Slides

A Escola das Relações Humanas

Description
1. GEORGES ELTON MAYO  A ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS E AS EXPERIÊNCIAS DE HAWTHORNE. George Elton Mayo nasceu em 1880 em Adelaida,Austrália.Estudou psicologia…
Categories
Published
of 11
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. GEORGES ELTON MAYO  A ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS E AS EXPERIÊNCIAS DE HAWTHORNE. George Elton Mayo nasceu em 1880 em Adelaida,Austrália.Estudou psicologia em seu país, foi professor das Universidade s de Harvard e Filadélfia (E.U.A.). Ele incorporou às experiências de Hawthorne que foi levado a cabo entre 1924 e 1932.
  • 2. Enfoque Humanístico da Administração Administração Científica Tarefas Teoria Clássica da Administração Trabalho Enfoque Humanístico Aspectos Psicológicos & Sociológicos Surgimento da Teoria dos Recursos Humanos Humanizar e Democratizar a Administração,desenvolver as Ciências Humanas e agregar as conclusões das experiências em Hawthorne coordenadas por Mayo.
  • 3. Experiências de Hawthorne. Dados da Empresa Western Electric Company era uma companhia norte-americana que fabricava equipamentos para empresas telefônicas, contava com cerca de 40 mil empregados , caracterizava-se pela preocupação com o bem estar de seus funcionários, o que lhe proporcionava um clima constantemente sadio de relações industriais. A empresa não estava interessada em aumentar a produção, mas em conhecer melhor seus empregados. Experiências Efeitos da iluminação. Sala de montagem de relés. Programa de entrevistas. Sala de montagem de terminais. Objetivos Estudar:a fadiga;os acidentes;a rotação do pessoal (turnover);o efeito das condições físicas de trabalho sobre a produtividade dos empregados.
  • 4. 1 - Efeitos da Iluminação : FINALIDADE influência da iluminação sobre o desempenho dos operários. EXPERIÊNCIA: dois grupos que faziam o mesmo trabalho em condições idênticas: um grupo trabalhava sob iluminação constante enquanto outro trabalhava sob iluminação variável. RESULTADO: perceberam que o fator psicológico influenciava naprodução. 2 - Sala de Montagem de Relés. FINALIDADE: saber o efeito de mudanças sob as condições de trabalho, procurando explicar a fadiga e a monotonia; avaliar a ação de muitos trabalhadores. EXPERIÊNCIA: um grupo de observação de 6 jovens que trabalhavam no departamento de montagem dos relés.Existia um supervisor e o um observador que permanecia na sala como no grupo de controle . Foi mudado o lugar de trabalho, a forma de pagamento e houve aumento e reduções de descansos, horários, dias de trabalho. RESULTADO: elas trabalharam confortavelmente, sem pressões, desenvolvendo o social do grupo, elas sentiram-se participando do trabalho, sem medo do supervisor, evitando a monotonia, surgiu a liderança.
  • 5. 1. Sala de Montagem de Relés OCORRÊNCIA: Elas não consideravam o encarregado como supervisor, mas como um do grupo.o ambiente amigável e sem pressões aumentou a satisfação no trabalho. A produção foi sempre maior que a original. 3 - Programa de Entrevistas FINALIDADE: conhecer mais os empregados e escutar as opiniões e sugestões deles. EXPERIÊNCIA:entrevistas através das quais pretendia-se obter maiores conhecimentos sobre as atitudes e sentimentos dos trabalhadores. Adotou a entrevista “não diretiva” mediante a qual o operário expressava-se livremente. RESULTADO: foi detectado uma organização informal de operários.
  • 6. 4 - Sala de Montagem de Terminais. FINALIDADE: analisar a organização informal dos trabalhadores. EXPERIÊNCIA: um grupo experimental de montagem de terminais passaram a trabalhar em uma sala especial com idênticas condições de trabalho do departamento. Havia um observador dentro da sala e um entrevistador que ficava do lado de fora entrevistando esporadicamente aqueles trabalhadores. O sistema de pagamento era baseado na produção do grupo. RESULTADO: depois de ter alcançado a produção normal deles, eles reduziram o ritmo de trabalho, compensando com dias de produção escassa. CONCLUSÃO: A relação é apreciada entre a organização informal e a formal, pela influência dos grupos primários sobre o grau de esforço e compromisso dos sócios da organização. O ritmo de trabalho foi administrado pelo grupo a favor do pagamento de incentivos. A experimentação foi suspen sa sem culminar por razões externas.
  • 7. AVALIAÇÕES SOBRE AS EXPERIÊNCIAS 1- O nível da produção dependia da integração social. 2- Os grupos sociais deveriam ser considerados pela teoria da Administração pois o comportamento do indivíduo se apóia por completo em seu grupo. 3- A empresa passou a ser visualizada como uma organização social composta de diversos grupos sociais informais. 4. A maior especialização e portanto a maior fragmentação do trabalho não é a forma mais eficiente do trabalho. 5. A compreensão da natureza das relações humanas permite ao administrador obter melhores resultados de seus subordinados. 6. Os elementos emocionais não planejados e irracionais do comportamento humano merecem atenção especial da Teoria das Relações Humanas.
  • 8. CONCLUSÕES 1. O trabalho é uma atividade de grupo. 2. O nível de produção é resultante da Integração Social. 3. Recompensas e Sanções sociais são simbólicas e não-materiais, porém influenciam decisivamente a motivação e a felicidade do trabalhador. 4. Os grupos informais definem suas regras de comportamento. 5. As Relações Humanas são as ações e atitudes desenvolvidas pelos contatos entre as pessoas e o grupo. 6. A Importância do Conteúdo do Cargo e a natureza do trabalho têm enorme influência sobre o moral do trabalhador. 1- CRÍTICAS Apresentou visão inadequada dos problemas de relações industriais. 2- Oposição cerrada à Teoria Clássica. 3- Limitação no campo experimental e parcialidade nas conclusões. 4- Crença do que o clima organizacional é suficiente para o aumento da produtividade. 5- Crença do que o clima organizacional é suficiente para o aumento da produtividade. 6- Pouca atenção foi dada à estrutura organizacional (ênfase exagerada nos grupos informais). 7- À medida que se valoriza o operário, diminui a atenção dada aos consumidores e a empresa.
  • 9. Para Elton Mayo “O conflito é uma chaga social, a cooperação é o bem-estar social” Conclui-se que: comprovada a existência de uma organização informal , a Experiência Hawthorne contrapõe o comportamento social do empregado ao comportamento do tipo máquina, proposto pela Teoria Clássica, abrindo assim portas para um novo campo de abordagem da Administração: As Relações Humanas.
  • 10. Bibliografia  CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1979  GOMES VIEIRA, M. A; e GOMES, R.C.R. A tecnologia de Informação, a empresa e o emprego virtual-uma abordagem sobre as conseqüências nas relações formais e informais de trabalho. Revista Brasileira de Administração Contemporânea-Recursos Humanos ANPAD, vol.1, n 9, Rio de Janeiro, 1995  KWASNICKA, Eunice L. Teoria Geral da Administração, ATLAS, 2ª , São Paulo, 1991  LODI, João Bosco. História da administração. São Paulo: Pioneira, 1984
  • 11. GRUPO 1  FABRÍCIO  HENRIQUE  RENATA  RENATO  JULIANA  CARLOS  ANDRÉIA “FUTUROS ADMINISTRADORES DE EMPRESAS” ABRIL/2009
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks