Slides

Gestao do Conhecimento e Inovacao da Estrategia aos Resultados - SBGC mar2013

Description
1. 2013 #sbgceduc :: @SBGCnacional Gestão do Conhecimento e Inovação: Da Estratégia aos Resultados Beto do Valle Março de 2013 2. Beto do Valle :: GC&I: Da…
Categories
Published
of 90
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. 2013 #sbgceduc :: @SBGCnacional Gestão do Conhecimento e Inovação: Da Estratégia aos Resultados Beto do Valle Março de 2013
  • 2. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Gestão do Conhecimento e Inovação: • Base conceitual • Roteiro para implantação pelas organizações • Casos e experiências reais Objetivos
  • 3. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados 1. Desafios e Oportunidades da Sociedade do Conhecimento 2. Gestão do Conhecimento como Processo de Geração de Valor 3. Diagnóstico e Orientação Estratégica da Gestão do Conhecimento e Inovação 4. Soluções e Práticas de Gestão do Conhecimento e Inovação 5. Inserção da Gestão do Conhecimento e Inovação no Contexto Organizacional Programa
  • 4. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Desafios Nossa sociedade vem passando por intensas e rápidas transformações. Mas nossas organizações continuam adotando as mesmas práticas de gestão há décadas.
  • 5. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto velocidade informação sustentabilidade mudança conexão globalização valores tecnologia redes sociais colaboração inovação ética propriedade intelectual
  • 6. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto Difícil como nunca: • Acompanhar as mudanças sociais, econômicas e tecnológicas • Satisfazer aos consumidores e clientes • Responder aos desafios na velocidade exigida • Manter o controle sobre o que se diz sobre sua marca • Prever os rumos de um setor ou mercado Fácil como nunca: • Manter-se informado sobre as mudanças sociais, econômicas e tecnológicas • Conhecer o que os consumidores e clientes pensam • Comunicar-se diretamente com consumidores e clientes • Conectar-se a pessoas e organizações de todo o mundo • Promover a colaboração e a aprendizagem
  • 7. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados A Sociedade do Conhecimento Nossas organizações nasceram e cresceram sob a lógica da era industrial. Estamos apenas dando os primeiros passos na economia do conhecimento.
  • 8. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Economia do Conhecimento ? Força física Rotinas e processos - Mecânicos - De informação e conhecimento Conhecimento e talento - Criatividade humana - Criatividade das máquinas Adaptado de Tissen, Andriessen, Deprez (2000) FatorHumanonaCriaçãodeValor Economia agrícola Economia industrial Economia do conhecimento Feudos Redes Cadeia Competição Colaboração Competição + Cooperação
  • 9. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados A Sociedade do Conhecimento Os intangíveis já são a principal fonte de geração de valor. Mas a gestão de intangíveis – e de conhecimento – exige uma abordagem muito diferente daquela usada para gestão de ativos tangíveis.
  • 10. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados O conhecimento como ativo intangível Abordagem:  Capacidade de abstração  Tolerância à incerteza  Transdisciplinaridade  Visão sistêmica  Continuidade Características dos ativos intangíveis:  Emergentes – não existem a priori, surgem a partir de determinadas condições e fenômenos  Fluidos – assumem diversas “formas”, é difícil identificar seu “formato”  Dinâmicos – são altamente mutáveis e se transformam rapidamente  Complexos – influenciam e são influenciados simultaneamente por múltiplas variáveis (recursivo, dialógico, fractal)
  • 11. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Qual o papel do conhecimento no seu negócio?
  • 12. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados presente Conhecimento, Inovação e Resultados Ação ResultadoAspiração Inovação Conhecimento futuro
  • 13. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados A Gestão do Conhecimento como fonte de valor Aprender Colaborar Inovar Geração de Valor Estratégia de Negócio
  • 14. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados 1. Desafios e Oportunidades da Sociedade do Conhecimento 2. Gestão do Conhecimento como Processo de Geração de Valor 3. Diagnóstico e Orientação Estratégica da Gestão do Conhecimento e Inovação 4. Soluções e Práticas de Gestão do Conhecimento e Inovação 5. Inserção da Gestão do Conhecimento e Inovação no Contexto Organizacional Programa
  • 15. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Geração de Valor As organizações em geral estão estruturadas e orientadas apenas para a administração de ativos físicos e tangíveis
  • 16. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Geração de Valor Porém o ambiente de negócios é complexo e envolve muito mais do que fluxos tangíveis.
  • 17. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Geração de Valor Gerar valor hoje exige lidar com muitos elementos e fluxos intangíveis – e particularmente a gestão do capital intelectual
  • 18. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Capital Intelectual Capital Humano Capital Estrutural Capital Social Essência Competências Processos Relacionamentos Escopo Interno, relacionado a pessoas e equipes Links organizacionais internos Links organizacionais externos Parâmetros Capacidade e Produtividade Eficiência Qualidade e Longevidade Adaptado de Nick Bontis, 2002 Capital intelectual As organizações ainda dão atenção desigual a aspectos fundamentais de seu capital intelectual
  • 19. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Adaptado de Sabbag, 2007 Gestão do Conhecimento como processo Processo Davenpport & Pruzak, 1998 Bukovitz & Williams, 1999 Terra, 2000 Sidanmaanlakka, 2002 Salim, 2002 Sabbag, 2007 Autores Criar Codificar Distribuir Usar Obter Usar Aprender Avaliar Sustentar Descartar Capturar Organizar Compartilhar Disseminar Proteger Inovar Mapear Gerar Disseminar Usar Manter Criar Capturar Armazenar Compartilhar Aplicar Reutilizar Criar Esquematizar Validar Aprender Diversos autores se dedicaram a identificar o ciclo do conhecimento nas organizações.
  • 20. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados GCI como processo: ciclo simplificado Captura Mobilização Inovação Aplicação Nesta discussão adotamos um ciclo que sintetiza diversas abordagens
  • 21. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados O que é Gestão do Conhecimento? Processos sistemáticos para a criação, documentação, compartilhamento, disseminação e aplicação de conhecimentos organizacionais visando benefícios para a empresa, seus profissionais e a sociedade.” Dr. José Cláudio Terra “
  • 22. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados O que é Gestão do Conhecimento? A gestão do conhecimento exige uma abordagem sistêmica e continuada. Ações isoladas podem até gerar benefícios, mas têm alcance limitado.
  • 23. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados ©TerraForumConsultores Elementos-chave para a Gestão do Conhecimento Um modelo completo de gestão do conhecimento deve contemplar alguns elementos-chave
  • 24. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Desenvolvimento de um Modelo de GCI ©TerraForumConsultores Desafios Estratégicos Processos de GC Organizacional Diretrizes Estratégicas de GC Plano de Implementação e Sustentação de GC Conhecimentos Críticos Fluxos de conhecimento ContextodoNegócioedaOrganização Governança e Indicadores de GC Portfólio de Iniciativas Este roteiro apresenta os passos essenciais para o desenvolvimento de um modelo de gestão do conhecimento
  • 25. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados 1. Desafios e Oportunidades da Sociedade do Conhecimento 2. Gestão do Conhecimento como Processo de Geração de Valor 3. Diagnóstico e Orientação Estratégica da Gestão do Conhecimento e Inovação 4. Soluções e Práticas de Gestão do Conhecimento e Inovação 5. Inserção da Gestão do Conhecimento e Inovação no Contexto Organizacional Programa
  • 26. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Desenvolvimento de um Modelo de GCI ©TerraForumConsultores Desafios Estratégicos Processos de GC Organizacional Diretrizes Estratégicas de GC Plano de Implementação e Sustentação de GC Conhecimentos Críticos Fluxos de conhecimento ContextodoNegócioedaOrganização Governança e Indicadores de GC Portfólio de Iniciativas
  • 27. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados O contexto da organização É preciso entender o contexto em que a organização atua – e as particularidades de como flui o conhecimento – para nortear os esforços de GCI.
  • 28. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Organizações e Conhecimento Fluxos formais de conhecimento Fluxos informais de conhecimento A maior parte do conhecimento relevante flui pelas redes informais internas e externas
  • 29. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Unidade 4 Unidade 5 Unidade 6 Unidade 2 Unidade 1 Unidade 3 Nós: 330 Densidade: 0,83% Coesão: 0,16% Conexões: 904 Exemplo real: Redes de Conhecimento As redes de conhecimento podem ser mapeadas por meio das técnicas de mapeamento e análise de redes sociais
  • 30. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto de GCI: macroambiente, cadeia e organização Macroambiente Fatores socioeconômicos, políticos, ambientais, culturais Setor / Mercado Cadeia de Valor / Cadeia Produtiva Organização Cultura e Valores Imperativos do Negócio Conhecimentos Críticos Redes de Conhecimento Fluxos de bens e recursos Fluxos de ativos intangíveis desafios ©TerraForumConsultores Para nortear a GCI, é fundamental entender os diversos níveis de contexto e os desafios em cada um deles
  • 31. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados 31 Contexto interno do conhecimento: método OKA Método OKA: Organizational Knowledge Assessment
  • 32. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto de GCI: identificação dos conhecimentos críticos Temas / conhecimentos relevantes para o negócio Áreas de conhecimento do negócio Taxonomia de conhecimentos organizacionais Áreas de conhecimento priorizadas (conhecimentos críticos) Identificar os conhecimentos de maior impacto no negócio (conhecimentos críticos) ajuda a orientar os esforços de GCI
  • 33. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto de GCI: mapeamento das redes de conhecimento Nós: 175 Conexões: 473 Conexões/nó: 2,7 Área A Área B Área C Área D Área E Área F Entender os fluxos dos conhecimentos críticos permite estabelecer estratégias e táticas para aprimorar esses fluxos
  • 34. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto de GCI: análise maturidade Nível Governança de GC Cultura de GC Gestão da Informação Redes de Colaboração Aprendizagem e Desenvolvimento Métricas de GC 5 Um portal corporativo oferece acesso fácil a documentos, e é a principal fonte de informação e espaço de colaboração dos funcionários para o dia-a-dia de trabalho. Práticas de compartilhamento de conhecimentos e inovação são reconhecidas e incentivadas formalmente pela organização, inclusive com políticas corporativas. Compartilhamento de conhecimentos e trabalho colaborativo fazem parte dos processos formais e do funcionamento natural da organização. Um portal corporativo oferece acesso fácil a documentos, e é a principal fonte de informação e espaço de colaboração dos funcionários para o dia-a-dia de trabalho. As comunidades e redes colaborativas formais são estratégicas e extrapolam a própria organização, envolvendo inclusive parceiros, clientes e fornecedores. Profissionais são responsáveis pelo seu autodesenvolvimento, contribuem com a formação dos colegas e contam com recursos e orientação da organização para isso. Há mecanismos sistematizados para melhoria contínua integrados às atividades, processos e projetos organizacionais. O modelo de gestão da organização incorpora, além das métricas de negócio, métricas claramente associadas à Gestão do Conhecimento, da Inovação e do Capital Intelectual. 4 Há processos definidos e disciplina para organizar, classificar e avaliar conteúdos e documentos ao nível das equipes, departamentos e da organização como um todo. Práticas de registro e compartilhamento de conhecimentos são reconhecidas e incentivadas em algumas áreas, ajudando a aprimorar práticas e processos formais da organização. Há processos definidos e disciplina para organizar, classificar e avaliar conteúdos e documentos ao nível das equipes, departamentos e da organização como um todo. Grupos técnicos, redes de colaboração e comunidades de prática estão alinhadas aos principais objetivos e/ou processos da organização e têm uma governança formal definida. Políticas de desenvolvimento profissional contemplando sistemas de informação, redes de aprendizagem e compartilhamento de conhecimentos como parte dos recursos para aprendizado de indivíduos e equipes. Avaliação dos indicadores do negócio e dos processos gera aprendizagem e melhorias. Avaliação de desempenho dos colaboradores está claramente associada à Gestão do Conhecimento (GC) e aos processos de aprendizagem individuais e organizacionais. 3 Há processos contínuos para a Gestão de Conteúdo e de Documentos adotados em algumas áreas. Parte dos conhecimentos é formalmente registrada e compartilhada internamente em algumas áreas específicas. Um portal corporativo oferece acesso fácil a documentos, e é a principal fonte de informação e espaço de colaboração dos funcionários para o dia-a-dia de trabalho. Existem redes, grupos técnicos e comunidades de aprendizagem estruturadas, reconhecidas e apoiadas pela organização (inclusivamente tecnologicamente) Aprendizagem é orientada por roteiros de desenvolvimento e a responsabilidade é compartilhada entre profissionais e organização. Sistemas de informação, redes de aprendizagem e compartilhamento de conhecimentos facilitam o desenvolvimento de indivíduos e equipes. Avaliações quantitativas e qualitativas formais são realizadas de forma regular, e incluem critérios relacionados ao desenvolvimento individual. 2 Alguns tipos de informação (ex: Políticas, Normas, documentos oficiais, etc.) estão centralizados e bem organizados. Alguns conhecimentos são compartilhados apenas informalmente entre profissionais de uma mesma área. Algumas ações de compartilhamento e formas de aprendizado além da “sala de aula” são apoiadas pela organização. Há processos definidos e disciplina para organizar, classificar e avaliar conteúdos e documentos ao nível das equipes, departamentos e da organização como um todo. Existem algumas redes e comunidades ativas na organização (razoavelmente organizadas) para troca de informações e experiências. Desenvolvimento individual é estruturado a partir de modelo de competências, combinando sala de aula e outras atividades orientadas pela organização. Avaliações quantitativas e qualitativas formais são realizadas em alguns projetos ou atividades. Avaliações de desempenho individual são realizadas de forma regular. 1 Informação tem gerenciamento pouco estruturado e está dispersa nos arquivos e computadores dos indivíduos ou áreas “Conhecimento é poder”. Grande parte dos profissionais se preocupa em resguardar seu conhecimento como forma de garantir sua posição na organização. Há processos contínuos para a Gestão de Conteúdo e de Documentos adotados em algumas áreas. Prevalecem as redes de contatos informais. Aprendizagem e desenvolvimento são limitados aos treinamentos providos pela área de RH, oferecidos de forma reativa ou pouco regular. Indicadores de desempenho se restringem aos negócios da organização. Avaliações de desempenho e feedback aos profissionais são informais e sem regularidade. © TerraForum Consultores
  • 35. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Contexto de GCI: analisando as práticas atuais estruturado relacional planejadoreativo Como acontece hoje o fluxo de conhecimento na sua organização?
  • 36. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Desenvolvimento de um Modelo de GCI ©TerraForumConsultores Desafios Estratégicos Processos de GC Organizacional Diretrizes Estratégicas de GC Plano de Implementação e Sustentação de GC Conhecimentos Críticos Fluxos de conhecimento ContextodoNegócioedaOrganização Governança e Indicadores de GC Portfólio de Iniciativas
  • 37. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Estratégia de Gestão do Conhecimento A gestão do conhecimento e da inovação não é um fim em si, mas um meio para atingir os propósitos da organização
  • 38. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Estratégia? significado meios fins © Beto do Valle Visão Valores Missão Estratégia Organizacional e de Negócios Objetivos, Metas Estratégia de Gestão do Conhecimento Diretrizes, Estratégia e Desdobramentos As diretrizes de GCI devem estar a serviço da macroestratégias da organização
  • 39. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Orientação Estratégica da Gestão do Conhecimento Os desafios estratégicos da organização devem ser a base para a identificação dos desafios de conhecimento e definição das diretrizes de GCI Enunciados Estratégicos (missão, visão, valores) Mapa Estratégico / BSC Desafios, Objetivos e Metas de Curto e Longo Prazo Oportunidades e lacunas relacionadas aos Conhecimentos Críticos Diretrizes Estratégicas de Gestão do Conhecimento Desafios e oportunidades relacionados aos fluxos de conhecimento
  • 40. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Estratégia de GCI: definição de diretrizes © TerraForum Consultores VARIÁVEIS ESTRATÉGICAS DIRECIONADORES DE GCI Estratégia Empresarial • Diretriz 1 • Diretriz 2 Áreas de Conhecimento Críticas • Diretriz 3 • Diretriz 4 • Diretriz 5 Relações Institucionais • Diretriz 6 Processos • Diretriz 7 Inovação • Diretriz 8 • Diretriz 9 Conformidade • Diretriz 10 (...) • (...) definir as variáveis estratégicas do negócio definir as diretrizes de GCI para cada variável
  • 41. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados 1. Desafios e Oportunidades da Sociedade do Conhecimento 2. Gestão do Conhecimento como Processo de Geração de Valor 3. Diagnóstico e Orientação Estratégica da Gestão do Conhecimento e Inovação 4. Soluções e Práticas de Gestão do Conhecimento e Inovação 5. Inserção da Gestão do Conhecimento e Inovação no Contexto Organizacional Programa
  • 42. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Desenvolvimento de um Modelo de GCI ©TerraForumConsultores Desafios Estratégicos Processos de GC Organizacional Diretrizes Estratégicas de GC Plano de Implementação e Sustentação de GC Conhecimentos Críticos Fluxos de conhecimento ContextodoNegócioedaOrganização Governança e Indicadores de GC Portfólio de Iniciativas
  • 43. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Práticas de Gestão do Conhecimento As práticas e ferramentas de gestão do conhecimento e inovação devem conciliar as necessidades da organização e as capacidades e aspirações dos indivíduos e equipes
  • 44. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados ©TerraForumConsultores Elementos-chave para a Gestão do Conhecimento
  • 45. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Formas de Conversão do Conhecimento Tácito > Tácito Socialização Externalização Internalização Combinação Fonte: Nonaka e Takeuchi (1997) Prática Interações sociais e técnicas Base conceitual Imagens e documentos Representações mais complexas e aplicação do conhecimento Simulação Experimentação Aplicação Tácito > Explícito Explícito > Tácito Explícito > Explícito As práticas de GC devem cobrir as diversas formas de conversão do conhecimento
  • 46. Beto do Valle :: GC&I: Da Estratégia Aos Resultados Fluxo do Conhecimento Organizacional Fonte: Nonaka e Takeuchi (1997) Dimensões TácitoExplícito Níveis Indivíduo Grupo O
  • Search
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks