Documents

Reaproveitament

Description
rtert ertertert trertert
Categories
Published
of 16
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Reaproveitamento de pneus na pavimentação de estradas Gestão 2008/2011 - Setembro/Outubro de 2009 - Edição - nº 12 No dia 2 de setembro de 2008 uma bacia no campo de Jubar-te, localizado no sul do Espíri-to Santo, foi o local escolhido para ser realizada a primeira produção de óleo de um poço localizado na camada pré-sal.  A bordo do navio-platafor-ma P-34 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva acom-panhou a extração desse óleo que representará um impor-tante avanço para a economia brasileira promovendo indús-trias, gerando empregos, e que pode transformar o Brasil num dos países mais importantes do mundo.Conheça nesta edição do Jornal do Engenheiro como as produções de petróleo e gás na camada pré-sal afetam a economia nacional e principalmente no Espírito Santo.O uso da borracha de pneus velhos misturado ao asfalto é uma técni-ca que vem sendo cada vez mais utilizada em todo o país. Além de aumentar a durabilidade e eciên-cia das rodovias onde é utilizado, o “asfalto-borracha” também aparece como solução para o problema do lixo gerado pelos pneus inutilizados.Nesta edição do Jornal do Enge-nheiro apresentamos um texto téc-nico escrito pelo Engenheiro do DER-ES Eudier Antonio da Silva, responsável pelos estudos do uso do pó de pneu em misturas asfál-ticas no Espírito Santo. Este texto, que serve como referência e fonte de consulta para os interessados, mostra as vantagens e características deste tipo de asfalto.   A luta pela valorização prossional faz parte de um processo longo e tra-balhoso que pode levar muitos anos até ser concluído. Há duas gestões o SENGE-ES iniciou este trabalho através de uma campanha de valo-rização de nossas prossões junto à sociedade, destacando a importância dos prossionais da Engenharia, Ar-quitetura e Agronomia.Em seguida o Sindicato fez um trabalho para conscientizar todos os seus repre-sentados sobre a importância da sindica-lização, aumentando assim a nossa base e adicionando força ao sindicato para que possa batalhar por conquistas e pelo interesse dos engenheiros.E nalmente chegamos no estágio atual, em que focamos nossos es-forços pelo cumprimento do Salário Mínimo Prossional (4.950-A/66).  A Lei do Salário Mínimo Prossional está em vigor há mais de 40 anos, mas ainda hoje é ignorada por muitas em-presas e até mesmo órgãos públicos, que costumam denir um piso salarial igual para todos os seus empregados, reduzindo de forma absurda a remu-neração de nossos prossionais.Dentro deste trabalho estamos rea-lizando reuniões com Prefeituras e Câmaras Municipais a m de discu-tir com os mesmos sobre a aplica-ção de uma remuneração justa e que atenda à legislação em vigor. Graças a esse trabalho hoje os prossionais de Vitória, Colatina, Irupi, Dores do Rio Preto e Pancas estão recebendo salários em conformidade com a lei e muitas prefeituras se mostraram abertas ao diálogo.Prossional, lembramos ainda que no próximo dia 30 de setembro aconte-cerá a eleição para cargos de conse-lheiro federal do Confea. O SENGE-ES apóia a candidatura da Arq. Regina Morandi, que muito já contribuiu para nosso sindicato e o sistema como um todo. Não se esqueça de votar.Para nalizar, nesta edição estamos apresentando mais uma matéria téc-nica na defesa do Meio Ambiente. Escrita pelo Eng. Eudier Antonio da Silva, o texto trata do uso da borracha de pneus no asfalto, uma boa alterna-tiva para reaproveitar esse material. Um forte abraço e boa leitura,Eng. Mec. Sebastião da SilveiraPresidente do SENGE-ES Diretoria do SENGE-ES 2008/2011 Sebastião da Silveira Carlos Neto  Ari Medina Sobrinho Luis Fernando Fiorotti Mathias Antonio Vitor CavalieriRogério Nascimento RamosFilippo de Carvalho Gava José Augusto Pimentel BorgoPatrícia Brunow Diniz Ribeiro Barbosa José Carlos de Assis Suplentes  Wania Nassif MarxLuis Antonio Cola dos Santos João Batista ZavarisFábio Calmon MantovanelliLuis de Oliveira DiasSimone Baia PereiraEduardo Luiz Henriques Conselho Fiscal  Valério RibonCésar Laeber FrancezRômulo Storch VasconcelosSebastião Luiz Bosi Jailson José Neves Gomes  Jornalista Responsável Fernando AbreuMTB - 1442/ES Tiragem 6.000 Exemplares  Jurídico  Av. Mal. Mascarenhas de Moraes, 2562 sala 305 - Ed. Espaço UmBento Ferreira - Vitória/ES Telefax: 27 3324-1909e-mail: senge-es@senge-es.org.br Projeto Gráco/Diagramação www.pojak.com.br pojak@pojak.com.br27 3226-6121  No dia 20 de junho o SENGE-ES realizou o Seminário Estratégico para denir diretrizes e organizar as ações que serão realizadas nos próximos três anos. O Planejamento foi reali-zado no Centro de Formação Dom  João Batista e contou com uma boa presença de participantes, entre di-retores, conselheiros e prossionais interessados em se envolver mais nas atividades sindicais.O presidente do SENGE-ES, Eng. Sebastião da Silveira, abriu os traba-lhos explicando sobre a importância deste trabalho de planejamento que dá direcionamento e serve como base para todas as demais atividades do Sindicato. “Acho fundamental a gente ter pés no chão. Nós somos um sindicato forte, que cresce grada-tivamente e gostaríamos de aprovei-tar este planejamento para continuar nessa curva ascendente”, armou.O vice-presidente da Fisenge, Vicen-te Trindade, foi um convidado espe-cial que acompanhou os trabalhos e deu ênfase às palavras de Sebastião em sua fala de abertura: “o mais im-portante do Planejamento Estraté-gico é ter o foco. Manter o foco na  valorização prossional”.Para dar mais agilidade ao encontro os participantes foram divididos em quatro grupos, cando cada grupo responsável por discutir e apresentar propostas de ações para determina-das áreas. Após as conversas dentro dos grupos, as propostas foram ana-lisadas por todos, para avaliar a ope-racionalidade e denir responsáveis.O presidente do SENGE-ES, Eng. Sebastião da Silveira considerou o pla-nejamento muito proveitoso e conta com a colaboração de todos para que as metas denidas no encontro saiam do papel e tornem o Sindicato cada  vez mais eciente e representativo.  Abertura solene Prestes a completar seus 28 anos de história na luta em defesa dos seus prossionais, a atual diretoria do SENGE-ES preparou uma abertura solene especial para este Planejamen-to Estratégico, que foi realizada com uma Sessão Especial na Assembléia Legislativa do Espírito Santo.Presidida pelos deputados estadu-ais Rodrigo Chamoun e Eng. Paulo Roberto, a Sessão Especial contou com a presença do presidente do SENGE-ES, Eng. Sebastião da Sil- veira; do presidente do Crea-ES: Luis Fiorotti; e com a apresentação de palestras do vice-presidente da Fi-senge, Eng. Vicente de Paulo Lopes  Trindade; do presidente do Bandes, Engenheiro Guerino Balestrassi e do Superintende da Caixa Econômica Federal, Antonio Carlos Ferreira. Tendo como tema central os ser- viços de Engenharia e Arquitetura para famílias de baixa renda, o vice-presidente da Fisenge, Vicente Trin-dade começou a série de palestras apresentando a Lei 11.888, que as-segura o direito à assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação à famílias com renda mensal de até três salários mínimos. Na seqüência o Engenhei-ro e presidente do Bandes, Guerino Balestrassi foi convidado a expor so-bre a Nova Agenda dos Municípios, e por m o Superintendente da Caixa Econômica Federal, Antonio Carlos Ferreira apresentou sua palestra com o tema: “O Desao da CEF com o Programa Nacional de Habitação e o PAC no Espírito Santo”. Além das palestras houve a entrega de homenagens para engenheiros que colaboraram com o SENGE-ES durante sua história, sendo eles: An-tonio Eudier da Silva, Elvio Sartorio, Esmael de Almeida, Paulo Roberto Ferreira, Luis Fiorotti, Antonio Vitor Cavalieri e Sergio Vidal.  A monitora Cida Louzada conduziu os trabalhos do Planejamento Estratégico SENGE-ES realiza Planejamento Estratégico 2009/2011  Notícias da Fisenge Contribuir para a formação de quadros. Este é um dos objetivos da cartilha re-lançada pela Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisen-ge), “Uma agenda democrática para as comunicações brasileiras”, de autoria do professor Marcos Dantas. Em sua segunda edição, a publicação pretende debater o papel e a missão dos meios de comunicação na sociedade.Reivindicação histórica dos movimen-tos e organizações populares e sociais pela democratização da comunicação, a Confecom permitirá que a sociedade debata o atual modelo de mídia imple-mentado no Brasil. Nesse momento, é fundamental a mobilização da socieda-de, já que estamos lidando com o mo-nopólio dos meios de comunicação e lutando pelo controle público da mídia. “Todo este processo de mobilização re-força o processo democrático de nosso País. E a Confecom marcará a história brasileira, porque a disputa por espaços no mundo do trabalho não se esgota em campanhas salariais ou mesas de nego-ciações”, avalia o presidente da Fisenge, Carlos Roberto Bittencourt. A publicação de Dantas é o primeiro ca-derno da Fisenge a debater a questão da comunicação. “A comunicação é estratégi-ca para avançarmos em um novo projeto de País e disputarmos a hegemonia da so-ciedade”, concluiu Bitterncourt. Cadernos Fisenge  A publicação faz parte da série de cadernos publicados pela Fisenge. Já foram lançados os seguintes títulos: “Brasil - Reinventar o Futuro”, de César Benjamin e Tânia Ba-celar de Araújo; “Notas sobre a Formação em Engenharia e o Mercado de Trabalho Formal, 1991 – 2005” , de Luiz Antonio Meirelles e Juliana Yonamine; “Engenhei- Democratização da comunicação é tema de caderno da Fisenge Regina Morandi concorre à vaga de Conselheira Federal No próximo dia 30 de setembro os prossionais do sistema Confea/Crea elegerão prossionais para ocu-par cargos no Plenário do Conselho Federal, em Brasília.Os prossionais do Espírito Santo escolherão seu representante para a modalidade Arquitetura e a Arquite-ta e Urbanista Regina Morandi, ex-diretora do SENGE-ES, compõe a chapa única ao lado do Arquiteto e Urbanista Anderson Fioretti.Regina é graduada em Arquitetu-ra e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), foi diretora do Sindicato dos Enge-nheiros durante a gestão 2002/2005 e membro do Conselho Fiscal na gestão seguinte. Pelo Crea-ES Regi-na atuou como conselheira em três mandatos e foi consultora da Câ-mara Especializada de Arquitetura, além de gerente da Unidade de Re-lacionamento do Conselho.Como bandeira de campanha, Regi-na arma que o mais importante será o trabalho de manter uma comunica-ção constante com todas as entida-des de classe registradas no Crea-ES. “Apesar de sermos representantes da  Arquitetura não nos limitaremos a conversar apenas com os prossio-nais dessa área. Vamos manter sem-pre o diálogo com todas as entidades a m de tomarmos sempre decisões que beneciem o sistema como um todo”, arma Regina. Como votar Para votar, o prossional precisa es-tar em dia com as suas obrigações junto ao Crea (anuidade 2009 paga até 30 de agosto) e apresentar docu-mento ocial com foto. O edital com os locais de votação está previsto para ser publicado no dia 1º de se-tembro e todo o processo poderá ser acompanhado pelo site do Crea-ES (www.creaes.org.br) ros e Engenheiras: Mercado de Trabalho e Relações de Gênero”, de Rosa Lombar-di; “Os Desaos Atuais para a Formação dos Engenheiros Brasileiros”, de Agame-non Oliveira; “Síntese do Saneamento no Brasil”, de Clovis Francisco do Nas-cimento Filho; “A Engenharia e o Desen- volvimento”, de César Benjamin.Em 2007 foi lançada a cartilha “En-tendendo o Saneamento Ambiental”, de Ubiratan Félix Pereira dos Santos e Glória Cecília dos Santos Figueiredo, e a pesquisa inédita “O Mercado For-mal de Trabalho dos Prossionais do Sistema Confea/Crea”. Em 2008, duas novas publicações foram lançadas pelo selo Edições Fisenge: “A Reinvenção do Sindicalismo”, com as palestras da IV Conferência Mundial das Associações de Engenheiros e Cientistas e “Uma agenda democrática para as comunicações bra-sileiras” – 1ª edição, de Marcos Dantas.
Search
Similar documents
Tags
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks