Slides

Slides nte 2

Description
1. NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL –NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL –NTENTEINTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL – 40 HINTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL – 40…
Categories
Published
of 12
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL –NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL –NTENTEINTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL – 40 HINTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL – 40 HPERÍODO: 03 A 14.06.13PERÍODO: 03 A 14.06.13 “SMB ONLINE” – PROJETO DE AÇÃO PARA A SALADE INFORMÁTICA CURSISTA: ELIANA DO SOCORRO CAVALCANTEDA COSTA FORMADORES: PROFESSORES DILSON AIRES EADERILSON PARENTEBELÉM - PARÁ
  • 2. SUMÁRIOSUMÁRIO 1. IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA 1.1.PROFESSOR RESPONSÁVEL PELA SALA DEINFORMÁTICA 1.2. PÚBLICO ALVO 2. SITUAÇÃO PROBLEMA 3. JUSTIFICATIVA 4. OBJETIVOS 5.PARCERIAS 6.METODOLOGIA 7. RESULTADOS ESPERADOS 8. AVALIAÇÃO 9. REFERÊNCIAS
  • 3. 1.ESCOLA SANTA MARIA DE BELÉM DO GRÃO PARÁ1.ESCOLA SANTA MARIA DE BELÉM DO GRÃO PARÁENDEREÇO: RUA DOS MUNDURUCUS, 1624, BATISTAENDEREÇO: RUA DOS MUNDURUCUS, 1624, BATISTACAMPOS, BELÉM, PARÁ.CAMPOS, BELÉM, PARÁ.Blog: www.escolasantamariadebelempa.blogspot.com1.1.PROFESSOR RESPONSÁVEL PELA SALA DEINFORMÁTICA: ELIANA DO SOCORROCAVALCANTE DA COSTAFORMAÇÃO: LICENCIATURA EM LETRASMESTRADO EM LINGUÍSTICA.Blog: elianasccosta.blogspot.com1.2.PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO 1º ANO DOENSINO MÉDIO
  • 4. 2. SITUAÇÃO PROBLEMA2. SITUAÇÃO PROBLEMAA iniciativa de criar este projeto surgiu da necessidadede utilizar os recursos tecnológicos como ferramentas paraestimular o aluno a desenvolver suas habilidades de leitura ede escrita, pois o hábito da leitura está cada vez menospresente não só na vida de nossos alunos, mas na vida daspessoas de um modo geral, ao contrário do que ocorre coma tecnologia. Em decorrência desse fato, temos mais de 60%de analfabetos funcionais no Brasil.
  • 5. 3.JUSTIFICATIVA3.JUSTIFICATIVACom o acelerado avanço tecnológico e com ofascínio que as mídias digitais exercem sobre as pessoas,o hábito de ler, no sentido de não apenascompreender, mas interpretar um texto, fica cada vezmais prejudicado e tal fato reflete-se no desempenhoescolar, não apenas em relação à disciplina LínguaPortuguesa, mas em todas as disciplinas. O alunoprefere ficar no Facebook ao ler um livro. No entantonão podemos excluir a tecnologia do ambiente escolar,pois ela faz parte do cotidiano de todos nós, mas simutilizá-la como um recurso que estimule a pesquisa, aleitura e a escrita. A produção de um jornal virtual éuma das maneiras de contribuir para que isso ocorra.
  • 6. 4. OBJETIVOS4. OBJETIVOSDe modo geral, o projeto “SMB ONLINE” temcomo objetivos: Desenvolver as habilidades de leitura e de escrita pormeio de pesquisas em materiais impressos e digitais; Utilizar recursos como celular, computador, internetpara produzir conhecimento. Trabalhar com diferentes gêneros textuais; Promover a inclusão digital; Promover a interação entre todos os membros queconstituem a comunidade escolar.
  • 7. 5. PARCERIAS5. PARCERIAS O Projeto tem um caráter multidisciplinar, por issoprofessores de áreas diferentes poderão participar deforma efetiva de sua realização.
  • 8. 6. METODOLOGIA6. METODOLOGIA Os alunos serão divididos em grupos. Alguns serãoresponsáveis pela produção das colunas do jornal,outros pela digitação, formatação, postagem. Para isso,eles poderão utilizar vários recursos do Linux paraeditar textos, criar e copiar imagens e animações,utilizar planilhas, criar blogs, acessar a Internet,produzir histórias em quadrinhos, entre outrosrecursos. Cada jornal deverá ser postado mensalmente.
  • 9. 7.RESULTADOS ESPERADOS7.RESULTADOS ESPERADOS Esperamos que a produção do “SMB ONLINE”contribua para amenizar as dificuldades do aluno emrelação à leitura e à escrita em suas diversasmodalidades, para que o hábito da pesquisa, tanto emlivros quanto em computadores, torne-se frequente epara que a internet seja utilizada não apenas comoforma de interação entre as pessoas, deentretenimento, mas também como instrumento paramanter o aluno atualizado com as informações do seucotidiano e com as informações relacionadas aosconteúdos em sala de aula.
  • 10. 8. AVALIAÇÃO8. AVALIAÇÃO A avaliação dos alunos ocorrerá por meio daobservação do envolvimento coletivo nas atividadespropostas e por meio do preenchimento de formulárioavaliativo, além de critérios como interesse,assiduidade, frequência, criatividade. Quanto ao projeto, o seu desenvolvimento seráavaliado a partir de conversas com os alunosparticipantes, de questionários que serão repassadospara professores, alunos, corpo técnico e direção, alémdas discussões em reuniões de conselho de classe.
  • 11. 9.REFERÊNCIAS9.REFERÊNCIAS ARRIADA, Mônica Carapeços; FIORENTINI, Leda MariaRangearo; RAMOS,Edla Maria Faust. Introdução àEducação digital.Brasília: 2009. CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar.Texto e interação – uma proposta de produção textual apartir de gêneros e projetos. São Paulo: Atual, 2000. MARCONDES, Beatriz; MENEZES, Gilda; TOSHIMITSU,Thaís. Como usar outras linguagens em sala de aula.São Paulo: Contexto, 2002. MARCUSCHI, Luis Antônio. Produção textual, análise degêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2008.
  • 12. 9. REFERÊNCIAS9. REFERÊNCIAS Ministério da Educação e Cultura (MEC). Parâmetroscurriculares nacionais para o ensino médio: linguagem,códigos e suas tecnologias.Brasília:MEC/Semtec , 1996. SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo:Contexto, 2003.
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks