Slides

Terapias Complementares na Oncologia

Description
1. TERAPIAS COMPLEMENTARES EM ONCOLOGIA Luciana Mateus 2. O aumento da sobrevida transformou o câncer em doença crônica, e os doentes, sujeitos a maiores sofrimentos.…
Categories
Published
of 51
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. TERAPIAS COMPLEMENTARES EM ONCOLOGIA Luciana Mateus
  • 2. O aumento da sobrevida transformou o câncer em doença crônica, e os doentes, sujeitos a maiores sofrimentos.
  • 3. O sofrimento provém do tumor, de outros sintomas relacionados à doença, do desgaste com o tratamento e da carga emocional que envolve o diagnóstico.
  • 4. De acordo com a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer e da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2012 houve 14,1 milhões de casos novos e 8,2 milhões de mortes por câncer, em todo o mundo.
  • 5. Segundo o Instituto Nacional do Câncer [INCA], estima-se que em 2030, 21,4 milhões de casos novos de câncer e 13,2 milhões de mortes por câncer, em consequência do crescimento e do envelhecimento da população
  • 6. Câncer Câncer, neoplasia ou tumor maligno é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos.
  • 7. Causas do Câncer Genética + agressão ambiental
  • 8. Tratamentos Médicos para o Câncer • Cirurgia • Radioterapia • Quimioterapia • Transplante de medula óssea
  • 9. O câncer, além de ocasionar sofrimento e modificações no contexto de vida do indivíduo, provoca alterações físicas, psíquicas e sociais.
  • 10. Terapia Complementar X CâncerTerapia Complementar X Câncer
  • 11. Uma pesquisa realizada no Hospital do Câncer de São Paulo, com mais de três mil doentes, observou que 48% dos pacientes relataram fazer uso de algum tipo de terapia complementar.
  • 12. Dados apontados pelo National Cancer Institute, em 2009, confirmam que pacientes com diagnóstico precoce de câncer buscam o uso de terapias complementares com maior frequência que outros pacientes.
  • 13. As populações em tratamento de câncer que mais buscam as terapias complementares são crianças e adolescentes, mulheres com câncer de mama e indivíduos em cuidados paliativos.
  • 14. As terapias complementares são cada vez mais aceitas em todo o mundo.
  • 15. Terapias complementares são adjuvantes ao tratamento farmacológico.
  • 16. São os principais objetivos das Terapias Complementares:  reduzir sintomas e efeitos colaterais da doença e do tratamento;  aumentar a sensação de bem-estar;  melhorar a qualidade de vida;  diminuir o medo, o estresse, a depressão e a ansiedade;  promover melhor resposta do organismo ao tratamento.
  • 17. Acupuntura Nos Estados Unidos, acupuntura é usada para tratar uma variedade de sintomas e condições associadas ao câncer e seus efeitos colaterais. Estudos mostram que a acupuntura é um tratamento seguro e eficaz com potenciais benefícios para os sintomas da dor, neutropenia, fadiga, xerostomia, náusea e vômitos, fogacho entre outros.
  • 18. Grandes centros nos Estados Unidos como Dana- Farber Cancer Institute em Boston, Memorial Sloan- Kattering Cancer Center em Nova York e no M.D. Anderson Cancer Center em Houston, vem integrando acupuntura nos cuidados do câncer. Estima-se que o uso da acupuntura para pacientes com câncer varia entre 1,7% a 31%.
  • 19. Estudo italiano com 100 pacientes portadores de tumores sólidos metastáticos, em tratamento com quimioterapia, receberam estimulo no acuponto P6 por acupressão durante 8 horas por dia, começando antes da quimioterapia e continuando por pelo menos 3 dias após. Houve controle dos vômitos em 68% dos doentes. Ma, L. Acupuncture as a complementary therapy in chemotherapyinduced nausea and vomiting. Proc (Bayl Univ Med Cent); 2009.
  • 20. Estudos no MD Anderson concluíram que tratamentos com acupuntura, duas vezes por semana, aliviam os sintomas debilitantes da xerostomia, nos pacientes tratados com radiação para câncer de cabeça e pescoço. The University of Texas MD Anderson Cancer Center. Acupuncture eases radiation-induced dry mouth in cancer patients. Houston, TX, 2009.
  • 21. Estudos têm mostrado que a acupunturaEstudos têm mostrado que a acupuntura pode ser eficaz no alívio de ondas de calorpode ser eficaz no alívio de ondas de calor causadas pelo tratamento com terapiacausadas pelo tratamento com terapia hormonal em mulheres com câncer dehormonal em mulheres com câncer de mama e em homens com câncer demama e em homens com câncer de próstata.próstata.
  • 22. Estudo sueco comprovou que a eletroacupuntura diminuiu significativamente os fogachos masculinos, depois de 12 semanas. O efeito durou até 9 meses após o fim do tratamento. Frisk J, Spetz AC, Hjertberg H, Petersson B, Hammar M. Two modes of acupuncture as a treatment for hot flushes in men with prostate cancer: a prospective multicenter study with long-term follow-up. Eur Urol. 2009;
  • 23. Estudos realizados no Japão e nos EUA, com mulheres que apresentavam linfedema pós mastectomia, não registrou nenhuma infecção ou sangramento relacionado aos 1.139 tratamentos de acupuntura realizados
  • 24. Investigações mostram que a acupuntura é segura e eficaz para o tratamento do linfedema, podendo reduzi-lo em 30% ou mais. Pacientes apontam melhora de sintomas tais como: diminuição do edema e sensação de peso, diminuição da dor no ombro, aumento da amplitude de movimento e melhora da função do membro afetado. Cassileth BR, Van Zee KJ, Chan Y, Coleton MI, Hudis CA, Cohen S, et al. A safety and efficacy pilot study of acupuncture for the treatment of chronic lymphedema. Acupunct Med. 2011; Matecki AL, Poe CM, Chen J, Bailey L, Tracy, M, Kuan M, et al. Acupuncture safety in patients with lymphedema: a retrospective study. In: San Antonio Breast Cancer Symposium, 32, 2009.
  • 25. Estudo alemão, com 229.230 pacientes que receberam mais de 2,2 milhões de sessões de acupuntura, aponta que os efeitos adversos ocorreram em apenas 8,6% dos pacientes, sendo a maioria eventos menores, como sangramentos e hematomas. Complicações mais graves devido à acupuntura, são muito raras.
  • 26. Pode ser utilizada em pessoas com doença oncológica. O benefício fisiológico e os efeitos psicológicos têm potencial positivo para melhorar o organismo, aliviar sintomas e contribuir para promoção do conforto. (WILKIE; KAMPBELL; CUT, 2000, adaptados por FERREIRA; LAURETTI, 2007) Massagem
  • 27. Uma pesquisa com 1.290 pacientes com câncer, tratados com massoterapia, demonstrou redução de até 50% na intensidade da dor proveniente da doença.
  • 28. Outro estudo, com 230 pacientes oncológicos demonstrou que o grupo submetido a massoterapia apresentou menor incidência de fadiga muscular, ansiedade e depressão, melhor padrão respiratório e circulatório e menor consumo de analgésicos.
  • 29. Um estudo com 52 crianças, na faixa etária de 10 a18 anos, internadas num serviço de oncologia, com aplicação de massagem em dias alternados, durante uma semana, comprovou que após cada sessão de massagem a intensidade da dor sentida pela criança diminuiu.
  • 30. Estudo realizado com mulheres que receberam massagem durante o tratamento de transplante de medula óssea, mostrou que elas receberam alta hospitalar três dias mais cedo do que os pacientes que não receberam massagem. Menard M. The Effects of Therapeutic Massage on Post- Surgical Outcomes - unpublished doctoral dissertation
  • 31. A Massoterapia pode ser utilizada em pacientes com câncer, com dor aguda e crônica. Não é recomendada em áreas corporais com lesão de pele ou óssea. (Ministério da Saúde - Brasil. Instituto Nacional de Câncer, 2001).
  • 32. Esta prática pode ser realizada concomitantemente com a massagem ou isoladamente, podendo ser aplicada em ambientes clínicos e hospitalares. Aromaterapia
  • 33. Um estudo, utilizando a Camomila (C. nobile) associada à massagem, durante três semanas, em pacientes com câncer, demonstrou a redução significativa dos escores de tensão, ansiedade e dor.
  • 34. Os efeitos terapêuticos da meditação em indivíduos com câncer são comprovados pela ciência. A meditação proporciona: melhoria da qualidade do sono, redução do estresse, efeitos na função imunológica, pressão sanguínea e marcadores tumorais. MJ, Rose MS, White M, Balneaves LG. Declining conventional cancer treatment and using complementary and alternative medicine: a problem or a challenge? Curr Oncol. 2008 Meditação
  • 35. Estudo comprovou que a prática deEstudo comprovou que a prática de meditação prânica gerou melhora domeditação prânica gerou melhora do estado de saúde global, doestado de saúde global, do cansaço, da dor, da constipação ecansaço, da dor, da constipação e dos distúrbios do sono, em mulheresdos distúrbios do sono, em mulheres em tratamento de câncer de mama.em tratamento de câncer de mama. Observou-se também melhora dasObservou-se também melhora das manifestações associadas àmanifestações associadas à mastectomia e dos efeitos colateraismastectomia e dos efeitos colaterais associados à quimioterapia, inclusiveassociados à quimioterapia, inclusive a queda de cabelos.a queda de cabelos.
  • 36. Fitoterapia Estudos mostraram que a administração oral de extrato de cogumelo do sol aumenta a atividade das células natural killer e a qualidade de vida de pacientes com câncer ginecológico em tratamento quimioterápico. Medline Plus. Drugs & Supplements.St. Johns wort. Bethesda, MD: U.S. National Library of Medicine, 2012.
  • 37. Fitoterapia Estudo na Clínica Mayo, encontrou evidências de que ginseng coreano (2g/dia), administrado por um período de dois meses, reduziu a fadiga em pacientes com câncer, a partir da 4ª semana. Em 8 semanas, houve melhora significativa na sensação geral de exaustão. National Institutes of Health. Health Info. Herbs at a Glance. Ginger. Bethesda, MD: U.S. National Department of Health and Human Services, 2012.
  • 38. Estudo utilizando Gingko Biloba L. emEstudo utilizando Gingko Biloba L. em pacientes em tratamento com opacientes em tratamento com o quimioterápico Cisplatina, que trata tumoresquimioterápico Cisplatina, que trata tumores de pulmão, ovário, testículo, entre outros,de pulmão, ovário, testículo, entre outros, mostrou que o efeito tóxico domostrou que o efeito tóxico do quimioterápico nos rins é muito menor.quimioterápico nos rins é muito menor. ntunes LMG, Bianchin MLP. Antioxidantes da dieta como inibidores da nefrotoxicidade induzida pelontunes LMG, Bianchin MLP. Antioxidantes da dieta como inibidores da nefrotoxicidade induzida pelo antitumoral Cisplatina. Ver Nutr. V. 17, nª 1 – 2004.antitumoral Cisplatina. Ver Nutr. V. 17, nª 1 – 2004.
  • 39. Terapia Floral O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco oferece aos pacientes com câncer, aliada à medicina convencional, a terapia floral. O objetivo é a busca do equilíbrio emocional e melhor qualidade de vida dos pacientes.
  • 40. Musicoterapia Uma pesquisa do GRAAC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), mediu a influência da musicoterapia no tratamento para alívio das dores crônicas em pacientes oncológicos, de sete a dezenove anos. Os participantes das sessões de musicoterapia, relataram que após o tratamento, tiveram um sensação de alívio quase imediato da dor.
  • 41. O paciente portador de câncer precisa muito de amor, carinho, dedicação, força, medicina de ponta e também, de um acompanhamento multidisciplinar, com terapeutas atualizados, competentes e responsáveis...
  • 42. Fazer a diferença na vida destes pacientes depende de cada um de nós.
  • 43. Obrigada pela sua atenção! Obrigada pela sua atenção! Luciana MateusLuciana Mateus www.enfermagemelhor.blogspot.comwww.enfermagemelhor.blogspot.com
  • Search
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks