Medicine, Science & Technology

Índice. Mensagem do Conselho de Administração A EMPRESA Composição dos Orgãos Sociais Organização da Empresa...

Description
RELATÓRIOE CONTAS2010 Afiliada Índice Mensagem do Conselho de Administração A EMPRESA Composição dos Orgãos Sociais Organização da Empresa A Tratolixo, EIM, SA Curriculum
Published
of 96
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
RELATÓRIOE CONTAS2010 Afiliada Índice Mensagem do Conselho de Administração A EMPRESA Composição dos Orgãos Sociais Organização da Empresa A Tratolixo, EIM, SA Curriculum Vitae dos Administradores ACTIVIDADE DA EMPRESA Recepção de Resíduos Tratamento e Valorização Manutenção Novas Infraestruturas e Novos Investimentos Inovação e Tecnologia Sistema Integrado de Gestão Gestão de Pessoas Comunicação e Imagem SITUAÇÃO ECONOMICO-FINANCEIRA Análise de Resultados Estrutura Patrimonial Perspectivas para Proposta de Aplicação de Resultados DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Índice das Demonstrações Financeiras CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS RELATÓRIO E PARECER DO FISCAL ÚNICO RELATÓRIO DE AUDITORIA RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO 2 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 Mensagem do Conselho de Administração Accionista, Colaborador, Parceiro, Utente: O documento que tem nas mãos e que é, como sabe, publicado em resultado de uma obrigação legal dá conta das actividades desenvolvidas pela TRATOLIXO ao longo de um ano invulgar, que sem sombra de dúvida se instala como dos mais difíceis alguma vez vividos na nossa empresa. Uma conjuntura económica e social extremamente adversa criou condições para que, entre nós, algumas das iniciativas e alguns dos investimentos projectados e em curso não tivessem o desenvolvimento esperado. Porque numa sociedade global, cada vez mais global, nenhum acto ou facto tem um resultado com fronteiras absolutamente definíveis, acabando por influenciar de alguma forma o conjunto de actividades em que as organizações se envolvem. Muito embora toda esta introdução soe como negativa - podendo até levar a pensar que preferiríamos, no caso particular deste ano, não sermos obrigados a apresentar um Relatório do Exercício - temos razões para reportar, com orgulho, um desempenho - ainda assim e mau grado as circunstâncias excelente, que abre boas perspectivas para Veja-se, por exemplo, a continuidade e mesmo aprofundamento da nossa importante actividade no que toca ao associativismo e ao estabelecimento de parcerias no sector; à produção e comercialização de Combustíveis Derivados de Resíduos, nomeadamente o nosso CDR Premium; à reafirmação da aposta na excelência da nova CDA da Abrunheira (a registar um atraso não traumático) e à determinação em modernizar e manter no estado-da-arte esse bastião da história da nossa empresa que é Trajouce. São motivos mais que suficientes para que sintamos orgulho em nós e na nossa capacidade de lidar com momentos difíceis. E são razões para continuarmos a afirmar que estamos no bom caminho, que as inflexões estratégicas assumidas em 2007, quando esta Administração tomou posse, deram frutos sólidos e capazes de sustentar as apostas feitas para a empresa, mesmo em condições de adversidade. É, também, de salientar que as dificuldades sentidas não nos afastaram da assunção de compromissos perante a sociedade em geral e as comunidades que servimos em particular. Continuámos, em 2010, a assumir uma postura socialmente responsável, apresentando-nos no meio em que exercemos as nossas actividades não apenas como um prestador de serviços fundamentais, mas também como um parceiro atento e dedicado, pronto para o gesto solidário onde e quando ele pode contribuir para um futuro mais justo. Por tudo isto, é claro que é uma honra assinar este documento. Ele é fruto de e relata um ano difícil. Mas é também testemunho de que o saber e a vontade podem mover montanhas e ajudar a manter o rumo traçado e um caminho de confiança no Futuro. É isso o que queremos, na TRATOLIXO. E é, afinal, um bom resumo para o que se passou em E é com este espírito que vamos continuar a trabalhar, contando com a cooperação de todos. Contem connosco. 3 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO 4 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 A EMPRESA 5 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO Técnica Planeamento Estratégico e Candidaturas Monitorização de Processo e Produto Licenciamentos e Requisitos Legais Direcção de Planeamento e Controlo Económica Orçamento Controlo de Gestão Project Finance Candidaturas Sistema Integrado de Gestão Comunicação Comunicação e Imagem Marketing Direcção de Tecnologias de Inf. e Comunicação Sistema de Informação Abrunheira Suporte Interno Desenvolvimento de Soluções Segurança TI Manutenção Manutenção Fabril Manutenção Infra-estruturas Ecoparque Trajouce Operação CTVRSU Triagem Ecocentro ETAR + Aterro + Verdes + Limpeza + Equipa Limpeza Apoio Administrativo Delegado Logística Direcção Industrial Logística Operação Equipamentos Móveis Gabinete Técnico-Jurídico Laboratório Ecoparque Abrunheira Processo Manutenção Controlo Preparação de Trabalhos Melhoria de Operação Automação Manutenção Fabril Manutenção Equipamentos Móveis Administração Operação CDA ETAR CCT Ecocentros Gabinete de Secretariado Geral Gabinete de Secretariado Geral Abrunheira Direcção Comercial e de Aprovisionamento Comercial Delegado Comercial e Aprovisionamento Gestão de Armazéns de Produtos Vendas de Materiais Relações com Entidades Gestoras Plataforma de Contratação Pública Aprovisionamento Compras Armazéns Subcontratação Direcção de Recursos Humanos Delegado Recursos Humanos e Direcção Financeira Gestão de Recursos Humanos Gestão das Áreas Sociais Serviço de Form. Recrutamento e Selecção Serviço de Segurança no Trabalho Serviço de Saúde no Trabalho SST Abrunheira SST Abrunheira Direcção Financeira Contabilidade Geral, Analítica e Fiscal Tesouraria Facturação Gestão de Clientes Direcção de Estudos, Projectos e Gestão de Obras Estudos, Projectos e Inovação de Processo e Produto Gestão de Obras Estudos e Projectos Novas Infra-estruturas Inovação de Processo e Produto Conservação de Infra-estruturas Aprovado em 6 de Janeiro de TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 Gabinete Direcção Área Delegados Serviços (Novas Funções) 1. A empresa Composição dos Órgãos Sociais Os órgãos sociais da TRATOLIXO - Tratamento de Resíduos Sólidos, EIM - Empresa Intermunicipal, S.A., apresentam a seguinte composição: Assembleia Geral Presidente da Mesa: Rui Carlos de Oliveira Libório Secretário: José Manuel Alves Crespo Afonso Conselho de Administração Presidente: Domingos José Calado Saraiva Vogal: João Carlos da Silva Bastos Dias Coelho Vogal: Armindo Carlos Cortez de Azevedo Vogal: Luis Manuel Rodrigues Realista dos Santos Vogal: José Lino Fonseca Ramos Fiscal Único António Pinto e Palma Veiga, Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, representada por Hélder Palma Veiga, ROC. Organização da empresa A estrutura funcional da empresa é apresentada no organigrama da página ao lado. Concelho * População ** Capitação (kg/hab.dia) Cascais ,495 Mafra ,326 Oeiras ,158 Sintra ,918 * Estimativa INE 2010 ** Dados de produção de 2010 A TRATOLIXO, EIM, SA A TRATOLIXO Tratamento de Resíduos Sólidos, EIM desenvolve a sua actividade desde 1991, sendo responsável pela gestão integrada dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) produzidos no sistema da AMTRES (Associação de Municípios de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra para o Tratamento de Resíduos), a qual detém a totalidade do capital social da empresa. O Sistema dispõe de uma unidade de tratamento e valorização de RSU em Trajouce (Cascais) onde são recepcionadas anualmente cerca de 480 mil toneladas de RSU, produzidas pelos cerca de 900 mil habitantes da sua área geográfica de intervenção e uma segunda unidade de digestão anaeróbia, ainda em fase de construção, em Abrunheira, (Mafra). A construção desta unidade é co-financiada pelo Fundo de Coesão (QCA II), e irá permitir processar anualmente 160 mil toneladas de RSU e 40 mil toneladas de Resíduos Urbanos Biodegradáveis (RUB). Certificada segundo a norma NP EN ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade e posteriormente pela OHSAS / NP 4397:2008 Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho, a TRATOLIXO tem vindo a realizar um conjunto de acções e investimentos, cujo objectivo se prende com o desenvolvimento de melhores soluções para o tratamento dos RSU numa óptica de sustentabilidade. 7 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO Curriculum Vitae dos Administradores Domingos José Calado Saraiva Data de Nascimento: 8 de Outubro de 1949 Habilitações Literárias Licenciatura em Gestão e Administração de Empresas Escola Superior de Organização Científica do Trabalho (ISLA) Curso de Analista de Sistema NCR Curso de Planeamento e Distribuição COPRAI Curso de Planeamento e Controlo de Gestão UNITED BREWRIES Curso de Gestão Financeira Escola Superior de Gestão de Barcelona Curso de Gestão de Marketing Escola Superior de Gestão de Barcelona Programa Avançado de Economia e Gestão de Empresas de Serviços de Águas Universidade Católica de Lisboa Experiência Profissional Desde 2010 EGSRA, Ass. de Empresas Gestoras de Sistemas de Resíduos Presidente da Direcção Desde 2007 TRATOLIXO, EIM, SA. Presidente do Conselho de Administração 2007/2009 COLEU - Serviços de Limpeza SA. Presidente do Conselho de Administração 2005/2007 SAPEC / CITRI (Junho 2005/2007) Consultor na Área Ambiental - Inovação e Desenvolvimento Coordenador do Plano Estratégico para a área do Ambiente /2005 GRUPO ÁGUAS DE PORTUGAL, SGPS, S.A. Vogal do Conselho de Administração da Empresa Geral do Fomento, S.A. Presidente do Conselho de Administração da VALNOR, S.A. Presidente do Conselho de Administração da AMARSUL, S.A. Presidente do Conselho de Administração da RESIDOURO, S.A. Presidente do Conselho de Administração da RESAT, S.A. Presidente do Conselho de Administração da REBAT, S.A. Vogal do Conselho de Administração da RECIGROUP, SGPS, S.A. Vogal do Conselho de Administração das ÁGUAS DO ZÊZERE E CÔA Presidente do Conselho de Administração da RIBTEJO, S.A. 1996/2002 Grupo TECMED, PORTUGAL - Técnicas do Meio Ambiente, S.A. Administrador Delegado/Gerente Executivo 2001/2002 NOVA BEIRA - Gestão de Resíduos S.A. Administrador Delegado 2001/2002 REAL VERDE S.A. Administrador Delegado 1999/2001 RUMOFLEX - Tratamento de Resíduos Sólidos Lda. Gerente Executivo 1998/2002 RESIGES - Gestão de Resíduos Hospitalares, S.A. Gerente Executivo 1999/2001 CITRI - Centro Integrado de Tratamento de Resíduos Industriais, S.A. Vogal da Comissão Administrativa 1998/2002 Grupo TECMED - Delegação de Portugal Administrador 1995/2002 NOVAFLEX - Técnicas do Ambiente, S.A Administrador Delegado, 1992/1995 J.L.BARROS, S.A. Vogal da Mesa da Assembleia Geral 1990/1994 CONTENUR PORTUGAL, S.A. Director Geral 1990/1993 LUSOCERAM do Grupo Uralita/Contenur Vice-presidente do Conselho Fiscal 1975/1980 GRUPO CENTRAL DE CERVEJAS 1984/1990 Assessor do Conselho de Gerência 1986/1990 PLÁSTICOS SINTEX, S.A. Vice-presidente do Conselho de Administração 1984/1986 CENTRAL DE CERVEJAS Assessor do Director - Geral de Aprovisionamento 1980/1984 SOCINCA Director do Gabinete de Planeamento e Coordenação 1975/1980 Sociedade CENTRAL DE CERVEJAS Director do Gabinete de Planeam. de Produção e Distribuição Fabrica nº /1975 SERTE Técnico de Estudos de Mercado 8 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 João Carlos da Silva Bastos Dias Coelho Data de Nascimento: 26 de Janeiro de 1963 Habilitações Literárias Licenciatura em Direito Universidade de Lisboa Diploma Avançado em Ambiente e Ordenamento do Território Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa Diploma de Gestão Avançada em Recursos Humanos Faculdade de Ciências Económicas e Empresarias da Universidade Católica de Lisboa Pós-Graduação em Ciências Jurídicas do Ambiente e Ordenamento do Território e Urbanismo Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Pós-Graduação com especialização em Direito do Trabalho Universidade Lusíada de Lisboa Experiência Profissional Desde 2010 TRATOLIXO, EIM, SA. Vogal do Conselho de Administração Desde 2010 RNAE - Associação Nacional de Agências de Energia. Presidente do Conselho Fiscal 2008/2010 Agência Municipal de Energia - Agência Cascais Energia Administrador 2007/2009 Comissão de Acompanhamento da Nova ETAR, a construir pela SANEST - Saneamento da Costa do Estoril, S.A., Grupo AdP Coordenador 2003/2007 SANEST - Saneamento da Costa do Estoril, S.A., Grupo AdP Vogal do Conselho de Administração 2002/2005 Comissão de Acompanhamento e Fiscalização dos Contratos de Concessão e prestação de serviços respeitantes à SUMA, SA e Águas de Cascais, SA - Município de Cascais Coordenador Jurista, exercendo consultoria na área do Ambiente (Água, Saneamento e Resíduos) e Ordenamento do Território 2000/2003 Comissão Intergovernamental Mista para a Revisão do Plano de Ordenamento do Parque Natural Sintra-Cascais Membro 1995/2002 Consultor e Assessor Técnico Parlamentar 1995/1998 Câmara Municipal de Cascais Vereador 1994/1997 Serviços Municipais de Água e Saneamento do Município de Cascais Administrador 1994/1995 Consultor do Secretário de Estado Adjunto da Ministra da Educação 1993 Formador do Instituto de Emprego e Formação Profissional 1991/1992 Adjunto do Secretário de Estado da Presidência e da Juventude 1987/1991 Direcção Geral de Recursos Naturais Director de Projecto Nacional de Educação Ambiental 1986/1987 Consultor do Secretário de Estado do Ambiente e Recursos Naturais Armindo Carlos Cortez de Azevedo Data de Nascimento: 10 de Outubro de 1953 Habilitações Literárias Licenciatura em Economia Instituto Superior de Economia Pós-Graduação em Recursos Humanos Instituto Superior de Gestão Experiência Profissional Desde 2008 TRATOLIXO, EIM, SA. Vogal do Conselho de Administração 2008/2009 COLEU - Serviços de Limpeza SA. Vogal do Conselho de Administração 2005/2008 SANEST - Saneamento da Costa do Estoril, S.A., Grupo AdP Vogal do Conselho de Administração 2002/2005 EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres, S.A., Grupo AdP Vogal do Conselho de Administração 2000/2002 Parques Tejo, Empresa Municipal. Director Geral, Administrador Delegado e Vogal do Conselho de Administração 2001/2002 TRATOLIXO, EIM. Presidente do Conselho de Administração 1997/2000 TRATOLIXO, EIM. Vogal do Conselho de Administração 1996/2002 EIA, SA - Entidade Instituidora da Universidade Atlântica Administrador 1992/1999 Câmara Municipal de Oeiras Adjunto do Presidente da Câmara 1979 TAP - Air Portugal Quadro Superior (Economista) na Direcção de Recursos Humanos. 9 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO Curriculum Vitae dos Administradores Luís Manuel Rodrigues Realista dos Santos Data de Nascimento: 5 de Dezembro de 1968 Habilitações Literárias Licenciatura em Gestão de Empresas Instituto Superior de Gestão Programa Avançado de Economia e Gestão de Empresas de Serviços de Águas Universidade Católica de Lisboa Experiência Profissional Desde 2008 ETSA - Empresa de Transformação de Subprodutos Animais, S.A. Administrador Desde 2008 Desde 2008 Desde 2008 Desde 2008 Desde 2003 Desde 2002 Desde 2001 ITS - Indústria Transformadora de Subprodutos Animais, S.A. Administrador SEBOL - Comércio e Industria de Sebo, S.A Administrador ABAPOR - Comércio e Industria de Carnes, S.A. Administrador BIOLOGICAL - Gestão de Resíduos Industriais, Lda. Gerente TRATOLIXO, EIM, SA. Vogal do Conselho de Administração AVE - Ambiente e Valorização Energética, SA Administrador Matadouro Regional de Mafra, SA Administrador 2003/2009 GIATUL, EM - Parque Campismo da Ericeira Administrador 2004/2006 ENERFUEL - Biodiesel, SA - Grupo Enersis Administrador 2003/2004 Coleu - Serviços de Limpeza Urbana, SA Administrador 2000/2005 Enerflora, Energia Eólica, Lda. - GRUPO ENERSIS Gerente 1998/2005 Tapada Nacional de Mafra Administrador 1998/2005 Câmara Municipal de Mafra Vereador - Pelouros de Turismo 1995/2003 Extra A - Produção e Comércio de Suínos, SA Director Geral 1993/1994 Price Water House Auditor 1989/1991 Escola Secundária de Mafra Docente Grupo E - Economia 10 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 José Lino Fonseca Ramos Data de Nascimento: 21 de Março de 1969 Habilitações Literárias Licenciatura em Direito, vertente de Ciências Jurídicas Faculdade de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa Pós-graduação em Ciências Jurídicas, Departamento de Mestrados da Universidade Autónoma de Lisboa Programa Avançado de Economia e Gestão de Empresas de Serviços de Águas Universidade Católica de Lisboa MBA em Gestão Experiência Profissional Desde 2007 AMTRES Presidente do Conselho Directivo Desde 2007 Desde 2005 TRATOLIXO, EIM, SA. Vogal do Conselho de Administração Câmara Municipal de Sintra Vereador a tempo inteiro 2003/2005 SANEST - Saneamento da Costa do Estoril, SA Administrador 2003 Governador Civil do Distrito de Lisboa 2002 Câmara Municipal de Sintra Vereador a tempo inteiro 2001 Rislou - Construções e Serviços, Lda. Consultor Jurídico 2001 O Brien Kreitzberg - Sucursal Portugal Consultor Jurídico 2000 Lubrasoft - Serviços Informáticos, Lda Amaral & Dias - Empreiteiros de Construção, Lda. 1998/1999 Teprol - Técnica e Projectos, Lda. Consultor Jurídico 1996 Associado de Escritório de Advogados 1994/1998 Scholz & Associados - Construções e Serviços, Lda. Responsável pelo Departamento de Pessoal e Contencioso Consultor Jurídico 1994/1996 Estágio de Advocacia em Escritório de Advogados 1994/95 Unicre - Cartão de Crédito S.A. Assessor Jurídico 1991/1994 Euro Ars Técnica - Gestão de Participações, S.A. Responsável pelos Recursos Humanos e Gestão de Pessoal Responsável pelo Serviço de Contencioso do Gabinete Jurídico-laboral 1988/1991 Biofranco - Industria de Química Fina, Lda. Técnico do Departamento de Pessoal 11 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO 12 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 ACTIVIDADE DA EMPRESA 13 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO 2. Actividade da empresa Recepção de resíduos Durante o ano de 2010 foram recepcionadas na TRATOLIXO toneladas de resíduos sólidos urbanos e equiparados, menos toneladas que em 2009, fruto da desaceleração económica e consequente diminuição do consumo. A tendência para este decréscimo, que se começou a verificar já no final de 2008, manteve-se em A evolução das quantidades de resíduos sólidos urbanos e equiparados recebidos no Sistema, provenientes de recolhas municipais e particulares, é apresentada no quadro seguinte. 14 TRATOLIXO RELATÓRIO E CONTAS 2010 Com excepção dos resíduos verdes e dos monstros, em que se verificaram aumentos de 10% e 9%, respectivamente, face a 2009, verificou-se um decréscimo da recepção de todos os fluxos de resíduos face ao ano anterior. No respeitante às recolhas selectivas multi-material, ocorreu igualmente em 2010 um ligeiro decréscimo de cerca de 0,5% face a 2009, consonante com o já verificado em 2009, quando comparado com Este decréscimo deve-se exclusivamente à diminuição de -9,0%, verificada na recolha da fileira do vidro, que está relacionada com o panorama geral do consumo mas também com uma possível substituição deste material por outros, como o plástico e os compósitos. Nas fileiras de materiais de recolha selectiva salienta-se ainda como aspecto positivo, apesar das condicionantes económicas e de consumo actuais o crescimento de cerca de 9% registado nos resíduos orgânicos. A recolha de resíduos indiferenciados também registou um ligeiro decréscimo, apenas menos 0,7% face a 2009, registando o valor mais baixo desde 2003, tal como se pode verificar no quadro da página ao lado. 15 RELATÓRIO E CONTAS 2010 TRATOLIXO 2. Actividade da empresa Tratamento e Valorização Em 2010, a Central Industrial de Tratamento de Resíduos Sólidos (CITRS) cumpriu todos os seus objectivos de processamento com excepção do previsto para o alumínio. O desvio verificado é explicado pela diminuição da quantidade deste material presente nos RSU, situação que se vem sentido desde há algum tempo. O cumprimento dos objectivos propostos para esta unidade é resultado do envolvimento dos colaboradores na recuperação dos materiais. Este esforço tem contribuído para a diminuição do impacto da deposição dos mesmos em destino final e, consequentemente, para ajudar a ganhar a aposta da empresa na manutenção preventiva dos equipamentos e instalações. Apesar destes esforços e uma vez que a capacidade de processamento da CITRS é insuficiente face às necessidades do sistema, a TRATOLIXO recorre a vários destinos que servem de apoio para uma gestão sustentáve
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x