Essays & Theses

INFLUÊNCIA DA RESISTÊNCIA DO SOLO Á PENETRAÇÃO NO PESO RADICULAR DA CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR EM SOLOS ADUBADOS COM DEJETO LIQUÍDO DE SUÍNO

Description
INFLUÊNCIA DA RESISTÊNCIA DO SOLO Á PENETRAÇÃO NO PESO RADICULAR DA CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR EM SOLOS ADUBADOS COM DEJETO LIQUÍDO DE SUÍNO Gonçalves Júnior, D. 1 ; Silva, G.P. 2 ; Menezes, J.F.S. 3 *;
Published
of 5
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
INFLUÊNCIA DA RESISTÊNCIA DO SOLO Á PENETRAÇÃO NO PESO RADICULAR DA CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR EM SOLOS ADUBADOS COM DEJETO LIQUÍDO DE SUÍNO Gonçalves Júnior, D. 1 ; Silva, G.P. 2 ; Menezes, J.F.S. 3 *; Gonçalves, M.E.M.P. 4 ; Santos, C.J.L. 4 ; Silva, T.R. 4 1 Mestrando em Produção Vegetal pela Fesurv-Universidade de Rio Verde, caixa postal Rio Verde-GO, 2 Professor da Fesurv- Universidade de Rio Verde, caixa postal Rio Verde-GO, 3 Professor da Fesurv- Universidade de Rio Verde, caixa postal Rio Verde-GO, 4 Mestrandos em Produção Vegetal pela Fesurv-Universidade de Rio Verde, caixa postal Rio Verde-GO, Resumo O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da resistência do solo á penetração no peso radicular da cultura da cana de açúcar em solos adubados com dejetos liquídos de suínos. O ensaio foi conduzido sobre Latossolo Vermelho distroférrico na região de Rio Verde-GO, após aplicações de diferentes doses de dejetos líquidos de suínos, correspondentes a: 25 m 3 /ha de DLS, 50 m 3 /ha de DLS, 50 m 3 /ha de DLS + residual de N, 100 m 3 /ha de DLS e 200 m 3 /ha de DLS, testemunha, e adubação química (500 kg/ha de ). Nas amostras de resistência do solo, as determinações foram feitas até a profundidade de 40 cm, com três subamostra na linha e três subamostra na entrelinha de cultivo e o equipamento utilizado foi o penetrômetro eletrônico digital (PenetroLOG) da marca Falker, que é um instrumento destinados à agricultura de precisão e permite a obtenção de dados numéricos precisos à compactação das diferentes camadas de solo. Para determinar o peso de raízes, as amostras foram retiradas no campo utilizando o amostrador de Uhland e cilindros nas mesmas proporções e localidades que as amostras para a resistência do solo. De acordo com os resultados, a adubação com dejetos líquidos de suínos, não interfere nos valores de resistência do solo à penetração e as raízes não sofreram alterações pelos tratamentos expostos. A resistência do solo á penetração e o peso de raízes, foram influênciadas pela localização. O delineamento experimental utilizado foram de blocos ao acaso com três repetições, e as parcelas foram subdivididas no espaço (linha e entrelinha) e os dados foram submetidos à análise de variância e teste de média (Tukey). Palavras-chave: resíduos orgânicos, compactação, raízes. 345 SOIL S RESISTANCE INFLUENCY TO PENETRATION OF THE ROOT WEIGHT OF THE CULTURE OF SUGAR CANE IN FERTILIZED SOILS WITH SWINE LIQUID WASTE Abstract This study aimed to evaluate the influence of soil resistance to penetration in the root weight of sugar cane culture in soils fertilized with swine liquid waste. The test was conducted in Oxisoil Ferralsol in Rio Verde - GO, after applications of different doses of swine liquid waste, corresponding to: 25m 3 /ha of DLS, 50m 3 /ha of DLS, 50m 3 /ha of DLS + residual N, 100m 3 /ha of DLS, 200 m 3 /ha of DLS, control, and chemical fertilization (500kg/ha of ). In the soil resistance samples, the determinations were made in a 40cm depth, with three subsamples on the line and three subsamples on the cropping interline. The equipment used was the digital electronic penetrometer (PenetroLOG), from Falker brand, which is an instrument designated for precision agriculture and allows the obtention of accurate numeric data to the compression of different soil layers. In order to determine the weight of roots, the samples were taken from the field using the Uhland sampler and cylinders in the same proportions and localities as the samples for soil resistance. According to the results, the fertilization with swine liquid waste does not interfere in the levels of soil resistance to penetration and the roots have not suffered alterations by the treatments exposed here. The soil resistance to penetration and the weight of the roots were influenced by the sampling location. The experimental delineation was randomized blocks with three replicates, and the portions were subdivided in the space (line and between line). The data were submitted to variance analysis and average test (Tukey). Key-words: organic residues, compression, roots. Introdução A compreensão dos fenômenos que ocorrem na parte aérea das plantas torna-se mais complexa quando também se compreende o que ocorre abaixo da superfície do solo, principalmente com relação ao crescimento e à distribuição de raízes no perfil. O sistema radicular é o principal elo de ligação entre a planta e o ambiente de produção (VASCONCELOS E GARCIA, 2005). A resistência à penetração descreve a resistência física que o solo oferece a algo que tenta se mover através dele, como uma raiz em crescimento ou uma ferramenta de cultivo (Pedrotti et al., 2001), e que influencia o crescimento de raízes e serve como base à avaliação dos efeitos dos sistemas de manejo do solo sobre o ambiente radicular (Tormena & Roloff, 1996). O uso agrícola de resíduos orgânicos, de origem agrícola, urbana ou industrial, dentre elas o dejeto líquido de suíno, é uma interessante alternativa de disposição, permitindo a reciclagem de nutrientes (NPK) nos ecossistemas (JÚNIOR, et al. 2007), e estes resíduos orgânicos têm sido utilizados para melhorar as propriedades físico-químicas do solo, o estabelecimento de microrganismos benéficos e o aumento da matéria orgânica (SILVA et al., 2005b). Diante do exposto 346 é de grande relevância, avaliar a influência da resistência do solo à penetração no peso radicular da cultura da cana de açúcar em solos adubados com dejetos liquídos suínos. Material e Métodos O presente ensaio foi instalado na Fesurv (Universidade de Rio Verde), na fazenda Fontes do Saber, localizada no município de Rio Verde no estado de Goiás, nas coordenadas de latitude Sul e de longitude Oeste e altitude de 760 metros em setembro de Em solo classificado como Latossolo Vermelho Distrófico. As amostras foram realizadas logo após a colheita da cultura da cana de açúcar, e esta área recebe aplicações anuais decorrentes de seis anos consecutivos. O local do ensaio é destinado ao projeto Monitoramento do impacto ambiental pela utilização de dejetos líquidos de suínos na agricultura, em parceria com a Fesurv/Embrapa - CNPMS e Perdigão Agroindustrial S.A. O ensaio contém sete tratamentos, sendo: cinco com dejeto líquido de suíno; um com adubo químico e uma testemunha. É constituído pelos tratamentos: testemunha sem adubação; 500 kg há -1 da fórmula ; 25m 3 ha -1 de dejeto líquido de suíno; 50m 3 ha -1 de dejeto líquido de suíno; 50m 3 ha -1 de dejeto líquido de suíno mais residual de N; 100m 3 ha -1 de dejeto líquido de suíno e 200m 3 ha --1 de dejeto líquido de suíno. O efeito residual de N no tratamento com 50 m 3 é decorrente da adubação nitrogenada recebida nos anos de rotação com cultura do milho na dose de 60 kg de N ha -1 em anos anteriores. Na amostras de resistência do solo, as determinações foram feitas até a profundidade de 40cm, com três subamostra na linha e três subamostra na entrelinha de cultivo. O equipamento utilizado foi o penetrômetro eletrônico digital (PenetroLOG) da marca Falker, que é um instrumento destinados à agricultura de precisão e permite a obtenção de dados numéricos precisos à compactação das diferentes camadas de solo. Este equipamento expressa como índice de cone, é a relação entre a força exercida para fazer penetrar um cone metálico no solo e sua área basal (Bradford, 1986). Para determinar o peso de raízes, as amostras foram retiradas no campo utilizando o amostrador de Uhland e o cilindro, com o auxílio de uma marreta, nas profundidades de 0-10, e cm, utlizando o mesmo n. Cada parcela foi representada por três repetições na linha e três na entrelinha. O delineamento experimental utilizado foram blocos ao acaso, com três repetições em esquema de parcela subdividida no espaço (linha e entrelinha) e os dados foram submetidos à análise de variância e teste de média (Tukey). Resultados e Discussão De acordo com os valores apresentado na Tabela 1, os tratamentos não interferiram nos valores de resistência do solo à penetração e nem nos valores observados para o peso radicular. Estes valores de resistência do solo estão dentro dos aceitáveis para o desenvolvimento do sistema radicular. Em geral, valores de resistência do solo em torno de 2,5 MPa são considerados baixos, ao passo que valores em torno de 3,5 a 6,5 MPa, são considerados como valores capazes de causar problemas para o desenvolvimento radicular de leguminosas e gramíneas (Torres & Saraiva, 1999). De acordo com a Tabela 2, para as características 347 avaliadas, analisa-se que na entrelinha, os valores são maiores em razão da maior resistência do solo nesta localização e isto reflete em menores quantidades de raízes nesta região. Na Tabela 3, observa-se que a resistência do solo à penetração na linha de plantio aumenta com a profundidade, e não atingem valores críticos de resistência. Na entrelinha os valores de resistência aumentam a partir de 10 cm e tornam-se próximos dos limites citados anteriormente. Observando ainda a Tabela 3 para o peso radicular, nota-se nos valores encontrados na entrelinha que na profundidade de cm encontra-se as menores quantidades de raízes e que estas foram afetadas diretamente pela resistência do solo nesta região quando comparada com a quantidade de raízes encontrada na linha de plantio nesta mesma profundidade. Conclusões A adubação com dejetos líquidos de suínos, não interfere nos valores de resistência do solo à penetração e nos valores de peso de raízes. A formação de raízes na cultura da cana-de-açúcar em solos adubado com dejeto líquido de suíno, não sofreram alterações pelos tratamentos aqui expostos. A resistência do solo à penetração e o peso de raízes, foram influênciados pela localização das amostragens. Literatura Citada BRADFORD, J.M. Penetrability. In: KLUTE, A. (Ed.) Methods of soil analysis, physical, chemical and mineralogical methods. Madison: American Society of Agronomy, p JÚNIOR, L.C.T.; MARQUES, M.O.; FRANCO, A.; NOGUEIRA, G.A.; NOBILE, F.O.; CAMILOTTI, F.; SILVA, A.R.; Produtividade e qualidade de cana-de-açúcar cultivada em solo tratado com lodo de esgoto, vinhaça e adubos minerais. Eng. Agríc., Jaboticabal, v.27, n.1, p , jan./abr SILVA, M.N.B. da, BELTRÃO, N.E. de M.; CARDOSO, G.D. Adubação do algodão colorido BRS 200 em sistema orgânico no Seridó Paraibano. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.9, n.2, p , 2005b. SOUZA, Z.M.; ALVES, M.C. Propriedades físicas e teor de matéria orgânica em um Latossolo Vermelho de cerrado sob diferentes usos e manejos. Acta Scientiarum, Maringá, v.25, n.1, p.27-34, PEDROTTI, A.; et al. Resistência mecânica à penetração de um Planossolo submetido a diferentes sistemas de cultivo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 25, p , TORRES, E. & SARAIVA, O.F. Camadas de impedimento do solo em sistemas agrícolas com a soja. Londrina, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, p. (Circular Técnica, 23). TORMENA, C.A. & ROLLOF, G. Dinâmica da resistência à penetração de um solo sob plantio direto. R. Bras. Ci. Solo, 20: , VASCONCELOS, A.C.M.; GARCIA, J.C.; Cana-de-açúcar: ambientes de produção. POTAFÓS - Encarte Técnico, Informações Agronômicas Nº 110 JUNHO/2005 Tabela 1. Teores médios da resistência do solo à penetração em MPa, e do peso radicular entre os tratamentos apresentados. FV MPa Peso radicular (g cm 3 ) Quím 1,6 a 0,1837 a Test 1,5 a 0,1433 a 3 1,4 a 0,1761 a 25m 3 50m 1,3 a 0,1457 a 50m 3 +R 1,3 a 0,1248 a m 1,4 a 0,1546 a 3 1,4 a 0,1383 a 200 m Tabela 2. Médias dos valores de resistência do solo em MPa e do peso radicular para a variável localização. FV (loc) MPa Peso Radicular (g cm 3 ). Linha 1,0 a 0,2073 a Entre linha 1,8 b 0,0974 b Tabela 3. Valores da localização dentro de cada nível de profundidade, para as variáveis: Resistência do solo em MPa e peso radicular. Resistência do solo em MPa Localização Prof (0-10) Prof (10-20) Prof (20-40) Linha 0,4 a A 1,1 a B 1,6 a C Entre -linha 0,8 b A 2,2 b B 2,4 b B Peso radicular (g cm 3 ) Localização Prof 1(0-10) Prof 2(10-20) Prof 3(20-40) Linha 0,1987 a B 0,2554 a A 0,1679 a B Entre Linha 0,1205 b A 0,1017 b A B 0,0700 b B 349
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks