Slides

Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)

Description
1. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à…
Categories
Published
of 12
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaRespostas – Capítulo 24: Medindo o Custo de VidaQuestões para revisão1) Na sua opinião, qual destas duas coisas tem maior efeito sobre o índicede preços ao consumidor: uma aumento de 10% no preço do frango ouum aumento de 10% no preço do caviar? Por quê?O aumento do preço do frango terá um impacto maior no índice de preços aoconsumidor. Isso ocorre porque a participação do frango (quantidade consumi-da de frango) na cesta de produtos usada para calcular o IPC é maior que a docaviar.2) Descreva os três problemas que fazem o índice de preços ao consumi-dor uma medida imperfeita do custo de vida.Os problemas presentes são a tendência à substituição no curto prazo, introdu-ção ou desenvolvimento de novos bens e a mudança da qualidade.A tendência à substituição indica que no curto prazo a mudança relativa dospreços de mercado podem fazer com que os consumidores mudem seu con-sumo substituindo produtos com preços relativamente mais caros por produtossimilares relativamente mais baratos. Esta mudança não é captada pelo IPC,pois este se baseia em uma cesta fixa de produtos.A introdução de novos produtos nos mercados é problemática, pois pode alte-rar os hábitos de consumo dos consumidores fazendo com que a cesta de pro-dutos relevantes para o IPC possa mudar. Esta mudança não é captada peloIPC, pois este se baseia em uma cesta fixa de produtos.A mudança de qualidade também pode gerar distorções, pois pode causar mu-danças nos hábitos de consumo ou pode gerar aumento de preços ligados aoscustos mais altos que geram benefícios maiores.3) Se o preço de um submarino da Marinha aumentar, o que será mais afe-tado, o índice de preços ao consumidor ou o deflator do PIB? Por quê?O indicador mais afetado será o deflator do PIB.Isso o corre porque o deflator do PIB considera a variação de preços de todoso produtos finais produzidos em um país a um dado período de tempo, já o IPCconsidera apenas a variação de preço dos produtos de uma cesta identificadacomo significativa para o consumidor comum (geralmente entre 1 e 40 saláriosmínimos) por meio de uma pesquisa de campo.Assim como a chance do preço do submarino participar da cesta de produtosconsiderada pelo IPC é nula, esta alteração de preço do submarino não afeta oIPC.
  • 2. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à Economia4) No decorrer de um longo período de tempo, o preço da barra de choco-late aumentou de R$ 0,10 para R$ 0,60. Ao longo do mesmo período, oíndice de preços ao consumidor aumentou de 150 para 300. Corrigindopela inflação total, quanto aumentou o preço da barra de chocolate?Ou seja, se a barra de chocolate tivesse aumentado o mesmo que o indicdorde inflação aponta o preço deveria ser agora de R$ 0,20Como o preço agora é de R$ 0,60 podemos concluir que o aumento do preçodo chocolate acima da inflação foi de:5) Explique o significado de taxa de juros nominal e taxa de juros real.Como as duas estão relacionadas?A taxa de juros nominal é a taxa de juros como ela é cotada ou anunciada oupaga pelo banco. Ou seja, indica o rendimento a ser ganho, mas não consideraou desconta os efeitos ou perdas com a inflação.A taxa de juros real é a taxa de juros nominal menos o efetio ou perda de valorda moeda causada pela inflação, como segue:Problemas e Aplicações1) Suponha que os habitantes de Vegópia gastem toda a renda em couve-flor, brócolis e cenouras. Em 2008, eles compram 100 cabeças de couve-flor por R$ 200, 50 maços de brócolis por R$ 75 e 500 cenouras por R$ R$50. Em 2009, compram 75 cabeças de couve-flor por R$ 225, 80 maços debrócolis por R$ 120 e 500 cenouras por R$ 100.a. Calcule o preço de cada tipo de legume em cada ano.Ano Preço Couve-flor Preço Brócolis Preço Cenouras2008 R$200/100 = R$ 2,00 R$ 75,00/50 = R$ 1,50 R$ 50/500 = R$ 0,102009 R$ 225/75 = R$ 3,00 R$ 120/80 = R$ 1,50 R$ 100/500 = R$ 0,20b. Considerando 2008 como ano-base, calcule o IPC de cada ano.
  • 3. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaCálculo do custo de vida com base na cesta de produtos de 2008:Ano PreçoCouve-florQuant.Couve- florPreçoBrócolisQuant.BrócolisPreçoCenourasQuant.CenourasCustode Vida2008 R$ 2,00 100 R$ 1,50 50 R$ 0,1 500 R$ 325,002009 R$ 3,00 100 R$ 1,50 50 R$ 0,2 500 R$ 475,00Cálculo do Índice de Preços ao Consumidor com ano base em 2008:Ano Custo de Vida Forma de cálculo IPC2008 R$ 325,00 = (R$ 325/R$ 325)x100 1002009 R$ 475,00 = (R$ 475/R$ 325)x100 146,1538c. Qual é a taxa de inflação em 2009?Cálculo da taxa de inflação com base no índice de preços ao consumidor:Ano Forma de cálculo Taxa de inflação2008 para 2009 = [(146,1538-100)/100]x100 + 46,1538%2) Visite o site do Bureau of Labor Statistics (ou IPCA do IBGE) e encontredados sobre o índice de preços ao consumidor. Quanto o índice que in-clui todos os itens aumentou no último ano? Em quais categorias de des-pesas os preços subiram mais? Em quais categorias subiram menos?Houve categorias que apresentaram queda de preços? Você consegueexplicar algum desses fatos?Segundo os dados disponibilizados pelo IBGE o IPCA teve um aumento de a-proximadamente 5,84% no ano (ou últimos 12 meses). Como pode ser obser-vado na tabela abaixo:Tabela 1: Índice de Preços ao Consumidor Amplo segundo sua evoluçãono ano de 2012ANO MÊSNÚMEROÍNDICEVARIAÇÃO (%)(DEZ 93 = 100)NO 3 6 NO 12MÊS MESES MESES ANO MESES2012JAN 3422,79 0,56 1,59 2,95 0,56 6,22FEV 3438,19 0,45 1,52 3,03 1,01 5,85MAR 3445,41 0,21 1,22 2,70 1,22 5,24ABR 3467,46 0,64 1,31 2,91 1,87 5,10MAI 3479,94 0,36 1,21 2,75 2,24 4,99JUN 3482,72 0,08 1,08 2,32 2,32 4,92JUL 3497,70 0,43 0,87 2,19 2,76 5,20AGO 3512,04 0,41 0,92 2,15 3,18 5,24
  • 4. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaANO MÊSNÚMEROÍNDICEVARIAÇÃO (%)(DEZ 93 = 100)NO 3 6 NO 12MÊS MESES MESES ANO MESESSET 3532,06 0,57 1,42 2,51 3,77 5,28OUT 3552,90 0,59 1,58 2,46 4,38 5,45NOV 3574,22 0,60 1,77 2,71 5,01 5,53DEZ 3602,46 0,79 1,99 3,44 5,84 5,84Fonte: IBGE-SNIPC, 2013.Como podemos observar no valor acumulado ao ano na tabela 2 para o ano de2012, temos que os grupos de consumo que apresentaram maior aumento nonível de preços foram as despesas pessoais (10,17%), os alimentos e bebidas(9,86%), e os gastos com educação (7,78%).Os grupos de consumo que apresentaram o menor aumento acumulado nonível de preços no ano de 2012 foram os gastos com artigos de residência(0,84%), comunicação (0,77%), e transportes (0,48%).Na inflação acumulada para o ano nenhuma das categorias de consumo apre-sentaram redução do nível de preços. Entretanto, em nível mensal tivemos al-gumas categorias que chegaram a apresentar redução momentânea do nívelde preços ao longo do ano, como foi o caso dos artigos de residência, do ves-tuário, dos transportes e da comunicação.Tabela 2: IPCA geral e por grupos de gasto segundo variação percentualacumulada ao longo do ano de 2012Índice Geral eGrupos de ConsumoMêsjan/12 fev/12 mar/12 abr/12 mai/12 jun/12 jul/12 ago/12 set/12 out/12 nov/12 dez/12Índice geral 0,56 1,02 1,22 1,87 2,24 2,32 2,76 3,18 3,77 4,38 5,01 5,841.Alimentaçãoe bebidas 0,86 1,05 1,3 1,82 2,56 3,26 4,19 5,1 6,43 7,88 8,74 9,862.Habitação 0,53 1,13 1,62 2,43 3,24 3,53 4,09 4,32 5,06 5,45 6,12 6,793.Artigos deresidência 0,16 0,21 -0,19 -0,98 -0,81 -0,84 -0,85 -0,46 -0,28 0,09 0,56 0,844.Vestuário 0,07 -0,17 -0,78 0,2 1,09 1,48 1,52 1,71 2,61 3,73 4,63 5,795.Transportes 0,69 0,36 0,52 0,62 0,04 -1,14 -1,17 -1,11 -1,18 -0,94 -0,27 0,486.Saúde ecuidados pessoais 0,3 1,00 1,39 2,36 3,04 3,43 3,8 4,35 4,69 5,19 5,53 5,957.Despesaspessoais 0,71 1,59 2,15 4,43 5,05 5,55 6,51 6,96 7,75 7,86 8,43 10,178.Educação 0,39 6,03 6,6 6,64 6,63 6,7 6,82 7,37 7,48 7,53 7,58 7,789.Comunicação 0,21 0,04 -0,32 0,14 -0,05 -0,06 0,1 0,09 0,13 0,43 0,74 0,77Fonte: IBGE-SNIPC/SIDRA,2013.Verifique pessoalmente nos endereços eletrônicos:<http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/precos/inpc_ipca/defaultinpc.shtm> e <http://www.sidra.ibge.gov.br>.
  • 5. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à Economia3) Suponha que as pessoas consumam apenas três bens, como mostra atabela:Bolas de Tênis Bolas de Golfe Garrafa de GatoradePreço 2009 R$ 2 R$ 4 R$ 1Quantidade 2009 100 100 200Preço 2010 R$ 2 R$ 6 R$ 2Quantidade 2010 100 100 200a. Qual é a variação percentual do preço de cada um dos três bens?Variação percentual dos preços dos bens entre 2009 e 2010:Período Variação preçoda bola de tênisVariação preçoda bola de golfeVariação preçoda garrafa de Gatorade2009 para 2010 [(R$ 2-R$ 2)/R$2]x100= + 0%[(R$ 6-R$ 4)/R$4]x100= + 50%[(R$ 2-R$ 1)/R$1]x100= + 100%b. Empregando um método semelhante ao do IPC, calcule a variação per-centual no nível total de preços.Cálculo do custo de vida com base na cesta de produtos de 2009:Ano Preço BolaTênisQuant.Bola tênisPreçoBola GolfeQuant.Bola GolfePreçoGatoradeQuant.GatoradeCustode Vida2009 R$ 2,00 100 R$ 4,00 100 R$ 1,00 200 R$ 800,002010 R$ 2,00 100 R$ 6,00 100 R$ 2,00 200 R$ 1200,00Cálculo do Índice de Preços ao Consumidor com ano base em 2009:Ano Custo de Vida Forma de cálculo IPC2009 R$ 800,00 = (R$ 800/R$ 800)x100 1002010 R$ 1200,00 = (R$ 1200/R$ 800)x100 150Cálculo da taxa de inflação (variação percentual no nível total de preços) combase no índice de preços ao consumidor:Ano Forma de cálculo Taxa de inflação2009 para 2010 = [(150-100)/100]x100 + 50%c. Se você soubesse que o tamanho da garrafa de Gatorade aumentariade 2009 para 2010, essa informação afetaria o calculo da taxa de inflação?Explique.
  • 6. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaEsta informação não afetaria o cálculo do índice de preços, pois este é realiza-do com base na cesta de produtos de 2009, que é um período que antecede amudança em questão.Entretanto, é importante notar que tal evento (mudança no tamanho/volume dagarrafa) mudaria as decisões dos individuos concernentes as quantidades con-sumidas e possivelmente nos preços praticados, e que este impacto não seriaefetivamente (ou corretamente) medido pelo IPC calculado.d. Se você soubesse que o Gatorade introduziria novos sabores em 2010,essa informação afetaria o cálculo da taxa de inflação? Explique.Esta informação não afetaria o cálculo do índice de preços, pois este é realiza-do com base na cesta de produtos de 2009, que é um período que antecede amudança em questão.Entretanto, é importante notar que tal evento (mudança no mix de produtosdisponíveis para compra), como na situação da questão anterior, mudaria asdecisões dos individuos concernentes as quantidades consumidas de cada tipode produto e possivelmente nos preços praticados, e que este impacto não se-ria efetivamente (ou corretamente) medido pelo IPC calculado.4) Um pequeno país com 10 pessoas adora o programa de TV AmericanIdol. Tudo o que produzem e consomem são equipamentos de Karaokê eCD’s, nas seguintes quantidades:Equipamentos de Karaokê CD’sQuantidade Preço Quantidade Preço2009 10 R$ 40 30 R$ 102010 12 R$ 60 50 R$ 12a. Usando um método semelhante ao do índice de preços ao consumidor,calcule a alteração percentual do nível geral de preços. Considere 2009como ano-base e estabeleça a cesta em 1 equipamento de Karaokê e 3CD’s.Com base na cesta de bens proposta como sendo 1 equipamento de karaokâ e3 cd’s podemos calcular o custo de vida:Equipamentos deKaraokêCD’s Custo de Vi-daQuantidade Preço Quantidade Preço2009 1 R$ 40 3 R$ 10 R$ 702010 1 R$ 60 3 R$ 12 R$ 96Cálculo do Índice de Preços ao Consumidor com ano base em 2009:Ano Custo de Vida Forma de cálculo IPC
  • 7. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à Economia2009 R$ 70,00 = (R$ 70/R$ 70)x100 1002010 R$ 96,00 = (R$ 96/R$ 70)x100 137,1429Cálculo da taxa de inflação (variação percentual no nível total de preços) combase no índice de preços ao consumidor:Ano Forma de cálculo Taxa de inflação2009 para 2010 = [(137,1429-100)/100]x100 + 37,1429%b. Usando um método semelhante ao do deflator do PIB, calcule a altera-ção percentual do nível geral de preços. Considere também 2009 comoano-base.Cálculo do PIB nominal e real (com base em 2009) com base nos dados dopaís:Equip. deKaraokêCD’s PIBNominalPIBRealQuant. Preço Quant. Preço2009 10 R$ 40 30 R$ 10 R$ 700 R$ 7002010 12 R$ 60 50 R$ 12 R$ 1320 R$ 980Cálculo do Deflator do PIB com ano base em 2009:Ano PIB Nominal PIB Real(base 2009)Forma de cálculo Deflator do PIB2009 R$700 R$ 700 = (R$ 700/R$ 700)x100 1002010 R$ 1320 R$ 980 = (R$ 1320/R$ 980)x100 134,6939Cálculo da taxa de inflação (variação percentual no nível total de preços) combase no deflator do PIB:Ano Forma de cálculo Taxa de inflação2009 para 2010 = [(134,6939-100)/100]x100 + 34,6939%c. A taxa de inflação em 2010 é a mesma apurando-a com os dois méto-dos? Explique.Embora neste caso as taxas sejam aproximadamente similares elas resultaramem medidas de variações diferentes da inflação.Isso ocorre porque apesar de termos os mesmos produtos presentes tanto nacesta do IPC como na produção do PIB sua quantidades em termos relativosnão são as mesmas no caso do calculo do deflator (mudanças na proporçãodas quantidades) e já no caso do IPC elas são fixas, gerando diferenças nosindicadores de inflação.
  • 8. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à Economia5) A partir de 1994, a regulamentação ambiental passou a exigir que a ga-solina contenha um novo aditivo para reduzir a poluição do ar. Essa exi-gência aumentou o custo e o preço da gasolina. O bureau of Labor Statis-tics decidiu que esse aumento de custo representou uma melhoria naqualidade.a. Dada essa decisão, o maior preço da gasolina elevou o IPC?Sim, o maior preço provocará uma elevação no IPC calculado, pois a gasolinaparticipa da cesta de produtos do IPC.b. Qual é o argumento a favor da decisão do BLS? Qual seria o argumentopara uma decisão diferente?O argumento a favor é o de que este aumento da qualidade seria benéfico parao meio ambiente e reduziria a emissão de poluentes, que são na realidade umaexternalidade que pode gerar custos à saúde da população.Por outro lado, esta mudança na composição do combustível inevitavelmenteaumentará o nível de preços da economia, o que pode não ser interressante.6) Qual dos problemas ligados à construção do IPC pode ser exemplifica-do por cada uma das situações a seguir? Explique.a. A invenção do iPod.O problema é a inclusão de um novo produto no mercado.Como o IPC é calculado com base em um cesta de produtos fixa definida antesda introdução deste produto no mercado as mudanças de preço deste produtonão serão captadas pelo IPC até que seja realizada outra pesquisa de orça-mento familiar.b. A introdução de air bags nos carros.O problema é a melhoria de qualidade que impactará nos preços e possivel-mente na quantidade consumida do produto.A introdução de air bags aumenta o preço dos carros, mas isso ocorre pela me-lhoria de qualidade e não por causa do aumento do nível geral de preços (infla-ção).c. Aumento das compras de computadores pessoais em resposta a umaqueda de seus preços.O problema é o efeito de substituição de produtos do curto prazo dado as vari-ações de preço relativos entre os produtos existentes. Ou seja, é a mudança naquantidade consumida de bens gerada pela substituição de um bem por outrode preço mais aprazível.
  • 9. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaEssa substituição não é captada pelo IPC, pois este se baseia em uma pesqui-sa de orçamento familiar que define a cesta fixa de bens consumidos em médiapelas pessoas e assim não considera variações de consumo no curto prazo.d. Maior quantidade de passas em cada pacote de Riaisin Bran.O problema é a alteração da quantidade de produto presente em cada unidadedo bem. Ou seja, mudança do volume presente na unidade de bem vendidoque pode mudar os hábitos ou quantidade de pacotes comprados.Por exemplo, se antes as pessoas em média consumiam 5 pacotes de 200gramas (total de 1000 gramas de consumo) é provável que após o pacote pas-sar a conter 250 gramas elas passem a comprar apenas 4 pacotes (tambémum total de 1000 gramas de consumo).Essa mudança não é captada pelo IPC, pois este se baseia em uma pesquisade orçamento familiar que define a cesta fixa de bens consumidos em médiapelas pessoas com base no volume presente no pacote antes da mudança.e. Maior uso de carros que utilizam combustível aditivado depois do au-mento dos preços da gasolina.O problema é o efeito de substituição de produtos do curto prazo dado as vari-ações de preço relativos entre os produtos existentes. Ou seja, é a mudança naquantidade consumida de bens gerada pela substituição de um bem por outrode preço mais aprazível.Essa substituição não é captada pelo IPC, pois este se baseia em uma pesqui-sa de orçamento familiar que define a cesta fixa de bens consumidos em médiapelas pessoas e assim não considera variações de consumo no curto prazo.7) O the new York times custava R$ 0,15 em 1970 e R$ 0,75 em 2000. Osalário médio na industria era de R$ 3,23 por hora em 1970 e de R$ 14,32em 2000.a. Qual é a porcentagem de aumento do preço do jornal?b. Qual é a porcentagem de aumento do salário?c. Em cada ano, quantos minutos um trabalhador precisa trabalhar paraganhar o suficiente para comprar um jornal (Lembrar que cada hora tem60 minutos)?
  • 10. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à EconomiaEm 1970, com o jornal custando R$ 0,15 e a hora do trabalho custando R$3,23:Em 2000, com o jornal custando R$ 0,75 e a hora do trabalho custando R$14,32:d. O poder aquisitivo dos trabalhadores em relação ao jornal aumentou oudiminuiu?Podemos observar que em 1970 precisávamos trabalhar apenas 2,78 minutospara comprar o jornal, e agora precisamos trabalhar 31,42 minutos para com-prar o mesmo jornal.Assim podemos concluir que o poder aquisitivo destes trabalhadores, em mé-dia, caiu em relação à sua capacidade de adquirir o jornal, pois agora precisa-mos de mais esforço e tempo para comprar o mesmo jornal do que precisáva-mos em 1970.8) O capítulo explica que os benefícios da seguridade social aumentam acada ano de acordo com o aumento do IPC, embora a maioria dos eco-nomistas acredite que o IPC superestima a inflação ocorrida.a. Se os idosos consumirem a mesma cesta de mercado que as demaispessoas, a seguridade social lhes proporcionará uma melhoria da quali-dade de vida a cada ano? Explique.Sim, isso ocorrerá, pois atualmente o IPC apresenta indicadores maiores doque a inflação realmente ocorrida, e como os benefícios da seguridade socialsão reajustados anualmente com base no IPC é de se esperar que o reajusteseja em média maior do que a inflação real ocorrida. Com isso, teremos que opoder aquisitivo do beneficiário não será apenas reajustado, mas será efetiva-mente aumentado (temporariamente).
  • 11. Instituto Federal de Educação, Ciência e TecnologiaCampus Ribeirão das NevesCurso Superior de Tecnologia em Processos GerenciaisDisciplina de Introdução à Economiab. Na verdade, os idosos consomem mais assistência médica
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks