Bills

NESTA EDIÇÃO. Balanço da diretoria sobre as ações do SINTER-MG em É hora de começar a se preparar para as AGE s PDF

Description
Jornal do Sindicato dos Trabalhadores em Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais Ano 25 Edição nº 05 Outubro - Dezembro de 2013 Uso exclusivo dos Correios Mudou-se Desconhecido End.
Categories
Published
of 8
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
Jornal do Sindicato dos Trabalhadores em Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais Ano 25 Edição nº 05 Outubro - Dezembro de 2013 Uso exclusivo dos Correios Mudou-se Desconhecido End. Insuficiente Falecido Não existe o número Outros Reintegrado ao Servio Postal em Responsável - visto: NESTA EDIÇÃO Balanço da diretoria sobre as ações do SINTER-MG em É hora de começar a se preparar para as AGE s 2014 Conheça seus E mais: representantes 07 nas seções Coluna do Jurídico sindicais 02 Editorial Balanço das ações do SINTER em Ano novo, novos desafios. Juntos venceremos Estamos no final de mais um ano, de muitos desafios e lutas, mas também de importantes conquistas. Além disso, nesse ano tivemos a chegada de novos companheiros para representar a categoria e somar forças ao nosso Sindicato. A chegada do fim de mais um ano, já nos faz pensar nos desafios do próximo e nas realizações que queremos obter. O ano de 2013 foi de muito trabalho e de árdua batalha pela aprovação dos nossos direitos. Atuamos em várias frentes para defender os trabalhadores do campo e valorizar cada vez mais a atuação de nossos profissionais e vários desses esforços tiveram resultado, gerando reconhecimento à categoria. Esperamos 2014 com a certeza de lutar por nosso objetivo e conquistar resultados ainda mais expressivos para nossa categoria. Vamos com a certeza de que é preciso conhecer ainda mais nossa realidade e transformar nossos desejos em realizações. Brindemos nosso desejo de mudança, nossa força para lutar e um novo ano com força e determinação. Na força coletiva concretizaremos a ATER que tanto desejamos e a valorização cada vez mais significativa da nossa categoria. O SINTER-MG quer ouvir você nos seus 25 anos! Notas Curtas Muitos associados viram o Sindicato nascer, crescer e amadurecer como o defensor dos trabalhadores da ATER mineira. Hoje o SINTER-MG se consolidou como o defensor dos trabalhadores da Extensão Rural em Minas. São vários anos de vivências e isso só foi possível com a participação de cada um que contribuiu para que em 2014 o SINTER complete 25 anos de existência, com tanta expressividade na defesa dos trabalhadores do campo mineiro. Como companheiro que fez parte dessa caminhada, o SINTER-MG quer mostrá-lo como parte dessa história! Mande sua mensagem ou foto sobre esses 25 anos para nós. Você pode nos ajudar a relembrar essa história, de que você faz parte. As mensagens e imagens enviadas serão disponibilizadas em nossos meios para que todos possam relembrar esses 25 anos de coletividade do ponto de vista de cada um que contribuiu para essa história. Participe! Os materiais devem ser enviados para o -mg.org.br ou por meio do Fale Conosco do nosso site. O SINTER-MG deseja boas festas a seus companheiros! Companheiros, juntos somos fortes, juntos somos SINTER! Boas Festas! Expediente 0 Rua José de Alencar, 738 Nova Suíça Belo Horizonte/MG CEP Telefax: DIRETORIA COLEGIADA DO SINTER-MG Diretor Geral Carlos Augusto de Carvalho Diretor Secretário Ronaldo Vieira de Aquino Diretor de Administração e Finanças Lúcio Passos Ferreira Diretor de Comunicação e Cultura Luiz Mário Leite Júnior Diretor De Assuntos Jurídicos Pascoal Pereira de Almeida Diretor de Formação Política e Sindical Margareth do Carmo C. G. Diretor de Assuntos de Agricultura Familiar e Reforma Agrária Leni Alves de Souza Diretor De Assuntos Dos Aposentados Elizabete Soares de Andrade Diretores de Base Norte Maria de Lourdes V. Leopoldo Centro Afrânio Otávio Nogueira Triângulo Walter Lúcio de Brito Leste Adilson Lopes Barros Zona Da Mata Luciano Saraiva G. de Souza Sul André Martins Ferreira Alto Paranaíba e Noroeste Paulo César Thompson Representantes das Seções Sindicais Janaúba Raimundo Mendes de Souza Júnior Januária Gilson Pereira Lima Montes Claros Onias Guedes Batista Salinas José dos Reis Francisco da Rocha Barbacena Tadeu César Gomes de Azevedo Belo Horizonte Silmara Aparecida C. Campos Curvelo Marcelino Teixeira da Silva Divinópolis Júlio César Maia Uberaba Claúdia A. Sabino El Armali Uberlândia Liliane Alves Lemes Patos De Minas João Batista Almeida Unaí Dalila Moreira da Cunha Almenara Ronilson Martins Nascimento Capelinha Rafael Lopes Vieira Governador Valadares Maurílio Andrade Dornelas Teófilo Otoni Paulo Ernesto Palmieri Cataguases Francisco P. de Rezende Manhuaçu Célio Alexandre de O. Barros Juiz de Fora Janya A. de Paula Viçosa Rogério Jacinto Gomes Alfenas Sávio dos Reis Dutra Lavras Francisco Carlos Pedro Pouso Alegre Orlando Regis Teixeira Conselho Fiscal Francisco Carlos Fonseca Gruppi Helio Antônio Fernandes Marlene da Conceição A. Pereira Noé de Oliveira Fernandes Filho Reinaldo Bortone Conexão sinter Coordenação Luiz Mário Leite Participação Diretoria Sinter-MG Jurídico Sinter-MG Redação Liliane Mendes I Jurídico SINTER-MG Fotos Liliane Mendes / Arquivo SINTER-MG Diagramação Somanyideas Projeto Gráfico Somanyideas Jornalista Responsável Dante Xavier MG Tiragem exemplares Para sugestões, comentários e críticas sobre o Conexão Sinter-MG Coluna do Jurídico 03 Atuação jurídica do Sindicato em 2013 O SINTER-MG, desde a sua fundação, em 28/4/1989, conta com a assistência jurídica para a Entidade e para os seus associados. Durante os oito primeiros anos o serviço era terceirizado, com o contrato de escritórios de advocacia de Belo Horizonte. A partir de 1997 o SINTER contratou profissional, na condição de autônomo, que assumiu a responsabilidade de assessorar nos planos coletivo e individual. Tal assessoria atua nos campos extrajudicial e judicial, e em consonância com a postura adotada pelos dirigentes do Sindicato, a justiça só é buscada quando esgotadas as possibilidades de solução direta entre as partes. É de responsabilidade da assessoria dar suporte técnico à atuação da direção da entidade, atender as demandas dos associados, redigir pareceres, petições, e demais instrumentos jurídicos na defesa de direitos inerentes às relações de trabalho e previdenciárias. PRINCIPAIS ATIVIDADES EM 2013 No plano coletivo: Suporte técnico à Entidade em diversas questões sindicais, atendendo a consulta dos dirigentes, por meio da elaboração de pareceres e recomendações; Assessoria antes e durante as negociações e no cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho; Suporte técnico à Comissão que coordenou as Eleições Sindicais; Ajuizamento de ações coletivas, com o SINTER na condição de substituto dos seus sócios: 1) em face da Fundação CERES visando se assegurar direito de receber a suplementação da aposentadoria, sem se desligar da EMATER-MG. Tal ação já foi ajuizada e encontra-se em fase inicial de tramitação; 2) em face da Caixa Econômica Federal em que se busca a substituição da TR (Taxa referencial) pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), na correção da conta do FGTS, retroagindo os efeitos a janeiro de Conforme amplamente divulgado, as perdas passam de 80% para quem teve saldo em todo o período. Esta será ajuizada neste mês de dezembro; Preparação de minutas e supervisão de contratos firmados pelo Sinter com Empresas, profissionais liberais e estagiários. No plano individual, para os sócios do Sindicato: Orientação em questões relacionadas ao contrato de trabalho e previdenciárias; Defesa técnica em Processos Administrativos Disciplinares PADs; Suporte técnico em procedimentos extrajudiciais junto ao INSS, referentes a diversos benefícios; Ajuizamento de ações previdenciárias visando: 1) a averbação de tempos de contribuição, que são controvertidos; 2) a concessão de aposentadoria, incluindo tempos especiais e/ou controvertidos; 3) a desaposentação: justo direito a um benefício melhor, para aqueles que se aposentaram e continuam trabalhando; Ações trabalhistas em que se busca: 1) anular transferências arbitrárias; 2) regularizar períodos aquisitivos de licença-prêmio e outros direitos de trabalhadores que tiveram retificadas as datas de suas admissões na Empresa; 3) o pagamento de promoções horizontais para alguns trabalhadores que não as receberam; Ações em face da CAIXA visando a correção de contas do FGTS, referentes aos expurgos dos Planos Econômicos Verão e Collor, para trabalhadores que ainda não tiveram tal correção. Assistência e homologação em rescisões do contrato de trabalho. Informações complementares: Os sócios do Sindicato têm a assistência jurídica gratuita em todos os tipos de processos administrativos e em todas as ações judiciais que não tenham repercussão financeira, por exemplo: regularização de tempos de serviço controvertidos, caso de aluno-aprendiz, rural, outros; ações trabalhistas de retificação da data de admissão na Empresa. Nesses casos, o Sindicato arca com todas as despesas, incluindo custos e taxas judiciais. Nas ações que têm resultado financeiro, caso se tenha êxito na demanda, conforme Deliberação do Conselho do SINTER-MG n.º 003/2005, na conclusão final o sócio paga 8% (oito por cento) de honorários sobre o valor da liquidação, sendo a metade para o Sindicato e a outra parte para o(s) advogado(s) que atuou(aram) na ação. Foi aprovada a isenção dessa cobrança na ação coletiva do FGTS contra a CAIXA. PLANTÃO JURÍDICO: Nas terças e quintas-feiras, das 13h às 18h, com atendimento via telefone: / (31) Caso haja necessidade, o sócio do SINTER-MG é atendido pessoalmente, com o agendamento antecipado feito na Secretaria. Consultas podem ser feitas via Atuam na Assessoria Jurídica: Advogados: Maria Ilca F. Siqueira e Anderson F. de Oliveira Estagiária: Maria Luiza Nicolau Apoio/Secretaria: Rosângela C. V. Alfredo e Geovania P. Damaceno. Chegamos ao final de mais um ano, de muito trabalho! Vamos renovar nossas esperanças de que em 2014 nas relações de trabalho predominarão o respeito, a ética e que direitos não serão subtraídos; que o INSS reduzirá a intolerância e a restrição quanto à concessão de benefícios, aos quais os segurados fazem jus. Isso ocorrendo, teremos relações mais humanizadas, menos trabalho e motivos para comemorar. 04 Capa Diretor geral do SINTER-MG fala sobre a atuação do Sindicato em 2013 e s Comecei no SINTER- MG em 1989 e aí sim, pude saber a verdade dos fatos que aconteciam na Empresa, se não na sua totalidade, o bastante para me motivar ainda mais a lutar por nossa categoria. A cada dia que passa muda-se a realidade da nossa sociedade nos aspectos políticos, sociais, econômicos, e com ela também a forma de se fazer sindicalismo. Aqui em Minas não é diferente, porém, houve um amadurecimento muito grande por parte dos sindicatos e muitos avanços no que diz respeito à comunicação, à troca de experiências e à busca de informações entre os Sindicatos, o que fortalece ainda mais a classe. Como você vê o atual cenário da Extensão Rural em Minas? Vejo de um lado um grupo de profissionais competentes, compromissados e empenhados em apoiar e melhorar as condições de vida das famílias dos Agricultores Familiares, trabalhando com muito afinco, e do outro, um Governo que não valoriza esses profissionais como merecem e não dá condições reais de trabalho, para que o seu esforço se resulte em conquistas que realmente mudem para melhor a vida dessas pessoas que ainda estão na zona rural. Em um ano em que comemoramos algumas conquistas, mas também enfrentamos diversos desafios, o Conexão traz nessa edição, uma entrevista especial com o diretor geral do Sindicato, Carlos Augusto de Carvalho. Conhecido por todos como Black e com experiência de mais de 32 anos no trabalho do campo, ele fala sobre os desafios enfrentados pelos trabalhadores da Extensão Rural e ressalta a importância da união da categoria para resgatar e manter seus direitos. Para conferir, leia a entrevista abaixo: Black, desde quando sua vida está envolvida com o setor rural? Antes mesmo de me ingressar na escola de Agrotécnica eu já me identificava com o meio rural, pois ainda na minha adolescência já tinha contato com os agricultores e pescadores da minha cidade, vivenciando os seus problemas de perto, como a falta de apoio dos órgãos públicos da época, a desvalorização da categoria e o individualismo que reinava. Após me formar em Técnico Agropecuário e me ingressar na EMATER, pude ampliar meu conhecimento sobre o setor, agora numa amplitude maior em termos regionais, estaduais e até mesmo nacionais. O que falta ser desenvolvido para termos um modelo de extensão? Como trabalhador da extensão Rural, sindicalista e como disse anteriormente, tenho a certeza que se os extensionistas rurais tivessem salários dignos, plano de cargos salários e carreira e equipes multifuncionais em cada município, seguindo a proporção de um extensionista para 70 agricultores, somado a condições de trabalho com equipamentos e recursos suficientes para desenvolver toda a demanda de atendimentos, talvez não teríamos ainda um modelo, porém uma base satisfatória para desenvolver um excelente trabalho junto às famílias dos Agricultores Rurais. Quais são as dificuldades que a extensão rural vem enfrentando em Minas? São muitas as dificuldades, porém, na ótica do trabalhador da extensão Rural, poderíamos citar a falta de políticas de valorização do trabalhador, a escassez de pessoal no campo, a falta de apoio por parte do governo ao setor, equipamentos de trabalho e recursos insuficientes, além da interferência política a nível federal, estadual e municipal. Como foi o início de sua experiência no SINTER-MG e de lá para cá, como você avalia as mudanças ocorridas no sistema sindical do campo mineiro? Qual o balanço que a diretoria faz das lutas conduzidas pelo Sindicato em 2013? Antes de mais nada, é bom esclarecer que a nossa negociação é feita com a diretoria da Empresa, mas principalmente 05 3 e sobre os desafios da Extensão Rural em 2014 com o Governo estadual, o que torna mais difícil as conquistas, porém, o SINTER-MG com o apoio da sua categoria conseguiu boas conquistas neste ano de Dentre elas podemos destacar: Luta pelo PCSC Em 2013, o SINTER-MG realizou diversas ações para defender e lutar pelo Plano de Cargos, Salários e Carreiras dos Funcionários da EMATER-MG. As iniciativas contribuíram para fortalecer ainda mais a representatividade da categoria, proporcionando o fortalecimento da luta pela busca do novo Plano. Dentre as diversas iniciativas, podemos citar a Audiência Pública realizada em 27/6/2012, com a participação de mais de 600 trabalhadores, mostrando a forte participação da categoria e de grande expressividade na ALMG. A forte participação da categoria na audiência resultou no compromisso firmado pelo Procurador-chefe da Procuradoria do Tesouro- Advocacia Geral de MG, Ronaldo Cheib, em fazer gestões para consolidação do Plano. Além disso, o Sindicato enviou carta ao Governador do Estado cobrando a aprovação do Plano, e realizou reunião com a secretária de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Renata Vilhena para cobrar a retomada das discussões para aprovação do Plano. Em setembro a Comissão designada para avaliação do PCSC, iniciou seus trabalhos. ACT 2013 Em 2013, uma das maiores lutas do SINTER-MG foi o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho. Foram realizadas diversas reuniões de negociações para aprovação do Acordo, que após consenso entre Empresa e Sindicato, foi submetido à análise do Governo sobre as cláusulas econômicas. Após retorno do Governo, foi concedido à categoria um reajuste de 7,16%, reajuste esse, considerado insatisfatório pelo Sindicato, pois a proposta não reconhece e ficou bem aquém das necessidades da categoria. A intransigência na discussão da proposta gerou um Acordo sem muitos avanços, que repôs perdas e garantiu a manutenção de direitos que já haviam sido conquistados. O assunto é prioridade para o SINTER-MG que já começou a mobilização para as negociações de PDV A aprovação do Programa de Desligamento Voluntário (PDV) foi outra luta do Sindicato conquistado no ano que se passou. Apesar de não ter sido aprovado o desligamento de todos os 231 empregados inscritos, a Empresa, baseada no seu orçamento aprovou a dispensa de apenas 84 empregados. O SINTER-MG continuará lutando pelo aperfeiçoamento do Programa e fazendo gestões para que sejam contemplados todos os inscritos. Prêmio por produtividade No mês de setembro, a Comissão Paritária, constituída para elaborar a proposta de implantação do Prêmio por Produtividade, finalizou o documento e protocolou junto às diretorias do SINTER-MG e da EMATER-MG. Após a entrega do documento, o Sindicato acompanha a análise do documento pela Empresa. Além desses assuntos, o Sindicato conduziu diversas outras frentes de luta, principalmente na atuação do Jurídico e com o envolvimento da diretoria colegiada, que realizou diversas reuniões ao longo do ano para discutir e conduzir as demandas da categoria. Os associados também movimentaram as discussões através dos nossos meios de comunicação. Demandas colocadas por meio do facebook, site, s e telefone foram ouvidas e encaminhadas, portanto, continuem enviando dúvidas, sugestões e participando. Sua participação é importante e dá insumos para que o Sindicato consiga representá-los cada vez melhor. Quais as principais frentes de lutas que se colocam para a extensão rural mineira em 2014? Até o dia 30 de dezembro, o SINTER-MG está recolhendo sugestões de pré-pauta para as negociações de 2014, porém existem algumas questões que já podem ser consideradas históricas como a ampliação do PDV a todos os interessados, a Equipe multifuncional nas equipes locais, o plano de cargos salários e carreira e o concurso para atender a verdadeira demanda de extensionistas em todo o Estado. Qual o recado que você deixa para os companheiros para 2014? Primeiramente quero cumprimentar a todos que participaram de uma forma ou de outra das negociações de 2013 e dizer que temos que estar unidos mais do que nunca para mostrar nossa força e alcançarmos nossas conquistas. A nova Diretoria do SINTER-MG está atenta e empenhada para lutar pela melhoria das condições de vida do trabalhador da extensão rural, porém o SINTER-MG somos todos nós juntos. Sem a sua participação nada conseguiremos. Vêm aí as assembleias gerais. É muito importante a participação de todos para montarmos juntos a nossa pauta de reivindicações e lutarmos pelas nossas conquistas. Um abraço a todos um feliz natal e um ano novo cheio de conquistas! 06 Representantes Conheça os representantes sindicais do SINTER-MG Em setembro, o SINTER-MG elegeu sua nova diretoria e dentre os novos empossados, estão alguns representantes sindicais. Apresentamos os novos membros, que agora atuam juntamente com alguns velhos amigos. Eles são escolhidos para tornar cada região ainda mais próxima do Sindicato, portanto, são a ligação entre Sindicato e sócios. Converse com o representante de sua região, leve até ele sugestões, demandas, dúvidas. Eles foram nomeados para te ouvir, te auxiliar. Conheça abaixo o representante e a seção sindical que ele representa Célio Alexandre Manhuaçu Cládia Sabino Uberaba Dalila Cunha Unaí Francisco Carlos Pedro Lavras Francisco Paiva Cataguases Gilson Lima Januária Júlio Maia Divinópolis Janya de Paula Juiz de Fora João Batista Almeida Patos de Minas José Reis Rocha Salinas Liliane Alves Uberlândia Marcelino Silva Curvelo Maurílio Dornelas Governador Valadares Onias Batista Montes Claros Orlando Teixeira Pouso Alegre Paulo Palmiere Teófilo Otoni Rafael Lopes Capelinha Raimundo de Souza Janaúba Rogério Gomes Viçosa Ronilson Martins Almenara Silmara Cota Belo Horizonte Tadeu Azevedo Barbacena Perfil Conheça Walter Lúcio Brito, diretor de base da Regional Triângulo Walter Lucio de Brito tem 61 anos e nasceu em Ibiá MG. É casado há 38 anos com Micilene Gomes Brito e tem duas filhas e dois netos. Brito, como é conhecido por todos, formou-se técnico agrícola em pela Escola Técnica Agrícola Estadual de Igarapava / SP. Trabalhou na Iniciativa Privada e na CAMIG/MG antes de ingressar na EMATER-MG em março de 1984 designado como extensionista local na cidade de Itapagipe. Posteriormente foi para as cidades Santa Juliana, Uberaba, onde ficou por 20 anos, Veríssimo e atualmente
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks