Slides

Saúde do idoso

Description
1. Saúde do Idoso Educação em saúde Professora Esp. Maria Janine P. Fernandes 2. Introdução O que significa envelhecer? “O envelhecer deve ser visto como um…
Categories
Published
of 17
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. Saúde do Idoso Educação em saúde Professora Esp. Maria Janine P. Fernandes
  • 2. Introdução O que significa envelhecer? “O envelhecer deve ser visto como um processo contínuo de crescimento intelectual, emocional e psicológico.”
  • 3. Política Nacional de atenção a Saúde do Idoso É a política que objetiva, no Sistema Único de Saúde (SUS), garantir atenção integral à Saúde da população idosa, com ênfase no envelhecimento saudável e ativo.
  • 4. Saúde do idoso: políticas públicas uma breve revisão literária Dezembro de 1999 implantação da politica de saúde do idoso. LEI N. 8.842, DE 4 DE JANEIRO DE 1994 a qual dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e da outras providencias, a qual tem por finalidade em seu Art.  1º - Objetivo de assegurar os direitos sociais do idoso, criando condições para promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade.  E em no Art. 2º - Considera-se idoso, para os efeitos desta Lei, a pessoa maior de sessenta anos de idade.
  • 5. A Portaria 702 de 2002 cria mecanismos de organização e implantação de Redes Estaduais de Assistência à Saúde do Idoso tendo como base as condições de gestão e a divisão de responsabilidades definida pela Norma Operacional de Assistência à Saúde (NOAS). Já a Portaria 703 de 2002 institui no âmbito do SUS o Programa de assistência aos Portadores de Doença de Alzheimer; Protocolo de Tratamento da Doença de Alzheimer.
  • 6. • Na Portaria nº 843 de 2002 determina e considera a necessidade que contenha critérios de diagnóstico e tratamento, observando ética e tecnicamente a prescrição médica, racionalize a dispensação dos medicamentos preconizados para o tratamento da doença, regulamente suas indicações e seus esquemas terapêuticos e estabeleça mecanismos de acompanhamento de uso e de avaliação de resultados, garantindo assim a prescrição segura e eficaz.
  • 7. Estatuto do Idoso, LEI 10.741 DE 2003, destina-se a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos, preconiza que o idoso possa gozar de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana sem prejuízo da proteção integral de que trata esta lei, a lei afirma também que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do poder público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.
  • 8. No Decreto nº 5.109, de 17 de junho de 2004 Dispõe sobre a composição, estruturação, competências e funcionamento do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI) o qual tem por finalidade elaborar as diretrizes para a formulação e implementação da política nacional do idoso.
  • 9. A Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa, Portaria nº 2.528 de 2006 tem por finalidade primordial recuperar, manter e promover a autonomia e a independência dos indivíduos idosos, direcionando medidas coletivas e individuais de saúde para esse fim, em consonância com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde. É alvo dessa política todo cidadão e cidadã brasileiros com 60 anos ou mais de idade.
  • 10. A Política Nacional de Saúde do Idoso visa a promoção do envelhecimento saudável, a manutenção e a melhoria da habilidade funcional dos idosos, a prevenção de doenças, aos que adoecem promove a recuperação da saúde e possível reabilitação daqueles que venham a ter a sua capacidade funcional restringida, de modo a garantir estabilidade no meio em que convivem, exercendo independentemente sua função na sociedade.
  • 11. Principais Problemas de Saúde  As doenças mais letais são as cardiovasculares, entre elas a hipertensão e a diabete.  As doenças do aparelho circulatório são responsáveis por 39,4% dos óbitos masculinos e 36,3% dos femininos entre os idosos.(IBGE)  As neurodegenerativas (mal de Parkinson e mal de Alzheimer)  Cancêr  Depressão
  • 12. Pratica de enfermagem na atenção a saúde do idoso - capacidade de identificar os fatores determinantes da qualidade de vida da pessoa idosa, em seu contexto familiar e social. - estimular a organização de grupos de idosos para discussão e troca de experiências relativas à sua saúde e como melhorar a qualidade de vida. - Construir um saber direcionado às práticas de educação em saúde do idoso.
  • 13. Atividade física é compreendida como qualquer movimento corporal, produzido pelos músculos esqueléticos, que resulta em gasto energético maior do que os níveis de repouso. Contribuições que a atividade física regular para o indivíduo: -Redução substancial do risco de doenças cardiovasculares, - Diabetes mellitus e - Hipertensão, - Controle do peso corporal, - Fortalecimento dos ossos, articulações e músculos, - Alívio da dor oriunda da artrite, - Diminuição dos sintomas de ansiedade e depressão, entre outros.
  • 14. Para a OMS a participação em atividades físicas leves e moderadas pode retardar os declínios funcionais. Assim, uma vida ativa melhora a saúde mental e contribui na gerência de desordens como a depressão e a demência. Existe evidência de que idosos fisicamente ativos apresentam menor prevalência de doenças mentais do que os nãos ativos. Sendo assim, deve-se estimular a população idosa à prática de atividades físicas capazes de promover a melhoria da aptidão física relacionada à saúde. Segundo estudos epidemiológicos, a prática das atividades físicas proporciona benefícios nas áreas psicofisiológicas.
  • 15. Considerações finais Apesar da intensa preocupação com o bem-estar da população idosa, evidenciada pelo leque de políticas, estatutos e programas que asseguram os direitos nos mais diversos aspectos que atingem as necessidades dessa crescente população, especialmente na área da saúde, englobando tanto o lado físico como o emocional existe inúmeros obstáculos impedindo que essas políticas possam, de fato, ser concretizadas. Portanto, os profissionais de saúde devem contribuir para independência e o envelhecimento ativo dos idosos, organizarem a atenção levando em conta os recursos necessários para responder de forma flexível às necessidades de saúde dos idosos e suas famílias.
  • 16. REFERENCIAS • BENEDETTI, T. R. B. BORGES, L. J. B; PETROSKI, E. L; GONÇALVES, L. H. T. Atividade física e estado de saúde mental de idosos. Rev. Saúde Pública. São Paulo, 2008. • BRASIL, Cartilha Estatuto do Idoso. 5 ed. 2010. • BRASIL, LEI LEI N. 8.842, DE 4 DE JANEIRO DE 1994. Dispõe sobre a política nacional do idoso e dá outras providencias. • BRASIL, LEI 10.741 DE 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. • CAMACHO, A. C.L. F; COELHO, M. J. Políticas públicas para a saúde do idoso:revisão sistemática. Rev. Brasileira de Enfermagem. Rio de Janeiro, 2010. • COSTA, M. F. B. N. A; CIOSAK, S. I. Atenção integral na saúde do idoso no • Programa Saúde da Família: visão dos profissionais de saúde. Rev. Esc Enferm USP. São Paulo, 2010. • GIL, A. C. Como elaborar projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 124p. • MACIEL, M. G. Atividade física e funcionalidade do idoso. Rio Claro, 2010. • Perry, p. fundamentos de enfermagem. 7 ed faça essa citação do livro de poter e perry. • PRESTES, M. L.M. A pesquisa e a construção do conhecimento científico: do planejamento aos textos, da escola à academia. 2. ed. São Paulo: Rêspel,2003. • SANTOS, L. A. C.S; OLIVEIRA, M. N. M. Importância da atividade física na qualidade de vida do idoso. São Luiz, 2007. • SILVESTRE, J. S; NETO, M. M.C. Abordagem do idoso em programas de saúde da família. Rio de Janeiro, 2003. • SOUZA, J. R; ZAGONEL, I. P.S; MAFTUM, M. A. O cuidado de enfermagem ao idoso: uma reflexão segundo a teoria transcultural de Leininger. Fortaleza, 2007. Revista da Rede de Enfermagem Nordeste. Disponível em <http://www.revistarene.ufc.br/revista/index.php/revista/article/view/680/pdf>. Acessado em 27 de novembro de 2012.
  • Voo spa

    Apr 16, 2018

    Ancylostomidae2

    Apr 16, 2018
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks