Reviews

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS COMO INSTRUMENTO COMPETITIVO PARA UM NEGÓCIO NO RAMO DE MADEIRA NA CIDADE DE CARUARU-PE

Description
SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DO VALE DO IPOJUCA - SESVALI FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA FAVIP COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO COM HABILITAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS
Categories
Published
of 37
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DO VALE DO IPOJUCA - SESVALI FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA FAVIP COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO COM HABILITAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS COMO INSTRUMENTO COMPETITIVO PARA UM NEGÓCIO NO RAMO DE MADEIRA NA CIDADE DE CARUARU-PE ARTHUR GOMES DE ABRANTES PROFº MS. HENRIQUE CHAVES Caruaru 2011 ARTHUR GOMES DE ABRANTES DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS COMO INSTRUMENTO COMPETITIVO PARA UM NEGÓCIO NO RAMO DE MADEIRA NA CIDADE DE CARUARU-PE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Coordenador de Administração da Faculdade do Vale do Ipojuca, como requisito para obtenção do Bacharel em Administração. PROFº MS. HENRIQUE CHAVES Caruaru 2011 A161d Abrantes, Arthur Gomes de. Desenvolvimento de competências empreendedoras como instrumento competitivo para um negócio no ramo de madeira na cidade de Caruaru-PE / Arthur Gomes de Abrantes. -- Caruaru: FAVIP, f.: Orientador (a) : Henrique de Queiroz Chaves. Trabalho de Conclusão de Curso (Administração de Empresas) - - Faculdade do Vale do Ipojuca. Inclui apêndice 1. Empreendedor. 2. Comportamento empreendedor. I. Título. Ficha catalográfica elaborada pelo bibliotecário: Jadinilson Afonso CRB-4/1367 CDU 658[12.1] DEDICATÓRIA Aos meus pais e familiares, pelo o apoio nas horas difíceis, me incentivando e mostrando que eu sou capaz. Agradecimentos Agradeço primeiramente a Deus, que me deu forças para perseverar e concluir este trabalho. Aos meus pais e familiares que sempre me incentivaram, acreditando neste sucesso. Ao meu professor Ms. Henrique Chaves, pelo apoio no desenvolvimento desta pesquisa. Agradeço a minha tia Sandra Abrantes, pelo apoio me incentivando a concluir este trabalho. A todos os professores do curso de Bacharel em Administração, que foram importantes na formação da minha vida acadêmica e no desenvolvimento deste trabalho. Aos amigos, colegas e a Daniele Rocha minha namorada, pelo incentivo e pelo apoio constantes nesta longa e gratificante caminhada. RESUMO Neste trabalho foram definidas e identificadas as características do setor madeireiro na cidade de Caruaru-PE, que servirá como base para o mapeamento das características do comportamento empreendedor, para responder a problemática deste trabalho: Quais as competências empreendedoras mais significativas para o desenvolvimento de um negócio no ramo de madeireiras na cidade de Caruaru-PE, com o objetivo de identificar o sujeito empreendedor, mapear o setor madeireiro e apresentar a dinâmica de comercialização da madeira. Foi avaliado que o sujeito empreendedor do setor madeireiro é capaz de assumir riscos calculados, é visionário e investir no relacionamento com o cliente. Palavra Chave: comportamento empreendedor, ABSTRACT This work was defined and identified the characteristics of the wood sector in the city of Caruaru-PE, which will serve as the basis for mapping the characteristics of entrepreneurial behavior, to answer the question of this work: What are the most significant entrepreneurial skills to develop a business in the business of logging in the city of Caruaru-PE, in order to identify the individual entrepreneur, map the timber sector and present the dynamics of commercial timber. It was assessed that the subject of the logging industry entrepreneur is able to take calculated risks, is visionary and invest in customer relationship. Keywords: entrepreneurial behavior, SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO OBJETIVOS Objetivo Geral Objetivos Específicos JUSTIFICATIVA REFERENCIAL TEÓRICO Definições sobre Empreendedorismo O fenômeno empreendedor sob a perspectiva global Características de empreendedor Competências empreendedoras PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Tipos de Pesquisa Estudo de caso Instrumentos de Coleta de Dados ANÁLISE DOS DADOS Caracterizações do sujeito empreendedor Conte-me um pouco sobre o setor madeireiro Quais as dificuldades mais relevantes para o senhor no atual cenário do seu mercado Qual o papel do governo em relação ao consumo de madeira O que seria um empreendedor para o senhor Você se descreve como empreendedor Mapeamento das competências empreendedoras O que fez abrir sua empresa Como sua experiência ajudou no desenvolvimento do seu negocio Você teve alguma dificuldade no desenvolvimento do seu negócio O mercado madeireiro esta caminhando para onde O senhor identifica oportunidades em seu mercado Você se faz competitivo em relação ao seu mercado O mercado madeireiro esta caminhado para onde Fale-me sobre ações empreendedoras tomadas por você em sua empresa CONCLUSÃO REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS APÊNDICE...35 7 1 INTRODUÇÃO Atualmente, a globalização dos mercados tem elevado a competitividade a perspectivas cada vez maiores. Por outro lado, tem gerado uma maior facilidade na geração de inovação por parte dos empreendedores, devido a uma acessibilidade maior da tecnologia da informação e comunicação. Isso possibilita, de forma geral, uma integração de todos os processos da empresa e o incremento da sua dinâmica de negócios. A globalização se caracteriza pela combinação de fatores, tais como: Da tecnologia com o mercado, isto é, para entender, antecipadamente, os desejos e necessidades dos clientes melhor que os concorrentes, e assegurar que recursos adequados serão alocados para o desenvolvimento e lançamento de produtos/serviços ( Leite,2002, p.35). A partir do entendimento da caracterização desses fatores, os empreendedores tendem a cada dia enfrentar novos desafios, estando em uma verdadeira guerra, por causa do enfrentamento as diversidades de seu mercado. Segundo Global Entrepreneurship Monitor (2003), o desenvolvimento do fenômeno empreendedor no Brasil está associado à perspectiva da opção da carreira e necessidade de subsistência. Essa relação foi identificada na esfera do equilíbrio, fato considerado determinante para o incremento de empreendimento no Brasil pelos empreendedores caracterizados sob o hedge da necessidade. O setor madeireiro no Brasil começou quando os portugueses descobriram o alto valor comercial do pau-brasil. Atualmente, o setor madeireiro se divide em duas regiões, a região amazônica formada pelos estados do Maranhão, Pará, Acre, Roraima, Rondônia e Amazonas, (estados esses que se localizam no norte e nordeste do país) que são responsáveis pela extração e beneficiamento de madeira voltada exclusivamente para a construção civil e produção para seu beneficiamento em demais produtos, como porta, janelas etc. A outra região localizada no sul e sudeste do país, é formada pelos estados de São Paulo, Espírito Santo Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul; é uma região que produz madeira para suprir o forte setor moveleiro que lá se encontra; há também o desenvolvimento do reflorestamento de áreas degradadas como as florestas de eucalipto para a venda de créditos de carbono e a fabricação de celulose, principal matéria prima para fabricação de papel. Este setor é muito importante para a economia, pois, propicia a geração de emprego, o desenvolvimento de novos empreendimentos, além de movimentar 3,8 bilhões de dólares em exportações, entretanto, existe uma grande dificuldade, devido à fiscalização do IBAMA, na exigência de várias licenças para extração e comercialização da madeira, e as 8 frequentes reportagens da mídia televisiva e escrita sobre o desmatamento da Amazônia tornando assim o custo deste setor bastante alto. Na esfera de negócios, a comercialização da madeira é bastante ampla, pois é matéria prima de diversos produtos. Suas principais atividades são a construção civil, o setor moveleiro e a exportação. A madeira como matéria prima tem um custo muito elevado devido alta carga tributária agregada a ela e a grande exigência de licenças. Um exemplo claro é o estado de Pernambuco que tem uma das mais altas pautas de imposto de madeira do Brasil. Para se ter uma idéia isso significa um aumento 45% no custo final da madeira, alem da exigência da licença ambiental do IBAMA e CPRH. Apesar de todos os problemas enfrentados pelo setor madeireiro no Brasil, o desenvolvimento do mesmo na cidade de Caruaru acompanha o crescimento da construção civil, o crescimento do parque industrial da cidade e a duplicação da BR-104. Isso favorece o desenvolvimento de novos empreendimentos na região que, consequentemente, impacta em uma busca constante por diferenciais competitivos derivados de uma maior diversidade de produtos e de uma maior qualidade na prestação de seus serviços. Desse modo, quais as competências empreendedoras mais significativas para o desenvolvimento de um negócio no ramo de madeireiras na cidade de Caruaru-PE? 9 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivo Geral Identificar quais as competências empreendedoras mais significativas para o desenvolvimento de um negócio no ramo de madeireiras na cidade de Caruaru - PE. 2.2 Objetivos Específicos - Caracterizar o sujeito empreendedor do setor madeireiro de Caruaru - PE. - Mapear as perspectivas de competências empreendedoras para o setor. 10 3 JUSTIFICATIVA A escolha do tema para o desenvolvimento desta pesquisa foi feita, pois é uma área que já atuo em uma empresa familiar e pretendo desenvolver uma nova empresa que preencha um seguimento diferente no setor em que já atuo, sendo assim a partir deste trabalho as informações sobre o setor madeireiro, serão de grande ajuda na gestão da empresa. O mapeamento das competências empreendedoras no setor madeireiro torna este trabalho, fonte de informação para os fissionais de administração que desejam investir neste mercado ou aprofundar seus conhecimentos sobre o mesmo. Este trabalho torna-se importante para os estudantes de administração, pois, pretende elaborar o mapeamento de funcionamento do setor madeireiro, descrevendo as normas de extração e comercialização definidas pelo IBAMA, podendo ser utilizado como fonte de informação para empreendedores que buscam desenvolver um negócio no setor madeireiro de Caruaru-PE, como fonte de estudo e de outros trabalhos acadêmicos. A referida pesquisa aplica-se como fonte de informação para o setor madeireiro, mapeando suas atividades e competências atribuídas ao mercado, bem como suas perspectivas, na criação e no desenvolvimento de um negócio no referido ramo, viabilizando a compreensão do funcionamento de todas as etapas desde a compra até a comercialização. 11 4 REFERENCIAL TEÓRICO Nesse projeto será tratado o empreendedorismo sob a ótica de suas definições mais relevantes, bem como uma abordagem compreensiva do desenvolvimento do fenômeno empreendedor no mundo e no Brasil. Além disso, será abordado o campo das competências empreendedoras. 4.1 Definições sobre Empreendedorismo Empreendedorismo é originado da palavra francesa entrepreneur, que significa aquele que esta entre, fato considerado relevante para suas definições, pois o empreendedor é a figura chave do seu empreendimento, tornando-se um mediador de seus interesses. Para Drucker (1986, p.36), o empreendedor vê a mudança como norma e como sadia. Geralmente ele não provoca a mudança por si mesmo. Mas isto define o empreendedor e o empreendimento, o empreendedor sempre está buscando a mudança, reagindo a ela e explorando como sendo uma oportunidade. O sujeito empreendedor é definido pela transferência de recursos das áreas de baixa produtividade e rendimentos, para áreas de produtividade e rendimentos mais elevados. Naturalmente existem os riscos do empreendedor não ser bem sucedido. Porém, se ele for moderadamente bem sucedido, os retornos serão suficientes para compensar qualquer risco que possa haver. Portanto, é de se esperar que o empreendimento seja uma atividade consideravelmente menos arriscada que a otimização. (Drucker, 1986). Isso é fato; assumir risco em uma organização é praticamente uma grande virtude do empreendedor, pois, no mundo competitivo de hoje no qual as ameaças se tornam uma oportunidade, prevalece o espírito de pro atividade e inovação do sujeito empreendedor, que agrega a seu empreendimento uma nova ferramenta, capaz de medir a capacidade de criação de riquezas. Segundo Hisrich e Peters (2004, p.29) o empreendedorismo nada mais é do que um processo de criar riquezas, tais riquezas são criadas por: 12 [...] indivíduos que assumem os principais riscos em termos de patrimônio, tempo e/ou 1 comprometimento com a carreira ou que provêem valor para algum produto ou serviço. O produto ou serviço pode ou não ser novo ou único, mas o valor de algum modo pode ser infundido pelo empreendedor ao receber e localizar as habilidades e os recursos necessários. Para Hisrich e Peters (2004, p.29) as definições de empreendedorismo se assemelham com a apresentação de seus principais indicadores, que são a novidade, organização e riscos a serem assumidos, mesmo assim ele destaca que as definições são restritivas, pois, qualquer um em sua determinada profissão pode ser um empreendedor; a partir disto ele sugere que empreendedorismo seja definido como: o processo de criar algo novo com valor dedicando o tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psíquicos e sociais correspondentes e recebendo as conseqüentes recompensas da satisfação, independência econômica e pessoal (Hisrich e Peters 2004, p.29) Leite (2002, p.106) relata que para empreender, o indivíduo tem que ir a busca do risco e procurar fazer diferente. Os empreendedores são pessoas que estão simultaneamente criando novos tipos de negócios e aplicando novos e insólitos conceitos administrativos. (Leite, 2002). 4.2 O fenômeno empreendedor sob a perspectiva global Segundo Raupp e Beuren (2006) o desenvolvimento do empreendedor no atual ambiente empresarial, permeado de constantes transformações econômicas, administrativas e tecnológicas, o empreendedorismo passou a ser considerado um elemento fundamental na busca pela competitividade das organizações. Em incubadoras de empresas esta situação é mais nítida, uma vez que estão voltadas ao nascimento e desenvolvimento de empreendimentos nelas instalados. No mundo globalizado em que vivemos, existe uma tendência de desenvolver áreas de inovação e criação de empresas de base tecnológica, através das incubadoras, que estimulam a transformação de conhecimento em riquezas e agregando capital financeiro e intelectual. Esse fenômeno tem como consequência a entrada em novos mercados, com novos produtos ou seguimentos. De acordo com Leite (2002, p.13), para o empreendedor entender quais os novos desafios a vencer, a todo instante, terão de estar atentos para essa tendência mundial. 13 O empreendedor precisa definir sua visão perante seu sucesso, para poder tomar uma direção e saber chegar nela. Leite (2002) define que o empreendedor deve seguir um modelo estratégico, para descobrir algo novo, através desses pontos citados abaixo: Formular uma visão baseada na realidade; Definir os valores centrais e a filosofia de sua empresa; Criar uma declaração da missão da empresa que seja precisa concisa e inspiradora; Avaliar um conceito unificado para criar valor para seus clientes; Características do empreendedor O empreendedor fica caracterizado como um sujeito que vai sempre mais além, visando uma busca incansável de oportunidades para seu negócio. Definindo os seus objetivos, organizando suas obrigações e ficando atento a possíveis eventualidades que possam vir acontecer, para que suas únicas preocupações sejam o desenvolvimento de seu negócio, agregando valor a seus produtos ou serviço. Leite (2002, p.169) fala quais as características mais marcantes de um empreendedor bem sucedido, são elas: Autoconfiança e otimismo Capacidades de assumir riscos calculados Responder positivamente aos desafios Adaptabilidade e flexibilidade diante das mudanças Conhecimento dos mercados e do ramo de negócio onde atuam Desejo de ser independente Energético e diligente Criativo e com forte necessidade de realização Líder dinâmico Aberto a feedbacks Com forte senso de iniciativa Perseverante dotado de excelente percepção Grande visão para o aproveitamento de oportunidades. Competências empreendedoras O processo visionário do empreendedor começa pela definição de sua visão em relação ao mercado; é a partir disto que o pensamento sobre qual fatia seus produtos irão tender no mercado de atuação e qual o tipo de organização será necessária para atender seu objetivo a ser alcançado. Para Filion (1991) o processo visionário divide-se em três categorias de visão: A visão emergente (idéias para futuros produtos e serviços); a visão central (o resultado de uma ou mais visões emergentes) em duas partes: a parte externa, ou seja, a faixa de mercado a ser ocupada por um produto ou serviço, e a parte interna, ou seja, o tipo organização necessária para tornar isso realidade, por fim, a visão complementar ou as atividades gerenciais necessárias para dar suporte à concretização da visão central. Contudo, o processo visionário é compreendido a partir do desenvolvimento pelo empreendedor de seis elementos, são eles: Planejamento; Imaginando e definindo contextos organizacionais; Focalizando o nicho de uma forma diferente; Percebendo uma oportunidade de negócio; Entendendo um setor de negócios; Identificando um interesse em um setor de negócio; Segundo Filion (1991) o interesse por um setor de negócios pelo empreendedor pode ser provocado pela relação com três níveis (primários, secundários e terciários). Então nas atividades primárias, quanto mais novo for o empreendedor, maior será a influência de sua família; nas secundárias, a influência é formada por toda a carteira de relacionamento no ambiente de negócios e na terciária, é formada por toda a experiência e o aprendizado adquirido no ambiente de trabalho. Leite (2002, p.173) diferencia as competências destinadas aos empreendedores do século XXI, na qual serão exigidas: 15 Capacidades de comunicação e facilidade interpessoais, acima de tudo. O empreendedor competente quer alcançar resultados, mas não impõe clima de terror aos subordinados (Leite, 2002, p.173). 16 Estas competências transformam e atribuem características ao empreendedor, no quadro a seguir serão apresentadas tais características: Quadro 1 Caracterização das características exigidas de um empreendedor Simplificar ao fazer coisas básicas Fato marcante na característica do empreendedor, pois exige treinamento e disciplina na execução e no desenvolvimento do negócio. Senso de Missão Característica importante, na visão do seu negócio e no desenvolvimento de suas ações. Visão voltada para seus clientes/produtos Visão que busca identificar e definir, quem são os seus clientes e quanto eles estão dispostos a pagar por seu produto/serviço. Visão É essencial para o desenvolvimento de um negócio duradouro, e é definindo aonde se quer chegar que consegue atingir esse desenvolvimento duradouro. Empreendedor visionário É aquele empreendedor que deixa claro para o conhecimento de todos a sua volta, qual a sua visão. Ações inovadoras É uma das características mais importantes no desenvolvimento dos negócios, pois, em um mercado bem competitivo em que vivemos hoje, a ação aliada à inovação, formam o seu diferencial competitivo. Domínio do seu destino Ferramenta, bastante útil para o empreendedor, pois possibilita a avaliação generalizada do rumo de seus negócios, através de suas ações. Fonte: Leite (2006) 17 Segundo Ruas, Antonello e Boff (2005, p.36) nos anos 1990, quando da intensificação da reestruturação produtiva, a emergência do conceito de competência é resultado de outro contexto, no qual se destacam a aceleração da concorrência, a lógica da atividade de serviços, o trabalho intermitentemente e informal, a baixa previsibilidade de negócios e atividades, e, por fim, a crise de associações sindicais de trabalhadores. É com base nessa nova lógica de atividade econômica, e por extensão na própria dinâmica das empresas, que a construção da noção de competência começa a tomar forma. A partir desta dinâmica torna-se presente o sentimento da noção de competência, no qual se desenvolve o senso de capacidade de como pode-se utilizar e
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x