Slides

Humanista 090908144652-phpapp01

Description
1. ABORDAGEM HUMANISTA Representada pelo escocês Alexander Neill e pelo norte-americano Carl Rogers. Profª. Drª. Andréa Forgiarini Cechin Universidade Federal de…
Categories
Published
of 21
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. ABORDAGEM HUMANISTA Representada pelo escocês Alexander Neill e pelo norte-americano Carl Rogers. Profª. Drª. Andréa Forgiarini Cechin Universidade Federal de Santa Maria  afcechin@gmail.com  
  • 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS Neill: propõe que a criança se desenvolva em intervenções, e sua obra consiste mais em um relato de experiências e exposições de idéias sobre homem, educação e vida, do que uma proposta sistematizada. Com ênfase papel do sujeito como elaborador do conhecimento humano.   
  • 3. CARACTERÍSTICAS GERAIS Rogers: Sua proposta é identificada como representativa da psicologia humanista. O ensino é centrado no aluno. Essa abordagem dá ênfase a relações interpessoais e ao crescimento destas. Centrado no desenvolvimento da personalidade do indivíduo em seus processos de construção e organização pessoal da realidade e sua capacidade de atuar como pessoa integrada.   
  • 4. HOMEM O homem é visto como uma totalidade, um organismo em processo de integração, uma pessoa na qual os sentimentos e as experiências exerçam um papel muito importante, como fator de crescimento. Enquanto na educação tradicional, o professor deve se manter o mais distante possível do aluno, e não deve se envolver emocionalmente, na educação humanística só  há aprendizado quando há envolvimento   emocional.
  • 5. MUNDOPara Rogers, o mundo é algo produzido pelohomem, partindo de sua percepção, recebendoos estímulos e atribuindo-lhes significados.Há em cada indivíduo uma construçãoautônoma e interna que lhe permite significar eoptar. A visão do mundo e da realidade é desenvolvidaa medida em que o homem experiência o mundoe os elementos experenciados vão adquirindo   significados para o indivíduo.
  • 6. SOCIEDADE-CULTURA Esta proposta se orienta para a sociedade aberta, na qual uma das características seria a de os indivíduos assumissem a responsabilidade das decisões pessoais. O objetivo de Neill era de favorecer a educação da criança para que tornassem seres humanos felizes, onde seus valores não fossem baseados na propriedade, no consumo, mas sim no ser, desenvolvendo assim o senso  de autenticidade na criança.  
  • 7. CONHECIMENTO É construído a partir da experiência pessoal e subjetiva no decorrer do processo vir a ser da pessoa humana. É atribuído ao sujeito papel central e primordial na elaboração e criação do conhecimento. O humano tem curiosidade natural para o  conhecimento.  
  • 8. EDUCAÇÃOEducação assume significado amplo. Trata-se daeducação do homem e não apenas da pessoa em situaçãoescolar. Ensino centrado no aluno. Tudo que estiver a serviço do crescimento pessoal,interpessoal ou intergrupal é EDUCAÇÃO.O objetivo da educação é uma aprendizagem que abranjaconceitos e experiências, tendo como pressupostos umprocesso de aprendizagem pessoal. Nesses processos, osmotivos de aprender deverão ser os do próprio aluno.   
  • 9. ESCOLA Que respeite a criança, oferecendo condições para que ela possa desenvolver-se em seu processo de vir a ser. A solução apresentada por Rogers para instituição escolar é:“...trabalhar dentro destes limites, estabelecendo um clima de aprendizagem, de compromisso, até que seja possível uma inteira liberdade para aprender.”   
  • 10. ENSINO-APRENDIZAGEM Método não-diretivo, ou seja, um conjunto de técnicas que implementa a atitude básica de confiança e respeito pelo aluno. A aprendizagem é:Auto-iniciadaPenetranteAvaliada pelo educandoLócus da avaliação reside no educando   
  • 11. METODOLOGIA Rogers propõe situações que: propiciem ao aluno a curiosidade, a escolha de seus próprios interesses, escolhas responsáveis, formação do programa, autodisciplina e crítica, e adaptação a futuras situações problemáticas.   
  • 12. AVALIAÇÃO Tanto para Rogers como para Neill, não deverá haver qualquer padronização dos produtos de aprendizagem e competências do professor. Segundo Neill: prêmios, notas e exames desviam o desenvolvimento adequado da personalidade. Rogers, defende a auto-avaliação: só o indivíduo pode conhecer realmente a sua experiência – só pode ser julgada a partir de  critérios internos.  
  • 13. PROFESSOR-ALUNO Professor – personalidade única. Competências e conhecimentos se desenvolverão em relação às concepções de si próprios. É necessário o professor: compreender-se e compreender os outros, facilitar a aprendizagem, ser autêntico e congruente. Qualidades: autenticidade, compreensão empática e apreço. Objetivos referentes à aprendizagem – partem do aluno, tem significado para ele.   
  • 14. Psicologia Rogeriana Terapia centrada no cliente; O terapeuta provê uma atmosfera de compreensão e aceitação, onde o cliente pode expressar-se abertamente; A tarefa do terapeuta não é curar, mas prover aceitação, compreensão e observações ocasionais   
  • 15. Psicologia Rogeriana Terapia=Ensino centrada no cliente=aluno; O terapeuta=professor provê uma atmosfera de compreensão e aceitação, onde o cliente=aluno pode expressar-se abertamente; A tarefa do terapeuta=professor não é curar=ensinar, mas prover aceitação, compreensão e observações ocasionais.   
  • 16. Portanto, segundo Rogers: A facilitação da aprendizagem é o objetivo maior da educação. O ensino deve ser focado no aluno. A atmosfera da sala de aula deve ter o aluno como centro! Rogers, define Princípios de Aprendizagem, ao invés de Teoria da Aprendizagem;   
  • 17. Princípios de Aprendizagem Seres humanos tem uma potencialidade natural para aprender; A aprendizagem significante** ocorre quando a matéria de ensino é percebida pelo aluno como relevante para seus próprios objetivos (pessoais,auto-realização); A aprendizagem que envolve mudança na organização do Eu é ameaçadora e tende a suscitar  resistência;  
  • 18. 1. As aprendizagens que ameaçam o Eu são mais facilmente percebidas e assimiladas quando as ameaças externas se reduzem ao mínimo. Ex.: aluno fraco em leitura;2. Quando é pequena a ameaça ao Eu, pode-se perceber a experiência de maneira diferenciada e a aprendizagem pode prosseguir;3. Grande parte da aprendizagem significante é adquirida através de    atos (prática);
  • 19. 1. A aprendizagem é facilitada quando o aluno participa responsavelmente do processo;2. A aprendizagem auto-iniciada é mais duradoura e abrangente;3. A autocrítica e a auto-avaliação são fundamentais para ajudar o aluno a ser independente, criativo e autoconfiante;4. A aprendizagem socialmente mais útil é a do próprio processo de  aprender a aprender;  
  • 20. A aprendizagem significante não resulta da erudição do líder, nem do planejamento curricular, nem dos recursos utilizados. Resulta de certas qualidades atitudinais que existem na relação interpessoal entre facilitador e aprendiz, a saber: Autenticidade; Prezar, aceitar e confiar; Compreensão empática;   
  • 21. Pouco aplicado nas escolas e Universidades. Ensino atual é centrado no professor e no conteúdo, praticamente uma antítese de Rogers; Alunos não estão preparados para esse método. “Viemos para aprender de você! Você é pago para ser nosso professor!” Até onde utilizar seus princípios??   
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks