Slides

A Fé que Salva

Description
1. A Fé que Salva  Capítulo 1: Origens da Fé  Capítulo 2: O Resultado da Fé  Capítulo 3: Quem é Deus? 3.1: No Céu 3.2: No Jardim 3.3: Caim e Abel 3.4: No…
Categories
Published
of 64
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. A Fé que Salva  Capítulo 1: Origens da Fé  Capítulo 2: O Resultado da Fé  Capítulo 3: Quem é Deus? 3.1: No Céu 3.2: No Jardim 3.3: Caim e Abel 3.4: No Dilúvio 3.5: Os Israelitas e Canaã 3.6: Os Israelitas de posse de Canaã 3.7: Ação e Reação 3.8: Deus do Antigo Testamento versus Deus do Novo Testamento  Capítulo 4: A Fé naquele que Dirige a Igreja  Capítulo 5: A Fé e a Obediência na Prática  Capítulo 6: A Fé e as Obras  Capítulo 7: A Fé e o elo perdido  Pela Fé, Há Esperança!EJ, Mensageiro da Verdade.
  • 2. IntroduçãoMilhares de religiões, crenças em diferentes deuses, inúmeras declarações de fé.Na maioria das vezes, um só texto sagrado.Há os que crêem que Um só Homem inocente, por Sua própria vontade, teve que morrer para quetoda a humanidade pudesse ter acesso a um futuro de paz, de Esperança.Mas, mesmo no meio cristão, há inúmeras divergências entre suas confissões de fé.Uns alegam que sem obras é impossível agradar a Deus, enquanto outros afirmam que pela fésomente, alcançamos o favor de Deus.Que é a verdade? Qual a genuína fé que Jesus Cristo ensinou?Através das páginas seguintes, buscaremos uma verdadeira compreensão do que venha a ser fé, afé que salva.
  • 3. Capítulo 1Origens da FéSegundo a grande maioria cristã, a fé envolve tão somente crer em Deus, em sua salvação e,portanto estar salvo.Acaso a fé inclui alguma obra? Quais as conseqüências da genuína fé manifestada na vida de umcristão?Analise com atenção a seguinte narrativa:João: - Eu tenho plena fé, convicção, crença, de que se eu entrar nesta jaula, com estes leões, nãosofrerei mal algum.Tomé: Minha nossa! Que fé! Assim sendo, por favor, João, entre na jaula, quero ver se sua féfunciona mesmo!João: O quê? E... EU? Eu, Entrar?- Er... acho melhor não, pois pode ser que...Tomé: Onde está tua fé, homem? Entre na jaula!João: Você está louco? Poderia ser despedaçado! Não vou entrar, é loucura! Vai contra a minhareligião!Hebreus 11: 8 “Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia dereceber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.”“Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão.” (Gálatas 3: 7)Abraão, o chamado “pai da fé” nos dá evidências do que venha a ser verdadeira fé.Este ilustre personagem bíblico vivia em Ur dos caldeus. Na terra de seus pais.Estando na segurança de seu lar com sua família, deixou tudo o que lhe transmitia uma certezavisível de segurança por Deus lhe ter chamado para uma nova terra, lhe fazendo uma promessa. Efez isso por quê? Pela FÉ!Ora, ter fé é muito mais que simplesmente acreditar.A conseqüência de se crer é uma ação vigorosa segundo sua crença.Na bíblia é deixado claro que Abraão, por ter fé, manifestou-a através da obediência à ordem deDeus (Hebreus 11:8).
  • 4. Assim, Fé é mais que tão somente dizer: - EU CREIO! “Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêem — etremem!” Tiago 2:19É, na verdade, confiança nas promessas de Deus. A certeza de que a vontade de nosso Senhor é omelhor para nosso ser.Hebreus 10: 9 “Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade...”É permitir que a vontade de Deus se manifeste em nossa vida em primeiro lugar. Assim, deixando otrono de nosso coração, do EU, para que Cristo habite em seu lugar.Gálatas 2: 20 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive emmim;”Transmitindo assim, o controle de nossa pequena embarcação [a vida] para as mãos de Jesus. Emesmo que Ele nos guie a águas revoltosas, com enormes pedras que facilmente despedaçariam afrágil embarcação, em meio a um forte temporal e neblina que torna a visão do porvirdesesperadora, estar certo de que “...todas as coisas contribuem juntamente, para o bem daquelesque amam a Deus...” Romanos 8:28. Estar certo de que, pela graça de Cristo, todas as ondas de ummar revoltoso não serão capazes de destruir seu barquinho, pois é Jesus, seu Capitão que o guia.Na escola de aflição desta vida, através de provações, de situações e tentações nas quais, por vezes,nos sentimos desesperançados e abandonados ao acaso, Deus em sua infinita sabedoria está a nosensinar algo que de nenhum outro modo aprenderíamos.I Coríntios 10: 13 “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas, fiel é Deus, que vosnão deixará tentar acima do que podeis, antes, com a tentação, dará também o escape,para que a possais suportar”.Um jovem aprendiz questionou a seu avô: Porque o senhor colocou um de seus canários sozinho,num quarto escuro, longe de qualquer outra ave? Ele deve estar com muito medo!Seu sábio avô aproxima-se de onde está a solitária ave, assobia durante alguns minutos umamesma melodia, por vezes. Então se afasta um pouco e responde ao seu neto: para que esta aveaprenda a cantar uma bela melodia, é preciso que seja de tal modo afastada, para que ouça tãosomente a minha voz, pois do contrário ficaria confuso. Quanto houver aprendido esta melodia, delá será tirado, e mesmo que em meio a outras melodias, por toda a sua vida não cantará senão estacanção que eu lhe ensinei.Deus permite que venham sobre nós momentos como estes. Nos quais a solidão parece serimplacável. E é nestes momentos que, caso abramos nossos corações e ouvidos à Sua voz, podemosaprender uma nova melodia: aprender a ser realmente felizes com Deus, a ouvirmos Sua poderosa
  • 5. e amorosa voz a nos chamar, mesmo em meio a muitas outras, que na verdade tentam nosconfundir e levar-nos à morte.Abraão manifestou esta fé. Esta confiança em Deus. Mesmo estando aparentemente sozinho emterras desconhecidas, aprendeu a ouvir a voz do Senhor e a confiar nEle.Foi assim que o Senhor preparou Abraão para ser o pai de muitas nações e habilitou-o a obedeceraos mandamentos do Senhor Seu Deus.
  • 6. Capítulo 2O Resultado da FéO povo de Israel, descendente de Abraão, Isaque e Jacó, que outrora fora escravo no Egito, haviarecebido uma terra por possessão: Canaã.Gênesis 17:8 “Dar-te-ei a ti e à tua descendência depois de ti a terra de tuas peregrinações, toda aterra de Canaã, em perpétua possessão; e serei o seu Deus.”Tal foi a promessa de Deus a Abraão confirmada a Isaque (Gên. 26: 2 a 5) e a Jacó (Gên. 28: 13 a 15)cujo nome fora por Deus mudado para Israel; José, filho de Jacó estava certo do juramento de Deus(Gên. 50: 24 e 25), assim como Moisés:Êxodo 6:4 ―Estabeleci o meu pacto com eles para lhes dar a terra de Canaã, a terra de suasperegrinações, na qual foram peregrinos.” Disse Deus a Moisés, através do qual, livrou o povo deIsrael da escravidão no Egito.Mas, a promessa de Deus requeria algo do Seu povo para que fosse cumprida: Uma ação.Para cumprir o juramento feito a Abraão e sua descendência, Deus realizou grandes feitos! Fez comque pragas sobrenaturais caíssem sobre o Egito, para que libertassem a Israel. Abriu o marvermelho, fazia chover pão do céu, o maná, água verter das rochas em pleno deserto, envioucodornizes em grande número para alimentar a todo o povo. Durante o dia livrava-os do calor dosol com uma nuvem; à noite do frio do deserto com uma coluna de fogo!Quão grande manifestação do poder de Deus em prol de Seu povo peculiar!Após muitos contratempos – desobediência ao Senhor que os livrara – Israel finalmente seencontrava no limiar de Canaã, a terra da promessa.Então, de forma contrária a expectativa humana, de que Deus faria os habitantes de Canaãsimplesmente desaparecerem pelo sopro de Suas narinas, para que Israel a tomasse por possessão,Deus lhes envia a guerrear pela terra!Acaso o poder de Deus não era o suficiente para obliterar a todo o povo de Canaã em um piscar deolhos? Certamente O Senhor o podia ter feito.Mas Deus, em Sua infinita sabedoria, tinha um plano diferente: Antes de dar toda a bênçãoprometida a seus pais, Israel deveria, através de lutas e provações em meio às guerras, aprender aconfiar no poder do Senhor e ver o quão inúteis eram suas forças perante os habitantes de Canaãpara derrotá-los.Foi o Senhor que lhes garantiu cada uma das vitórias, e a exemplo disso vemos a conquista deJericó, relatada em Josué 6.
