Slides

Oficina alfabetizacao

Description
1. SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E…
Categories
Published
of 55
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DO ENSINO FUNDAMENTAL Programa de Intervenção Pedagógica – PIP/EF Encontro dos Professores do Ciclo da Alfabetização Foco: Professores do Ciclo da Alfabetização Período: junho 2013 OFICINAS - TEMAS: 01 - A Matriz Curricular de Língua Portuguesa do Ciclo da Alfabetização – Versão preliminar e as atividades de sala de aula 02 – Sequência didática 03 – Projeto Cabe na Mala 04 - A musicalidade no desenvolvimento de competências/habilidades de leitura e escrita 05 - A prática de estratégias de leitura na sala de aula
  • 2. Tema: - A Matriz Curricular de Língua Portuguesa do Ciclo da Alfabetização - Versão preliminar e as atividades de sala de aula I – Objetivos - Ampliar conhecimentos referentes à concepção e à estrutura da Matriz Curricular de Língua Portuguesa – Versão preliminar e sua implementação na sala de aula;. - Compreender sobre as habilidades avaliadas no PROALFA; - Estabelecer relação entre a Matriz Curricular e Matriz de Referência do PROALFA; - Refletir sobre a necessidade de diversificação das atividades de ensino no desenvolvimento do processo de alfabetização. II - Material de Apoio Um envelope contendo os Eixos e as Capacidades referentes à Matriz Curricular de Língua Portuguesa / Ciclo da Alfabetização – Versão preliminar; Apostila “ 5 Eixos da Proposta de Alfabetização e Letramento – SEE/CEALE – Sugestões de Atividades”; Matriz de Referência PROALFA. III- Organização do Minicurso Os participantes receberão, ao entrar na sala, cartões com nomes de gêneros textuais que servirão de critério para a formação dos grupos: Fábula – Propaganda – Notícia – Tirinha - Piada ( 5 grupos); Cada grupo deverá escolher um representante que se responsabilizará pela coordenação dos trabalhos e otimização do tempo. IV - Atividades a serem realizadas Atividade 1 - Exposição Dialogada no Power Point “A Matriz Curricular do Ciclo de Alfabetização - A interface com a Matriz de Referência do PROALFA”. Atividade 2 - Fazendo correspondências: Os Eixos com as Capacidades Os grupos receberão um envelope contendo os Eixos e as Capacidades da Matriz Curricular precitada para serem analisados e distribuídos, corretamente, em um cartaz . (Apropriação do Sistema da Escrita e Leitura) Atividade 3 – Elaboração de atividades.
  • 3. Cada grupo irá pensar e elaborar atividades para desenvolver cada capacidade definida, registrando-as no anexo correspondente. Como apoio, terão a apostila “ 5 Eixos da Proposta de Alfabetização e Letramento – SEE/CEALE – Sugestões de Atividades”, GRUPO - FÁBULA EIXO: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DA ESCRITA Capacidade: Reconhecer unidades fonológicas como sílabas, rimas, terminações de palavras, etc. GRUPO - PROPAGANDA EIXO: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DA ESCRITA Capacidade: Dominar as relações entre grafemas e fonemas.
  • 4. GRUPO - NOTÍCIA EIXO: LEITURA Capacidade: Identificar a finalidade e funções da leitura, em função do reconhecimento do suporte, do gênero e sua contextualização do texto. GRUPO - TIRINHA EIXO: LEITURA Capacidade: Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para ler nas entrelinhas (fazer inferência), ampliando a compreensão.
  • 5. GRUPO - PIADA EIXO: LEITURA Capacidade: Construir compreensão global do texto, unificando e inter-relacionando informações explícitas e implícitas, produzindo inferências. Atividade 4 – Plenária Cada grupo terá 15 (quinze) minutos para fazer a apresentação da atividade. Atividade 5 – Exposição dialogada no power point: “Trabalhando com textos e os Descritores do PROALFA” - atividade coletiva onde os participantes irão identificar as habilidades avaliadas em cada questão, conforme Matriz de Referência. Atividade 6 – Cada grupo irá avaliar oralmente o desenvolvimento da oficina.
  • 6. ANEXO lI Oficina: Sequência didática Por que trabalhar com sequência didática? Etapa 1 - Teste Conte para os participantes que nesta etapa vamos refletir juntos sobre como organizar o ensino da produção de texto na perspectiva de gêneros. Convide-os a responderem um teste. Explique que a intenção não é verificar quem sabe mais ou menos, mas sim ativar os conhecimentos prévios sobre as etapas de uma sequência didática. Ao final compare as respostas e apresente as alternativas corretas. Etapa 2- Questões em grupo Convide os participantes a refletirem sobre a importância da sequência didática para o trabalho com gêneros textuais. Para nortear a discussão, organize a turma em trios ou pequenos grupos e entregue a cada um deles uma questão para reflexão. Ao final, faça uma roda de conversa sobre as conclusões dos grupos. Questões 1. O que são sequências didáticas? 2. As sequências didáticas são usadas somente para o ensino de Língua Portuguesa? 3. Por que usar sequências didáticas ao ensinar Língua Portuguesa? 4. O que é preciso para realizar sequências didáticas para os diferentes gêneros textuais? 5. Quais as etapas de realização e aplicação de uma sequência didática de gêneros textuais Etapa 3- Leitura Faça a leitura comentada do texto Seqüência didática e ensino de gêneros textuais. Em seguida, peça para cada grupo reler sua resposta, identificando o quanto ela se aproxima ou se distancia das ideias apresentadas no texto. Caso queiram, poderão completar suas respostas. A Importância da construção do texto coletivo Etapa 1 Inicie a conversa contando aos participantes que boa parte dos professores ainda hesita em elaborar um texto coletivo com seus alunos por considerar essa proposta uma tarefa muito complexa. No entanto, sabemos que essa etapa da sequência didática é fundamental para ensinar qualquer gênero textual. Assim, propomos nesta oficina uma reflexão mais detalhada sobre a produção coletiva de um texto. Para conhecer a experiência deles nesse procedimento, lance perguntas para o grupo: vocês costumam construir textos coletivos com seus alunos? Com quais objetivos? Que estratégias utilizam? Que dificuldades essa atividade traz? Para facilitar a discussão, à medida que os participantes vão apresentando as informações, organize-as em um quadro e, em seguida, analise os registros com o grupo.
  • 7. Objetivos Estratégias Dificuldades Etapa 2 A produção coletiva de um texto exige que o professor tenha não apenas o domínio da classe, mas, também, clareza da situação de comunicação e conhecimento do gênero em questão. Na tentativa de ajudá-los nessa tarefa, propomos a leitura do texto a seguir. A elaboração do texto coletivo pela turma, com auxílio do professor, é uma importante etapa da sequência didática no ensino de gêneros textuais. É nessa atividade que a turma organiza a síntese do aprendido nas oficinas anteriores, o que possibilita a cada aluno um avanço pessoal e particular no grau de aprendizagem realizado. Isto quer dizer que, ainda que eles estejam em diferentes momentos do domínio do conteúdo ensinado, a elaboração da síntese favorece a organização do que já foi aprendido e aponta os novos desafios. Esse trabalho atua na zona proximal do desenvolvimento cognitivo dos alunos, e a troca de informações entre estudantes de uma mesma turma permite que os colegas que estão em uma etapa mais avançada do conhecimento auxiliem o processo de aprendizagem dos demais e o seu próprio, pois aquele que ensina também aprende. A produção coletiva deve privilegiar a negociação entre professores e alunos e entre os próprios alunos. Trata-se da negociação sobre o que deve ser escrito, em que ordem deve ser escrito e como deve ser escrito, na produção textual que se instaura a capacidade de autoria. Aparecem diferentes pontos de vista e os alunos podem compreender que há vários modos de “acertar o tom” do texto e escolher o seu modo próprio de escrever. Para que o trabalho dê o resultado esperado, é preciso que ocorra de forma organizada, evitando a dispersão, comum em atividades mais longas. Por isso, o professor deve preparar-se para usar estratégias que mantenham a classe atenta por mais tempo. Se o professor tem aulas com duração menor do que uma hora, pode dividir esse trabalho em dois dias. Vale destacar que o professor não é o autor do texto, nem um mero “escriba”, aquele que se limita a transcrever a fala dos alunos. Ele pode e deve contribuir, questionando e dando orientações.
  • 8. DICAS Antes de iniciar a escrita do texto: - explique aos alunos a importância da escrita do texto coletivo; - recupere com eles a situação de comunicação e o roteiro dos aspectos próprios do gênero; - incentive a participação da turma por meio de perguntas; Durante a escrita do texto: - converse sobre o tema/assunto que será escrito; - decida com o grupo a melhor forma de iniciar o texto; - ouça as propostas dos alunos e ajude-os a transformar as ideias apresentadas (oralidade) em discurso escrito; - antes de escrever cada um dos parágrafos, releia o anterior com o grupo para ver se os parágrafos estão encadeados e faça as alterações necessárias; - prossiga o texto de modo que a organização da sequência de parágrafos não perca a unidade, a coesão e a coerência; - fique atento ao uso correto da pontuação; - escolha, com a turma, um título sugestivo para o texto; - ao final, transcreva o texto coletivo em papel pardo e combine com o grupo que ele será revisado e aprimorado posteriormente. Após a leitura socialize as impressões e reflexões. Retome então o quadro que montaram no início da oficina, perguntando: O que mais chamou sua atenção na leitura do texto? Que mudanças fariam em suas conclusões? O texto deu pistas e indícios para contornar algumas das dificuldades levantadas? A leitura do texto ajudou a pensar em novas estratégias para fazer uma produção coletiva com os alunos? A expressão zona proximal foi criada por Vygotsky, para designar, na evolução cognitiva das pessoas, as aprendizagens que elas conseguem realizar com auxílio de parceiros mais experientes no conteúdo a ser aprendido. Ela antecede a zona real do conhecimento apropriado, quando o aprendiz pode realizar a tarefa proposta sem ajuda. No caso da sequência didática, o momento da elaboração do texto individual, que revela a zona real de conhecimento do aluno, deve ser antecedido pela produção coletiva, um trabalho na zona proximal do conhecimento.
  • 9. ANEXO lII ESCOLA ESTADUAL ... ADAPTAR CONFORME A ESCOLA PROJETO PARA ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO “CABE NA MALA” Sugestão de sequência didática PÚBLICO ALVO: Alunos dos 1º e 2º anos RESPONSÁVEL: Professor regente LIVRO: CABE NA MALA GÊNERO: História AUTORA: ANA MARIA MACHADO E CLAUDIUS OBJETIVOS: - Desenvolver capacidades apropriadas a leitura e seu uso no cotidiano; - Reconhecer consciência fonológica; -Desenvolver o interesse e o gosto pela leitura; − Construir habilidades para apropriar-se das características do gênero textual e o suporte. JUSTIFICATIVA: − Alfabetizar e letrar alunos, tendo como fio condutor um livro literário, desenvolvendo as capacidades referentes ao Ciclo Inicial de Alfabetização. EIXO Desenvolvimento da oralidade CAPACIDADES -Participar das interações cotidianas em sala de aula: • Escutando com atenção e compreensão; • Respondendo as questões propostas pelo professor; • Expondo opiniões nos debates com os colegas e com o professor. I-Desenvolvimento e Apresentação da capa do livro Atividades de introdução Caixa de surpresa contendo um livro para que os alunos possam tentar adivinhar. Criar todo um clima de curiosidade. 1) O que vocês acham que tem dentro desta mala? 2) Se você for viajar, o que poderá levar nesta mala? 3) Eu também vou viajar. Mas na minha mala eu vou levar luvas. E você, o que vai levar? ( Só vale levar os objetos que cabem na mala, ou seja, objetos iniciados com a letra L ) 4) Assim que descobrirem que há um livro na mala, abrir o livro para os alunos e explorar bastante a capa. • Analisar o suporte do texto (livro): características, formatação, material, tamanho, cor, tipo de letra, utilidade social (inclusive na escola), etc.
  • 10. I - INTRODUÇÃO (Oralmente) • Pelo título, o que vocês acham que vai acontecer na história? • Vamos observar a ilustração da capa do livro; • Pela ilustração podemos imaginar qual é a história desse livro? • Que tipo de gênero textual é esse? • De acordo com a capa de que fala este gênero textual? • Que animais você acha que aparecem na história? • Onde você acha que acontece essa história? • Além das ilustrações, o que você pode observar na capa do livro? • Qual o nome da autora do livro? • Vamos ler o nome da história? • Identificar (todos ou um aluno de cada vez) a primeira e última palavra do título; • Identificar as letras do alfabeto nas palavras do título do livro. II- APRESENTAÇÃO DO CARTAZ A VACA VAI A VILA. O CAVALO VAI A VILA. a) Cole o primeiro cartaz no quadro; b) Vejamos o cartaz, vocês conseguem ler? c) Ler para os alunos identificando cada palavra com o dedo ou régua; d) Pedir para lerem junto com os professores; e) Levá-los a perceberem que há 2 frases neste cartaz; f) Identificar cada frase junto com os alunos; g) Contar quantas palavras tem no texto e também quantas palavras há em cada frase; h) Mostrar a pontuação (como termina cada frase); i) Observar as palavras iguais; j) Propor a contagem do número de letras que contém cada palavra. Mostrar que existem palavras que são representadas por poucas letras ( O, A, VAI); k) Quais palavras tem o mesmo número de letras? E de sílabas? l) Quais animais aparecem no texto? m) Quem sabe mostrar onde está escrito a palavra VACA e a palavra CAVALO; n) Aonde vão o cavalo e a vaca? III- ENTREGA DO TEXTO ( Cartaz) para cada aluno. a) Leitura pela professora apontando as palavras. b) As crianças acompanham apontando as palavras na sua folha. c) Leitura pelos grupos. d) Caça-palavra oral. Peça aos alunos para localizar no texto as palavras: VACA – CAVALO – VAI e) Conte o número de palavras, espaços, frases e letras.
  • 11. ATIVIDADES DE TRABALHO SISTEMÁTICO EIXO Leitura CAPACIDADES - Desenvolver atitudes e disposições favoráveis à leitura; -Desenvolver capacidades relativas ao código escrito especificamente necessárias à leitura: • Saber decodificar palavras e textos escritos; • Ler reconhecendo globalmente as palavras. • Desenvolver capacidades necessárias leitura com fluência e compreensão. IV- REMONTAGEM DOS CARTAZES 1- Texto fatiado no quadro 2- Texto fatiado para cada aluno e montar V – ANÁLISE ORAL DAS PALAVRAS VACA –CAVALO –VILA – VAI Exemplo: 1- VACA – formar a palavra com letras movéis; a- Nº de letras da palavra; b- Nome das letras que formam a palavra/fonemas; c- Letra inicial (outras palavras) / fonema inicial; d- Posição das letras e fonemas na palavra; e- VA-CA – formar palavras com sílabas movéis; f- VA – CA – sílabas orais (número); g- Sílabas escritas – registro no quadro: • 1ª sílaba ( outras palavras que começam pela sílaba); • 2ª sílaba ( outras palavras que começam pela sílaba); • Nº de sílabas. EIXO Compreensão e valorização da cultura escrita CAPACIDADES - Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produção e circulação da escrita na sociedade; -Conhecer os usos e funções sociais da escrita; - Desenvolver as capacidades necessárias para o uso da escrita no contexto escolar; -Saber usar os objetos de escrita presentes na cultura escolar; − Desenvolver capacidades específicas para escrever.
  • 12. VI – FORMAR PALAVRAS NOVAS A PARTIR DA PALAVRA VACA 1- Formar palavra com letras movéis; 2- Tirar a letra V e colocar as letras: J, M, P, F, T,S e ler as palavras formadas. Registrá-las no caderno; 3- Tirar a letra C e colocar as letras : S, L, V. Registrá-las no caderno; 4- Formar palavras novas a partir das sílabas movéis; 5- Formar palavras novas a partir das sílabas da palavra VACA Desenhar o 1º cartaz da história do livro. VII – ORGANIZAR COM A TURMA AS SÍLABAS E PALAVRAS ESTUDADAS. VIII- JOGOS • Chicotinho queimado: Um aluno sai da sala e a turma esconde a ficha de uma palavra. O aluno retorna a sala e terá de descobrir onde a ficha da palavra esta escondida. Ao se aproximar do esconderijo, a turma diz que o colega esta quente, ao se afastar-se, a turma diz que ele esta frio. Ao encontrar a ficha a turma diz: Chicotinho queimado! Ao encontrá-la, o aluno deverá lê-la automaticamente ou com a ajuda da turma. IX – CULMINÂNCIA: Os alunos do 1º ano deverão fazer o reconto do livro para a outra turma do 1º ano e os alunos do 2º farão para o outro 2º ano. (data final do projeto a combinar) X- RECURSOS: Livro, fichas, cartolinas, caixa surpresa. XI- AVALIAÇÃO: Acontecerá de forma contínua e em sequência observando o interesse, a participação nas atividades propostas e a compreensão das atividades.
  • 13. ATIVIDADES CABE NA MALA ANA MARIA MACHADO A VACA VAI À VILA. O CAVALO VAI À VILA. • COLORIR O ESPAÇO ENTRE AS PALAVRAS. • CIRCULAR OS PEDACINHOS VA. • COMPLETE AS PALAVRAS COM O PEDACINHO CA E LEIA. VA _______ ______VALO ______SA ______NETA ______MELO MA________CO
  • 14. ESCOLA ESTADUAL ________________________ 1 – COMPLETE O TEXTO COM AS PALAVRAS QUE FALTAM: CABE NA ___________________ ANA MARIA MACHADO A _________________ VAI À ________________. O _________________ VAI À _________________. 2- FORME PALAVRAS E LEIA: 1 CA 2 NE 3 DO 4 MA 5 LI 6 VA 7 CO 8 DE 9 DA 10 BO 11 LA 12 FE 13 VE 14 BI 15 PE 16 LO 1 + 6 + 16 ________________ 1O +16 ___________ 1 + 2 +1 _________________ 6 + 1 _____________ 1 + 14 + 8________________ 14 + 7 ____________ 7 + 1 +9 ________________ 10 + 2 ___________
  • 15. ESCOLA ESTADUAL ________________________ PARA CASA 1- COPIE DA FICHA NO CADERNO COM CAPRICHO E MUITA ATENÇÃO. a) A DATA: b) NOME DA ESCOLA: c) SEU NOME COMPLETO: d) NOME DA PROFESSORA: 2- FORME PALAVRAS E LEIA: 1 CA 2 NE 3 DO 4 MA 5 LI 6 VA 7 CO 8 DE 9 DA 10 BO 11 LA 12 FE 13 VE 14 SA 15 PE 16 LO 4 + 1+ 7 ____________________ 10 + 16 _______________ 1 + 6 + 16 ___________________ 1 + 14 _______________ 7 + 1 + 9 ___________________ 13 + 11 ______________ 12 + 5 + 15 __________________ 7 + 11 _______________ 3- RECORTE E COLE NO CADERNO 5 PALAVRAS COMEÇADAS COM A LETRA C, E LEIA.
  • 16. ESCOLA ESTADUAL ________________________ CABE NA MALA ANA MARIA MACHADO A VACA LEVA UMA MALA DE LONA. O CAVALO LEVA UMA MALETA DE PANO. • COLORIR O ESPAÇO ENTRE AS PALAVRAS. • CIRCULAR OS PEDACINHOS MA.
  • 17. ESCOLA ESTADUAL ________________________ 1 – COMPLETE O TEXTO COM AS PALAVRAS QUE FALTAM: ________________ NA MALA ANA MARIA MACHADO A _______________ LEVA UMA _______________ DE ________________. O __________________ LEVA UMA __________________ DE __________________. 2- FORME PALAVRAS E LEIA: 1 CA 2 NE 3 TE 4 MA 5 LE 6 VA 7 CO 8 DE 9 DA 10 BO 11 LA 12 PA 13 VE 14 TA 15 PE 16 NO 10 +2 +1________________ 4 + 11 ___________ 1 +6 +16 ______________ 6 + 1 ____________ 4 + 5 + 14 ______________ 12 + 16 ___________ 15 + 3 + 1 ______________ 10 + 11 ___________
  • 18. ESCOLA ESTADUAL ________________________ PARA CASA 1- COPIE DA FICHA NO CADERNO COM CAPRICHO E MUITA ATENÇÃO. a) A DATA: b) NOME DA ESCOLA: c) SEU NOME COMPLETO: d) NOME DA PROFESSORA: 2- FORME PALAVRAS E LEIA: 1 CA 2 NE 3 DO 4 MA 5 LE 6 VA 7 CO 8 DE 9 DA 10 BO 11 LA 12 FE 13 VE 14 SA 15 TA 16 LO 14 – 11 – 9 __________________ 7 – 11 _______________ 1 – 6 – 16 ___________________ 1 – 14 _______________ 4 – 5 – 15 __________________ 14 – 11 ______________ 10 – 2 - 7 __________________ 6 – 1 _______________ 3- RECORTE E COLE NO CADERNO 5 PALAVRAS COMEÇADAS COM A LETRA M, E LEIA.
  • 19. ESCOLA ESTADUAL ________________________ 1- COMPLETE AS PALAVRAS COM AS VOGAIS A – E – I – O – U E LEIA. V ___ C ___ M___ L ____ V ___ ___ V ___ L ____ L ___ V ___ L ____ N ____ C ___ V ___ L ____ M ____ L ____ T ____ 2) COMPLETE COM AS CONSOANTES:B-C-D-F-G-H-J-L-M-N-P-Q-R-S-T- U-V-X-Z E LEIA. ____ A ____ O _____ A _____ A ____ O ____ A _____ I _____ A ____ E ____A _____ A ____ A ____ O ____ A ____ A
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks