Documents

Ester Rizzi_fichamento_Andre Singer_Brasil, Junho 2013

Description
.
Categories
Published
of 3
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    Ester Gammardella Rizzi, Professora de Sociologia no curso de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, março de 20! SINGER, André.  Brasil, Junho de 2013  – Classes e ideologias cruzadas. RevistaNovos Estudos, n. 97, nov. 2! . S#o $aulo% Ce&ra', 2! . $. 2 (). Idéia central%  #ndr$ Singer discute o significado %ol&tico das manifestaç'es de (un)o de 20* a %artir de dados sobre a com%osiç+o social e a ideologia %ol&tica dos manifestantes onclui %ela)eterogeneidade das classes sociais e das ideologias Para ele, a ideologia -vitoriosa. no auge dasmanifestaç'es foi o centro do es%ectro %ol&tico, e sua %rinci%al bandeira a modernizaç+o do Estado brasileiro Idéias secund*rias%  /ivis+o das manifestaç'es de (un)o em trs fases1 refle+o sobre a forma deorganizaç+o %ol&tica do Movimento Passe 3ivre1 discuss+o sobre as %rinci%ais bandeiras %ol&ticasassumidas %elos manifestantes em 20* Refle+o sobre as conse4uncias das manifestaç'es de (un)o %ara o ent+o futuro %ol&tico do %a&s Conceitos tra&al+ados e- lin+as gerais%  manifestaç'es de (un)o de 20*, com%osiç+o social, classem$dia, novo %roletariado, ideologia, es4uerda, direita, centro Conte/to% #ndr$ Singer $ %rofessor do /e%artamento de incia Pol&tica da 55367USP Entre seustemas de %es4uisa est8 o significado do 3ulismo %ara o 9rasil Este artigo foi escrito a%enas algunsmeses a%:s as manifestaç'es de (un)o terem ocorrido Estrutura%!.Re0er1ncia +istrica 3s 4ornadas de 4un+o de !5)5 – terre-oto social  Manifestaç'es ; eventos foram a%enas tremores de terra <% 2=> -Por4ue em certo momento os %rotestos ad4uiriram tal dimens+o e energia 4ue ficou claro estar ocorrendo algo nas entran)as da sociedade, algo  4ue %odia sair do controle Mas nunca restou n&tido o que  estava acontecendo . <% 2=> 2. 6ases das -ani0esta8es de 4un+o de 2! 2  5ase  ? !, 0,  e * de (un)o ? lideradas %elo MP3@ -ob(etivo es%ec&fico@ a reduç+o do  %reço das %assagens do trans%orte %Ablico. <% 2=> 2   PAblico m8imo desta fase@ B mil %essoas2  2 Cltimas manifestaç'es@ violncia %olicial eacerbada -uso desmedido da força. <% 2B> 2 2 5ase 2 ? D, , F e 20 de (un)o ? auge da concentraç+o de %essoa2 2  onteAdo dos cartazes mostra uma %auta difusa e mAlti%la <% 2B>2 2 2 /ecis+o de reduç+o das tarifas em S+o Paulo F;0!2 2 * Passeata comemorativa, a maior@ 20;0!2 2 = /ilma Rousseff %ro%'e uma constituinte eclusiva %ara a reforma %ol&tica em 2=;0! 2 * 5ase * ? 2 de (un)o at$ o final do ms@ -o movimento se fragmenta em mobilizaç'es  %arciais com ob(etivos es%ec&ficos <reduç+o de %ed8gios, derrubada da PE *D, %rotesto contra o Programa Mais M$dicos etc> . <P 2!>    . Re0le/#o no calor da +ora so&re co-'osi#o social e ideologia dos -ani0estantes de 4un+o de 2! . *  Refle+o %rovis:ria e levantadora de )i%:teses a%enas * 2 Sobre a com%osiç+o social* 2  6i%:teses iniciais classe m$dia tradicional  %recariado <novo %roletariado> /efiniç+o@ -trabal)adores, em geral (ovens, 4ue conseguiram em%rego na $%oca lulista <200*720*>, mas 4ue %adecem com baia remuneraç+o, alta rotatividade e m8s condiç'es de trabal)o. <% 2D>* 2 2 Predom&nio de (ovens e (ovens adultos <tabela % 2>* 2 * Predom&nio de %essoas com alta escolaridade <tabela % 2F> ? diferença estabelecida a %artir das %orcentagens da %o%ulaç+o brasileira (ovem em geral* 2 = /ado divergente@ %erfil de renda dos manifestantes <tabela % *0>-H razo8vel %ensar num novo %roletariado com n&vel escolar elevado. <% *>-< > )avia, sim, um contingente de classe m$dia nas manifestaç'es, mas ele n+o res%ondia %elo todo # segunda fase das manifestaç'es teria %roduzido um cruzamento de classes . <% *2> * *Sobre a ideologia dos manifestantes* *  Inicialmente, vi$s %rogressista das manifestaç'es* * 2 -4uiç8 (un)o de 20* se(a mais bem com%reendido se ol)armos %ara o centro. <% *2>* * * MP3 <sigla %r:ima de M93>@ iniciativa )orizontal, descentralizada, autonomista, -com enorme cuidado com o %rocesso. <% **> Pr8tica democr8tica, roda viva, nova es4uerda * * = -S: 4ue ao, coerentemente, recusar uma %r8tica 4ue im%usesse desde o alto o sentido das mobilizaç'es, o MP3 as abriu %ara vis'es de mundo muito diferentes da sua #s tendncias de centro e direita %egaram carona na corrente deslanc)ada %ela nova es4uerda, s: 4ue os caronistas foram tantos 4ue, em certo momento, acabaram %or mudar a direç+o do ve&culo . <% **7*=> * * B ? Pautas do arco7&ris %ol&tico@ tarifa, inflaç+o, im%ostos, corru%ç+o, gastos com a co%a do mundo, %ol&ticas sociais, cr&ticas J desigualdade urbana <incentivada %ela co%a da5ifa>, %oder de investigaç+o do MP entre outras * * ! -# vantagem da bandeira da corru%ç+o $ 4ue ela %enetra em todas as camadas sociais . <% *B>* * D Karifas, desigualdades urbanas, gastos ecessivos com a co%a e %ouco investimento social ? %autas da es4uerda <% *!>* *  -L centro dis%'e da %ossibilidade de encam%ar as duas bandeiras sem%re 4ue a%areçam como refleo de uma sociedade moderna em confronto com um Estado envel)ecido <% *D>  ). $ara onde vai o novo 'roletariado '. 5 =  %autas %rinci%ais em 20 de (un)o <Ibo%e>@7 mudança do ambiente %ol&tico <!B>7 corru%ç+o <B0>7 Krans%orte <B=>7 Gastos com a co%a <=0>= 2 -No entanto, $ %oss&vel 4ue, embora ob(etivamente distante, o universo da classe m$dia  %:s - materialista se(a alvo de dese(o de (ovens 4ue começam a se mover na4uela direç+o %or meio da elevaç+o educacional Ensina a sociologia 4ue, 4uando n+o eistem fortes subculturas de classe em aç+o, os indiv&duos %odem desenvolver identificaç'es com o lugar social %ara o 4ual 4uerem ir e n+o com o terreno de onde vm . <% *F>= * -om as evidncias atuais n+o $ %oss&vel afirmar %ara 4ue lado %endeu o novo %roletariado . <% *F>/ois %ar8grafos finais@-om as evidncias atuais n+o $ %oss&vel afirmar %ara 4ue lado %endeu o novo %roletariado Kanto %ode ter )avido uma com%reens+o de 4ue os %roblemas %ostos s: %oder+o ser resolvidos com gastos sociais do Estado, como %ensa a es4uerda, 4uanto uma ades+o J noç+o contr8ria, defendida %ela direita, de 4ue s: o combate J corru%ç+o <da es4uerda> %ode levar a uma maior %roduç+o de ri4ueza Mas tamb$m $ %laus&vel ter )avido uma sim%atia %ela ideia de 4ue a soluç+o dos %roblemas sociais brasileiros %assa %or maior %artici%aç+o social e umareduç+o do Estado, como 4uer o centro %:s - materialista #t$ mesmo uma divis+o entre as trs correntes $ imagin8vel L 4ue %ercebemos no Ouadro = $ 4ue, no auge das manifestaç'es, as diversas correntes ideol:gicas estavam  (untas nas ruas #%esar da e%uls+o simb:lica da es4uerda %artid8ria da avenida Paulista <talvez %or gru%os de etrema - direita sob o bene%l8cito silente de manifestantes de centro>, na noite da 4uinta, 20, onde tudo )avia começado duas semanas antes, a es4uerda social l8 %ermaneceu, re%resentando uma %arcela significativa, embora n+o ma(orit8ria, do %rotesto /a mesma maneira, )avia uma direita, a 4ual, contudo, era bem menor do 4ue fizeram %ensar as %rimeiras im%ress'es a res%eito do acontecido L centro, %or sua vez, %redominava do  %onto de vista num$rico e, como buscamos sugerir, cultural /escobrir como o novo %roletariado reagiu ao estran)o cruzamento ocorrido a(udar8 a entender mel)or o significado %rofundo dos acontecimentos de (un)o . <% *F7=0> :e/to de an*lise ! a '*ginas – co- voc1s, e- sala de aula.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x