Documents

A crise da credibilidade

Description
Desinformação
Categories
Published
of 5
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  07/08/2018A crise da credibilidade no Brasil | Manual da Credibilidadehttps://www.manualdacredibilidade.com.br/introducao1/5 HOME MANUAL SOBRE O PROJETO CONTATO Projeto redibilidade Capítulo brasileiro The Trust Project credibilidade.org | thetrustproject.org Instituto para o Desenvolvimento do JornalismoUniversidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho   A crise da credibilidade no Brasil Este Manual Grande Pequena Imprensa da Credibilidade  se destina a um vasto público — desde jornalistasprofissionais da chamada imprensa local e regional, como também os da chamada grande imprensa, além de professores e estudantes de jornalismo. Esperamos que ele também seja útil a todos os que se interessam pelo jornalismo, sobretudo pela ligação umbilicalentre a democracia e a produção de informações qualificadas que guiem decisões de interesse público . A exemplo do que acontece em outros países democráticos, como os Estados Unidos, Reino Unido e França, o jornalismotambém enfrenta uma crise de credibilidade no Brasil , como mostra este gráfico, com dados do Edelman TrustBarometer:  07/08/2018A crise da credibilidade no Brasil | Manual da Credibilidadehttps://www.manualdacredibilidade.com.br/introducao2/5 Manual da Credibilidade Infogram Fonte: Adaptado de Edelman Trust Barometer 2018 - Grupo WPP. Disponível em: https://www.edelman.com/trust-barometer  Pesquisa realizada entre 8.000 consumidores de notícias nos seguintes países: Brasil, Estados Unidos, Reino Unido eFrança indica que as chamadas “notícias falsas” afetam a confiança na mídia e que grandes veículos de imprensa sesaem melhor em termos de credibilidade.  07/08/2018A crise da credibilidade no Brasil | Manual da Credibilidadehttps://www.manualdacredibilidade.com.br/introducao3/5 Indicadores de confiança na mídia Fonte: Digital News Report, Instituto Reuters / Universidade de Oxford. Adaptado de Folha de S.Paulo 05/11/2017.Disponível em: https://goo.gl/i63k8a A descrença do público sobre informações jornalísticas, sejam notícias, análises ou opiniões, deriva da combinação dasseguintes causas: 1. A fragmentação da notícia  no meio digital. Ao migrar das páginas impressas de jornais e revistas para as timelinesdas redes sociais, o conteúdo noticioso se mistura — e é frequentemente confundido — com o ruído digital 2. A desintermediação da notícia  no meio digital. Fenômeno associado à fragmentação, a desintermediação dizrespeito à possibilidade que fontes, sobretudo governamentais e/ou políticas, têm de evitar o escrutínio jornalísticoatravés de seus canais diretos de comunicação, como perfis e contas em mídias sociais 3. As chamadas notícias falsas , um termo impreciso para tratar das informações deliberadamente fraudulentas,entre outros tipos de desinformação, que são publicadas sobretudo nas redes sociais e aplicativos de mensagens 4. A polarização política  da sociedade brasileira. Situada em campos ideológicos opostos e antagônicos, uma partesubstancial do eleitorado tende a desacreditar de informações verdadeiras que prejudiquem seus aliados e/oucandidatos ou que beneficiem seus oponentes 5. O viés de confirmação , a tendência natural que as pessoas têm de lembrar, interpretar ou pesquisar informaçõespara confirmar crenças ou hipóteses iniciais. Uma das causas da polarização política, o conceito de viés deconfirmação foi cunhado pela dupla de psicólogos Daniel Kahneman e Amos Tversky na década de 1970 6. Os chamados filtros bolhas  nas redes sociais. Confinadas às suas bolhas, as pessoas tendem a só se relacionarcom quem pensa como elas, ignorando o discurso contraditório e a realidade fora de seu ambiente. Este conceitofoi cunhado pelo jornalista americano Eli Pariser por volta de 2010 7. Quando se trata da produção de notícias, o viés da confirmação e os filtros bolhas também podem levar à apuração enviesada de informações  — com sérios prejuízos para a integridade do conteúdo final 8. Outras deficiências no fazer jornalístico , tais como a falta de princípios éticos, o não cumprimento dessesprincípios por veículos que afirmam adotá-los e a falta de transparência em comunicá-los 9. A precarização da profissão jornalística . Em grande medida resultante do avanço da publicidade digital, acontínua crise financeira dos veículos jornalísticos impressos têm causado cortes de vagas, achatamento salarial ea substituição nas redações de jornalistas mais velhos e melhor pagos por repórteres mais jovens e inexperientes Segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia realizada, em 2015, pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) daPresidência da República, apenas 27% dos brasileiros diziam, naquele ano, confiar sempre ou muitas vezes emnotícias obtidas na internet, por meio de sites, blogs ou redes sociais. Na edição seguinte, o levantamento desagregousites, blogs e redes sociais dentro do meio internet. Esses dados mais recentes indicaram aumento da confiança em jornais impressos, conforme mostra o gráfico a seguir:  07/08/2018A crise da credibilidade no Brasil | Manual da Credibilidadehttps://www.manualdacredibilidade.com.br/introducao4/5 Pesquisa Secom Infogram “ Foi nesse contexto que em 2015 nasceu o Trust Project, uma iniciativa liderada pelos jornalistas americanos Sally Lehrman, que dirige o Trust, Richard Gingras, vice-presidente de notícias do Google, e Craig Newmark, criador dos classificados Craiglist. Credibilidade é importante. Sem ela, tanto os veículos jornalísticos como oconhecimento coletivo perdem. Vivemos num mundo cada vez mais desafiador ecomplexo. Cobrar as responsabilidades do governo, empresas e instituições é cada vezmais vital. Para funcionar, a democracia depende de informações justas, precisas ecompletas que sejam amplamente distribuídas e consumidas e respeitadas por suacredibilidade. Sally Lehrman  e Richard Gingras   (Extraído do manifesto Caos on-line exige ação radical para que o jornalismo tenha credibilidade)
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks