Slides

Engenharia de Software I - Aula 3

Description
1. Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com 2.  Entre os dias 3 e 5 de outubro Provavelmente, no dia 5/10 teremos uma palestra sobre...  Business…
Categories
Published
of 54
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com
  • 2.  Entre os dias 3 e 5 de outubro Provavelmente, no dia 5/10 teremos uma palestra sobre...  Business Intelligence e o futuro da informação  (aguardem mais informações) Alguém deseja compartilhar algo?  Palestra ou estudo de caso
  • 3. O que vimos nas aulas passadas?
  • 4. O que é Engenharia de Software?
  • 5.  Disciplina de engenharia cujo foco está em todos os aspectos da produção de software, desde os estágios iniciais da especificação do sistema até sua manutenção, quando o sistema já está sendo usado.
  • 6.  ...todos os aspectos da produção de software...  Não apenas processos “técnicos”, mas também as atividades de gerenciamento de projeto, por exemplo.
  • 7. Conclusão
  • 8. Mas... O que é processo?
  • 9.  Um conjunto de atividades inter-relacionadas ou interativas, que transforma insumos (entradas) em produtos (saídas) [ABNT, 2001].
  • 10. Entrada Processamento Saída ?
  • 11.  Vamos ver um exemplo? Bolo de Limão
  • 12. InsumosAtividades inter- relacionadas
  • 13. E o produto?!?!?!?!
  • 14. E nas empresas?
  • 15. Folha de Pagamento Fechamento Contábil Pagamento
  • 16. Todas as empresas trabalham orientadas a processos!
  • 17. Uma reflexão sobre os pontos que fazem a diferença no resultado dasempresas
  • 18. Tecnologia Resultado da EmpresaPessoas Processos
  • 19.  Sobre as pessoas...  Nosso pessoal está motivado! ▪ (Será?)  Investimos em capacitação. ▪ (Será?)  A remuneração está adequada. ▪ (Será?)  Etc. ▪ (Será?)
  • 20.  Sobre a tecnologia...  Investimos pesado! ▪ (Será?)  Utilizamos o que há de melhor. ▪ (Será?)  Etc. ▪ (Será?)
  • 21.  Sobre os processos...  ?????????????????
  • 22.  CONHECER e institucionalizar o fluxo de trabalho Identificar oportunidades de melhoria Definir papéis e responsabilidades Transformar o conhecimento tácito em conhecimento explícito Estabelecer controles “Unir” pessoas e tecnologia Colocar a casa em ordem
  • 23.  As coisas simplesmente acontecem; O “sucesso” nos projetos acontece “por acaso”;  “Por acaso, temos alguns heróis...”  “Por acaso, o cliente era mais desorganizado...”
  • 24.  É normal estouro de prazo e custos (entre outros problemas) Ambiente sem controle (caos) Grande dependência dos heróis (mas não é qualquer herói)
  • 25.  Está sempre sob pressão Nunca tira férias Anda sempre estressado Nunca tem tempo para os amigos Nunca se diverte Sempre tem que trabalhar 24 horas direto Até consegue terminar o projeto, mas...
  • 26.  Os processos sempre estarão lá, mesmo se a empresa preferir ignorá-los  Ou: Eles estão sempre lá, mesmo que a empresa não os conheça Quem controla quem?
  • 27. Legal... Mas o que posso considerar ao definir um processo que atenda minhas demandas de Engenharia de Software?
  • 28. RUP SWEBoK SCRUM BABoK Etc... mps.BrEUP OpenUP Extreme Programming PMBoK CMMI
  • 29.  CMMI e mps.Br  Modelos de referência  Sugerem “o quê” deve ser feito, e não “como fazer”  Podem ser utilizados como guias para orientar o trabalho de definição / melhoria do processo  Fornecem um método para avaliação
  • 30. Qual é o significado do acrônimo?
  • 31.  Capability Maturity Model Integration®Fontes: Houaiss e Merriam-Webster
  • 32.  Capability Maturity Model Integration® 1 : the quality or state of being capable 2 : poder de produção, de execução; rendimento máximo 3 : qualidade ou condição de capazFontes: Houaiss e Merriam-Webster
  • 33.  Capability Maturity Model Integration® 1 : the quality or state of being mature 2 : estado, condição (de estrutura, forma, função ou organismo) num estágio adulto; condição de plenitude em arte, saber ou habilidade adquirida 3 : estado ou condição de pleno desenvolvimentoFontes: Houaiss e Merriam-Webster
  • 34.  Primeiro você torna-se capaz de realizar algo, depois você adquire a maturidade Sou capaz!  Aprendi, treinei e sei executar... Possuo maturidade!  Sou capaz e tenho experiência...
  • 35.  Capability Maturity Model Integration® 1 : simplificação da realidade 2 : representação em escala reduzida de objeto, a ser reproduzida em dimensões normais; maqueteFontes: Houaiss e Merriam-Webster
  • 36.  Compilação de “boas práticas” no processo de diversas empresas de software Mostra O QUÊ fazer, e não COMO fazer Práticas distribuídas em “áreas de processo”  Área de Processo = PA (Process Area)
  • 37.  Agrupamento de práticas comuns de uma determinada “disciplina”. Onde fica o “O que fazer?”.  Por exemplo: Project Planning (PP)
  • 38.  Modelos de maturidade mantidos pelo SEI (Software Engineering Institute)  http://www.sei.cmu.edu/cmmi Abrangem todo ciclo de vida para o desenvolvimento (CMMI-DEV) e operação de software (CMMI-SVC) Também aborda projetos de aquisição (CMMI-ACQ)
  • 39.  Sponsor:  DoD (U.S. Department of Defense) Versão 1.3 publicada em novembro de 2010
  • 40.  Para quem não quer gastar...
  • 41.  Para quem quer investir...
  • 42. alessandro.almeida@uol.com.brwww.slideshare.net/alessandroalmeida
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks