Letters

MAT Cálculo Diferencial e Integral para Engenharia II 1 a lista de exercícios

Description
MAT5 - Cálculo Diferencial e Integral para Engenharia II a lista de eercícios - 0 I - Polinômio de Talor. Utilizando o polinômio de Talor de ordem, calcule um valor aproimado e avalie o erro: (a) 8, (b)
Categories
Published
of 7
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
MAT5 - Cálculo Diferencial e Integral para Engenharia II a lista de eercícios - 0 I - Polinômio de Talor. Utilizando o polinômio de Talor de ordem, calcule um valor aproimado e avalie o erro: (a) 8, (b) ln(, ) (c) sen (0, ). Mostre que: a) sen!, R b) 0 e ( + + ) , para 0.. Encontre o polinômio de Talor de ordem 5 de f() = em volta de 0 =.. a) Seja n um número natural ímpar. Mostre que para todo R ( sen! + 5 n... + ( ) 5! b) Avalie sen () com erro, em módulo, inferior a 0 5. n ) n+ n! (n + )! 5. a) Determine o polinômio de Talor de ordem n de f() = e em torno de 0 = 0. b) Avalie e com erro em módulo inferior a 0 5. c) Mostre que para todo R, d) Avalie 0 6. Mostre que e ( ! e d com erro inferior a cos( )d ) n e n+ n! (n + )! ( 5.! + 9.! ).6! 5.7! 7. Seja I um intervalo aberto e seja f : I R R derivável até a ordem em I. Use o polinômio de Talor de grau e a fórmula de Talor para provar o teste da segunda derivada, isto é, prove que se a I é um ponto crítico de f e a) Se f () 0 para todo I, então f tem mínimo em a. b) Se f () 0 para todo I, então f tem máimo em a. II - Curvas e Gráficos 8. Desenhe as imagens das seguintes curvas: (a) γ(t) = (, t) (b) γ(t) = (cos t, sen t), 0 t π (c) γ(t) = (sen t, sen t) (d) γ(t) = ( + cos t, + sen t) (e) γ(t) = (, t) (f) γ(t) = (et cos t, e t sen t), t 0 (g) γ(t) = (sec t, tg t), π t π (h) γ(t) = ( cos t, sen t) (i) γ(t) = (sen t, cos t + ), t R (j) γ(t) = ( + e t, e t ), t 0 (k) γ(t) = (sen t + cos t, sen t ) 9. Esboce C e encontre uma parametrização para C, nos casos: (a) C = {(, ) R : + =, e } (b) C = {(, ) R : =, 0 e 0} (c) C = {(, ) R : ( ) = e 0} 9 (d) C = {(, ) R : d((, ), r) = d((, ), P)}, sendo P = (0, ) e r, a reta =. (e) C = {(, ) R : d((, ), P) + d((, ), Q) = 0}, sendo P = (, 0) e Q = (, 0). (f) C = {(, ) R : d((, ), P) d((, ), Q) =, 0}, sendo P = (, 0) e Q = (, 0). 0. Para cada curva (descrita por equações paramétricas) dos itens de (a) a (f), indique qual das figuras de I a VI representa a sua imagem. Justifique sua escolha. (a) = t t, = t t (b) = t, = t (c) = sen (t), = sen (t) (d) = t + sen (t), = t + sen (t) (e) = sen (t + sen t), = cos(t + cos t) (f) = cos t, = sen (t + sen (5t)) I II III IV V VI . Um barbante é enrolado ao redor de um círculo e então desenrolado, sendo mantido esticado. A curva traçada pelo ponto P no final do barbante é chamada de involuta do círculo. Se o círculo tiver raio r e centro O, a posição inicial de P for (r, 0), e se o parâmetro θ for escolhido como na figura, mostre que as equaçõoes paramétricas da involuta são: = r(cos θ + θ sen θ) = r(sen θ θ cos θ). Uma circunferência de raio r rola sem escorregar ao longo do eio O. Encontre equações paramétricas para a curva descrita por um ponto da circunferência que se encontra inicialmente no origem. (Esta curva é chamada de ciclóide; veja figura.). Ache e esboce o domínio das funções: (a) f(, ) = (b) f(, ) = arctg + (c) f(, ) = (d) f(, ) = ln( ) (e) f(, ) = (f) f(, ) = tg( ) (g) f(, ) = ln(6 ). Esboce uma família de curvas de nível de: (a) f(, ) = + (b) f(, ) = (c) f(, ) = (d) f(, ) = + 5. Considere F(, ) = 0 +. Determine o domínio de F e esboce as curvas de nível c = 0, c = e c = 0. 6. Esboce os gráficos de: (a) f(, ) = (b) f(, ) = (c) f(, ) = (d) f(, ) = + (e) f(, ) = (f) f(, ) = + (g) f(, ) = + (h) f(, ) = e + (i) f(, ) = + 9 (j) f(, ) = (k) f(, ) = ln(9 + ) (l) f(, ) = + (m) f(, ) = São dadas a seguir as curvas de nível e os gráficos de seis funções de duas variáveis reais. Decida quais curvas de nível correspondem a quais gráficos (I) (II) (III) (IV) (V) (VI) (a) (b) (c) d) (e) (f) 8. Seja γ(t) = (e t +, e t ), para t R. (a) Desenhe a imagem de γ indicando o sentido de percurso. (b) Verifique que a imagem de γ está contida em uma curva de nível da função f : R R dada por f(, ) = + e determine qual o nível. 9. Encontre uma parametrização para a curva de nível no nível k de f nos casos: (a) f(, ) = +, k = (b) f(, ) =, k = 5 (c) f(, ) =, k = (d) f(, ) = + +, k =,, + 0. Sejam γ(t) = ( cos t, sec t + ), t [0, π [ e f(, ) = (( ) ( )) +. Esboce a imagem de γ e mostre que a imagem de γ está contida em uma curva de nível de f indicando qual é o nível. III - Limite e Continuidade. Calcule os seguintes ites, caso eistam. Se não eistirem, eplique por quê: cos( + ) (a) (,) (0,0) + (b) (,) (0,0) + + (c) (,) (0,0) + (d) (,) (0,0) (e) (,) (0,0) + 5 (f) (,) (0,0) + sen( + ) (g) (,) (0,0) (h) (,) (0,0) + ( ) ( + ) (i) (,) (0,0) + (j) (,) (0,0) + sen + (k) (m) (o) + + (,) (0,0) (l) (,) (0,0) + 5 (,) (0,0) (,) (0,0). Calcule os seguintes ites: (a) (,) (0,0) (n) (,) (0,0) ( ) + sen ( + ) (p) (,) (0,0) + sen ( + ) + sen ( + ) ( cos( + )) ( + ) e sen( + ) + (b) (,) (0,0) ( + )ln( + ). Determine os pontos de continuidade da seguinte função: ( )( ) f(, ) = ( + )[( ) + ( ), se (, ) = (0, 0) e (, ) = (, ) ], se (, ) = (0, 0) 0, se (, ) = (, ). ( ). Seja f(, ) = + sen e +, se (, ) = (0, 0) L, se (, ) = (0, 0) Eiste algum número real L para o qual f seja contínua em (0, 0)? Justifique. 5. Seja f(, ) = ( ) + ( ). (a) Esboce (no mesmo sistema de coordenadas) as curvas de nível de f nos níveis k = e k =. (b) Eiste f(, )? Justifique. (,) (,) 6. O domínio de uma função f é o conjunto {(, ) R (, ) = (, 0)}. A figura abaio mostra as curvas de nível de f nos níveis k = 0; k = 0, ; k = 0, 5; k = 0, 7 e k =. Eiste f(, )? Justifique. (,) (,0) . RESPOSTAS (a) D f = {(, ) R + } (b) D f = {(, ) R = 0} (c) D f = {(, ) R } (d) D f = {(, ) R ( )( + ) 0} (e) D f = {(, ) R 0} (f) D f = {(, ) R = + +k π, k Z} (g) D f = {(, ) R + 6} 8. (b) c = No nível.. (a) não eiste (b) 0 (c) 0 (d) não eiste (e) não eiste (f) não eiste (g) não eiste (h) 0 (i) 0 (j) 0 (k) não eiste (l) (m) não eiste (n) 0 (o) 0 (p) não eiste. (a) (b) 0. {(, ) R (, ) = (0, 0)}. Sim, L = O ite não eiste. 6. O ite não eiste.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks