Slides

Isoladas de História (02)

Description
1. ISOLADAS DE HISTÓRIA (02) Prof. Carlos Bidu 2. O CRESCENTE FÉRTIL: ã Berço das primeiras civilizações; ã Atual Iraque até Egito; ã Grandes rios; ã Terras…
Categories
Published
of 133
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. ISOLADAS DE HISTÓRIA (02) Prof. Carlos Bidu
  • 2. O CRESCENTE FÉRTIL: • Berço das primeiras civilizações; • Atual Iraque até Egito; • Grandes rios; • Terras férteis.
  • 3. EGITO E MESOPOTÂMIA: • Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus ou representante dele; - Aproveitamento de cheias dos rios - Civilizações fluviais; • MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO: - Estado = dono das terras; - População = obras públicas e produção em geral sob forma de servidão coletiva; - Obrigações básicas: pagamento de impostos, serviço militar e produção; • Recursos agrícolas distribuídos pelo Estado.
  • 4. Mesopotâmia
  • 5. A MESOPOTÂMIA: • “Terra entre rios” – Tigre e Eufrates; • Atual Iraque; • Sucessão de vários povos; • Cidades-Estado;
  • 6. A MESOPOTÂMIA NO TEMPO E NO ESPAÇO Localização As civilizações mesopotâmicas eram ribeirinhas, ou seja, viviam às margens dos rios Tigre e Eufrates. As primeiras surgiram por volta de 4000 a.C. Observe o Tigre e o Eufrates. Eram eles que garantiam a fertilidade da região. A expressão Mesopotâmia quer dizer “entre rios” porque se localiza entre os rios Tigre e Eufrates.
  • 7. Economia: agrícola (principal), com comércio e artesanato desenvolvidos; Servidão coletiva; Propriedade da terra = deuses Sacerdotes + políticos + imperador = intermediários entre homens e deuses; Religião: politeísta, deuses = fenômenos naturais, cerimoniais visando recompensas terrenas;
  • 8. • Cultura: identificação de movimentos de planetas, previsão de eclipses, diferenciação entre planetas e estrelas, domínio da multiplicação, divisão, raiz quadrada, raiz cúbica, divisão da circunferência em 360 graus, divisão do ano em 12 meses, semana em 7 dias e dias com 12 horas; • Maiores contribuições: - ESCRITA CUNEIFORME - CÓDIGO DE LEIS.
  • 9. Traços Culturais da antiga Mesopotâmia 4.1 As técnicas de canalizar água e construir cidades de tijolos 4.2 Construção de Zigurarte (espécie de pirâmide cortada e encaixada em outras pirâmides fatiadas: a mais famosa chamava-se Torre de Babel) Ficha Técnica: Nome: Zigurarte de Ur Função:Templo Localização: Iraque Época da construção: 2113 - 2096 a.C. Projeto: Autor desconhecido Execução: Autor desconhecido Dimensões/Altura: 21 m Base: 62,5 x 43 m Material: Alvenaria de tijolos secados ao sol e tijolos cozidos Ao longo da história os seres humanos construíram grandes monumentos. Conservar esse patrimônio é preocupar-se em manter viva a memória de um povo. Zigurarte significa: “Para alcançar o céu”.
  • 10. 4.3 A escrita cuneiforme (em forma de cunha); Com um palitinho, a pessoa cunhava os símbolos na argila ainda macia (leis e atos do governo, poesias, textos literários) 4.4 Os conhecimentos científicos: a aritmética, a geometria, e a astrologia; 4.5 A invenção do calendário com doze meses; 4.6 Construção dos magníficos Jardins suspensos da Babilônia; 4.7 A música estava ligada à religião; (cantavam hinos em louvor dos deuses, com acompanhamento de música.) • Haviam cantos a favor ou contra um nascimento feliz, cantos de amor, de ódio, de guerra, cantos de caça, de evocação dos mortos, cantos para favorecer, entre os viajantes, o estado de transe. A escrita cuneiforme consistia em sinais que representavam um som ou uma imagem, pelos quais o leitor chegava ao objeto representado. A foto mostra um texto cuneiforme de teor jurídico- administrativo cerca de 2300 a.C.
  • 11. NA ANTIGA MESOPOTÂMIA, OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE: O CÓDIGO DE HAMURÁBI Nesta pedra negra (basalto) está escrito o famoso Código de Hamurábi. Ela mostra uma deusa entregando as tábuas da Lei para o rei babilônio. Havia muitos povos na Mesopotâmia.Um dos povos mais antigos que viveram lá foram os Babilônios. Na Babilônia, uma grande cidade-estado localizada perto do encontro entre o Rio Tigre e o Rio Eufrates, um Rei importante, Hamurábi, criou um conjunto de leis que estabeleciam o domínio da nobreza na sociedade babilônica. O “Código de Hamurábi”. O código era uma lista de leis que determinavam como deveriam viver os habitantes do reino. A principal idéia do código era a do “olho por olho, dente por dente”. Para você entender melhor o que isso significava: se um nobre brigasse com outro e furasse o olho do adversário, cegando-o, a lei dizia que ele deveria ter seu olho furado também. Se um arquiteto construísse uma casa e ela caísse, matando o filho do morador, o castigo seria a pena de morte para o filho do arquiteto. Mas essas leis só valiam para as pessoas do mesmo grupo social. Leis rigorosas, não é mesmo? A aplicação da lei de Hamurábi no mundo atual traria justiça?
  • 12. A Mesopotâmia foi uma das primeiras e mais importantes civilizações devido as suas conquistas, descobertas e desenvolvimento cultural. Todo seu legado contribuiu e influenciou em vários sentidos o desenvolvimento da Humanidade. Foi a civilização precursora das mais diversas áreas do conhecimento. Extraordinário centro cultural e intelectual do mundo. Berço da história!
  • 13. EGITO ANTIGO
  • 14. O EGITO: • Rio Nilo; • Defesas Naturais: Desertos, Mar Mediterrâneo, Mar Vermelho; – Poucas invasões – longevidade; – Isolamento cultural – estruturas sem transfomações;
  • 15. • Economia: agrícola; • Servidão coletiva; • Sociedade:
  • 16. Religião: políteísta, antropozoomórfica, culto a diversos animais (vaca, touro, gato, crocodilo...), AMON-RÁ (Sol) – principal Deus, crença na vida pós-morte;
  • 17. • Cultura: conhecimentos de medicina, anatomia, técnicas de mumificação, calendário solar com o ano dividido em 12 meses de 30 dias, arquitetura grandiosa especializando-se em obras hidráulicas e religiosas, pintura sem utilização de perspectiva, escrita de 3 tipos: HIEROGLÍFICA, HIERÁTICA e DEMÓTICA.
  • 18. A arte egípcia era monumental e de grande beleza e está ligada à religião, ou seja, ao culto dos deuses e dos mortos.
  • 19. Arquitetura A crença na imortalidade levou os egípcios a construírem imponentes túmulos: As Pirâmides
  • 20. Grande parte da pintura egípcia encontra-se nas paredes dos túmulos. Representam aspectos da vida quotidiana ou cenas religiosas Obedece a regras fixas: a cabeça , as pernas e os pés aparecem de perfil; o olho e o tronco de frente – é a lei da frontalidade.
  • 21. Toda a escultura egípcia obedece à lei da frontalidade
  • 22. – Decadência cultural e militar; – Conquistados sucessivamente por persas, macedônios, romanos, árabes, turcos e ingleses, só voltando a ser independente no século XX de nossa época.
  • 23. HERANÇA GREGA Ao longo de sua trajetória, os gregos (também chamados de helenos) elaboraram práticas políticas, conceitos estéticos e outros preceitos que ainda se encontram vivos no interior das sociedades ocidentais contemporâneas. A herança grega persistiu ao longo dos séculos, inspirando artistas, pensadores e poetas. Os ideais gregos de beleza e harmonia, a participação dos cidadãos na vida política, a reflexão sobre o Homem, fizeram da cultura grega uma das bases da cultura e civilização ocidentais.
  • 24. O legado grego assume-se como um dos pilares das sociedades ocidentais, seja por intermédio dos seus valores, do modo de olhar o mundo e o Homem ou dos conhecimentos que conduziram ao desenvolvimento das ciências e das humanidades. LEGADO DOS GREGOS PARA A HUMANIDADE
  • 25. Os gregos ampliaram o alfabeto Fenício, passando-os, depois aos romanos
  • 26. O dracma grego surgiu na Ásia no século 7 a.C. e chegou a ser uma das moedas mais importantes na época das conquistas de Alexandre Magno (isso aconteceu entre os séculos 336 e 323 a.C.). Sua importância foi tão grande que chegou a ser utilizada na Pérsia, e depois na Índia! Divulgaram a moeda
  • 27. Atenas foi o berço da democracia
  • 28. Culto de Dionísio- origem do teatro
  • 29. Grécia – origem da filosofia ( amigo da sabedoria)
  • 30. Filosofia> Descobriu o valor do Homem “conhece-te a ti mesmo” – diz Sócrates
  • 31. Grécia – origem da História: Heródoto Tucídides
  • 32. Grécia – origem da Oratória - arte de bem falar e convencer
  • 33. Jogos
  • 34. Arte grega – um equilíbrio sempre repetido
  • 35. Os gregos legaram uma herança fundamental à humanidade: • História, Geografia e Filosofia • Arte • Conhecimentos científicos – Medicina e Matemática • Ginástica e provas atléticas • Teatro e dança • Democracia
  • 36. Vamos lá?
  • 37. • Solo Pobre para a Agricultura • Relevo Montanhoso • Chegada dos povos Indo-Europeus: Jônios, Aqueus, Eólios e Dórios • Surgimentos dos Genos • Por disputa por terras, temos o surgimentos das Cidades-Estados
  • 38. Atenas • Evoluiu de uma Monarquia para uma Oligarquia e, posteriormente para uma Democracia • Principal mão-de-obra: escrava
  • 39. Limites da democracia ateniense • Mulheres não eram cidadãs • Escravos não eram cidadãos • Metecos não eram cidadãos • Somente homens, filhos de pai e mãe atenienses, das classes sociais, Eupátridas, Georgóis, Demiurgos e Thetas, eram cidadãos
  • 40. O ambiente democrático favoreceu o desenvolvimento do pensamento filosófico em Atenas
  • 41. Esparta foi fundada pelos guerreiros Dórios. Esta Pólis desenvolveu uma educação militarista
  • 42. Sociedade • Cidadãos/Espartanos/Esparciatas/Iguais • Periecos • Hilotas Para manter a estrutura social, como a maioria da população era composta por Hilotas, os filhos dos cidadãos, desde pequenos, aprendiam a lutar
  • 43. • O regime político em Esparta era a Oligarquia – Governo da Elite. A administração se dava através do Eforato, Conselho dos Anciãos (Gerúsia) e Ápela • Num ambiente hierárquico, a filosofia não se desenvolveu como em Atenas • A mulher em Esparta ocupava um importante papel na defesa e administração da cidade quando seus maridos, cidadãos guerreiros, saíam de Esparta para a guerra
  • 44. Rei Dario I – Império Persa Guerras Médicas • Conflito entre o Império Persa e as Cidades-Estados Gregas • Expandindo os seus domínios, o império Persa conquista cidades- estados gregas da Ásia Menor, submetendo estas Póleis ao pagamento de impostos aos persas • Atenas ajuda militarmente as cidades-estados gregas conquistadas pelo Império Persa • Os persas atacam a Grécia Continental, dando início as Guerras Médicas (490-448 a.C.)
  • 45. Principais Batalhas • Batalha de Maratona • Batalha das Termópilas • Batalha de Salamina • Batalha de Platéia Para fazer frente ao poderio bélico do Império Persa, Atenas lidera a formação de uma liga militar chamada de Confederação ou Liga de Delos
  • 46. A Liga de Delos foi a principal responsável pela vitória das cidades-estados gregas contra o Império Persa (os persas se renderam após assinarem o acordo de paz, chamado de Paz de Calias ou Címon). Um dos resultados das Guerras Médicas foi o fortalecimento e enriquecimento de Atenas
  • 47. Atenas tem o seu apogeu após as Guerras Médicas, exercendo uma política externa imperialista, mantendo a Liga de Delos.
  • 48. • Esparta não aceita a hegemonia e o imperialismo de Atenas e forma uma aliança militar, chamada de Liga do Peloponeso • A luta entre Atenas (Liga de Delos) e Esparta (Liga do Peloponeso) recebeu o nome de Guerra do Peloponeso • Os espartanos puderam comprovar sua superioridade militar por terra, derrotando Atenas • Atenas se submete à Esparta, e internamente, finda o regime democrático • Resultados de tantos conflitos: enfraquecimento das cidades-estados gregas
  • 49. As cidades-estados gregas, enfraquecidas por tantas guerras, foram conquistadas pelo Reino da Macedônia, situada ao norte da Grécia. Filipe II e depois seu filho, Alexandre Magno, conquistam aquela região. Alexandre Magno teve cultura grega. Foi educado por Aristóteles. Ele vai conquistar vários territórios do Oriente, mesclando a cultura Clássica com a Oriental: Helenismo.
  • 50. Em dez anos ininterruptos de combates, Alexandre Magno faz um dos maiores impérios territoriais do mundo antigo.
  • 51. O Teatro surgiu na Grécia como culto ao Deus do Vinho: Dioniso Ésquilo: “Prometeu Acorrentado”; Sófocles: “Édipo Rei”; “Antígona”; “Electra”; Eurípedes: “As Troianas”
  • 52. Homero – “Ilíada” e “Odisséia” – Narram sobre a lenda da Guerra de Tróia
  • 53. Sócrates Platão Aristóteles Os gregos ressaltam a razão, o individualismo, o pensamento, através da filosofia.
  • 54. • Os gregos criaram vários mitos • Objetivos: - Passar mensagens para as pessoas - Preservar a memória histórica de seu povo. Há três mil anos, não havia explicações científicas para grande parte dos fenômenos da natureza ou para os acontecimentos históricos - Buscar um significado para os fatos políticos, econômicos e sociais Grande parte destas lendas e mitos chegou até os dias de hoje e são importantes fontes de informações para entendermos a história da civilização da Grécia Antiga. São histórias riquíssimas em dados psicológicos, econômicos, materiais, artísticos, políticos e culturais.
  • 55. Entendendo a Mitologia Grega • Os gregos antigos enxergavam vida em quase tudo que os cercavam, e buscavam explicações para tudo. • A imaginação fértil deste povo criou personagens e figuras mitológicas das mais diversas. Heróis, deuses, ninfas, titãs e centauros habitavam o mundo material, influenciando em suas vidas. • Os gregos consultavam os oráculos para saber sobre as coisas que estavam acontecendo e também sobre o futuro. Quase sempre, a pitonisa, sacerdotisa, buscava explicações mitológicas para tais acontecimentos. • Agradar uma divindade era condição fundamental para atingir bons resultados na vida material. Um trabalhador do comércio, por exemplo, deveria deixar o deus Hermes sempre satisfeito, para conseguir bons resultados em seu trabalho.
  • 56. Os principais seres mitológicos da Grécia Antiga eram : - Heróis: seres mortais, filhos de deuses com seres humanos. Exemplos : Herácles ou Hércules e Aquiles. - Ninfas: seres femininos que habitavam os campos e bosques, levando alegria e felicidade. - Sátiros: figura com corpo de homem, chifres e patas de bode. - Centauros : corpo formado por uma metade de homem e outra de cavalo. - Sereias: mulheres com metade do corpo de peixe, atraíam os marinheiros com seus cantos atraentes. - Górgonas: mulheres, espécies de monstros, com cabelos de serpentes. Exemplo: Medusa. Quimeras : mistura de leão e cabra, soltavam fogo pelas ventas. Medusa: mulher com serpentes na cabeça
  • 57. Deuses gregos • De acordo com os gregos, os deuses habitavam o topo do Monte Olimpo, principal montanha da Grécia Antiga. Deste local, comandavam o trabalho e as relações sociais e políticas dos seres humanos. • Os deuses gregos eram imortais, porém possuíam características de seres humanos. Ciúmes, inveja, traição e violência também eram características encontradas no Olimpo. Conheça os principais deuses gregos : • Zeus - Deus de todos os deuses, senhor do Céu.. Era considerado, na Grécia Antiga, como o deus dos deuses. Zeus era filho mais jovem do casal de titãs Cronos e Rea. Casou-se com a deusa e irmã Hera (deusa do casamento). Porém, de acordo com a mitologia grega, teve várias amantes (deusas e mortais) e vários filhos destes relacionamentos. Os filhos mais conhecidos de Zeus são: Apolo (deus da medicina e da luz), Atenas (deusa da sabedoria e da estratégia), Hermes (deus do comércio e dos viajantes), Perséfone (deusa do mundo subterrâneo), Dionísio (deus do vinho) , Herácles (herói grego) , Helena (princesa grega) , Minos (rei de Creta) e Hefesto (deus do fogo).
  • 58. Zeus
  • 59. Afrodite
  • 60. Poseidon
  • 61. Hades
  • 62. Hera
  • 63. Apolo
  • 64. Artêmis
  • 65. Ares Atena
  • 66. Hermes
  • 67. Guerra de Troia
  • 68. • A Guerra de Troia foi um conflito bélico entre aqueus e os troianos, que habitavam uma região da atual Turquia. Durou aproximadamente 10 anos, e aconteceu entre 1300 e 1200 a.C. Causa da guerra • Rapto da princesa Helena de Troia (esposa do rei lendário Menelau), por Páris (filho do rei Príamo de Tróia). • O general Agamenon foi designado para comandar o ataque aos troianos. Usando o mar Egeu como rota, mais de mil navios foram enviados para Tróia. Helena e Páris
  • 69. Caixa de Pandora
  • 70. • A caixa de Pandora é um mito grego no qual a existência da mulher e dos vários males do mundo são explicados • Zeus decide criar uma mulher repleta de dotes oferecidos pelos deuses e a oferece a Epimeteu, irmão de Prometeu • Ao aceitar Pandora, Epimeteu também ganhou uma caixa onde estavam contidos vários males físicos e espirituais que poderiam acometer o mundo. Desconhecedor do conteúdo, ele foi somente alertado de que aquela caixa não poderia ser aberta em nenhuma hipótese. • Pandora abriu a caixa proibida para espiar o seu conteúdo. Naquele momento, ela acabou libertando várias doenças e sentimentos que atormentariam a existência do homem no mundo
  • 71. Minotauro
  • 72. • Minotauro era um monstro que tinha corpo de homem e cabeça de touro e que habitava um labirinto na ilha de Creta. • Alimentava-se de sete rapazes e sete moças gregas, que deveriam ser enviadas pelo rei Egeu ao Rei Minos, que os enviavam ao labirinto. • O rei Egeu resolveu enviar para a ilha de Creta seu filho, Teseu, que deveria matar o Minotauro. • Teseu recebeu da filha do rei de Creta, Ariadne, um novelo de lã e uma espada. • O herói entrou no labirinto, matou o Minotauro com um golpe de espada e saiu usando o fio de lã que havia marcado todo o caminho percorrido.
  • 73. AARTE GREGA
  • 74. A arte grega atingiu o seu maior desenvolvimento no período entre os séculos V e IV a.C. – o chamado período clássico. As principais características da arte deste período são as seguintes: •Harmonia •Equilíbrio •Proporção
  • 75. ARQUITETURA GREGA Estava muito ligada à vida religiosa: •Construíam-se teatros – em honra de Dionísio.
  • 76. •Construíam-se estádios – em honra de vários deuses, como Zeus (no Santuário de Olímpia) e Apolo (no Santuário de Delfos). Estádio de Olímpia Estádio de Delfos
  • 77. •Construíam-se templos – em honra dos vários deuses adorados pelos gregos. Parténon (dedicado a Atena) Templo de Zeus Olímpico
  • 78. Ordens ou estilos Os gregos criaram três modelos de construção, aos quais chamaram ordens. A ordem dórica é a mais simples e mais antiga, caracterizando-se pelo capitel liso e pelo facto de a coluna não ter base. Templo de Agrigento
  • 79. A ordem jônica é considerada a mais elegante. O seu capitel é formado por uma espécie de “caracóis”, a que se dá o nome de volutas. A coluna é mais fina e tem base. Templo de Atena Niké
  • 80. A ordem coríntia é muito parecida com a ordem jónica. A diferença está no capitel, que aqui apresenta uma decoração a lembrar folhas de acanto (uma planta decorativa). Templo de Zeus Olímpico
  • 81. escultura É formada quer por estátuas, quer por relevos. Estátua do período arcaico Estátua do período clássico (Atena) Relevo do Parténon (luta contra os persas)
  • 82. Praticamente todas as obras têm relação com a religião, mas em todas elas predomina a figura humana. Os principais temas são: a representação de deuses; representação de atletas; representação de cenas da mitologia… Estátua de Artemisa O discóbolo Relevo do Parténon (luta dos gregos contra as amazonas)
  • 83. CARACTERÍSTICAS DA ESCULTURA: •Naturalismo ou representação fiel da Natureza e do corpo humano; •Ideia de movimento (quer do corpo, quer das roupas); •Perfeição na representação do corpo humano; •Serenidade, pois as figuras não revelam qualquer sentimento na sua expressão; •Harmonia, pois existe proporção entre as várias partes do corpo. Doríforo (proporções do corpo huma
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks