Slides

Mecanica dos solos novo

Description
1. MECÂNICA DOS SOLOS 2. *Amostragem: coleta de amostras deformadas e indeformadas e representatividade das mesmas. 3. A caracterização de um solo depende da qualidade…
Categories
Published
of 26
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. MECÂNICA DOS SOLOS
  • 2. *Amostragem: coleta de amostras deformadas e indeformadas e representatividade das mesmas.
  • 3. A caracterização de um solo depende da qualidade da amostra e do procedimento dos ensaios,tanto para a amostragem quanto para os ensaios existem normas técnicas que regem o assunto e que devem ser obedecidas. Para cada um dos tipos de amostras representativas o procedimento na amostragem será diferente.
  • 4. Representatividade mede o grau no qual as amostras coletadas refletem as condições de uma área em particular. Por exemplo, uma amostra de solo coletada no ponto de maior contaminação de uma determinada área (hot spot) não representa as condições de toda a área, mas apenas fornece uma limitada indicação da magnitude do problema. A distribuição e localização dos pontos de amostragem devem ser adequadas para fornecer a representatividade planejada.
  • 5. DEFORMADAS INDEFORMADAS *
  • 6. * É uma amostra de solo retirada com a destruição ou modificação apreciavel de suas caracteristicas in situ ; tambem chamada de amostra amolgada quando ocorre a fragmentação do material amostrado.
  • 7. ASPECTO • Amostra de solo desagregado REPRESENTATIVIDADE • Textura • Constituição Mineral *
  • 8. * Onde pode ser utilizada?  Na identificação táctil-visual;  Na preparação dos corpos de provas para ensaios de permeabilidade, compressibilidade e resistência ao cisalahamento;  No ensaio de compactação;  Nos ensaios de classificação; o Granolumetria o Limites de consistência o Massa especifica dos sólidos
  • 9. * Amostragem _Até 1,0 m abaixo da superficíe do terreno utiliza-se pás, enxadas, picaretas e outras mais apropriadas a cada caso. _Quanto maior a profundidade maio a necessidade de utilizar ferramentas especiais trados ou um amostrador de parede grossa.
  • 10. *
  • 11. *
  • 12. *
  • 13. *
  • 14. * OBS Toda e qualquer matéria, orgânica ou não, estranha ao solo deverá ser excluída da amostra. Se esta operação for difícil de ser realizada no campo deve-se informar sobre a existência dessa matéria, para que no laboratório sejam tomadas as providências necessárias.
  • 15. * É uma amostra de solo retirada sem ou com pequena modificação de suas características in situ com o uso de equipamentos e técnicas apropriadas, ou seja, amostra indeformada é aquela em que o solo se apresenta o mas possivel de sua estrutura natural.
  • 16. * ASPECTO • geralmente de forma cúbica ou cilíndrica REPRESENTATIVIDADE • estrutura e teor de umidade do solo (na data de sua retirada) –além da textura e composição mineral
  • 17. * Utilização Determinar características do solo “in situ”:  Os índices físicos,  O coeficiente de permeabilidade,  Os parâmetros de compressibilidade,  Os parâmetros de resistência ao cisalhamento
  • 18. * Amostragem Pode ser obtida de diversas maneiras dependendo de sua cota da amostragem, da densidade do solo, da posição do lençol freático.  Para solos moles abaixo do nível d’água deve-se utilizar amostrador de parede fina  Para solos acima do nível d’água e mais densos deve-se abrir um poço até a cota de interesse e retirar um bloco de solo usando uma caixa metálica ou de madeira como fôrma e com dimensões apropriadas ao tipo e número de ensaios a realizar.
  • 19. *
  • 20. *
  • 21. *
  • 22. *
  • 23. * OBS Os cuidados a serem tomados com essas amostras devem ser maiores do que aqueles com uma amostra deformada,desde a abertura do poço até sua utilização em laboratório.Estes cuidados com a amostra permitem a manutenção do teor de umidade e da estrutura do solo “in situ”.
  • 24. * Utilizadas para coleta de amostras indeformadas em solos de baixa consistência. A técnica utilizada compreende na perfuração mecanizada por meio de trados vazados “hollow auger” e posterior cravação do amostrador por meio de penetrômetro hidráulico. Dessa forma, é possível a obtenção de amostras com qualidade superior a profundidades superiores a 25 metros. As amostras podem ser coletadas nos diâmetros de 3 a 6 polegadas.
  • 25. * Como forma alternativa de coletas, podem ser utilizados amostradores de pistão estacionário. Esta técnica é recomendada quando não é possível a amostragem adequada com amostradores Shelby tradicionais. Nestes amostradores, um pistão estacionário interno gera vácuo no momento da amostragem, garantindo maior probabilidade de amostragem total do solo prospectado.
  • 26. FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIA-FTC DISCIPLINA: MECÂNICA DOS SOLOS PROFESSOR:ANTONIO CARLOS TOTTI JUNIOR CURSO:ENGENHARIA CIVIL 5° SEMESTRE ALUNOS: DIANA SANTANA DE FARIAS GABRIEL AMARAL ARAGÃO HOZANAR CARDOSO JANINNE NOGUEIRA DE SOUZA JOÃO MAURICIO NETO LOURENCO CAIRO DOS SANTOS
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks