Comics

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CAMPUS DE BOTUCATU

Description
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CAMPUS DE BOTUCATU FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE DA SALINIDADE NO CULTIVO DE BETERRABA EM AMBIENTE PROTEGIDO ALEXSANDRO
Categories
Published
of 118
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CAMPUS DE BOTUCATU FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE DA SALINIDADE NO CULTIVO DE BETERRABA EM AMBIENTE PROTEGIDO ALEXSANDRO OLIVEIRA DA SILVA Dissertção presentd à Fculdde de Ciêncis Agronômics d UNESP - Cmpus de Botuctu, pr obtenção do Título de Mestre em Agronomi (Irrigção e Drengem) BOTUCATU - SP Julho - 212 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CAMPUS DE BOTUCATU FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE DA SALINIDADE NO CULTIVO DE BETERRABA EM AMBIENTE PROTEGIDO ALEXSANDRO OLIVEIRA DA SILVA Orientdor: Antônio Evldo Klr Co-orientdor: Ênio Fris de Frnç e Silv Dissertção presentd à Fculdde de Ciêncis Agronômics d UNESP - Cmpus de Botuctu, pr obtenção do Título de Mestre em Agronomi (Irrigção e Drengem) BOTUCATU - SP Julho - 212 FICHA CATALOGRÁFICA ELABORADA PELA SEÇÃO TÉCNICA DE AQUISIÇÃO E TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO - UNESP - FCA - LAGEADO - BOTUCATU (SP) M86f Silv, Alexsndro Oliveir d, 198- Fertirrigção e controle d slinidde no cultivo de beterrb em mbiente protegido / Alexsndro Oliveir d Silv. Botuctu : [s.n.], 212 xviii, 136 f. : gráfs. color., tbs., fots. Color. Dissertção (Mestrdo) Universidde Estdul Pulist, Fculdde de Ciêncis Agronômics, Botuctu, 211 Orientdor: Antônio Evldo Klr Co-orientdor: Ênio Fris de Frnç e Silv Inclui bibliogrfi 1. Beterrb. 2. Condutividde elétric. 3. Fertirrigção. 4. Slinidde.. Solução do solo. I. Klr, Antônio Evldo. II. Silv, Ênio Fris de Frnç e. III. Universidde Estdul Pulist Júlio de Mesquit Filho (Cmpus de Botuctu). Fculdde de Ciêncis Agronômics. IV. Título. II HINO À CARIDADE 1 Coríntios 13 III OFEREÇO AGRADEÇO DEDICO IV AGRADECIMENTOS À Fculdde de Ciêncis Agronômics (FCA/UNESP) e o Deprtmento de Engenhri Rurl, pel oportunidde de relizção do curso. A Coordenção de Aperfeiçomento de Pessol de Nível Superior (CAPES), pel concessão d bols de estudo. Ao Prof. Dr. João Crlos Cury Sd, pel dedicção e tenção em todos os momentos em que form solicitdos esclrecimentos ou sugestões. Além de minh grnde dmirção por seu profissionlismo. Aos migos, Edurdo, Heidson, Hugo, Mrgrete pelos momentos de descontrção e poio pr que eu pudesse seguir. Aos colegs e migos do Deprtmento de Engenhri Rurl, Adrin, Frncin, Givldo, Joselin, Josué, Lís, Lucs (o bino), Lucs e Rimundo pelos momentos cdêmicos vividos juntos. com tnt eficiênci. fosse lcnçdo. Aos funcionários, Djir e Gilberto por me judr n minh pesquis A todos que, de lgum form, contribuírm pr que este objetivo V SUMÁRIO Págin LISTA DE TABELAS... VIII LISTA DE FIGURAS... XI RESUMO... 1 SUMMARY INTRODUÇÃO REVISÃO DE LITERATURA Slinidde n gricultur irrigd Efeito d slinidde ns plnts Fertirrigção e slinizção A solução do solo A cultur d beterrb MATERIAL E MÉTODOS Loclizção do experimento Experimento I Extrção dos mteriis do solo utilizdo Crcterizção físico-hídric dos mteriis de solo Construção ds curvs de slinizção Testes iniciis dos extrtores n determinção Experimento II Estrutur experimentl Trtmento e delinemento experimentl Condução do experimento Acondicionmento e slinizção do solo... 27 Trnsplntio e condução ds plnts Mnejo d irrigção Adubção Extrção d solução do solo Vriáveis relcionds à cultur Altur ds plnts Diâmetro do pecíolo Número de folhs Diâmetro e comprimento d riz Mss fresc e sec d prte ére e d riz Áre folir Vriáveis meteorológics e estimtiv do consumo hídrico Vriáveis fisiológics d cultur Teor reltivo de águ Resistênci difusiv o vpor d águ, trnspirção, tempertur d folh e rdição fotossinteticmente tiv Vriáveis relcionds o solo Potencil mátrico Condutividde elétric, ph e concentrção iônic n solução do solo Rendimento reltivo Análise folir Evolução d slinidde prtir de mostrs de solo Análises esttístics RESULTADOS E DISCUSSÃO Resultdos dos testes iniciis (Experimento I) Curv de slinizção do solo Testes preliminres dos extrtores n determinção d slinidde do solo Cultivo de beterrb e su tolerânci os sis (experimento II) Aspectos químicos n solução do solo Monitormento d slinidde do solo e ph Distribuição dos sis nos solos... 6 VI 4.2.4 Comprção entre medids de condutividde elétric e concentrção iônic determinds ns soluções extríds pel cápsul poros e no extrto de solução de sturção Crcterístics vegetis Altur de plnts Diâmetro do pecíolo Número de folhs Diâmetro e comprimento d riz Mss d prte ére e d riz Áre folir Análise folir ds plnts Consumo hídrico d cultur d beterrb sob condições slins Vriáveis meteorológics Mnejo d irrigção Consumo hídrico d cultur Evpotrnspirção diári Coeficiente de cultivo (Kc) em diferentes níveis de sis Relções hídrics d cultur d beterrb sob diferentes níveis de slinidde Teor reltivo de águ, Trnspirção e resistênci difusiv o vpor de águ Prâmetros fisiológicos o longo de um di pr os diferentes mnejos de fertirrigção Tolerânci d cultur d beterrb à slinidde CONCLUSÕES REFERÊNCIAS VII VIII LISTA DE TABELAS Págin TABELA 1. Tolerânci de lgums culturs à slinidde e seus vlores de slinidde limir (A) e de diminuição do rendimento (B) por umento unitário d condutividde elétric do extrto de sturção (CEes) do solo TABELA 2. Grnulometri e prâmetros físicos e hídricos do solo TABELA 3. Proprieddes químics determinds ntes d slinizção do solos TABELA 4. Concentrção de nutrientes e quntiddes de fertilizntes pr o prepro de 1 m 3 de solução nutritiv pr o cultivo de hortliçs (FURLANI, 1998) TABELA. Proprieddes químics do solo determinds pós slinizção TABELA 6. Resumo d nálise de vriânci pr condutividde eletric e concentrções de mcronutrientes médis o longo do ciclo n solução do solo TABELA 7. Resumo d nálise de vriânci pr condutividde eletric e concentrções de mcronutrientes médis o longo do ciclo n solução do solo pr cultivr Erly Wonder... 1 TABELA 8. Resumo d nálise de vriânci pr condutividde elétric e concentrções médis de mcronutrientes o longo do ciclo n solução do solo pr cultivr Itpuã... 4 TABELA 9. Resumo d nálise de vriânci pr ltur de plnt em função de níveis de slinidde pr diferentes tipos de cultivr e mnejo TABELA 1. Resumo d nálise de vriânci pr ltur de plnt em função de níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Erly Wonder TABELA 11. Resumo d nálise de vriânci pr ltur de plnt em função de níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Itpuã TABELA 12. Resumo d nálise de vriânci pr diâmetro do pecíolo em função de níveis de slinidde, pr diferentes tipos de cultivr e mnejo TABELA 13. Resumo d nálise de vriânci pr o diâmetro do pecíolo em função de níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Erly Wonder TABELA 14. Resumo d nálise de vriânci pr diâmetro do pecíolo em função de níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Itpuã TABELA 1. Resumo d nálise de vriânci pr o número de folhs em função de níveis de slinidde pr diferentes tipos de cultivr e mnejo TABELA 16. Resumo d nálise de vriânci pr o diâmetro e comprimento ds rízes em função dos ftores slinidde, cultivr e mnejo d fertirrigção TABELA 17. Resumo d nálise de vriânci pr diâmetro e comprimento d riz em função d slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Erly Wonder TABELA 18. Resumo d nálise de vriânci pr diâmetro e comprimento d riz em função de níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Itpuã TABELA 19. Resumo d nálise de vriânci pr mss fresc d prte ére (MFPA), Mss fresc d riz (MFR), mss sec d prte ére (MSPA), mss sec d riz (MSR), em função dos níveis de slinidde, cultivr e mnejo TABELA 2. Resumo d nlise de vriânci pr mss fresc d prte ére (MFPA), Mss fresc d riz (MFR), mss sec d prte ére (MSPA), mss sec d riz (MSR), em função dos níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Erly Wonder TABELA 21. Resumo d nálise de vriânci pr mss fresc d prte ére (MFPA), Mss fresc d riz (MFR), mss sec d prte ére (MSPA), mss sec d riz (MSR), em função dos níveis de slinidde e mnejo d fertirrigção pr cultivr Itpuã TABELA 22. Resumo d nálise de vriânci pr áre folir o longo do ciclo em função dos níveis de slinidde, cultivr e mnejo d fertirrigção TABELA 23. Resumo d nálise de vriânci pr os vlores nutricionis dos mcronutrientes ns folhs ds plnts em função de níveis de slinidde, pr diferentes tipos de cultivres e mnejos IX TABELA 24. Análise de vriânci pr os teores de mcronutrientes n cultivr Erly Wonder TABELA 2. Análise de vriânci pr os teores de mcronutrientes n cultivr Itpuã, pr os ftores slinidde e mnejo d fertirrigção TABELA 26. Coeficientes de slinidde pr os diferentes vlores de condutividde elétric do extrto de sturção pr cultivr Erly Wonder ns diferentes fses fenológics d cultur d beterrb TABELA 27. Coeficientes de slinidde pr os diferentes vlores de condutividde elétric do extrto de sturção pr cultivr Itpuã ns diferentes fses fenológics d cultur d beterrb TABELA 28. Resumo d nlise de vriânci pr o teor reltivo de águ (TRA), trnspirção (T) e resistênci difusiv (Rs) o vpor de águ em funções dos níveis d slinidde, cultivres e mnejo TABELA 29. Resumo d nálise de vriânci pr o teor reltivo de águ (TRA), trnspirção (T) e resistênci difusiv (Rs) o vpor de águ em funções dos níveis d slinidde e mnejo pr cultivr Erly Wonder TABELA 3. Resumo d nálise de vriânci pr o teor reltivo de águ (TRA), trnspirção (T) e resistênci difusiv (Rs) o vpor de águ em funções dos níveis d slinidde e mnejo pr cultivr Itpuã X XI LISTA DE FIGURAS Págin FIGURA 1. Extrtor com cápsul poros utilizdo no experimento FIGURA 2. Cs de vegetção (A) e detlhe d jnel bert do mbiente protegido (B). 2 FIGURA 3. Croqui d áre experimentl FIGURA 4. Componentes hidráulicos do sistem de irrigção: Venturi (A), mnômetros e registros mnuis pr fertirrigção utilizdos no sistem (B) FIGURA. Curv crcterístic de retenção d águ no solo FIGURA 6. Instrumentos pr medição ds vriáveis meteorológics: A) Dtlogger (CR1); B) Termo-higrômetro; C) Tnque clsse A ; D) Rdiômetro de rdição líquid... 3 FIGURA 7. Leitur d tensão d águ do solo por meio de tensiômetro com tensímetro eletrônico de punção FIGURA 8. Pontos de colet ds mostrs de solo pr determinr o perfil de distribuição de sis... 4 FIGURA 9. Curv de slinizção rtificil do solo FIGURA 1. Relção entre condutividde elétric (CE) do extrto d pst de sturção do solo clculd teoricmente e medid experimentlmente FIGURA 11. Condutividde elétric o longo dos dis estimd pel solução do solo extrid com o extrtor de cpsul poros... 4 FIGURA 12. Relção entre os vlores de condutividde elétric do extrto de sturção (CEes) e condutividde elétric d suspensão 1:2 (CE 1:2) FIGURA 13. Relção entre os vlores de condutividde elétric do extrto de sturção (CEes) e condutividde elétric d solução obtid com extrtor de cápsul (CEscp) (A). Relção entre os vlores de condutividde elétric de sturção medid e estimd prtir d solução obtid pelos extrtores de cpsul poros com correção em função d umidde (B) FIGURA 14. Comprção do teste de médis de Tukey % pr CE-sol no mnejo trdicionl (A) e por Controle (B) e concentrção de mgnésio no mnejo trdicionl (C) e por controle (D)... FIGURA 1. Efeito d CE inicil no extrto de sturção do solo pr cultivr Erly Wonder sobre: condutividde eletric no mnejo trdicionl (A) e por controle (B); fósforo no mnejo trdicionl (C) e por controle (D); potássio no mnejo trdicionl (E) e por controle (F); cálcio no mnejo trdicionl (G) e por controle (H); mgnésio no mnejo trdicionl (I) e por controle (J) o longo do ciclo... 2 FIGURA 16. Comprção de médis medinte teste de Tukey % pr s concentrções dos mcronutrientes fósforo (A), potássio (B), cálcio (C), mgnésio (D) n cultivr Erly Wonder nos diferentes mnejos d fertirrigção FIGURA 17. Digrm de dispersão e equção de juste pr cultivr Itpuã entre CE inicil do extrto de sturção e: condutividde elétric no mnejo trdicionl (A) e por controle (B); fósforo no mnejo trdicionl (C) e por controle (D); potássio no mnejo trdicionl (E) e por controle (F); cálcio no mnejo trdicionl (G) e por controle (H); mgnésio no mnejo trdicionl (I) e por controle (J) o longo do ciclo... FIGURA 18. Comprção de médis medinte teste de Tukey % pr s concentrções dos mcronutrientes fósforo (A), potássio (B), cálcio (C), mgnésio (D) n cultivr Itpuã nos diferentes mnejos d fertirrigção FIGURA 19. Vlores d condutividde elétric n solução do solo o longo do ciclo d cultur pr: (A) cultivr ErlyWonder com mnejo de fertirrigção trdicionl, (B) cultivr Wonder pr o mnejo de fertirrigção controldo, (C) cultivr Itpuã com mnejo de fertirrigção trdicionl, (D) cultivr Itpuã pr o mnejo de fertirrigção controldo... 8 FIGURA 2. Vlores de ph n solução do solo em função d slinidde d solução do solo o longo do ciclo d cultur pr: (A) cultivr Erly Wonder com mnejo de fertirrigção trdicionl e pr o mnejo de fertirrigção controldo (B) e cultivr Itpuã com mnejo de fertirrigção trdicionl (C), e pr o mnejo de fertirrigção controldo (D) XII FIGURA 21. Distribuição espcil d condutividde elétric nos vsos com slinidde inicil de 1 dsm -1 pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) FIGURA 22. Distribuição espcil d condutividde elétric nos vsos com slinidde inicil de 3 ds m -1 pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) FIGURA 23. Distribuição espcil d condutividde elétric nos vsos com slinidde inicil de 6 ds m -1 pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) FIGURA 24. Distribuição espcil d condutividde elétric nos vsos com slinidde inicil de 9 dsm -1 pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) FIGURA 2. Distribuição espcil d condutividde elétric nos vsos com slinidde inicil de 12 ds m -1 pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) XIII FIGURA 26. Relção entre os vlores de condutividde elétric do extrto de sturção, medido e estimdo prtir d condutividde elétric d solução obtid com extrtor de cpsul com correção em função d umidde pr o solo utilizdo no experimento II... 6 FIGURA 27. Comprção de médis medinte teste de Tukey %, pr vriável ltur de plnts pr s diferentes cultivres no mnejo d fertirrigção trdicionl (A) e controldo (B) os 4DAT e mnejo trdicionl (C) e controldo (D) os DAT FIGURA 28. Altur de plnts pr os diferentes níveis de slinidde: (A) mnejo trdicionl de fertirrigção e (B) mnejo controldo de fertirrigção pr cultivr Erly Wonder FIGURA 29. Comprção de médis de ltur de plnts pelo teste de Tukey %, pr os mnejos d fertirrigção pr cultivr Erly Wonder os 3 DAT FIGURA 3. Digrm de dispersão e equção de juste pr cultivr Erly Wonder entre: ltur de plnts os 2 DAT com mnejo trdicionl (A) e controldo (B), ltur de plnts os 3 DAT com mnejo trdicionl (C) e controldo (D), ltur de plnts os 4 DAT com mnejo trdicionl (E) e controldo (F), ltur de plnts os DAT com mnejo trdicionl (G) e controldo (H) FIGURA 31. Altur de plnts em função do tempo pr os diferentes níveis de slinidde: XIV (A) mnejo trdicionl de fertirrigção e (B) mnejo controldo de fertirrigção pr cultivr Itpuã FIGURA 32. Comprção de médis pelo teste de Tukey %, pr os mnejos d fertirrigção pr cultivr Itpuã os 2 DAT FIGURA 33. Digrm de dispersão e equção de juste pr cultivr Itpuã entre: ltur de plnts os 2 DAT com mnejo trdicionl (A) e controldo (B), ltur de plnts os 3 DAT com mnejo trdicionl (C) e controldo (D), ltur de plnts os 4 DAT com mnejo trdicionl (E) e controldo (F), ltur de plnts os DAT com mnejo trdicionl (G) e controldo (H)... 7 FIGURA 34. Comprção de médis medinte teste de Tukey %, pr vriável diâmetro do pecíolo pr s diferentes cultivres no mnejo trdicionl (A) e por controle (B) os DAT FIGURA 3. Diâmetro do pecíolo pr os diferentes níveis de slinidde : (A) mnejo trdicionl de fertirrigção e (B) mnejo controldo de fertirrigção pr cultivr Erly Wonder FIGURA 36. Comprção do teste de médi de Tukey % pr os diferentes mnejos d fertirrigção n cultivr Erly Wonder os 2 DAT (A); 3DAT (B); 4 DAT (C) e DAT (D) FIGURA 37. Digrm de dispersão e equção de juste pr cultivr wonder entre: diâmetro do pecíolo os 2 DAT com mnejo trdicionl (A) e controldo (B), diâmetro do pecíolo os 3 DAT com mnejo trdicionl (C) e controldo (D), diâmetro do pecíolo os 4 DAT com mnejo trdicionl (E) e controldo (F), diâmetro do pecíolo os DAT com mnejo trdicionl (G) e controldo (H) FIGURA 38. Diâmetro do pecíolo pr os diferentes níveis de slinidde : (A) mnejo trdicionl de fertirrigção e (B) mnejo controldo de fertirrigção pr cultivr Itpuã FIGURA 39. Comprção do teste de médi de Tukey % pr os diferentes mnejos d fertirrigção n cultivr Itpuã os 2 DAT (A); 3DAT (B); 4 DAT (C) e DAT (D) FIGURA 4. Digrm de dispersão e equção de juste pr cultivr Itpuã em função d condutividde elétric entre: diâmetro do pecíolo os 2 DAT com mnejo trdicionl (A) e controldo (B), diâmetro do pecíolo os 3 DAT com mnejo trdicionl (C) e controldo (D), diâmetro do pecíolo os 4 DAT com mnejo trdicionl (E) e controldo (F), diâmetro do pecíolo os DAT com mnejo trdicionl (G) e controldo (H) FIGURA 41. Comprção de médis pelo teste de Tukey % entre s cultivres pr o diâmetro ds rízes no mnejo trdicionl (A) e por controle (B) FIGURA 42. Digrm de dispersão pr: diâmetro ds rízes no mnejo trdicionl (A) e por controle (B); comprimento ds rízes pr o mnejo trdicionl (C) e por controle pr cultivr Erly Wonder FIGURA 43. Comprção de médis entre os mnejos d fertirrigção pelo teste de Tukey % pr o diâmetro (A) e comprimento ds rízes (B) n cultivr Erly Wonder FIGURA 44. Comprção de médis entre os mnejos d fertirrigção pelo teste de Tukey % pr o diâmetro (A) e comprimento ds rízes (B) pr cultivr Itpuã FIGURA 4. Digrm de dispersão pr: diâmetro ds rízes no mnejo trdicionl (A) e por controle (B); comprimento ds rízes pr o mnejo trdicionl (C) e por controle (D) pr cultivr Itpuã FIGURA 46. Comprção de médis pelo teste de Tukey % pr: mss sec d prte ére pr s diferentes cultivres no mnejo trdicionl (A) e mnejo por controle (B); mss sec d riz no mnejo trdicionl (C) e por controle (D) FIGURA 47. Digrm de dispersão e equção de juste pr mss fresc d prte ére (MFPA) pr slinidde inicil do solo (A) e pr o mnejo controldo (B) pr mss fresc d riz (MFR) pr slinidde inicil do solo (C) e pr o mnejo controldo (D) pr mss sec d prte ére (MSPA) pr slinidde inicil do solo (E) e pr o mnejo controldo (F) pr mss fresc d riz (MSR) pr slinidde inicil do solo (G) e pr o mnejo controldo (H) n cultivr Erly Wonder XV FIGURA 48. Comprção do teste de médi de Tukey % pr os diferentes mnejos d fertirrigção n cultivr Erly Wonder em: MFPA (A); MFR (B); MSPA (C) e MSR (D) 96 XVI FIGURA 49. Plnts de beterrb (cultivr Erly Wonder) submetids os diferentes tipos de slinidde pr o mnejo trdicionl (A) e mnejo controldo (B) FIGURA. Digrm de dispersão e equção de juste pr mss fresc d prte ére (MFPA) pr slinidde inicil do solo (A) e pr o mnejo controldo (B) pr mss fresc d riz (MFR) pr slinidde inicil do solo (C) e pr o mnejo controldo (D) pr mss sec d prte ére (MSPA) pr slinidde inicil do solo (E) e pr o mnejo controldo (F) pr mss sec d riz (MSR) pr slinidde inicil do solo (G) e pr o mnejo controldo (H) n cultivr Itpuã FIGURA 1. Comprção do teste de médi de Tukey % pr os diferentes mnejos d fertirrigção n cultivr Itpuã em: MFPA (A); MFR (B); MSPA (C) e MSR (D)... 1 FIGURA 2. Comprção de médis pelo teste de Tukey % pr os teores de nitrogênio no mnejo trdicionl (A) e por controle (B) e pr os teores de clcio no mnejo trdicionl (C)e por controle (D) ns dus cultivres estudds FIGURA 3. Digrm de dispersão e equção de juste pr teores de K no mnejo trdicionl (A) e por controle (B) e teores de Mg no mnejo trdicionl (C) e por controle (D) n cultivr Erly Wonder FIGURA 4. Comprção de médis pelo teste de Tukey % pr os teores de nitrogênio (A), fósforo (B), potássio (B) e cálcio n plnt submetid os diferentes mnejo d fertirrigção... 1 FIGURA. Digrm de dispersão pr concentrção de nutrientes n cultivr Itpuã nos diferentes mnejos de fertirrigção estuddos: nitrogênio (A); fósforo (B) mgnésio (C) e cálcio no mnejo trdicionl (D) e controldo (E) FIGURA 6. Comprção de médis pelo teste de Tukey % pr concentrção de nitrogênio (A), fósforo (B), potássio (C) e cálcio (D) em plnts d cultivr Itpuã submetids os diferentes mnejos d fertirrigção FIGURA 7. Rdição globl e fotossintéticmente tiv (A) e evporção do tnque clsse A (B) durnte o ciclo d cultur
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks