Slides

Polias e Correias

Description
1. POLIAS E CORREIAS Prof. Elton Ricardo 2. Polia ã Polias são elementos mecânicos circulares, com ou sem canais periféricos, acoplados a eixos motores e movidos por…
Categories
Published
of 34
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. POLIAS E CORREIAS Prof. Elton Ricardo
  • 2. Polia • Polias são elementos mecânicos circulares, com ou sem canais periféricos, acoplados a eixos motores e movidos por máquinas e equipamentos. • As polias, para funcionar, necessitam da presença de vínculos chamados correias.
  • 3. Polia Polia que recebe movimento e força é a polia movida ou conduzida. Os materiais empregados na confecção de uma polia são: Ferro fundido; Ligas leves; Aços; Materiais sintéticos.
  • 4. Tipos As polias são classificadas como: • Polia de aro plano;
  • 5. Tipos • Polia de aro abaulado;
  • 6. Tipos • Polia escalonada de aro plano;
  • 7. Tipos • Polia escalonada de aro abaulado;
  • 8. Tipos • Polia com guia;
  • 9. Tipos • Polia em "V" simples;
  • 10. Tipos • Polia em "V" múltipla;
  • 11. Tipos • Polia para correia dentada;
  • 12. Tipos • Polia para correia redonda.
  • 13. Cuidados com as polias As polias, para funcionarem adequadamente, exigem os seguintes cuidados: • não apresentar desgastes nos canais; • não apresentar as bordas trincadas, amassadas, oxidadas ou com porosidade; • apresentar os canais livres de graxa, óleo ou tinta e corretamente dimensionados para receber as correias.
  • 14. Cuidados com as polias
  • 15. Alinhamento de polias É recomendável, para fazer um bom alinhamento, usar uma régua paralela fazendo-a tocar toda a superfície lateral das polias.
  • 16. Correias As correias mais usadas são planas e as trapezoidais. A correia em “V ou trapezoidal é inteiriça, fabricada com seção transversal em forma de trapézio. É feita de borracha revestida de lona e é formada no seu interior por cordonéis vulcanizados para suportar as forças de tração.
  • 17. Correias
  • 18. Correias O emprego da correia trapezoidal ou em “V” é preferível ao da correia plana porque: • praticamente não apresenta deslizamento; • permite o uso de polias bem próximas; • elimina os ruídos e os choques, típicos das correias emendadas (planas).
  • 19. Padronização
  • 20. Correia Dentada
  • 21. Transmissão Sentido direto de rotação - a correia fica reta e as polias têm o mesmo sentido de rotação;
  • 22. Transmissão Sentido de rotação inverso - a correia fica cruzada e o sentido de rotação das polias inverte-se;
  • 23. Transmissão Transmissão de rotação entre eixos não paralelos.
  • 24. Ajuste das correias
  • 25. Relação de transmissão Na transmissão por polias e correias, para que o funcionamento seja perfeito, é necessário obedecer alguns limites em relação ao diâmetro das polias e o número de voltas pela unidade de tempo.
  • 26. Relação de transmissão
  • 27. Problemas de transmissão • Manutenção inadequada de transmissão (40 %)
  • 28. Problemas de transmissão • Instalação inadequada das correias e polias (15 %);
  • 29. Problemas de transmissão • Transmissão mal dimensionada (15 %);
  • 30. Problemas de transmissão • Fatores ambientais (15 %);
  • 31. Problemas de transmissão • Armazenamento e manejo inadequado das correias (10 %)
  • 32. Problemas de transmissão • Defeito de fabricação de algum dos componentes de transmissão (5 %).
  • 33. Aumento da vida útil 1) Utilize jogos novos de correias do mesmo fabricante; 2) Remova das polias óleo, graxa, tinta, ferrugem, etc. além de qualquer aspereza existente; 3) Verifique e corrija eventuais desgastes nas polias (as faces deverão estar lisas); 4) Faça também a verificação de outros componentes, como lubrificação, rolamento e chavetas; 5) Afrouxe todo sistema do esticador; 6) Não utilize ferramentas como alavanca. Deixe as correias entrarem naturalmente no canal;
  • 34. Aumento da vida útil 7) Alinhe-se as polias e certifique-se do paralelismo dos eixos; 8) Tensionamento: (a) Funcione manualmente uma ou duas voltas; (b) Faça trabalhar durante 5 min, tornando a tensioná-las; (c) Repita esta operação aos 30 min, 1 h e 3 h após a instalação; (d) Observe-as durantes as primeiras 48 h, retensionando-as caso necessário.
  • Molas

    Aug 4, 2018
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks