History

Pacote Técnico. Tomo 2 Especificações Técnicas- Rev.0 T06033/L-H31

Description
Pacote Técnico Tomo 2 Especificações Técnicas- Rev.0 T06033/L-H31 Companhia Espírito Santense de Saneamento - CESAN Elaboração do Plano Diretor de Esgotamento Sanitário da Região Metropolitana da Grande
Categories
Published
of 33
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
Pacote Técnico Tomo 2 Especificações Técnicas- Rev.0 T06033/L-H31 Companhia Espírito Santense de Saneamento - CESAN Elaboração do Plano Diretor de Esgotamento Sanitário da Região Metropolitana da Grande Vitória Nova Estação de Tratamento de Esgotos de Meaípe Pacote Técnico TOMO 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Nº CESAN: A ET-0001 Verificação CESAN Pierre Ana Maria R0 Revisão 0 Elise Ramos 18/12/2009 Candalaft Valsecchi rev. descrição execução verificação aprovação Data ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS E COTAÇÕES DE PREÇOS /ET/H001/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA GERAL /ET/HD002/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA FORNECIMENTO E MONTAGEM DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS /ET/H003/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA TUBULAÇÕES, CONEXÕES E ACESSÓRIOS /ET/HD004/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA VÁLVULAS /ET/HD005/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CONJUNTOS MOTO- BOMBAS /LM/HD006/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA COMPORTAS /LM/HD007/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CALHA PARSHALL /LM/HD008/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA GRADE MANUAL /LM/HD009/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA GRADE MECANIZADA /LM/HD010/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA DESARENADOR /LM/HD011/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CAÇAMBAS /LM/HD012/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA MONOVIAS E TALHAS /LM/HD013/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA MISTURADORES /LM/HD014/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA O SISTEMA DE AERAÇÃO DA FASE BIOLÓGICA DO TRATAMENTO /LM/HD015/R0 -ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA SOPRADORES DOS TANQUES DE AERAÇÃO /LM/HD016/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA MEMBRANAS /LM/HD017/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA REMOVEDORES DE LODO DOS ADENSADORES /LM/HD018/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CENTRÍFUGAS /LM/HD019/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CONTROLE DE ODOR /LM/HD020/R0 -ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA RASPADOR SUPERFICIAL DA CAIXA DE GORDURA /ET/EL001/R0 - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS DA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA FINAL DE ESGOTOS /ET/EL002/R0 - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS 1 APRESENTAÇÃO O presente volume constitui o Pacote Técnico do aditivo do Plano Diretor de Esgotamento Sanitário da Região Metropolitana da Grande Vitória, objeto do contrato nº 191/2006, firmado em 20/11/06 entre a CESAN Companhia Espírito Santense de Saneamento e o Consórcio Figueiredo Ferraz JNS. Este documento tem por objetivo apresentar o Pacote Técnico, em nível de Projeto Básico, da Estação de Tratamento de Esgotos de Meaípe, e é apresentado em dois volumes, quais sejam: Tomo 1 Pacote Técnico Memorial Descritivo e Orçamento. Tomo 2 Pacote Técnico - Especificações Técnicas As especificações técnicas apresentadas no Capítulo 2 têm como objetivo fixar as diretrizes básicas e gerais para o fornecimento de materiais e equipamentos hidromecânicos, elétricos e de instrumentação a serem instalados na ETE Meaípe. 4 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS E COTAÇÕES DE PREÇOS /ET/H001/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA GERAL OBJETIVO Esta especificação estabelece os requisitos mínimos que deverão ser observados na fase de fabricação, fornecimento de materiais, montagem, inspeção e testes para o fornecimento dos Materiais e Equipamentos a serem instalados nas obras de implantação da Nova Estação de Tratamento de Esgotos Sanitários de Meaípe. Esta especificação, juntamente com demais documentos a ela relacionados, estabelece os objetos e as condições técnicas gerais, sendo que qualquer equipamento, material ou serviço necessário ao desempenho do sistema, não especificado, deverá ser fornecido dentro das normas vigentes considerando o tipo e as condições de trabalho a que se destinam sem qualquer ônus adicional para a CESAN GENERALIDADES As unidades e instalações que estão previstas nas obras de implantação da Nova Estação de Tratamento de Esgotos Sanitários de Meaípe são as seguintes: Estação Elevatória Final de Esgoto Bruto; Linha de Recalque de Esgoto Bruto. Estação de Tratamento de Esgotos tipo Membrana de Ultrafiltração e Emissário Final de Esgoto Tratado ESCOPO DO FORNECIMENTO O fornecimento, que deve seguir a todas as orientações e diretrizes dos projetos e especificações técnicas, abrange, sem restringirem-se a eles, os seguintes itens da implantação das obras: Construção de todas as obras civis e instalações elétricas, eletro-mecânicas, hidráulico-mecânicas, de instrumentação e controle etc., incluindo as unidades, redes externas, sistema viário, paisagismo e etc., seguindo os respectivos projetos e especificações, com o fornecimento de todos os materiais e equipamentos necessários; Projeto de fabricação dos equipamentos e fornecimento de materiais; Detalhamento de montagem; Eventuais adaptações e ajustes dos projetos básicos para adequação às características dos equipamentos a serem fornecidos; Treinamento das equipes da CESAN; Assistência à CESAN na entrada em operação e na pré-operação das novas unidades por um período total de 120 dias e, 5 Outros. A implantação do conjunto de obras objeto deste Projeto Básico deverá seguir as diretrizes gerais e as definições dadas nos seguintes elementos componentes do projeto geral das obras: Projetos Hidráulico-Mecânicos; Projetos de Fundações e Estruturas; Projetos de Arquitetura e Urbanismo; Projetos de Elétrica, Instrumentação e Automação; Projetos de Drenagem; Projetos de Instalações Auxiliares e Especificações Técnicas. Todos os procedimentos detalhados e/ou descritos deverão ser obrigatoriamente efetuados sempre que discriminados e deverão atender integralmente as solicitações, sob pena de não aceitação do fornecimento. Os materiais a serem utilizados na fabricação dos equipamentos e acessórios são de responsabilidade do fabricante e deverão ser detalhadamente especificados na sua proposta de fornecimento. Todos os equipamentos, após a montagem e/ou instalação, estarão sujeitos a uma inspeção, teste e ensaios. As contratadas serão as responsáveis por prejuízos e/ou danos causados às estruturas já instaladas em decorrência da execução das obras NORMAS Todos os materiais e componentes do fornecimento deverão ser fabricados conforme as normas abaixo citadas, em suas últimas revisões, no que for aplicável. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas; ANSI American National Standards Institute; NEMA National Electrial Manufacturers Association; ASME American Society of Mechanical Engineers; 6 ASTM - American Society for Testing and Materials; HIS Hydraulic Institute Standards; ISO International Standards Organization; AGMA American Gear Manufacturers Association; AWS American Weldind Society; AISI American Iron and Steel Institute; AWWA American Water Works Association; DIN Deutsche Insdustrie Normen; SAE Society of Automotive Engineers; USASI United States of American Standards Institute; IEC International Electrotechnical Commission; SSPC Steel Structures Painting Council; NEC National Electrical Code; IEEE Institute of Electrical and Eletronic Engineers e ISA - The Instrumentation, System, and Automation Society. Normas diversas poderão ser aceitas desde que sejam comprovadas suas similaridades com as citadas, sejam reconhecidas internacionalmente e sejam aprovadas pela CESAN. Em caso de conflito entre as normas citadas a decisão final caberá à CESAN CARACTERÍSTICA TÉCNICAS E CONSTRUTIVAS ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO BRUTO E LINHA DE RECALQUE Os esgotos coletados da Região de Meaípe no município de Guarapari, afluentes a Estação de Tratamento existente, após implantação das obras da nova ETE, e através da Estação Elevatória Final de Esgoto Bruto, localizada na área da atual ETE, e sua Linha de Recalque, serão recalcados para a nova ETE Meaípe. As vazões de dimensionamento da Elevatória para fim de plano (2035) são: Vazão média: 76,13 L/s; 7 Vazão máxima diária: 89,50 L/s; Vazão máxima horária: 129,61 L/s e Capacidade a ser considerada: 129,61 L/s. As características da Linha de Recalque calculadas para fim de plano (2035) são: Comprimento da linha: 3,5 Km; Diâmetro da linha: 400 mm; Vazão considerada: 129,61 L/s; Velocidade: 1,03 m/s e Perda de Carga 0,0030 m/m ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS E EMISSÁRIO FINAL O corpo receptor dos efluentes tratados da Nova Estação de Tratamento de Esgotos de Meaípe é o Rio Sarimoré. Por tratar-se de um rio com Q 7, 10 reduzida, o processo de tratamento escolhido foi o por Membranas de Ultrafiltração. Desta forma as exigências do IEMA e das Resoluções do CONAMA cabíveis, são atendidas satisfatoriamente. As etapas do tratamento da fase líquida são: Tratamento Preliminar; Acumulação / Equalização; Produtos Químicos; Mistura; Aeração; Ultrafiltração e Lançamento. As etapas do tratamento da fase sólida são: Adensamento Desidratação e Disposição Final. As características do Emissário Final são: Comprimento: 200 m e Diâmetro: 400 mm. 8 Informação a Respeito do Esgoto Afluente à ETE A tabela a seguir apresenta as características do esgoto afluente à Estação de Tratamento de Esgotos a de Meaípe: Características Afluente Vazão de projeto 0,076 m 3 /s Concentração de DBO Carga orgânica DBO 300 mg/l 1,973 ton/dia Relação DQO/DBO 2 Concentração de DQO Concentração de SST Carga sólida total (SST) 600 mg/l 300 mg/l 1,97 tom/dia Relação SSV/SST 0,78 Concentração de SSV Carga sólida de SSV Concentração de N(NTK) Carga de N(NTK) Concentração de fósforo Carga de fósforo + Concentração de NH 4 Concentração de fósforo (Pt) no efluente 234 mg/l 1,54 ton/dia 50 ton/dia 0,33 ton/dia 10 mg/l 0,07 ton/dia 3,70 mg/l 0,05 mg/l Característica Esperadas do Esgoto Tratado As características qualitativas esperadas para o esgoto tratado na Estação de Tratamento de Meaípe a ser instalada são apresentadas no quadro a seguir: Efluente do tratamento DBO (ton/dia) 0,01716 SST (ton/dia) 0,02201 SSV (ton/dia) 0,15877 Vazão (m3/s) 0,07601 NH4/L (ton/dia) 0,01881 Fósforo (ton/dia) 0, Lodo desidratado Teor de sólidos da torta (%) - Captura de sólidos (%) - SST (ton/dia) 1,99 SSV (ton/dia) 1,55 Produção de torta (dens=1) (m 3 /s) 0, N(NH4) (ton/dia) 0, Fósforo (ton/dia) 0, PROPOSIÇÕES DE ALTERAÇÕES AOS PROJETOS O projeto de instalação da Nova ETE Meaípe teve como diretriz principal a adoção de tecnologias que atendam aos objetivos ambientais e econômicos determinados pela CESAN e pelo Plano Diretor de Esgotamento Sanitário da Região Metropolitana da Grande Vitória. As especificações contidas no projeto básico e no pacote técnico são resultado da adoção de um conjunto de estudos e tecnologias considerados adequados, à luz dos objetivos acima citados. Cabe, entretanto, reconhecer a possibilidade de aperfeiçoamento do que foi projetado, respeitada a concepção geral adotada e parâmetros de desempenhos definidos em projeto. A CESAN caberá aceitar ou rejeitar alterações propostas e em qualquer caso, as modificações de projeto decorrentes serão de inteira e exclusiva responsabilidade da contratada. Caso hajam ajustes a serem feitos, estes não alterarão o valor do contrato. Todos os fornecimentos previstos neste pacote técnico deverão estar vinculados a garantias de funcionalidade e durabilidade por um período minimo de dois anos para equipamentos, tubulações, peças e acessórios, a contar do recebimento dos mesmos. Devem ser formalmente garantidas condições plenas de fornecimento de peças e assistência técnica para os sistemas implantados por período de pelo menos cinco anos, após vencidas as garantias obrigatórias. 10 VERIFICAÇÃO DO DESEMPENHO DAS UNIDADES A IMPLANTAR As unidades serão garantidas quanto a possuírem a capacidade requerida, quando operando nas condições especificadas e desempenho necessário. Os fornecedores devem garantir o rendimento global de cada unidade conforme declarado em suas propostas. As garantias serão para operação dos equipamentos nas capacidades nominais para as condições de projeto especificadas. Os fornecedores deverão garantir o atendimento das exigências da legislação federal em vigor tanto no que diz respeito ao padrão de emissão quanto no tocante à classe em que se encontra enquadrado o corpo receptor (classe 2): TRATAMENTO BIOLÓGICO O funcionamento dos tanques de aeração tem com objetivo alvo a introdução de oxigênio no sistema, propiciando o desenvolvimento de bactérias aeróbias que irão digerir a matéria orgânica carbonácea, expressa pela DBO 5 e Sólidos em Suspensão Total (SST) ULTRAFILTRAÇÃO O funcionamento das membranas tem como objetivo a retenção de macromoléculas (sólidos em suspensão microorganismos) por diferença de pressão, através dos poros da membrana PADRÃO DE EMISSÃO Os fornecedores deverão garantir o padrão de lançamento como segue: As resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, CONAMA nº 357 de 2005 e nº 397 de 2008 determinam para uma série de poluentes as concentrações máximas permitidas nas águas naturais após o lançamento de efluentes de esgoto. Os efluentes de qualquer fonte poluidora somente poderão ser lançados, direta ou indiretamente, nos corpos de água desde que obedeçam às seguintes condições: ph entre 5 a 9; Temperatura: inferior a 40 C, sendo que a variação de temperatura do corpo receptor não deverá exceder a 3ºC na zona de mistura; Materiais sedimentáveis: até 1 ml/litro em teste de 1 hora em cone Imhoff. Para o lançamento em lagos e lagoas, cuja velocidade de circulação seja praticamente nula, 11 os materiais sedimentáveis deverão estar virtualmente ausentes; Regime de lançamento com vazão máxima de até 1,5 vezes a vazão média do período de atividade diária do agente poluidor; Óleos e graxas: óleos minerais até 20 mg/l óleos vegetais e gorduras animais até 50 mg/l; Ausência de materiais flutuantes; Valores máximos admissíveis das seguintes substâncias: Arsênio total: Bário total: Boro total: Cádmio total: Chumbo total: Cianetos total: Cobre dissolvido: Cromo total: Estanho: Ferro dissolvido: Fluoreto total: Manganês dissolvido: Mercúrio total: Níquel total: Nitrogênio amoniacal total Prata total: Selênio total: Sulfeto: Zinco total: Clorofórmio : Dicloroeteno: Fenóis totais (substâncias que reagem com 4- aminoantipirina) Tetracloreto de Carbono: Tricloroeteno: 0,5 mg / L As 5,0 mg / L Ba 5,0 mg / L B 0,2 mg / L Cd 0,5 mg / L Pb 0,2 mg / L CN 1,0 mg / L Cu 0,5 mg / L Cr 4,0 mg / L Sn 15,0 mg / L Fe 10,0 mg / L F 1,0 mg / L Mn 0,01 mg / L Hg 2,0 mg / L Ni 20,0 mg / L N 0,1 mg / L Ag 0,30 mg / L Se 1,0 mg / L S 5,0 mg / L Zn 1,0 mg / L 1,0 mg / Ll 0,5 mg / L C 6 H 5 OH 1,0 mg / L 1,0 mg / L 12 Essas resoluções do CONAMA também classificam os corpos d água conforme a qualidade de suas águas e define para quais usos são adequados. Os limites estabelecidos para atendimento à classe 2, caso do Rio Sarimoré, estão relacionados abaixo: DBO 5,20 5 mg / L O 2 ; OD 5 mg / L O 2 ; Nitrogênio Amoniacal Total: 3,7 mg / L N, para ph = 7,5 (esgoto urbano); Fósforo Total: 0,1 mg / L, em ambiente lótico e tributário de ambientes intermediários; até 0,030 mg / L N, em ambiente lêntico; até 0,050 mg / L N em ambiente intermediário e Coliformes termotolerantes 1000 coliformes /100 ml PROCEDIMENTO PARA VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA O procedimento para a verificação da eficiência da fase de tratamento biológico será feito como segue: Os testes necessários para verificação da eficiência serão desenvolvidos por um período mínimo de 120 (cento e vinte) dias, sendo a data inicial escolhida de comum acordo entre a CESAN e o fornecedor. A eficiência da fase do tratamento biológico será verificada através de análises físico-químicas de amostras diárias, composta ao longo de 24 horas, tomadas no canal de alimentação de cada tanque de aeração. A eficiência dos das membranas será verificada através de análises físico-químicas de amostras diárias, composta ao longo de 24 horas, tomadas no canal de efluente dos tanques de membranas. As análises envolverão as determinações de DBO, SST, NH4+-N e NO3 N, tanto para o esgoto afluente ao tanque de aeração como ao esgoto efluente dos tanques de membrana. As análises deverão ser realizadas de acordo com a última revisão do Standard Method for the Examination of Water and Wastewater. Para o tratamento biológico, as médias de remoção de DBO e SST e dos teores de NH 4 + -N e NO 3 N, os valores diários não deverão acusar; resultados inferiores a 80% de remoção de DBO e 70% de remoção de SST; e resultados superiores a 20 mg / L de NH 4 + -N e de 20 mg / L de NO 3 - -N, para um período de 5 (cinco) dias consecutivos. Para a etapa de ultrafiltração por membranas, as médias de remoção de DBO e SST e dos teores de NH 4 + -N e NO 3 N, durante o período de testes, deverão estar de acordo com a eficiência requerida e valores estabelecidos. Além da garantia relativa à eficiência de processo do conjunto dos seus equipamentos, as contratadas deverão igualmente garantir o desempenho eletromecânico, de acordo com as 13 condições de operação previstas ENTREGA DAS OBRAS Após montagem, comissionamento e testes (START UP) dos sistemas, deverão ser previstos, com pagamento para os serviços de pré-operação, compondo-se de, no mínimo, os seguintes serviços e produtos: Pré-operação dos sistemas por em período mínimo de 90 (noventa) dias, extensível a 120 (cento e vinte) dias, período em que a Contratada deverá dispor de número suficiente de operadores e fornecer os insumos (óleo diesel para gerador, produtos para odores, polímeros, seguros para sinistros etc.). Neste período a CESAN deverá acompanhar de forma assistida aos serviços realizados; Durante o período de pré-operação, a contratada deverá realizar a manutenção dos sistemas com equipe disponibilizada em até 24 (vinte e quatro) horas da abertura do chamado/ocorrência; Ao término da pré-operação, a contratada deverá entregar os seguintes produtos: Data book de todos os equipamentos e sistemas; As Built digital e impresso em 3 (três) vias civl, hidromecânico, elétrica e automação; Manuais de operação devidamente aprovados pela equipe da CESAN operacional; Relatórios de ensaios elétricos, mecânicos, hidrostáticos, segurança etc para todos os sistemas; Documentação necessária para atendimento da NR 10 e NR 13; Laudos e liberações para Segurança do Trabalho (ex: bombeiros); Relação de sub fornecedores com respectivos prazos contratuais para garantia dos equipamentos montados no projeto; Relação de treinamentos devidamente registrados junto às equipes operacionais; Certificados de calibração de instrumentos; Estudos de seletividade e graduação de relés; Para o recebimento provisório e definitivo, a contratada deverá realizar em conjunto com a CESAN, as seguintes etapas: 14 Recebimento Provisório: i. Realizar no período da pré-operação, 6 (seis) reuniões técnicas quinzenais com a fiscalização do Contrato e Operação da planta relatando o andamento dos serviços, dificuldades técnicas apresentadas e ajustes necessários ao atendimento do projeto; Recebimento Definitivo: i. Ao término do período de pré-operação, realizar reunião de fechamento com a fiscalização e operação da planta para entrega dos produtos descritos no item 3 a e em caso de aprovação final da CESAN, emitir um Recebimento Definitivo de Obras; ii. Ao término do período de pré-operação caso não seja aceito pela CESAN as condições do item anterior, a contratada deverá realizar as devidas correções/ajustes no sistema no prazo máximo de 30 (trinta) dias e submeter a nova aprovação da CESAN, neste período a contratada deverá manter seu efetivo determinado para a pré-operação dos sistemas nas condições dos itens 1 e 2, sem ônus a CESAN. 15 /ET/HD002/R0 - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA FORNECIMENTO E MONTAGEM DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS OBJETIVO Esta especificação tem por objetivo fixar as diretrizes básicas e gerais para o fornecimento e montagem de materiais e equipamentos a serem instalados nas obras de implantação da Nova Estação de Tratamento de Esgotos Sanitários de Meaípe. Esta especificação, juntamente com demais documentos a ela relacionados, estabelece os objetos e as condições técnicas gerais, sendo que qualquer equipamento, material ou serviço necessário ao desempenho do sistema, não especi
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks