Slides

Prova ps 2011_2[1]

Description
1. UN NIVERSSIDADE DO ES E STADO DO PAR D RÁPRO OSEL 20 / PR 011 RISE SUUBPROGGRAMA XIII A 2 ETAPA 2ª BOLE ETIM DE QUEST S Q TÕES N LEIA, COM ATENÇÃO AS SEGUI M O,…
Categories
Published
of 21
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. UN NIVERSSIDADE DO ES E STADO DO PAR D RÁPRO OSEL 20 / PR 011 RISE SUUBPROGGRAMA XIII A 2 ETAPA 2ª BOLE ETIM DE QUEST S Q TÕES N LEIA, COM ATENÇÃO AS SEGUI M O, INTES INST TRUÇÕES 1. Este Boletim de Questões é constituído de d 9. É ter rminantement te proibida a comunicaç ção 60 6 questões objetivas. o entre candidatos. A ATENÇÃO 2. V Você receberá também, á, um CARTÃ ÃO- 10. Qua ando for m marcar o Cartão-Respos C sta, RESPOSTA destinado à R d marcação das d proceda da seguint maneira: te re espostas. a) Faç uma revisã das alterna ça ão ativas marcaddas 3. C Confira seu noome, número de inscrição na no Boletim de Qu uestões. parte superior do CARTÃO--RESPOSTA queq sinale, b) Ass inicia almente, no Boletim o de você recebeu. Queestões, a alte ernativa que julgar corre eta, par depois ma ra arcá-la no Cartão-Respos C sta 4. N No caso de não coincidi r seu nome e definitivamente. número de insscrição, devol va-o ao fisca e al c) Marrque o Cartã ão-Resposta, usando cane eta peça-lhe o seu. Se o seu cartão não for esfe erográfica co om tinta azul ou pre a eta, encontrado, so olicite um caartão virgem, o , preenchendo c completamente o círculo que não prejudicará a co orreção de suas correspondente à alternativa escolhida pa ara prova. cad questão. da 5. A Após a confer rência, assine seu nome no e d) Ao marcar a alt ternativa do Cartão-Respos C sta, espaço corre espondente do CARTÃÃO- faça a-o com cuid dado, evitando rasgá-lo ou RESPOSTA, utilizando cane R eta esferográf fica furá á-lo, tendo a atenção para não ultrapass sar de tinta preta ou azul. o os limites do círc culo. Marque certo o seu cartão como indicado: u o 6. Para cada um das quest ma tões existem 5 m cinco) alterna (c ficadas com as ativas, classif CERTO le etras a, b, c, d, e. Só uma respon c nde e) Alé ém de sua resposta e assinatura, n nos co orretamente ao quesito proposto. Vo ocê loca indicados, não marque nem escre ais , eva deve marcar no Cartão-R Resposta apen nas mais nada no Caartão-Resposta a. uma letra. Marcando mais de uma, vo s ocê 11. Releia estas inst truções antes de entregar a s r anulará a questão, mesm que uma das mo d prova. marcadas m co orresponda à alternat tiva 12. Asssine a lista de presença, na lin a nha co orreta. correspondente, o seu nom me, do mesm mo 7. O CARTÃO-R RESPOSTA n não pode ser modo como foi assinado no seu documen nto dobrado, nem amassado, ne rasgado. em de identidade. LEMBRE-SE BO PROVA! OA 8. A duração de esta prova é de 5 (cinc co) horas, iniciando às 8 ( (oito) horas e te erminando às 13 (treze) h oras. PROGRAD – Pró-Reitoria de Graduaç a exto 1 para elém – Paráàs questões de ção Leia o Te Beresponder à DAA – Diretoria de Aces sso e Avaliaç ção Noveembro de 20010
  • 2. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁLeia o Texto I para responder às questões de 1 a 7. 2. Dois aspectos importantes sobre a condição humana, o universal e o local, expressos nas Texto I seguintes afirmativas: JARI 1967: ATRÁS DE CELULOSE, UM I. O universal revela a impotência, o BILIONÁRIO AMBICIOSO BOTOU A SELVA imobilismo, as perdas que a passagem do ABAIXO. FOI VENCIDO POR ELA E PELAS tempo impõe aos seres humanos, nas DÍVIDAS diferentes fases da vida. Foi uma surpresa quando, em 1967, o II. O local revela a transitoriedade da vida e empresário americano Daniel Ludwig se tornou do sofrimento como constitutivo do ser proprietário de um dos maiores imóveis rurais do humano, independente do espaço e da planeta – quase um novo Sergipe, entre Pará e condição econômica em que vive. Amapá. Depois de acumular US$5 bilhões com a construção de navios e transporte de petróleo, o III. A compreensão do projeto Jari requer empresário pretendia erguer um polo agropecuário, mobilizar aspectos internos, portanto, trocando a selva por lavoura – o plano que já falhara local, e externos, ou seja, universal, ao com Ford. texto. Mas, enquanto a Fordlândia foi erguida sem IV. Os significados desses aspectos do texto interferências, o projeto Jari vivia sob suspeita: esquerda e ditadura se uniam nos receios sobre a estão circunscritos à situação política do soberania nacional. O empreendimento chegou até a Brasil de 1967, portanto, local, cuja ser visitado por uma CPI – como sempre, esquerda receava a perda da soberania inconclusiva. nacional. A vastidão do projeto chamava mesmo a De acordo com as afirmativas acima, a atenção. Em uma região sem infraestrutura alternativa correta é: nenhuma, Ludwig mandou construir portos, uma ferrovia, 9 mil quilômetros de estradas. Fez mais: a I e IV trouxe de barco, do Japão, uma usina termelétrica e b III e IV uma fábrica de celulose. Em 1978, ambas foram rebocadas por 25 mil quilômetros em 53 dias, numa c II e III meia-volta ao mundo que ficou famosa na época. d II e IV Gastos extravagantes como esse, no entanto, escondiam falhas de planejamento. A equipe de e I e III Ludwig parecia ignorar que o solo da Amazônia é pobre. Só vingou o plantio de árvores para a 3. O projeto Jari gerou uma cidade, Beiradão, que produção de celulose. até hoje é uma favela sobre palafitas. Com esta Além disso, não houve preparo para o afirmativa presente no texto, é correto afirmar deslocamento populacional que o projeto fatalmente que: causaria. O Jari gerou uma cidade, Beiradão, até hoje uma favela sobre palafitas. Como a ilha da a a infraestrutura montada pelo projeto Jari, Inocência na Fordlândia, ela provia a diversão no seu início, também atendia aos noturna na qual os funcionários investiam boa parte requisitos básicos de sustentabilidade, do salário. Mal alojados, os trabalhadores sofriam viabilidade econômica e bem-estar social. com más condições sanitárias e surtos de meningite. b a responsabilidade social, o respeito à vida, Com tudo dando errado, Ludwig enroscou-se na àquela altura, não eram considerados uma própria teia financeira. Ele ergueu o Jari à base de obrigação dos grupos empresariais no empréstimos, mas não conseguiu fazer o seu empreendimento dar lucro a tempo de honrá-los. momento de implantação e Sem opção, caiu fora em 1982. desenvolvimento de seus projetos. Mas o megaprojeto não virou ruína turística c os projetos agroindustriais, como o Jari, como o de Ford. Desde 2002 controlada pelo grupo àquela altura, sempre apresentaram Orsa, a Jari Celulose se mostrou viável e sustentável estudos avançados de execução e – em 2004, foi certificada pelo Forest Stewardship envolvimento viável de seus recursos Council, uma ONG que atesta o bom manejo de humanos. florestas. (In: Revista Superinteressante. Ed. 274. Jan/2010) d os investimentos em mão-de-obra e seu manejo sempre foram prioridade em1. O projeto Jari apresentou resultados negativos projetos agroindustriais como o observado em função: na implantação do projeto Jari. a da construção de uma termelétrica na área e as relações entre a natureza e o ser do projeto não concluída. humano, durante a implantação do projeto b da pressa por resultados imediatos e do Jari, foram marcadas pelas análises mais acúmulo de dívidas do empreendimento. concretas sobre responsabilidade social e ecossistemas viáveis. c da implantação do projeto sem as devidas credenciais do governo brasileiro. d do transporte de trabalhadores dentro da área do projeto que se verificou inviável. e de problemas relativos à soberania nacional na área do projeto. UEPA PROSEL – 2ª Etapa / PRISE - Subprograma XIII Pág. 2
  • 3. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ4. A grandiosidade do Jari manifestava-se por ser 5. A leitura da expressão “Foi vencido por ela e a região desprovida de qualquer infraestrutura pelas dívidas”, aliada à leitura completa do e foi necessária a construção de portos, ferrovia texto, significa que: e nove mil quilômetros de estradas. Ali, Ludwig a a concretização de um megaprojeto planejava instalar um projeto de depende de recursos financeiros, originados reflorestamento, antevendo o aumento da de empréstimos bancários. necessidade mundial por celulose. Entretanto, as pretensões do projeto para se estender à b a área do megaprojeto era quase a do mineração, pecuária e agricultura, àquela estado de Sergipe, ou seja, uma área altura, geraram críticas de ambientalistas. Além muitíssimo extensa e, portanto, difícil de disso, acerca do projeto Jari, afirma-se que: ser estruturada. a em 2000, sem apresentar resultados, c a extensão da área dificultou a Ludwig abandonou o projeto. As operacionalização do projeto, além de a negociações envolveram o Banco da falta de recursos financeiros inoperalizar a Amazônia e um pool de empresas continuação do mesmo. controladas pelo governo brasileiro. Até aí d a cidade Beiradão foi um dos fatores que Ludwig declarava haver gasto no Jari 863 impossibilitaram a continuação do projeto, milhões de dólares, atualizados em 1991 já que não havia infraestrutura adequada para 1,15 bilhão. para os trabalhadores. b sofreu intervenção do governo militar e havia muitas onças na área de brasileiro, que, em 1986, assumiu a implementação do projeto e, por isso, o administração do mesmo e vem propiciando governo federal, além de suspender o o desenvolvimento das vendas de produtos incentivo financeiro, proibiu os engenheiros agrícolas na região conhecida como Laranjal de continuarem a obra. do Jari. c o grupo empresarial de Daniel Ludwig 6. Julgue as afirmativas que seguem: resolveu abandonar, em 1983, o projeto em I. O projeto Jari criou uma dívida social para função dos problemas com o abastecimento com o povo brasileiro, gerada pelo enclave e controle de pessoal, além de onerosas de uma indústria em plena selva instalações para redimensionar a produção amazônica. de papel e celulose. d o grupo da Jari Celulose tem investido, II. Ao longo dos anos, a imagem positiva do desde 2000, em novas tecnologias para o projeto cresceu tanto nacional como plantio de agricultura rentável e internacionalmente, o que se somou ao autossustentável, além de desenvolver sucesso econômico do empreendimento controle de extração de variados minerais devido ao desmembramento dos objetivos redimensionando a produtividade na área do projeto. do projeto Jari. III. A calamitosa situação ambiental e social e o grupo ORSA reestruturou o endividamento provocada pelo majestoso do projeto Jari, assumiu o controle acionário empreendimento passou a ser o grande da Jari Celulose e vem batendo recordes de desafio para o governo militar que produção e vendas de celulose, além de assumiu o projeto. certificações do uso da madeira IV. Sob a nova liderança, o projeto acabou industrializada, o que mostra a viabilidade e sendo economicamente sanado, pois a sua sustentabilidade desde 2001. sustentabilidade passou a ser garantida com a introdução de nova espécie vegetal, no caso, o eucalipto, que foi geneticamente adaptado à região. V. A dimensão geo-econômica do projeto obrigou a iniciativas políticas, que resultaram na passagem do empreendimento para empresários estrangeiros que investiram em responsabilidade social. De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é: a I e IV b II e V c I e III d II e IV e III e V UEPA PROSEL – 2ª Etapa / PRISE - Subprograma XIII Pág. 3
  • 4. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ7. Sobre o título: JARI 1967: ATRÁS DE 9. A responsabilidade social é um dos caminhos CELULOSE, UM BILIONÁRIO AMBICIOSO mais seguros para garantir tanto o equilíbrio BOTOU A SELVA ABAIXO. FOI VENCIDO POR dos ecossistemas quanto a sustentabilidade dos ELA E PELAS DÍVIDAS, é correto afirmar que: grupos humanos de uma nação. Quando isso é desrespeitado e uma parcela da população vê- I. No processo de desmatamento da floresta, se explorada, costumam ocorrer convulsões o bilionário ambicioso não se comportou internas graves que ameaçam o equilíbrio como um ser sociorracional, já que, para social. Com base nessas reflexões, assinale o adquirir fortuna, não levou em conta a fragmento, extraído das leituras do vestibular, biodiversidade do meio. que pertence à obra na qual o assunto contém II. Desde sua implantação na selva fatos relativos a uma dessas convulsões. amazônica, o projeto Jari acumulou a Em 1832, os principais habitantes de Vila insucesso, pois a ambição de seu mentor Velha eram portugueses ou brasileiros do foi maior que seu poder de sensatez. tempo do rei velho, que se não haviam III. Ocorre aumento de concentrações de CO2 ainda familiarizado com o novo regime e na atmosfera, o que provoca mudanças na detestavam todo e qualquer movimento composição química e na dinâmica física contra a legalidade estabelecida (...) na terra. b MARIA – (...) Que é do romance que me prometestes? Não é o da batalha (...) é o IV. No início do projeto, mesmo com o outro, é o da ilha encoberta onde está El-rei desmatamento, houve progresso na D. Sebastião, que não morreu(...) região, que ocorreu a partir de um c Na fazenda de Leôncio, havia um grande planejamento detalhado de implantação salão toscamente construído, sem forro da cidade construída para os nem soalho, destinado ao trabalho das trabalhadores do projeto. escravas, que se ocupavam em fiar e tecer V. Por trás da ambição do milionário, há a lã e algodão. oferta de melhoria de condição de vida, d (...) lá dentro as pretas espalhavam o sono assim como a abertura de um processo contando anedotas, e diziam, uma ou outra sustentável, pois a floresta derrubada vez, impacientes: seria replantada. - Sinhá velha hoje deita tarde como diabo! e Um dia encontrei-a ao lado de uma preta, De acordo com as afirmativas acima, a que levava ao colo uma criança de cinco a alternativa correta é: seis meses. a IeV 10. Você lerá a seguir trechos de obras extraídos b II e III das leituras do vestibular. Compare-os, e c I e II marque a opção em que se sugere uma técnica de produção agrícola de uma época em que o d III e IV meio ambiente ainda não estava degradado e I e IV pelo uso de recursos energéticos poluentes. a No fértil e opulento município de Campo de Goitacases, à margem do Paraíba (...) havia8. Desequilíbrios no ecossistema têm produzido uma linda e magnífica fazenda. mazelas, tais como as pestes, que dizimaram b O moinho era dum alto pitoresco, com sua parcelas consideráveis da população humana ao velha edificação de pedra secular, a sua longo da História. No enredo de uma das roda enorme, quase podre, coberta de leituras do vestibular, uma situação deste tipo ervas, imóvel sobre a gelada limpidez da força uma das personagens a agir de forma água escura. patriótica, o que terá repercussões importantes c MARIA – (entrando com umas flores na no desenvolvimento da trama. Assinale a opção mão, encontra-se com Telmo e o faz tornar que contém o nome da personagem e da obra para a cena) – Bonito! Eu há mais de meia em que isso ocorre. hora no eirado* passeando – e sentada a a Paulo da Rocha – O Rebelde olhar o rio a ver as faluas* e os bergantins* b Conrado Seabra – Capítulo dos Chapéus (...) e o senhor Telmo, aqui posto a conversar com minha mãe (...) c Manuel de Sousa Coutinho – Frei Luís de d No dia seguinte, à tardinha, chegamos a um Sousa pequeno cacaual, num dos igarapés do d Álvaro – A Escrava Isaura Andirá. Pertencia o sítio a uma pobre mulher, comadre do vigário, e, por estar e Vasco Maria Portela – D. Paula colocado em lugar quase desconhecido e desabitado, Paulo o escolhera para nosso refúgio. e Ventava um pouco, as folhas moviam-se sussurrando, e, conquanto não fossem as mesmas do outro tempo, ainda assim perguntavam-lhe: “Paula, você lembra-se do outro tempo?” *eirado – parte de fora da casa, terreiro em frente. *bergantins e faluas – tipos de embarcação.UEPA PROSEL – 2ª Etapa / PRISE - Subprograma XIII Pág. 4
  • 5. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ11. Quando Castro Alves produziu seus versos, a Leia os versos abaixo, escritos por Cesário ideia do progresso construído com base no Verde: desenvolvimento dos meios de transporte ainda Nós não estava associada, como hoje, à da I destruição dos ecossistemas, por isso é foi quando em dois verões, seguidamente, a febre compreensível seu entusiasmo por ela. Com e o cólera também andaram na cidade, base nisso, analise os extratos a seguir, todos que esta população, com um terror de lebre, escritos pelo poeta baiano, e identifique qual fugiu da capital como da tempestade. deles deixa transparecer esse entusiasmo. [...] na parte mercantil, foco da epidemia, a O seclo, que viu Colombo, um pânico! nem um navio entrava a barra, Viu Guttenberg também. a alfândega parou, nenhuma loja abria, Quando no tosco estaleiro e os turbulentos cais cessaram a algazarra. Da Alemanha o velho obreiro [...] A ave da imprensa gerou... sem canalização, em muitos burgos ermos O Genovês salta os mares... secavam dejeções cobertas de mosqueiros. e os médicos, ao pé dos padres e coveiros, b Agora que o trem de ferro os últimos fiéis, tremiam dos enfermos! Acorda o tigre no cerro E espanta os caboclos nus, 13. Sobre eles é correto afirmar que: Fazei desse "rei dos ventos" a revelam o compromisso da sociedade com a -Ginete dos pensamentos, preservação do espaço social em que o poeta -Arauto da grande luz!... vive. c Oh! Bendito o que semeia b revelam momentos de forte impressionismo Livros... livros à mão cheia... ao mencionar os efeitos da realidade sobre a E manda o povo pensar! subjetividade do artista. d Não! Não eram dous povos, que abalavam c constroem, de maneira documental, um Naquele instante o solo ensangüentado... painel realista do desordenado processo de Era o porvir-em frente do passado, ocupação do espaço urbano. A Liberdade-em frente à Escravidão, d contrapõem, através de imagens bucólicas, Era a luta das águias - e do abutre, campo e cidade, mostrando a preferência do A revolta do pulso-contra os ferros, poeta pelo primeiro. O pugilato da razão - com os erros, e as mudanças climáticas, principalmente a O duelo da treva-e do clarão!... tempestade, são apontadas como causa maior das doenças no espaço urbano. e E embaixo o vale a descantar saudoso Na cantiga das moças lavadeiras!... 14. Leia os excertos abaixo: E o riacho a sonhar nas canas bravas. Desterro E o vento a sembalar nas trepadeiras. Já me não amas? Basta! Irei, triste, e exilado12. É comum encontrarmos em versos românticos Do meu primeiro amor para outro amor, sozinho. atitudes de autodestruição e desencanto. Sob o Adeus, carne cheirosa! Adeus, primeiro ninho olhar de Álvares de Azevedo não encontramos Do meu delírio! Adeus, belo corpo adorado! qualquer consciência ecológica que privilegie os [...] Adeus, corpo gentil, pátria do meu desejo! cuidados com o próprio corpo no afã de Berço em que se emplumou o meu primeiro idílio, preservá-lo como parte importante do Terra em que floresceu o meu primeiro beijo! ecossistema. Marque a alternativa cujos versos Adeus! Esse outro amor há de amargar-me tanto confirmam esta afirmação. Como o pão que se come entre estranhos, no exílio, a E, se eu devo expirar nos meus amores, Amassado com fel e embebido de pranto... Nuns olhos de mulher amor bebendo, Seja aos pés da morena italiana, Nestes versos de Olavo Bilac, o Eu, ao procurar Ouvindo-a suspirar, inda morrendo. outra mulher, sai em busca de outro território, b Como é bela a manhã! Como entre a névoa outro habitat, após ter sido exilado do meio em A cidade sombria ao sol clareia que antes vivia. A esse respeito, marque o E o manto dos pinheiros se aveluda... comentário correto. c Minha desgraça, ó cândida donzela, a O sentimento amoroso espiritualizado O que faz que meu peito assim blasfema, tratado pelo Eu é associado à ideia de pátria É ter por escrever todo um poema distante. E não ter um vintém para uma vela. b Separar-se do corpo da mulher amada significa libertar-se do exílio. d Já da morte o palor me cobre o rosto, c O pão comido no exílio é uma metáfora dos Nos lábios meus o alento desfalece, gozos oferecidos pelo corpo da mulher Surda agonia o coração fenece, amada. E devora meu ser mortal desgosto! d Pátria e ninho são metáforas que sugerem e Negreja ao pé narcótica botelha as delícias gozadas sensualmente no corpo Que da essência de flores de laranja
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks