Documents

_A fé que nos move_Junho2014_rev_Sérgio Sardi

Description
Texto de filosofia do Professor Sérgio Sardi da PUCRS
Categories
Published
of 2
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   A fé que nos move Sérgio A. Sardi  Sentir-se intensamente aqui e agora . Tão somente sentir-se aqui eagora, em vertiginosa, gradativa e tensa proximidade daquilo que a palavra existência ousa apontar  ,  mas jamais esgota. Desvelando, em camadas, asenda de uma iniciação guiada pelo desejo de um contato , em si, indizível e, detodo, inalcançável.  Aqui e agora  mistrio irredutível. !a itamos o mistrio. #,em envolvimento meditativo, o reinstauramos no cerne de nossa morada. $mistrio de ser e estar    aqui e agora   espel%o que invade o mistrio do viver. #se do ra so re a nossa presença diante do Ser, atravessando-nos aoimpregnar cada ente e aspecto daquilo que, no limite da sensi ilidade, indicia ainusitada instauração de um sentir e pensar que trans orda. #scute. !á sil&ncio no derredor, em toda parte' e %á, sim, um sil&nciomaior. (ue se distende a partir deste. #scute o pr)prio viver. !á um sentir emtranscend&ncia vívida, primária, e que permanece aqum e alm de qualquer possi ilidade de ser su sumida pela palavra. * condição mistrica do humano  con%ecimento que não necessita de razões , mesmo que as raz+es econceitos e todas as l)gicas possíveis possam adquirir a pot&ncia de adentrar e, com isso, expandir o sil&ncio em direção ao inesperadamente elo. ois todaindagação ou resposta so re o viver deve ser vivencialmente ela e intensapara ter sentido. * pot&ncia da palavra está, pois, em remeter para alm de simesma. * significação primeira  que se produz diante do aqui e agora  perpassada por uma experi&ncia silenciosamente  humana . ois %á algo aescutar, mas que  de todo indizível. * segunda transcend&ncia tem início no ser visto . $ ol%ar do outro  oespaço mais íntimo da morada no Ser. m ol%ar que possui, um estar ora desi' e um ver-se a partir de ora de si mesmo. aradoxo no qual a ateridade pena  do rosto  indicia derradeira proximidade . *ssim conduz cada um ,solitariamente, a sa er-se  part!cipe da ida . # a nos recon%ecermos como rosto para outrem, diante do fora   infinito  de cada outra vida. (uando, então, o sentimento eu  torna-se interminavelmente replicado em cada eu / um mesmosentir, um mesmo 0iver em m1ltiplas aces. #is vertigem e sentido. # umcamin%o a ser reiniciado a cada encontro. * segunda transcend&ncia  mistriono seio do mistrio do aqui e agora . Sentir a responsa#iidade de  estar sendo , de existir  , e desejar responder  2 altura a tal gratuidade . #is um camin%o a ser potencialmente reinventado emcada ser %umano no percurso da construção de sentido de sua vida . 3as,sentir o mistério do   outro  distende essa responsa ilidade, pois agora se tratado sentido da nossa vida . (uando, então, a compaixão    para com a  humanidade   mediada por cada rosto   que se   aproxima . #is a ética , comodesejo, meditação e contemplação, em seu nascedouro humano . $ompaixão   este ato atravs do qual o p4r-se em  presença do outro    partiha do mistério , em distante proximidade infinita , e que incita a transmutar a pr)pria vida ao máximo que  possível oertar de elo 2 vida do outro. $desejo de uma vida a transormar. ma responsa#iidade humidementeofertada , no limite de nossas orças. * orça motriz de uma esttica daexist&ncia.!á sil&ncio a dizer. # um sil&ncio 1ltimo, de todo indizível, a escutar.

octavia(1) (1)

Aug 4, 2017
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks