3 7/12/16 13/12/16 23/12/16 R$ 1, Dividendo Banrisul PNB BRSR6 9/12/16 15/12/16 29/12/16 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio M Dias Branco ON MDIA3 12/12/16 16/12/16 28/4/17 R$ 0,8925 Juros Sobre Capital Proprio RaiaDrogasil ON RADL3 12/12/16 16/12/16 30/5/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Arezzo ON ARZZ3 13/12/16 16/12/16 30/12/16 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Weg ON WEGE3 13/12/16 19/12/16 15/3/17 R$ 0,0669 Juros Sobre Capital Proprio Natura ON NATU3 15/12/16 20/12/16 10/2/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Estacio Part ON ESTC3 16/12/16 22/12/16 29/12/16 R$ 0, Dividendo Totvs ON TOTS3 16/12/16 22/12/16 10/5/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio BM&F Bovespa ON BVMF3 16/12/16 22/12/16 12/1/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Itausa PN ITSA4 19/12/16 23/12/16 28/4/17 R$ 0,1938 Juros Sobre Capital Proprio Localiza ON RENT3 15/12/16 23/12/16 8/2/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Cetip ON CTIP3 21/12/16 26/12/16 8/2/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio SulAmérica UNT N2 SULA11 21/12/16 27/12/16 18/4/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Cemig PN CMIG4 21/12/16 27/12/16 30/6/17 R$ 0,12835 Juros Sobre Capital Proprio Abc Brasil PN ABCB4 27/12/16 2/1/17 10/2/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Smiles ON SMLE3 26/12/16 2/1/17 11/1/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Cremer ON CREM3 28/12/16 4/1/17 28/12/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio BTG Pactual BBTG11 29/12/16 5/1/17 12/1/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Santander UNT SANB11 29/12/16 5/1/17 23/2/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio Lojas Americanas PN LAME4 2/1/17 5/1/17 17/4/17 R$ 0, Juros Sobre Capital Proprio CPFL Energia ON CPFE3 5/1/17 13/1/17 20/1/17 R$ 0, Dividendo Ambev ABEV3 22/12/16 24/1/17 23/2/17 R$ 0,07 Dividendo Itau Unibanco PN ITUB4 23/1/17 1/2/17 1/3/17 R$ 0,015 Dividendo Klabin S/A PN KLBN4 1/2/17 6/2/17 16/2/17 R$ 0, Dividendo MRV ON MRVE3 9/11/16 6/3/17 30/3/17 R$ 0,34 Dividendo Cielo ON CIEL3 30/1/17 16/3/17 31/3/17 R$ 0, Dividendo Fonte:Bloomberg; 10 Análise de Empresas Gol: Fortes resultados do 4T16 indicam que a companhia está no caminho certo Como esperávamos, a estratégia adotada no final de 2015 tem impactado positivamente no desempenho da companhia, que mostrou o quarto resultado positivo consecutivo; A relação dívida líquida ajustada/ebitda caiu para 5,7x no 4T16, vinda de 11x em 2015, em função do bom desempenho dos resultados operacionais e ajustes na dívida bruta da companhia; O guidance da margem Ebit para 2017 foi revisto para a faixa entre 6% e 8% (ligeiramente acima do consenso), vinda de 5% a 7% anteriormente; Nossa recomendação é de Compra com novo preço alvo para o fim de 2017 em R$ 11,00/GOLL4 (acima do preço-alvo anterior de R$ 9,00/ação). Resultados positivos, mais uma vez. No 4T16, a GOL apresentou uma receita líquida de R$ 2,7 bilhões (alta de 0,5% em relação ao mesmo período do ano anterior), Ebit de R$ 198 milhões (em comparação ao resultado negativo de R$ 95 milhões no 4T15) e um prejuízo líquido de R$ 103 milhões (em relação ao resultado líquido negativo de R$ milhões no 4T15). A receita líquida veio acima de nossas estimativas e da expectativa do mercado, em cerca de 2% e 4% respectivamente. No 4T16, a GOL reduziu sua capacidade total em 6% em relação ao ano anterior e aumentou os preços das tarifas aéreas em 4%, o que implicou uma alta de 7% da receita de passageiros por assentos quilômetros oferecidos (PRASK). Esse desempenho positivo de receita e o controle de custos realizado pela companhia resultaram em um Ebit de R$ 198 milhões no 4T16, superando nossa estimativa em 17% e o consenso em 16%. Por fim, o resultado líquido do 4T16 foi negativo de R$ 103 milhões, R$ 53 milhões abaixo de nossa estimativa e R$ 171 milhões acima do consenso GOLL4 Recomendação: COMPRA Preço-alvo: 11,00 Upside: 23,7% GOLL4 X IBOV GOLL4 IBOV 0 fev-12 fev-13 fev-14 fev-15 fev-16 fev-17 Fonte: Bradesco Corretora; Ágora Corretora; Bloomberg Aviação Victor Mizusaki* Ricardo França *Analista responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art.16 da Instrução CVM 483/10. A Gol elevou suas projeções para os resultados de 2017, mas ainda acreditamos que a empresa possa revisar para cima tais metas. A Gol aumentou seu guidance para margem Ebit de 2017 para a faixa entre 6% e 8%, vinda anteriormente de 5% a 7%. Em nossa visão, a estratégia bem-sucedida da companhia implementada em maio de 2016 resultou em um melhor controle de custos e melhor performance em relação a utilização dos aviões, o que implicou em melhores margens da empresa. (...continua na próxima página...) Gol PN Projeções 16E 17E Preço (R$) 8,89 P/L 3,6 neg Valor de Merc. (R$M) EV/EBITDA 5,0 4,7 Preço Mín./Máx. 52 sem. (R$) 1,78-8,5 ROE -18,5% - Vol. Méd. Diário 3 meses (R$ M) 15,3 Div. Yield 0,0% - Fonte: Broadcast; Bradesco Corretora e Ágora Corretora Este relatório é uma versão em português do relatório institucional divulgado pelo Banco Bradesco BBI em 16/02/ No entanto, em nossa opinião, o guidance da Gol permanece conservador, assumindo uma margem Ebit praticamente estável em relação a 2016, embora nossas analises demonstram melhores condições para o ano de Em primeiro lugar, a companhia (e o setor) fizeram reduções significativas em relação a capacidade em 2016 e agora as empresas podem desfrutar de melhores preços em 2017, mantendo esse controle para utilização de capacidade. Em segundo lugar, o câmbio médio em 2017 já está 9% abaixo da média de 2016, o que representa em uma melhora na margem Ebit de 3,6 p.p. Além disso, 77% da dívida da empresa é em moeda estrangeira (dólar) e, portanto, essa valorização do real pode melhorar os índices de alavancagem. A dívida líquida ajustada/ebitda caiu para 5,7x no 4T16, vinda de 11,0x em Em 2017, o setor pode passar por Fusões e Aquisições. De acordo com algumas notícias recentes, a United Airlines estaria perto de adquirir uma participação na Avianca Holdings. No Brasil, o governo federal deverá propor uma medida provisória para alterar a restrição de investimento estrangeiro no setor aéreo (agora limitada em 20% das ações com direito a voto). Como discutimos anteriormente, este evento poderia ocasionar uma onda de Fusões e Aquisições no setor, como a Gol e a empresa Delta e também a integração total da Tam com a Latam Airlines Group. Mantemos nossa recomendação de Compra com novo preço para o fim de 2017 de R$ 11,00/GOLL4 (acima dos R$ 9,00/GOLL4 anteriormente). A nossa perspectiva de um resultado operacional mais forte e a queda da dívida líquida ajustada explica o aumento do preço alvo da ação. Nós elevamos também a projeção do Ebit da companhia de 2017 em 15%, incorporando os resultados do 4T16 e o guidance para Nossa recomendaçã
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks