Slides

Zoologia: Platelmintos

Description
1. ᔥ Google Imagens 2. PlatelmintosO Filo Platyhelminthes representa oprimeiro grupo de vermes na escalazoológica: seres invertebrados, comcomprimento (dimensão…
Categories
Published
of 25
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. ᔥ Google Imagens
  • 2. PlatelmintosO Filo Platyhelminthes representa oprimeiro grupo de vermes na escalazoológica: seres invertebrados, comcomprimento (dimensão antero-posterior)maior que a espessura (dorso-ventral) e que ᔥ Google Imagensse locomovem por deformações do corpo. Dugesia tigrina – a planária
  • 3. P Estrutura corporal D A SIMETRIA BILATERAL divide o corpo do animal em quatroᔥ Amabis V regiões: anterior (A), posterior (P), dorsal (D) e ventral (V). A A& Martho partir bilateralidade é que permitiu-se a formação de uma cabeça (cefalização)- Revestimento com cutícula* e muco.- Ocelos (fotorreceptores)- Musculatura longitudinal,transversal e circular- Faringe protátil**- Sistema nervosoganglionar e eyespotscordões nervososventrais* Nos vermes parasitas;** Somente em planárias
  • 4. ᔥ Google Imagens Classificação kestos: ‘fita’ Taenia sp. Classe Cestoda eidos: ‘semelhante’ Se caracterizam pela ausência do sistema Escólex Estróbilo digestório. Os alimentos são absorvidos pela pele. Todos os representantes desta Colo classe são parasitas internos. ♂ Schistosoma sp. Classe Trematoda trematos: dotado de buracos ventosa Têm órgãos adesivos orais e ventrais que os fixam ao hospedeiro. São endo e ectoparasitas. ♀ Possuem vida livreO corpo coberto por uma epiderme (semcutícula) composta de células ciliadas com Dugesia sp.função sensorial e de locomoção.Classe Turbellaria Se locomove por turbilhões de água.
  • 5. FisiologiaDigestão:- Tubo digestório incompleto(céstodes não possuem TD);- Digestão intra e extracelular.Circulação: por difusão Respiração: - Difusão pela epiderme; - Tremátodos e tênias são anaeróbios facultativos (fermentadores quase sempre). Sist. nervoso: ganglionar com cordões Excreção: (Amônia) nervosos - Em planárias: Sensorial: solenócitos ou células- - Ocelos (fotorreceptores)ᔥ Amabis & Martho flama (protonefrídios) - Aurículas (quimiorreceptores)
  • 6. Reprodução Tênias: Monoicas com AUTOFECUNDAÇÃO (interna) Desenvolvimento indireto, com larva CISTICERCO Proglótide O corpo forma “pacotes” chamados de proglótides (ou proglotes) que produzem espermatozoides e óvulos. Cada proglótide tem de 100 a 150 ovos.
  • 7. Planárias: Sexuada: - Monoicas com REPRODUÇÃO CRUZADA - Fecundação interna - Desenvolvimento direto Assexuada: Fissura e regeneração. Esquistossomas: MachoReprodução assexuada - Dioicas - Fecundação interna - Desenvolvimento indireto, com larva MIRACÍDIO e CERCÁRIA Fêmea Canal ginecóforo Reprodução sexuada
  • 8. Verminoses - PlatelmintosCestoda:- Teníase- Cisticercose- Equinococose /hidatidoseTrematoda:- Esquistossomose- Fasciolose
  • 9. Teníase – “solitária”Agente etiológico: A ocorrência se deve a ingestão de carne bovina ou suína (hospedeiros intermediários) contaminada por cisticercos, as larvas da tênia. EscólexTaenia solium Taenia saginata PORCO BOVINO A “solitária”
  • 10. Ciclo de vidaO mesmo ciclo ocorrequando o HI é o bovino.
  • 11. CisticercoseAgente etiológico:Apenas a Taenia solium écausadora da cisitcercose.Ocorre quando o HOMEM, aoingerir os ovos da tênia,assume o papel deHOSPEDIRO INTERMEDIÁRIO.Cisticercos se instalam,normalmente, no cérebro.
  • 12. Distribuição: teníase / cisticercose
  • 13. FascioloseAgente etiológico:Fasciola hepaticaOcorre quando o HOMEM(HD) ingere plantas aquáticas(normalmente o agrião) comcercárias encistadas. Fasciola hepatica - adulto Lymnaea columella - caramujoOs vermes desenvolvem-se nofígado e se multiplicam noscanais biliares.Hospedeiro intermediário:caramujo Lymnaea columella
  • 14. Ciclo de vida
  • 15. Distribuição: Fasciola hepatica e F. gigantea
  • 16. Esquistossomose – “barriga d’água”Agente etiológico: Contágio: penetração da larva cercária pela pele ou mucosas do homem (HD);Schistosoma mansoni Liberação de ovos na água (nas fezes); (adultos) Formação de larvas miracídio que se desenvolvem em cercárias após a passagem pelo HI, o caramujo Biomphalaria. ᔥ Science Photo Library
  • 17. Cercária Ciclo de vidaBiomphalaria Miracídeo
  • 18. Barriga d’água: Os sintomas da fase crônica podem ser as hepatopatias/ enteropatias com hepatomegalia, esplenomegalia, ascite (barriga d’água) e diarreia. Controle biológico: O tambaqui, peixe que tem como hábitat a bacia do rio Amazonas, é predador do caramujo Biomphalaria e tem trazido excelentes resultados no controle biológico das populações do molusco. Tambaqui - Colossoma macropomum Criança com pronunciada ascite e hepatoesplenomegalia.ᔥ Google Imagens
  • 19. Distribuição: Schistosoma mansoni e S. haematobium
  • 20. Hidatidose e EquinococoseAgente etiológico:O Echinococcus granulosus se apresentana forma adulta em cães (HD), causandoa equinococose, e em estágio larval nohumano ou ovinos (HIs), o que provoca ahidatidose. Cisto hidático a larva instalada no pulmão humano Echinococcus granulosus - adulto
  • 21. Ciclo de vida
  • 22. Distribuição: Hidatidose e equinococose
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks