Slides

Gestaltpedagogia

Description
1. GESTALTPEDAGOGIA Silvia Marina Anaruma Depto de Educação - IB UNESP – Rio Claro – SP Brasil Mai/2009 2ª PARTE 2. <ul><li>Aula ministrada na UNESP…
Categories
Published
of 32
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. GESTALTPEDAGOGIA Silvia Marina Anaruma Depto de Educação - IB UNESP – Rio Claro – SP Brasil Mai/2009 2ª PARTE
  • 2. <ul><li>Aula ministrada na UNESP para o curso de Ciências Biológicas </li></ul><ul><li>Disciplina: </li></ul><ul><li>Psicologia da Educação </li></ul>
  • 3. Como acontece a aprendizagem? O que acontece com nosso organismo ?
  • 4. Transposição de Estímulos <ul><li>Os teóricos de E-R </li></ul><ul><li>um animal aprende a reagir a um determinado estímulo com uma resposta específica </li></ul><ul><li>Na Gestalt </li></ul><ul><li>o animal aprende a responder a um estímulo como um todo </li></ul>
  • 5. <ul><li>Uma galinha foi treinada a distinguir entre dois tons de cinza </li></ul><ul><li>Quando bicava o I recebia alimento, se o II nada recebia </li></ul><ul><li>Elas procuravam consistentemente o cartão I e raramente o II </li></ul>O que exatamente a galinha aprendeu ? <ul><li>Ela aprendeu a bicar o cartão de estímulo cinza da teoria de E-R ? </li></ul><ul><li>Ou examinou a relação e reagiu ao mais escuro ? </li></ul>
  • 6. <ul><li>Köhler transpôs os estímulos de modo que a galinha tivesse de escolher entre o cartão original (II) e um cartão preto (III): </li></ul><ul><li>A teoria E-R prevê que desde que o estímulo original esteja presente, a galinha deve responder ao cartão original (II) </li></ul><ul><li>A teoria da Gestalt prevê que a galinha deve escolher o mais escuro dos dois estímulos (III) </li></ul><ul><li>A maior partes das galinhas escolheram o cartão III no teste de transposição </li></ul>
  • 7. A Mentalidade dos Macacos The Mentality of the Apes Thorndike (Aprendizagem por ensaio e erro) X Kohler (Aprendizagem por insight – por raciocínio
  • 8. Aprendizagem por insight É a apreensão ou compreensão aparentemente espontânea e imediata das relações As soluções baseiam-se em uma reestruturação perceptual do problema estalo
  • 9. Exemplo:
  • 10. EUREKA
  • 11. Ou como num quebra-cabeças
  • 12. Assim... <ul><li>A Gestalt desenvolve o conceito de organização </li></ul><ul><li>A percepção envolve mais do que a mera combinação de elementos sensoriais, mas a mente organiza esses elementos numa experiência unitária </li></ul>
  • 13. Pregnância <ul><li>“ Por lei da pregnância entende-se uma organização psicológica que pode sempre ser tão boa quanto as condições o permitirem. </li></ul><ul><li>O termo &quot;bom&quot; permanece não definido </li></ul><ul><li>Abarca propriedades como regularidade, simetria, simplicidade e outros” (Engelmann, 2002) </li></ul>
  • 14. <ul><li>Paul Guillaume: </li></ul><ul><li>“ O sistema tende </li></ul><ul><li>espontaneamente à estrutura mais </li></ul><ul><li>equilibrada, mais homogênea, mais </li></ul><ul><li>regular, mais simétrica”. </li></ul>
  • 15. Wertheimer cita três fatores: Fator de proximidade Fator de semelhança Fator de fechamento
  • 16. Como aplicar este conceito a dinâmica da nossa vida? À aprendizagem?
  • 17. <ul><li>A maneira como nós percebemos as coisas, determina o nosso comportamento . </li></ul>
  • 18. OBJETIVOS EDUCACIONAIS E VALORES DA GESTALTPEDAGOGIA <ul><li>Clareza dos objetivos e sistemas de valores do professor </li></ul><ul><li>Em primeiro lugar: os objetivos do ensino </li></ul>
  • 19. <ul><li>Auto-encontro </li></ul><ul><li>Auto-realização/ auto-satisfação </li></ul><ul><li>Recuperação de partes perdidas e reprimidas da pessoa </li></ul><ul><li>Crescimento pessoal </li></ul><ul><li>Desenvolvimento do potencial humano como um todo </li></ul><ul><li>Auto-responsabilidade </li></ul><ul><li>Estímulo da consciência </li></ul><ul><li>Concentração no aqui e agora </li></ul>Princípios da Gestalt-terapia e Psicologia Humanista
  • 20. <ul><li>Ver pg 108 e 109 do texto: </li></ul><ul><li>Gestaltpedagogia ( BUROW e SCHERPP, 1981) </li></ul>
  • 21. <ul><li>É objetivo central da gestaltpedagogia possibilitar ao indivíduo o desenvolvimento completo das capacidades e de todo o seu potencial(...) é apenas preciso que se criem as condições necessárias (BUROW & SCHERPP, 1981) </li></ul>
  • 22. Levar em conta o aspecto emocional no processo de aprendizagem: <ul><li>É preciso transmitir à criança (ao jovem) o sentimento de que pertence, de que faz parte </li></ul><ul><li>A dignidade da criança e do jovem deve ser preservada: é preciso transmitir-lhes o sentido de”equivalência” </li></ul><ul><li>A coragem e a auto confiança da criança e do jovem devem também ser preservadas ou, se for o caso, restabelecida </li></ul>
  • 23. Dois aspectos fundamentais no trabalho do gestaltpedagogo: <ul><li>1. O cuidado para que os objetivos da gestaltpedagogia não se tornem individualistas </li></ul><ul><li>Ou seja: </li></ul><ul><li>Sem relação com o meio </li></ul><ul><li>2. Que os objetivos não tenham relação com o conceito político-social </li></ul>
  • 24. <ul><li>A gestaltpedagogia enfatiza o paralelismo e a relativa simultaneidade de dois aspectos: </li></ul><ul><li>Encontrar-se a si mesmo e de atuar sobre a sociedade </li></ul><ul><li>Partindo das necessidades dos indivíduos, tenta-se desencadear um processo de crescimento, que tem como meta a modificação do indivíduo e do meio </li></ul>
  • 25. A crítica da gestaltpedagogia à realidade escolar <ul><li>Se quisermos começar a fazer experiências com educação realmente universal atingindo o que promete, nos livremos da escola compulsória Goodman apud BUROW & SCHERPP, 1981) </li></ul>
  • 26. Pontos centrais de crítica da Gestaltpedagogia à realidade escolar <ul><li>Ao invés de escolas de massa, mini-escolas descentralizadas </li></ul><ul><li>Ao invés de seleção, estímulo </li></ul><ul><li>Ao invés de padronização e planificação, aprendizagem autodirigida e criatividade </li></ul><ul><li>Ao invés de ensino segundo princípios de matéria e horários, ensino em unidades integradas em sentido </li></ul><ul><li>Ao invés de superenfatização do cognitivo, integração </li></ul>
  • 27. <ul><li>Ao invés de repressão da necessidade de movimento, estímulo ao aprendizado físico </li></ul><ul><li>Ao invés de repressão das perturbações, trabalho com as perturbações </li></ul><ul><li>Ao invés de um cientista especializado isento de emoções, professores como seres humanos inteiros </li></ul><ul><li>Ao invés de tutela, ensino autodeterminado </li></ul><ul><li>Ao invés de rebuscadas estratégias de motivação, partir daquilo que está no aluno </li></ul><ul><li>Ao invés de resignação, habilitação para uma autodeterminação ativa </li></ul>
  • 28. Princípios e Métodos Gestálticos na escola <ul><li>1. A gestalpedagogia exige um comportamento diferente por parte do professor </li></ul><ul><li>2. A gestalpedagogia objetiva o desenvolvimento da personalidade dos alunos </li></ul><ul><li>3. As possibilidades gestálticas de aprendizagem podem ser utilizadas para alcançar tanto objetivos tradicionais, quanto novos objetivos (obj. emocionais e socias de ensino) </li></ul>
  • 29. Algumas técnicas: <ul><li>Cadeira vazia </li></ul>
  • 30. <ul><li>Fantasia projetiva </li></ul>
  • 31. <ul><li>Troca de papéis </li></ul>
  • 32. Bibliografia <ul><li>BUROW, Olaf Alex e SCHERPP, K. Gestaltpegagogia – Um caminho para a escola e a Educação . SP, Summus, 1981 </li></ul><ul><li>CANALI, B.Z. et al. Teoria da Gestalt. Disponível em> www.slideshare.net . Acesso em: 26.05.09 </li></ul><ul><li>ENGELMANN, Arno. A psicologia da gestalt e a ciência empírica contemporânea. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2002, vol.18, n.1 [cited  2009-06-02], pp. 1-16 . Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722002000100002&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0102-3772.  doi: 10.1590/S0102-37722002000100002 </li></ul><ul><li>http://www.grupos.com.br/group/abg-gestalt </li></ul><ul><li>Instituto Gestalt de São Paulo. Disponível em>http://www.gestaltsp.com.br/. Acesso em: 26.05.09 </li></ul><ul><li>Leis da Gestalt. www.slideshare.net . Acesso em: 26.05.09 </li></ul><ul><li>ROSA, M. Introdução à Psicologia . Petrópolis/ RJ: Vozes, 1995 </li></ul><ul><li>STEVENS, J.O. Tornar-se presente. Experimentos de crescimento em gestalt-terapia. 2.ed. SP, Summus, 1977. </li></ul>
  • Search
    Similar documents
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks