Slides

Etapas do Processo de Enfermagem

Description
1. ETAPAS DO PROCESSO DE ENFERMAGEM PAULO ARAGÃO 2.  ENFERMAGEM SURGE A PARTIR DO MOMENTO EM QUE HÁ RELAÇÃO DE CUIDADOS . PRIMÓRDIOS DOENÇA LIGADA A PUNIÇÃO…
Categories
Published
of 27
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. ETAPAS DO PROCESSO DE ENFERMAGEM PAULO ARAGÃO
  • 2.  ENFERMAGEM SURGE A PARTIR DO MOMENTO EM QUE HÁ RELAÇÃO DE CUIDADOS . PRIMÓRDIOS DOENÇA LIGADA A PUNIÇÃO DIVINA PRÁTICA ASSISTENCIAL SARCEDOTES E FEITICEIROS
  • 3.  Nascida em Florença, Itália, em 12 de maio de 1820, tendo sido educada em padrões superiores ao que recebiam as mulheres na época, com expressivo conhecimento em ciências, matemática, literatura e artes, além de filosofia, história, política e economia, dando-lhe um caráter bastante diferenciado em seu tempo.
  • 4.     Revolucionária; Guerra da Criméia; Em relação às condições de assistência prestadas aos soldados ingleses feridos na frente de guerra; Buscando melhorar a qualidade da assistência, brigando por materiais específicos, além de alimentos, leitos e material de higiene ambiental e pessoal nos alojamentos assistenciais.
  • 5.   Emerge como conceito principal considerado como todas as condições e influências externas que afetam a vida e o desenvolvimento de um organismo, capazes de prevenir, suprimir ou contribuir para a doença e a morte. Florence deu maior ênfase ao ambiente físico do que aos ambientes psicológico e social (embora estes aspectos sejam englobados pelo primeiro).
  • 6.    O processo de enfermagem representa um instrumento no planejamento e execução dos cuidados de enfermagem. É um método usado por enfermeiros(a) para coletar dados, planejar, implementar, e avaliar o cuidado. Requer habilidadades especiais de coleta de dados, de entrevista, de comunicação, bem como, a capacidade de agrupar informações, identificar objetivos e os meios para alcançálos:
  • 7.  Madre Teresa de Calcutá;  Missionária da Fé;  Promugadora da caridade e da ENFERMAGEM;  Madre indiana nascida em Skopje, na Macedônia, cuja dedicação em vida aos pobres da Índia lhe valeu um Prêmio Nobel da Paz (1979);  Foi para a Irlanda (1928) para estudar no Instituto da Bendita Virgem Maria, mas logo embarcou para a Índia onde estudou enfermagem;
  • 8.    Mudou-se para as favelas e começou a trabalhar com os pobres de Calcutá. Dizia que recebeu um chamado divino (1946) para se dedicar aos pobres e viver entre eles. Adotou a cidadania indiana e foi-lhe cedido um albergue de peregrinos, perto do templo de Kali, onde ela fundou a Ordem das Missionárias da Caridade (1948) e passou a dar assistência aos necessitados; Fundou inúmeros centros para cegos, idosos, leprosos, aleijados e moribundos.
  • 9. ETAPAS DO PROCESSO DE ENFERMAGEM PLANOS DE CUIDADOS PROPRIAMENTE DITO
  • 10. ETAPAS INVESTIGAÇÃO DIAGNÓSTICO PLANEJAMENTO AVALIAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO
  • 11.      Processo de coleta, agrupamento,verificação e comunicação dos dados sobre um cliente; PROPÓSITO: Estabelecer dados sobre o nível de saúde/doença; Identificar práticas de saúde; Determinar a historia da doença, expectativas e objetivos.
  • 12.  Exame Físico de Enfermagem;  História de Enfermagem/entrevista;  Resultados laboratorias e testes diagnósticos.
  • 13.  Cliente, família; Membro da equipe; Prontuário; Anotações/dados da leitura;  MÉTODOS DE COLETA DE DADOS:      Observação: envolve orgãos de sentindo (inspeção, ausculta, palpação, percussão).
  • 14.  Esta coleta de dados deve ser contínua, progressiva, sistematizada, ser embasada em um referencial filosófico de Enfermagem. A informação obtida deve ser ampla, fidedigna e pertinente. Deve levar em conta as especificidades do cliente e do contexto no qual desenvolve a prática de Enfermagem.
  • 15.       1- Conhecer hábitos individuais que facilitem a adaptação do paciente à unidade e ao tratamento. 2 - Identificar os problemas passíveis de serem abordados nas intervenções de Enfermagem.
  • 16.  Uma vez realizado a investigação (coleta de dados) e processado as cinco atividades-chave, segue a etapa da interpretação(análise e síntese) para a emissão de um julgamento (opinião), formulando o diagnóstico de enfermagem (DE) e/ou do problema colaborativo (CP).)
  • 17.   Pode-se ainda chegar a um problema multidisciplinar, que compreende algo complexo que exige planejamento e controle constante de uma equipe formada por vários profissionais (enfermagem, médico, fisioterapeuta, assistente social, etc). Por exemplo: reintegrar um adulto ao seu trabalho após uma cirurgia mutiladora. O raciocínio diagnóstico exige conhecimento, habilidades e experiência(ALFARO LEFEVRE,2003,p.107
  • 18.  Planejamento é a etapa onde é feita uma avaliação das prioridades dos problemas levantados na etapa do diagnóstico para, então, nortear o enfermeiro na elaboração do plano de cuidados diário (ou prescrição de enfermagem).
  • 19.     O planejamento envolve: Análise dos problemas (DE e CP) e estabelecimento de prioridades. Definição das metas a serem alcançadas (resultados esperados) para cada DE. Determina-se a “melhor” enfermagem para cada caso. intervenção de Registra-se o plano de cuidados de enfermagem (ou prescrição de enfermagem).
  • 20.   Representa a ação; a execução do Plano de Cuidados de Enfermagem com objetivo de alcançar os resultados; (IYER et al, 1993). Nesta etapa cada membro da equipe de enfermagem (enfermeiro e técnico de enfermagem) deve pensar e planejar seu trabalho de forma organizada seguindo os passos abaixo relacionados;
  • 21.    1. Ler os Plano de Cuidados de Enfermagem e Prescrição Médica, levantar os cuidados a serem feitos em seu período de trabalho; 2. Identificar as prioridades: quais problemas que exigem atenção imediata? os 3. Pensar e analisar os conhecimentos e habilidades exigidas para cada ação;
  • 22.     4. Planejar as ações necessárias para a realização do cuidado: qual deve ser iniciada; 5. De terminar e prover os recursos necessários para a ação; 6. Preparar o cliente, acompanhante e o ambiente para a realização do cuidado; 7. Realizar o cuidado avaliando os efeito.
  • 23.       8. Registra no prontuário o que foi feito: –Checar o que foi realizado: as ações determinadas no Plano de Cuidados de Enfermagem e na Prescrição Médica. – Fazer as anotações que se fizerem necessário no prontuário por exemplo: registrar aspecto da incisão, feridas, queixas e outros. – Rubricar e colocar o número do COREn (usar carimbo de preferência)
  • 24.  Nesta etapa é importante a equipe desenvolver suas ações de forma ética e profissional, coerente com a MISSÃO e VALORES declarados na instituição para a condução do trabalho da enfermagem.
  • 25.    Avaliação é um processo que envolve a comparação e análise e dados antes de se emitir um julgamento. O enfermeiro precisa coletar dados referentes a um período retrospectivo (que pode ser horas ou dias), analisá-los para então comparar e emitir uma opinião sobre sua evolução. A evolução de enfermagem compreende o relato diário ou periódico das mudanças sucessivas que ocorrem cliente e família / acompanhante enquanto estiver sob assistência profissional.
  • 26. “Deus não perguntará quantas coisas boas você fez na vida e sim quanto Amor você colocou naquilo que fez.” Madre Teresa de Calcutá
  • Xesús constela

    Aug 3, 2018

    Filmes nacionais

    Aug 3, 2018
    Search
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks