Documents

Boletim CLUVE 142.pdf

Description
Editorial Excelente prestação O CluVe esteve presente em Pombal, no Campeonato Nacional 28 títulos nacionais e 5 recordes nacionais Veteranos de Pista Coberta, com a maior comitiva de sempre neste tipo de evento, tendo participado com 32 atletas (13 mulheres e 19 ho- mens). O primeiro motivo que nos leva a esta satisfação tem a ver com a entrada de novos atletas em competição. As d
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Editorial  O CluVe esteve presente em Pombal, no Campeonato Nacional Veteranos de Pista Coberta, com a maior comitiva de sempre neste tipo de evento, tendo participado com 32 atletas (13 mulheres e 19 ho-mens). O primeiro motivo que nos leva a esta satisfação tem a ver com a entrada de novos atletas em competição. As dúvidas de crescimento-que tivemos há uns anos atrás em boa hora, levaram-nos a tomar várias medidas, hoje constantamos, deram certo. No entanto, esta renovação vai ter de continuar. O segundo prende-se com os resultados obtidos. Os nossos atletas alcançaram 25 títulos nacionais individuais e muitos segundos e terceiros lugares. Além disso, registem-se três títulos nacionais em esta-fetas. Até ao momento, ainda não é conhecida a classificação colectiva, o que, diga-se, não é de todo positivo para o Atletismo Master. Desta-camos, ainda, os 6 recordes nacionais obtidos por Céu Cunha, Ivone Lobo, Paula Martinho e Conceição Moura (um regresso ao Atletismo que agrada a todos) e Almira Mateus. Mudando a agulha, e porque houve eleições para a ADAC, num dos actos eleitorais mais concorridos com lista única, David Soares foi reconduzido no cargo de presidente da Direcção. Lembramos que, no mandato que agora termina, a ADAC cresceu em mais 38% de atletas e mais 82% de clubes inscritos. Há que continuar nesta senda, mas princi-palmente, e em conjunto com os clubes, lutar para que a modalidade seja servida de condições condignas para a prática da modalidade e trazer provas nacionais para Coimbra. Em nome do CluVe, aproveito para desejar os melhores êxi-tos aos recém eleitos membros da ADAC e dizer-lhes: podem contar connosco! Com preocupação assistimos ao encerramento do sector de lançamentos do EUC que, embora sendo da Universidade de Coimbra, permitia a realização de treinos e alguns torneios. Neste momento, os atletas de Coimbra ficaram sem nenhuma alternativa. Carlos Gonçalves  Excelente prestação 28 títulos nacionais e 5 recordes nacionais  Mais uma excelente participação dos atletas do CluVe nos re-centes Campeonatos Nacionais de Pista Coberta, em Pombal. Num total de 28 títulos, 25 são individuais, dos quais 15 no feminino e 10 no masculino. Destaque, ainda, para os recordes nacionais obtidos por Céu Cunha (W50) no Triplo Salto com 9,26 metros, Paula Martinho (W60) no Lançamento do Peso (8,15 metros), Ivone Lobo (W80) no Lançamento do Peso (5,79 metros), Almira Mateus (W55) no Triplo Salto (6,40 me-tros) e Conceição Moura (W55) nos 400 metros (77:00). Registem-se as estreias, neste tipo de competição, da atleta internacional Conceição Moura que venceu as provas em que participou no sábado e que, por lesão, não pode dar o seu contributo no domingo; de Amélia Mendes (W55) que alcançou a segunda posição nos 1500 metros e de Glória Soares com excelente participação. Nestes campeonatos participaram 374 atletas (102 mulheres e 272 homens). Por dificuldades técnicas, de certa forma incompreesíveis, ain-da não são conhecidas as classificações colectivas. O CluVe aproveita para agradecer à Fisio+ o trabalho desen-volvido pelos seus dois fisioterapeutas, Joana e Vaso, no acompanha-mento aos nossos astletas. Carlos Ribeiro - Jogos Mundiais  Carlos Ribeiro, atleta do CluVe, vai estar em representação de Portugal nos Jogos Mundiais Masters, a de-correr em Auckland (Nova Zelândia), de 21 a 30 de Abril. Carlos Ribeiro vai participar nos 800 me-tros, 1 500 metros, 3 000 metros e no Cross Country. Iremos, como é habitual, dando informa-ções das suas prestações em cluvecoimbra.blogspot.pt e no nosso facebook. Que tudo corra pelo melhor!  Telescópio 2Manuel Oliveira5Nuno Filipe Varandas6Custódio Mateus7Cândido Ferreira14Nilza Ribeiro17 António Pego18Vitor Cardoso Gonçalves20Reinaldo Bernardes Abril Casos de Arbitragem 20 António OliveiraJoana Lobo24 António Manuel Silva26 António Ferreira Tavares27 Agostinho Moreira28 Ana Sofia Mendes29João Matos SantosSara Martins  Com a entrada da Primavera, a prática da actividade, em ter-mo de treinos, aumentou. Os motivos são vários, desde a transição para as temperaturas mais compatíveis com o exercício físico, ao prolonga-mento da luz do dia. Inicia-se assim o período de provas ao ar livre e a prática mais diversificada das diferentes disciplinas, nomeadamente o salto em altu-ra, lançamentos e barreiras. Este meio ano vai ser mais intenso não só no treino, mas prin-cipalmente nas competições. Diria mesmo que é um período mais alegre, mais regular nas presenças e nos objectivos que se pretendem. Esperamos por todos.  Rui Costa  Jogos de Coimbra 2017  Numa organização conjunta do Clube Eirense, ADAC, Junta de Freguesia de Eiras e Câmara Municipal de Coimbra, realizou-se, em Ei-ras, o Corta Mato integrado nos Jogos de Coimbra 2017. O Cluve esteve presente em representação da Junta de Fre-guesia de Santo António dos Olivais. ANAV em Assembleia Geral  Realizou-se, em Lisboa, a Assembleia Geral Ordinária da ANAV para discussão e aprovação do Plano de Actividades e Orçamento para 2017, bem como Relatório de Contas 2016. O CluVe esteve representado por Carlos Gonçalves e Céu Cunha que viram os dois primeiros pontos (Plano de Actividades e Orçamento para 2017) serem aprovados pelos 17 associados presentes. O ponto 3 - Relatório de Contas 2016 - foi adiado, pelo facto do Conselho Fiscal não ter em sua posse todos os documentos necessá-rios para a sua verificação. Este assunto ficou para ser abordado em Assembleia Geral Extraordinária convocada para 22 de Abril, em Lisboa, na Sede da FPA, às 14.30 horas. No campeonato nacio-nal de Portugal, um atleta resol-ve colocar na pista de balanço, no salto em altura, três marcas pessoais. O Juiz Chefe disse-lhe que só poderia utilizar duas marcas e só as fornecidas pela Organização o que está de acor-do com a seguinte regra: Regra 180 – 3 - Marcas: Em todos os concursos com corredor de balanço as marcas colocam-se exteriormente ao longo da pista de balanço, com excepção do Salto em Altura em que as marcas podem ser colocadas no seu in-terior. Um atleta poderá colocar uma ou duas marcas (fornecidas ou autorizadas pela Organização) para o auxiliar na corrida de balanço e na chamada. Se essas marcas não forem fornecidas, um atleta poderá usar fita adesiva mas não giz ou substância similar, nem nada que deixe uma marca indelével.  Helena Carvalho   As diferenças no Desporto  O Desporto é assim. No desporto inunda-se a sociedade com produtos de boa aparência e atraentes, mobilizam-se paixões, investe-se no marketing, criam-se expectativas mas emerge em cer-tos casos - também nos de maior mediatis-mo - a violência, a suspeita de actos ilícitos de alguns agentes, a dopagem de alguns ídolos, investimentos e ambições irrealistas de alguns clubes, especulações hiperbólicas de alguns meios de comunicação, dúbia ges-tão e negócios, no mínimo, esquisitos. Quando o espectáculo é de qualidade, vale a pena a ele assistir e reconhecer o mérito de quem o dignifica e o seu contributo no desen-volvimento desportivo . No entanto, permanecem latentes os casos pouco abonatórios dum “estado desportivo saudável“. O Desporto é assim. Uma atraente actividade que poderá desenvolver o corpo e o espírito proporcionando situações que cons-tituem uma forte componente educacional . É uma via que não se pode desaproveitar, porque, dum ou doutro modo, vamos encon-trar na vida múltiplas oportunidades de fa-zer apelo a valores de comportamento ético e outros que a condição humana exige no envolvimento social. O Desporto é assim. Uma encruzilhada em que só a Educação e a aquisição e práti-ca de valores poderão substituí-la por uma via de opção de dignidade humana e des-portiva. Seja qual for o entendimento que se tenha destes conceitos, e apesar da po-pulação se ver mais envolvida no espectá-culo desportivo, é no desporto da escola que se devem esperar resultados consistentes para um desenvolvimento harmonioso intelectual e físico com assimilação irreversível dos benefí-cios da actividade física e desportiva, O Desporto é assim. A cultura desportiva embora seja interiorizada pelos jovens, com acompanhamento dos professores e pais, vai permanecer nos seus hábitos se não houver hiatos ou tibiezas. E é o “pequeno clube” que poderá dar continuidade a algo (cultura desportiva) que nos acompanha-rá para sempre e que se preten-de guardiã da compreensão da humanidade, educação social e moral. Na minha opinião, teremos de manter e acentuar o crédito ao associativismo, de dar continuida-de à formação e competição desportiva, que, poderá dizer-se, lhe é delegada pelo Estado. Este empenho associativo é charneira para a continuidade da prática desportiva. Alguns dos jovens caminharão para a alta compe-tição e até profissionalismo. Outros, não integrando o grupo dos ta-lentosos, poderão continuar a dar o seu contributo ao desporto nos mais diversos domínios mantendo como sustentáculo a actividade física regular, de carácter competitivo, ou meramente informal, onde a vitória se espelha pelo bem estar e auto-estima.O Desporto é assim.  Rui Costa  Novos Corpos Gerentes ADAC  Com a participação de 10 clubes do distrito, foi eleita a lista concorrente aos órgãos sociais da ADAC. Continuem o bom trabalho do último mandato (+38% de atletas e 84% de clubes). Contem connosco! A Direcção, mantém David Soares como presidente, é compos-ta por Narcindo Cunha, Augusto Teixeira, Vitor Pimenta, Paulo Oliveira, Francisco Simões, Jorge Gamito, José Santos e Pedro Santos. A Assembleia Geral é constituída por José Martins, Miguel Coimbra e Gabriel Pires. O Conselho Fiscal integra Pedro Monteiro, Francisco Brás e  António Oliveira. Por sua vez, o Conselho de Arbitragem, tem Mário Rui como presidente e Mário Silva e José Verissímo como vogais. O Conselho Jurisdicional integra António Melanda, Pedro Me-landa e Barbara Figueiredo. Estágio da Páscoa 2017  A ADAC promoveu o habitual Estágio da Páscoa’ 2017 para os atletas da formação que mais se tenham destacado. O CluVe, através da Escola Atletismo Helena Carvalho, está re-presentado por Afonso Fernandes e Ruben Silva. Parabéns! ÚLTIMA HORAO sector de lançamentos do Estádio Universitário de Coimbra foi encerrado para as obras com vista ao EUSA’2018.  Calendário de actividades FICHA TÉCNICAPropriedade: CluVeDirector: Carlos GonçalvesCorpo Editorial: Rui Costa, Jorge Carvalho e Luis Neves. Apoio: Jorge LoureiroComposição: ANGOCAR Tiragem: CopyKnómica O CluVe agradece os apoios Um auxiliar para os nosso atletas  A Direcção do CluVe disponibiliza para todos os seus atletas uma brochura “Diário de Treino - Atletismo”. Esta brochura foi aprovada, depois de uma sugestão do treinador José Marques, e vai ser uma ferra-menta útil para todos os atletas. Levanta o teu diário na sede do Cluve. 22/AbrCampeonato Distrital 10000 metros + Torneio LusoLusoADAC23/Abr6ª Corrida “Coimbra entre Mar-gens/OralMed”Parque VerdeCluVeV Trilho dos GatosM.VelhoGatõesUltra Trail Rosa AlbardeiraPombalCMPombal/Bombeiros25/AbrEstafeta dos Cravos/caminhada da LiberdadeVila de PereiraSGB Consulting Team29 a 30/ AbrOlímpico Jovem DistritalLusoADACCampeonato Distrital Provas CombinadasRio MaiorADAS/ADAC30/AbrUltra Geira RomanaGerêsCT/COMPenacova trail CentroPenacovaCSá Nature Events1/MaiCorrida 1º Maio Figueira da FozF. FozUSFFoz6/7 MaiTorneio PistaECCADACCamp. Nacional Provas Combina-dasLusoFPA/ANAV13/MaiCorrida 4 Estações 2017CondeixaCorrida 4 Estações13/14 MaiCamp. Distrital IniciadosFebresADAC19/MaiCamp. Nacional Desporto escolar - Sub 18 (Juvenis)MaiaDE20/21 MaiEstrela Grande Trail - Serra EstrelaManteigasEGT27/MaiMeeting CantanhedeFebresADAC28/MaiMeia Maratona EDP Douro VinhateiroPeso da RéguaRunning  Wonder’s EDP
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x