Documents

Humphrey, r. o Fluxo

Description
O Fluxo
Categories
Published
of 62
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  uoor Robert Humphrey 0 FLUXO DA CONSCIÊNCIA -  FICHA  CATALOGRAFICA (Preparada pelo Ccnlro dc Cnlnlognção-na-Fonte, CÂMARA BRAblU.IKA  DO LIVRO, SP) Humphrey, Robcrt H912f O fluxo  da consciência:  um estudo sobre James Joyce, Vrgína  Woolf,  Dorothy Richardson, William Faulkner  c outros; tradução  dc (iert Meyer, revisão  técnca de  Afrâno Coutinho. Sao Paulo, Mdiraw-llill  do Brasil, 1976. P Bibliografia. 1 Ficção Historia  c critica  2. Ficção  — Técnca 3. Literatura  - Psicologia  1. Titulo. CDD-808.3 76-0827 -801.92 -809.3 índces paia catalogo  sstemáico 1 Literatura  : Psicologia KC> 1 >>2 2 Ficção :  Técnca  KIIK  l 3 Ficção  :  llislória  o  crílica  809.3 4 Romance  :  Técnca  808  1 5. Romance  :  llislóiia  c  crítica  809.3 ROBERT HUMPHREY Professor de Literatura da Louisiana State University Fluxo da Consciência (UM ESTUDO SOBRE JAMES JOYCE, VIRGÍNIA WOOLF, DOROTHY RICHARDSON, WILLIAM FAULKNER E OUTROS) Tradução de GERT MEYER Revisão  Técnca de AFRÂNIO COUTINHO Diretor  da Faculdade  de Letras  da Universidade Federal do Rio de Janeiro I  1 'ITORA McGRAW-HILL  DO BRASIL, LTDA tIAO PA1IIO MU >  IH .IANFIRO III  li» IIOIII/ONTE Pt MIK) Al  I  <;iu II NEW  YOR ST LOUIS SAN FRANCISCO AUCKLAND BOGOTÁ D0SSELDORF JOHANNESBURG LONDON MADRID MÉXCO MONTREAL NEW DELHI PANAMÁ PARIS SINOAPORE SYDNEY TOKYO TORONTO  Do srcinal Stream of Consciousncss in the Modern Novel , publicado pela Univcrsity of  Califórna  Press, 1954 Copyright 1976 da Editora McCiraw-Hill do Brasil, Ltda. Nenhuma parte desta publicação  poderá ser reproduzida, guardada pelo sistema retrieval ou transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, seja este  eetrônco  mcânco dc  foocópa de gravação, ou outros, sem  préva autorização por escrito da Editora. 197» Todos os direitos para  íngua portuguesa reservados pela EDITORA McGRAW-HILL DO BRASIL, LTDA. Rua Tabapuã, 1.105 SAO PAULO ESTADO DE SAO PAULO Av. Bernardo Monteiro, 447 BELO HORIZONTE MINAS GERAIS Av. Pauto dc Frontin, 679 RIO OF JANEIRO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Av. Alberto Bins, 325 s/29 PORTO ALEGRE RIO GRANDE DO SUL Av. João de Barros, 1.750 s/11 RECIFE PERNAMBUCO Impresso no Brasil Printed in Brazil SUMÁRIO Prefáco  à Edição Brasileira  VII Prefáco  IX 1. As funções Definição do fluxo da consciência — A mente autoconsciente — Impressões  e visões —  Sáiras  e ironias  1 2.  As  técncas Mnóogos interiores — Modalidades convencionais — O fluxo — Montagem de tempo  e espaço — Observações sobre  a mcânca  21 3.  Os  artifícios O problema da intimidade — Coerência suspensa — Descontinuidade — Transformação por  mtáora  57 4.  As formas Para que servem os padrões — A rede  labiríntica  de Joyce — O delineamento  smbóico de  Vrgínia Woolf — A  snese de Faulkner  77 5. Os resultados Entrando pelo fluxo principal —  Sumáro 103  PREFÁCIO À EDIÇÃO BRASILEIRA Este livro é atualmente de leitura  obrigatória nos estudos  literários. Analisando um assunto da maior  importância na literatura contempo rânea qual seja o fluxo da consciência na narrativa moderna, sobretudo em James Joyce,  Virgínia Woolf,  Dorothy Richardson e William Faulkner, o seu autor, Robert Humphrey, que o publicou em 1954, esclarece de maneira definitiva  o problema. Seu livro  é uma verdadeira chave desse aspecto  técnico tão relevante da narrativa  conemporânea estudada indutivamente, a partir da consideração de alguns romances que usaram com mestria essa variedade do discurso narrativo. É uma nova dimensão que os autores referidos introduziram na técnica da ficção. Houve antecedentes, é claro; houve antes sugestões e tentativas. Mas o grau de perfeição que eles atingiram na captação da consciência  pré-verbal não tem similar. O autor aproxima o emprego do fluxo da consciência com outros artifícios  técncos tais como o  monóogo interior, direto  e indireto,  o solilóquio e a descrição onisciente. Mas o fluxo da consciência foi uma criação dos narradores modernos para registrar o drama que tem lugar dentro dos confins da consciência individual . Esse drama foi posto em relevo por  filósofos como William James  e Henri Bergson, ao apontarem o fato de que a consciência flui como uma corrente  e que o  espírito possui seus  próprios valores de tempo  e  espaço à parte os  arbitrários e assentados do mundo exterior . Assim , continua  o autor, fluxo e  durée são aspectos da vida  psquca para os quais novos modos de narração foram desenvolvidos pelos escritores que desejassem reproduzi-los . Na  anáise dos movimentos da intimidade da consciência, o autor parte do exame da livre associação mental, aponta as  técncas cinema tográficas do  flash-back,  do  fade-out  e do  slow-up,  como  úes artifí cios que os narradores  literários passaram  a utilizar, ao lado da montagem e da livre associação e dos tradicionais da  retórica e da  poética, lais como  a metáfora e o  símbolo e mesmo  a pontuação. Com esses artifícios, os escritores do fluxo da consciência desenvolveram uma série de  técncas no registro da consciência em seus  níveis  pré-verbas O  autor mostra o que aconteceu com o enredo e com as  cássicas unidades, as relações com  a estrutura musical, com os ciclos  históricos, com os modelos  literários, com as estruturas  simbólicas.
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x