Slides

Questoes de-fisica-resolvidas 1

Description
1. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 9 TESTES COMPLEMENTARES DINÂMICA 1) (FURG) Se a força resultante que atua sobre um corpo é nula, então o…
Categories
Published
of 8
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 9 TESTES COMPLEMENTARES DINÂMICA 1) (FURG) Se a força resultante que atua sobre um corpo é nula, então o corpo a) pode estar em movimento acelerado. b) pode estar em movimento uniforme. c) pode estar em movimento circular. d) pode descrever uma trajetória parabólica. e) necessariamente está em repouso. 2) (FURG) A figura abaixo mostra a trajetória descrita por um carro. Durante o percurso, o motorista observa que o velocímetro do carro marca sempre 40 km/h, o que cor- responde a 11,1 m/s. Pode-se afirmar que a) no trecho AB a aceleração do carro é constante e não nula. b) no trecho BC a aceleração do carro é nula. c) no trecho AB a resultante das forças que atuam sobre o carro é constante e não nula. d) no trecho BC a resultante das forças que atuam sobre o carro é diferente de zero. e) durante todo o percurso a resultante das forças que atuam sobre o carro é nula. 3 ) (FURG) Imagine que tenhamos duas esferas metálicas de massas diferentes colocadas num local onde não exista influência do campo gravitacional terrestre, como o espaço interestelar. Podemos afirmar que, nesse local, a) para distinguir qual das duas esferas possui maior massa, basta pesá-las com uma balança de pratos. b) para obter medidas do peso das esferas, basta multipli- car a massa de cada uma pela aceleração da gravidade, que é aproximadamente 10 m/s2. c) distingue-se a esfera de maior massa pela sua inércia. d) embora a massa das esferas seja nula, o peso das esferas não será alterado. e) as esferas terão massas iguais a zero, pois não existe influência do campo gravitacional terrestre. 4) (UFPEL) Um passageiro, sentado num ônibus, observa os passageiros que estão de pé. Em alguns momentos, nota que eles se inclinam para a frente e, em outros momentos, observa que os passageiros inclinam-se para trás, mas, na maior parte da viagem, eles permanecem na sua posição normal. À luz das leis de Newton, analise os possíveis movimentos do ônibus e justifique sua resposta. 5) (FGV-SP) Um floco de algodão cai verticalmente com velocidade constante. Isto acontece porque, sendo des- prezível o empuxo do ar: a) seu peso é nulo. b) o seu peso é menor do que a resistência do ar; c) o seu peso é igual à resistência do ar; d) o seu peso é maior do que a resistência do ar; e) sobre ele não atua a gravidade. 6) (FURG) O gráfico abaixo mostra como varia a compo- nente vertical da velocidade no movimento de queda de um pára-quedista. Restringindo-se apenas ao seu movimento na vertical, pode-se afirmar que: a) no intervalo II, a força resultante sobre o pára-quedista é nula. b) no intervalo IV, a força resultante sobre o pára-quedas é menor do que no intervalo II. c) no intervalo III, como a velocidade está diminuindo, a força resultante também está diminuindo e tem a mesma direção e sentido que a velocidade. d) no intervalo II, a velocidade do pára-quedista é nula. e) no intervalo I, o movimento é com aceleração constan- te. 7) (FURG) Analise cada uma das seguintes afirmações e indique se é verdadeira (V) ou (F). I - Se a força resultante que age sobre o corpo é constan- te, o corpo move-se com velocidade constante. II - Se a força resultante sobre um corpo é nula, o corpo pode estar em movimento com a velocidade constan- te. III - Se um corpo tem uma aceleração de 2m/s2 e depois passa a ter uma aceleração de 1m/s2, então sua velo- cidade também diminui. As alternativas acima são respectivamente: a) V - V - V b) V - V - F c) V - F - V d) F - V - V e) F - V - F 8) (FURG) O gráfico abaixo representa a velocidade em função do tempo para dois móveis de massas idênticas A e B. A força resultante em A é a) maior do que em B, porque A tem sempre maior veloci- dade. b) maior que em B, porque A tem uma maior aceleração. c) igual a de B, porque A e B tem a mesma aceleração. d) igual a de B, porque A e B tem sempre a mesma veloci- dade. e) maior do que em B, porque B parte do repouso. 9) (FURG) Indicar qual a proposição correta referente à aplicação de uma força sobre um corpo. a) A aceleração é diretamente proporcional à força aplica- da. b) A aceleração é inversamente proporcional à força apli- cada. c) A aceleração é igual ao produto da força pela massa. d) A força aplicada é diretamente proporcional à velocida- de adquirida. e) A força aplicada é inversamente proporcional à veloci- dade adquirida.
  • 2. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 10 10) (MAPOFEI-SP) Um aluno que tinha tido sua primeira aula sobre o Princípio de Ação e Reação ficou sem gasoli-na no carro. Raciocinou: “Se eu tentar empurrar o carro com uma força F , ele vai reagir com uma força  F , ambas vão se anular e eu não conseguirei mover o carro”. Mas seu colega desceu do carro e o empurrou, conseguin-do movê-lo. Qual o erro cometido pelo aluno em seu raciocínio? 11) (FURG) Analise as seguintes afirmativas, relacionadas com a terceira Lei de Newton. I- Uma locomotiva consegue mover um vagão de carga quando a força que a locomotiva exerce sobre o vagão é maior do que a força que o vagão exerce sobre a locomo-tiva. II - Um helicóptero não poderia levantar vôo na superfície da Lua, uma vez que na Lua a atmosfera praticamente não existe. III - Um livro em repouso sobre uma mesa sofre a ação das forças peso e normal, que formam um par ação-reação. Pode-se afirmar que a) apenas a afirmativa I está correta. b) apenas a afirmativa II está correta. c) apenas a afirmativa III está correta. d) apenas as afirmativas I e II estão corretas. e) todas as afirmativas estão corretas. 12) (PUC-PR) Tem-se as seguintes proposições: I) Se nenhuma força externa atuar sobre um ponto mate-rial, com certeza ele estará em equilíbrio estático ou dinâ-mico. II) Só é possível a um ponto material estar em equilíbrio se ele estiver em estado de repouso. III Inércia é a propriedade da matéria de resistir à varia-ção de seu estado de repouso ou movimento. a) Somente a proposição I é correta. b) Somente a proposição II é correta. c) Somente a proposição III é correta. d) As proposições I e II são corretas. e) As proposições I e III são corretas. 13) (FUVEST) O motor de um foguete de massa m é acelerado em um instante em que ele se encontra em repouso sob a ação da gravidade (  g constante). O motor exerce uma força constante e perpendicular à força exer-cida pela gravidade. Desprezando-se a resistência do ar e a variação da massa do foguete, podemos afirmar que, no movimento subseqüente, a velocidade do foguete man-tém: a) módulo nulo. b) módulo constante e direção constante. c) módulo constante e direção variável. d) módulo variável e direção constante. e) módulo variável e direção variável. 14) (UCPel) Uma força constante F é aplicada a um corpo que se desloca num plano horizontal liso em movimento retilíneo, com velocidade inicial v o para a direita. Sabe-se que a força atua sempre na direção do movimento e que, quando ela cessa, a velocidade do corpo é v para a es-querda. O sentido da força durante o intervalo de tempo em que atua é a) sempre para a esquerda. b) sempre para a direita. c) primeiro para a direita, depois para a esquerda. d) primeiro para a esquerda, depois para a direita. e) Faltam dados para definir o sentido da força. 15) (VUNESP-SP) As estatísticas indicam que o uso do cinto de segurança deve ser obrigatório para prevenir lesões mais graves em motoristas e passageiros no caso de acidentes. Fisicamente, a função do cinto está relacio-nada com a: a) Primeira Lei de Newton. b) Lei de Snell. c) Lei de Ampère d) Lei de Ohm e) Primeira Lei de Kepler 16) (VUNESP-SP) Nas principais rodovias existem balanças para impedir que caminhões trafeguem com excesso de peso em cada eixo, pois veículos excessivamente carrega-dos danificam o leito das estradas e acarretam maior risco de acidentes graves. Do ponto de vista da Física, essa restrição pode ser justificada, em parte: a) pelas Leis de Kepler b) pelas Leis de Newton c) pelas Leis de Snell d) pela Lei de Coulomb e) pela Lei de Lenz 17) (PUC-SP) Um pára-quedista desce verticalmente com velocidade constante de 0,4 m/s. A massa do pá-ra- quedista é de 90 kg. a) Qual a aceleração do movimento? Justifique. b) Calcule a resultante das forças que se opõem ao movi-mento. 18) (VUNESP-SP) Em 1992 foram comemorados os 350 anos do nascimento de Isaac Newton, autor de marcantes contribuições à ciência moderna. Uma delas foi a Lei da Gravitação Universal. Há quem diga que, para isso, New-ton se inspirou na queda de uma maçã: Suponha que F1 seja a intensidade da força exercida pela Terra sobre a maçã e F2 a intensidade da força exercida pela maçã sobre a Terra. Então: a) F1 será muito maior que F2. b) F1 será um pouco maior que F2. c) F1 será igual a F2. d) F1 será um pouco menor que F2. e) F1 será muito menor que F2. 19) (FURG) Um automóvel se desloca com a velocidade v=10 m/s sobre um trecho de estrada retilíneo e horizon-tal. O motorista pisa no acelerador durante 2,0s e a velo-cidade do carro passa a ser v=18 m/s. a) Qual o módulo da aceleração do automóvel, suposta constante, no intervalo de 2s? b) Para determinar a intensidade da força resultante atuando no automóvel nesse intervalo de tempo, qual é o outro termo necessário?
  • 3. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 11 20) (UEL-PR) Sobre um bloco de 5,0 kg de massa age uma força resultante F constante, de módulo de 2,0 N. A aceleração que o bloco adquire tem módulo de: a) 10 m/s2 e mesmo sentido de F ; b) 10 m/s2 e sentido oposto de F ; c) 0,40m/s2 e mesmo sentido de F ; d) 0,40 m/s2 e sentido oposto de F ; e) 0,20 m/s2 e mesmo sentido de F ; 21) (FGV-SP) O gráfico abaixo refere-se ao movimento de um carrinho de massa 10 kg, lançado com velocidade de 2m/s ao longo de uma superfície horizontal. A força resultante que atua sobre o carrinho, em módulo, é de: a) 0,5 N b) 2N c) 4N d) 20 N e) 40 N 22) (MACK-SP) Uma força constante age sobre um corpo de 100 kg e em 5s varia a sua velocidade de 10m/s para 15 m/s. A intensidade mínima dessa força deve ser de: a) 1500 N b) 1000 N c) 500 N d) 100 N e) 10 N 23) (EE MAUÁ-SP) Num determinado local, a aceleração da gravidade vale g = 9,70 m/s2. Qual é o peso, nesse local, de um corpo de massa m = 10,0 kg? Quais seriam a massa e o peso desse corpo num planeta onde a acelera-ção da gravidade fosse g’ = g/2? 24) (FURG) Dois blocos, ligados por uma corda de massa desprezível, repousam sobre uma superfície horizontal sem atrito, conforme figura. A máxima tensão que esta corda suporta é de 1N. A máxima força “F” que pode ser aplicada sobre o bloco da direita e a aceleração corres-pondente são, respectivamente, de: a) 1,5 N, 0,5 m/s2 b) 1,0 N, 0,05 m/s2 c) 0,5 N, 0,5 m/s2 d) 0,5 N, 0,5 m/s2 e) 1,0 N; 1,0m/s2 25) (FURG) Desprezando todas as formas de atrito possí-veis, qual será a aceleração do sistema abaixo, onde mA = 1kg, mB= 2kg e mC= 3kg. Considere g=10 m/s2. a) 6 m/s2 b) 20 m/s2 c) zero d) 10 m/s2 e) 5 m/s2 26) (CESESP-PE) Uma pessoa de massa igual a 60 kg encontra-se sobre uma balança num elevador em movi-mento. Durante certo intervalo de tempo, a balança indica um peso de 540N para a pessoa. A aceleração do eleva-dor nesse período de tempo é, em m/s2 (g =10 m/s2) a) 2,0 no sentido vertical para baixo; b) 1,0 no sentido vertical para baixo; c) zero; d) 1,0 no sentido vertical para cima; e) 2,0 no sentido vertical para cima. 27) (UNICAMP - SP) O peso de um elevador, juntamente com os passageiros, é de 640 kgf e força de tração no cabo do elevador é de 768 kgf. a) Com estas informações é possível dizer inequivocamen-te em que sentido o elevador está se movendo? Expli-que. b) Calcule o valor numérico da aceleração do elevador. 28) (MACK) No teto de um elevador que sobe com acele-ração constante de 1 m/s2, tem-se presa a extremidade de uma mola de constante elástica 550 N/m. Na outra extre-midade da mola, está suspenso um corpo. Adote g = 10 m/s2. Sabendo que a mola é ideal e está distendida de 4 cm, podemos afirmar que a massa do corpo suspenso é: a) 20 kg b) 10 kg c) 5 kg d) 2 kg e) 1 kg 29) (FUVEST) Uma pessoa segura uma esfera A de 1,0 kg que está presa numa corda inextensível C de 200 g, a qual, por sua vez, tem presa na outra extremidade uma esfera B de 3,0 kg, como vê-se na figura. A pessoa solta a esfera A. Enquanto o sistema estiver caindo e desprezan-do- se a resistência do ar, podemos afirmar que a tensão na corda vale: Nos cálculo adote: aceleração da gravidade: g = 10 m/s2. a) zero b) 2 N c) 10 N d) 20 N e) 30 N
  • 4. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 12 30) (FUVEST) Um homem tenta levantar uma caixa de 5 kg, que está sobre uma massa, aplicando uma força verti-cal de 10 N. Nesta situação, o valor da força que a mesa aplica na caixa é: Nos cálculo adote: g = 10 m/s2 a) 0 N b) 5 N c) 10 N d) 40 N e) 50 N 31) (UFRGS) Dois blocos A e B, com massas mA = 5 kg e mB = 10 kg, são colocados sobre uma superfície plana horizontal (o atrito entre os blocos e a superfície é nulo) e ligados por um fio inextensível e com massa desprezível (conforme a figura abaixo). O bloco B é puxado para a direita por uma força horizontal F com módulo iguala 30 N. Nessa situação, o módulo da aceleração horizontal do sistema e o módulo da força tensora no fio valem, respec-tivamente, a) 2 m/s2 e 30 N. b) 2 m/s2 e 20 N. c) 3 m/s2 e 5 N. d) 3 m/s2 e 10 N. e) 2 m/s2 e 10 N. 32) (PUC-RS) O sistema abaixo é formado por duas mas-sas, M e m. O valor da massa M é igual a 6,0 kg e ela move-se sobre um plano horizontal, sem atritos, como mostra a figura. Para que o sistema tenha uma aceleração de 2 m/s2, sendo a aceleração da gravidade g = 10 m/s2, o valor da massa m, em kg, deve ser a) 1,0 b) 1,5 c) 3,0 d) 4,0 e) 4,5 33) (FUVEST-SP) Dois blocos idênticos e unidos por um fio de massa desprezível jazem sobre uma mesa lisa e hori-zontal. A força máxima a que esse fio pode resistir é de 20 N: Qual o valor máximo da força F que se poderá aplicar a um dos blocos, na mesma direção do fio, sem romper o fio? 34) (FURG) Três blocos de massas iguais são presos pelos fios A e B e dispostos como mostra a figura. Os fios são inextensíveis e de massas desprezíveis. Sendo m a massa de cada bloco e g a aceleração da gravidade local, as tensões nos fios A e B são, respectiva-mente, a) zero e mg b) 1 3 mg e 2 3 mg c) 1 6 mg e c) mg e 2mg d) 3mg e 6mg 35) (FURG) Um menino quer empurrar uma caixa que está sobre um plano horizontal. Inicialmente, ele aplica uma força de módulo F, horizontalmente, e verifica que a caixa não se move. Aumentando, lentamente, a força aplicada, num dado instante, a caixa entra em movimento e o menino verifica que ele pode, agora, diminuir a força aplicada e, ainda assim, manter a caixa em movimento com velocidade constante. Podemos afirmar que o módulo da força F, nas situações em que a caixa ainda está em repouso e quando se move com velocidade constante, respectivamente a) menor que a força de atrito estático, maior que a força de atrito cinético. b) igual à força de atrito estático, igual à força de atrito cinético. c) menor que a força de atrito estático, igual à força de atrito cinético. d) igual à força de atrito estático, maior que a força de atrito cinético. e) menor que a força de atrito estático, menor que a força de atrito cinético. 36) (UFPEL) um grupo de alunos realiza uma experiência usando uma caixa, de massa igual a 2,0 kg, que se encon-tra em repouso sobre uma mesa horizontal. A caixa é puxada com uma força horizontal F, exercida através de um dinamômetro, conforme indica a figura a baixo. A estudante Jacqueline fez medidas do módulo de F e da aceleração correspondente da caixa, formando a tabela abaixo. F 0 10 20 N a 0 0 1 m/s2
  • 5. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 13 a) Quando F=10 N, é possível que se obtenha a=0 ? Ou isto é resultado de um erro nas medidas de Jacqueli-ne? b) Qual o valor da força de atrito cinético, entre a caixa e a mesa, quando o módulo de F vale 20N? Justifique suas respostas. 37) (EFO/Alfenas-MG) Dois blocos idênticos, ambos com massa m, são ligados por um fio leve, flexível. Adotar g=10m/s2. A polia é leve e o coeficiente de atrito do bloco com a superfície é  = 0,2. A aceleração dos blocos é: a) 10 m/s2 b) 6 m/s2 c) 5 m/s2 d) 4 m/s2 e) nula. 38) (FGV-SP) O gráfico abaixo representa o movimento de um bloco de 2kg lançado sobre uma superfície horizon-tal com velocidade inicial de 8m/s. O módulo da força de atrito que atua sobre o bloco, em Newton, é de: a) 16 b) 8 c) 4 d) 2 e) 1 39) (VUNESP-SP) Um corpo de massa m se move sobre uma superfície horizontal lisa, com velocidade v0. Repenti-namente ele entra numa região onde o coeficiente de atrito cinético é . A partir desse momento, o tempo que ele leva até parar e a distância percorrida são: tempo distância a) v g 0  v mg 0 2 2 b) v gm 0  v mg 0 2 2 c) v g 0  v g 0 2 2 d) v g 0 2 v g 0 2 4 e) v m 0  v0 2 2 40) (UFPEL) Um móvel de massa 10 Kg executa um movimento retilíneo sobre um plano horizontal, com atrito, solicitado por uma força de 30 N, horizontal, para a direi-ta, como mostra a figura. A equação da posição do móvel, em função do tempo, é: x  3 t  t 2 . (SI).Supondo g= 10 m/s2, responda: a) Qual a equação da velocidade desse movimento? b) Qual o valor da velocidade escalar média entre os instantes 2s e 7s? c) Qual a força de atrito? d) Qual o coeficiente de atrito cinético entre o corpo e o plano? 41) (FURG) Lança-se um bloco de massa 1kg, conforme mostra a figura abaixo, sobre um plano inclinado e que faz um ângulo de 30º com a horizontal. Depois de 2 segundos o bloco alcança o repouso. Qual foi s distância percorrida pelo bloco antes de parar? Considere g=10 m/s2 e que não existe atrito entre o bloco e o plano. a) 20 m b) 10 m c) 30 m d) 103 m. e) 50 m 42) (FURG) Uma bola é abandonada sobre um plano inclinado. A tabela abaixo mostra as velocidades da bola para alguns instantes de tempo. t(s) 0 1 2 3 4 v(m/s) 0 5 10 15 20 Despreze todos os atritos Considere a aceleração da gravi-dade (g) igual a 10 m/s2. Do exposto acima, pode-se concluir que o ângulo entre o plano horizontal e o inclinado vale: a) 10º b) 15º c) 30º d) 45º e) 60º 43) (UFPR) Um corpo de massa igual a 5kg parte, do repouso, da base de um plano inclinado - este com ângulo igual a 30º e comprimento de 5m - e a atinge a sua ex-tremidade superior em 10 s. Qual a intensidade da força externa que foi aplicada ao corpo, em Newton? (Dado: g=10 m/s2) Despreze os atritos. 44) (UERJ) Um estudante lança uma caixa para cima ao longo de um plano inclinado sem atrito. Uma vez cessado o contato do estudante com a caixa, a(s) força(s) que efetivamente atua(m) sobre a mesma é (são) a(s) que está(ão) representada(s) em:
  • 6. Prof. Fabricio Scheffer - Física Capítulo 1 - Dinâmica 14 45) (FUVEST) Considere o movimento de uma bola aban-donada em um pano inclinado no instante t = 0. O par de gráficos que melhor representa, respectivamen-te, o módulo da sua velocidade e a distância percorrida, é: a) II e IV b) IV e III c) III e II d) I e II e) I e IV 46) (UFCE) Numa experiência, um estudante verificou que um bloco de massa m deslizava para baixo, com velocida-de constante, se abandonado sobre um plano inclinado áspero, cujo ângulo de inclinação era . O estudante fez alguns cálculos e pôde concluir que a força de atrito exer-cida sobre o bloco era: a) nula b) mg c) mg sen d) mg  cos e) mg  tg 47) (FEI-SP) Os blocos A e B de mesmo peso P = 20 N, ligados entre si por um cabo inextensível de massa des-prezível, movem-se no sentido ascendente com aceleração a = 5 m/s2. Considerando nulos os atritos e a massa da polia e g = 10 m/s2, calcule as intensidades: a) da força F ; b) da força tensora no cabo. 48) (FEI-SP) Uma pessoa mora numa ladeira que forma um ângulo de 30o com a horizontal e seu carro não conse-gue subir essa ladeira. Para guardá-lo na garagem, a pessoa se vale de um sistema (roldana e cordas) com massa desprezível e conta com a ajuda de vizinhos. Sabendo que a massa
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks
    SAVE OUR EARTH

    We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

    More details...

    Sign Now!

    We are very appreciated for your Prompt Action!

    x