  • 7. Imponentes muralhas separavam Israel da vitória sobre Jericó.O Senhor lhes ordena que marchem em volta da cidade inimiga por seis dias. Por seis dias tudo oque fariam era marchar. Nada de investidas contra as muralhas.No sétimo dia, algo milagroso aconteceria: segundo as instruções de Deus, todo o povo gritaria e amuralha seria derribada.Por certo: nem toda a gritaria do mundo faria uma muralha imponente como a de Jericó vir abaixo.Foi unicamente pelo poder do Senhor que o milagre aconteceu e o povo subiu à cidade pelo murocaído.Uma importante lição sobre o resultado da fé temos a aprender.II Coríntios 4:18 ―não atentando nós nas coisas que se vêem, mas sim nas que se não vêem; porque asque se vêem são temporais, enquanto as que se não vêem são eternas.”Andar inutilmente em volta de uma cidade, para que seus imponentes muros caíssem é umabsurdo para uma mente humana! Mas esta foi a ordem de Deus.Pela fé, o povo obedeceu a Deus e por conseqüência, resultado, o milagre aconteceu.Portanto, fé é não atentar naquilo que vemos, mas naquilo que não vemos. É esperar umarecompensa que no momento nos parece inconcebível. É cumprir as ordens de Deus, por maisabsurdas que possam parecer.I Coríntios 3:19 ―Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Eleapanha os sábios na sua própria astúcia;”I Coríntios 2:14 ―Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele sãoloucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.”Em pleno século XXI, em meio a tantas descobertas tecnológicas, avanços na ciência, pareceloucura crer num Deus que perdoa pecados. Parece loucura ter fé de que se aceitarmos a salvaçãoem Cristo Jesus seremos salvos do pecado, livres de condenação de morte:Romanos 6:23 ―Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna emCristo Jesus nosso Senhor.”Nesse século presente, exalta-se a sabedoria humana acima da de Deus, a ponto de negarem a Suaexistência, como ocorrido em Londres.A British Humanist Association (BHA, na sigla em inglês) promoveu, em ônibus do transportepúblico, a frase: "Theres probably no God. Now stop worrying and enjoy your life"("Provavelmente, Deus não existe. Agora, pare de se preocupar e curta a vida", em tradução livre).
  • 8. Muito interessante: na época de Noé (Gên. 6, 7 e 8), algo semelhante aconteceu. Ele esteve porcento e vinte anos a construir a arca e a anunciar aos descendentes de Adão (II Pedro 2:5), quechuva cairia sobre a terra condenada pelo pecado, de tal forma, que inundaria toda a porção secadeste planeta. Somente sobreviveriam aqueles que atendessem ao apelo de Deus, através de Noé,e entrassem na arca, para se salvarem.Hebreus 11:7 ―Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, sendo temente aDeus, preparou uma arca para o salvamento da sua família; e por esta fé condenou o mundo, e tornou-seherdeiro da justiça que é segundo a fé.”Lucas 17:26 ―Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem.27 Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio odilúvio e os destruiu a todos.28 Como também da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam,plantavam e edificavam;29 mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos;30 assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.”Os contemporâneos de Noé rejeitaram a oferta de salvação, tendo-a por loucura e assim selaramseu destino. Acharam-se sábios demais para crer num Deus Justo. Então “Noé entrou na arca, eveio o dilúvio e destruiu a todos”.Sim. Os chamados sábios dos tempos modernos têm por certo que é loucura ter Fé no Deus queSalva. Mas, na história de Noé e de Ló, vemos claramente sua recompensa.Por conseqüência da Fé no Senhor, Noé, Abraão, Ló, Isaque, Jacó, José, Moisés e o povo de Israelforam chamados a participar, através da obediência às ordens do Senhor, da concretização de suafé, da realização das promessas de Deus. Por resultado, obtiveram vitórias, salvação, poisesperavam naquilo que não viam. Naquilo que era loucura para os homens.Assim, Fé é crer e obedecer às ordens do Senhor, pois claramente vemos, principalmente no povo deIsrael, que genuína e aceitável Fé em Deus, produz, inquestionavelmente, obediência a Deus, oAutor da Fé (Efésios 2:8).Quando dizemos: “Nós Cremos”, e não obedecemos, nos fazemos mentirosos e caímos, assimcomo Israel inúmeras vezes caiu, por falta de fé no Senhor.I João 2:3 ―E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos.4 Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está averdade;”Caro Amigo(a), convido-o(a) a neste momento fazer a escolha certa: Manifeste verdadeira Fé emDeus, estando disposto a obedecer Suas ordens, e o mar se abrirá, muralhas cairão!
  • 9. Capítulo 3Quem é Deus?Uma importante questão merece nossa atenção: Quem é Deus, para que nEle Tenhamos Fé?Richard Dawkins, evolucionista e popular escritor de divulgação científica britânico, natural doQuênia, escritor do livro intitulado “Deus, um Delírio”, diz o que pensa de forma clara.No esclarecedor documentário “Expelled: No Intelligence Allowed”, apresentado por Ben Stein, noqual mostra como vários cientistas que, baseados em seus estudos acreditam no designinteligente, que há um criador, são expulsos do meio científico, Dawkins é entrevistado e mencionao seguinte trecho do seu livro: “o Deus do antigo testamento é presumivelmente o personagemmais desagradável... ciumento, orgulhoso, mesquinho, injusto, opressor viciado e colérico,vingador sanguinário, limpador étnico...”Por certo, tais declarações não podem passar despercebidas.Como pessoas inteligentes, ao invés de jogar Bíblia na cabeça de alguém só por que não tem amesma cosmo-visão, vamos analisar as afirmações de Dawkins.É bem verdade que, em uma análise descontextualizada, superficial do antigo testamento,podemos chegar a conclusões precipitadas e equivocadas.A seguir, analisaremos acontecimentos registrados na Bíblia, buscando sua real interpretação. Sãotais os fatos que, se mal compreendidos, levam pessoas a verem a Deus como “Dawkins o vê”.3.1 No CéuDeus criou o Mal? Se não, por que este existe?A Origem de todo o mal, Satanás, não foi criado como o é hoje. Outrora, foi um anjo de magníficabeleza, que se comprazia em obedecer ao Governador de Todo o Universo, Deus.Sobre Lúcifer, a Bíblia nos fornece um pouco de seu histórico:Ezequiel 28:12 – 17 "...Você era o modelo de perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita beleza.Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam: sárdio, topázio ediamante, berilo, ônix e jaspe, safira, carbúnculo e esmeralda. Seus engastes e guarnições eram feitos deouro; tudo foi preparado no dia em que você foi criado. Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o determinei. Você estava no montesanto de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes.
  • 10. Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldadeem você, (...) encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em desgraça para longe do monte deDeus, e eu o expulsei, ó querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes.Seu coração tornou-se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sabedoria por causado seu esplendor. Por isso eu o atirei à terra; fiz de você um espetáculo para os reis.”Note que no último verso mostra-nos que Lúcifer, filho da alva, foi criado perfeito, sem pecado.No livro de Isaías, o profeta descreve a queda do anjo querubim:Isaías 14:12-14 ―Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado àterra, você, que derrubava as nações!Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eume assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo.Subirei mais alto que asmais altas nuvens; serei como o Altíssimo".”Ao meditar em sua própria beleza, poder e glória, o Querubim da Guarda Ungido, Lúcifer, permitiuque brotasse em seu coração a vaidade. Tão intensos foram seus pensamentos, que queria usurpara Deus!O anjo, agora corrompido pelo orgulho e exaltação própria, disseminou mentiras sobre o caráter deseu Criador, procurando colocar dúvidas sobre a Justiça e bondade de Deus.Tais foram seus argumentos, que um terço dos anjos do céu aliou-se ao rebelde querubim. Comopôde ser que anjos inteligentes foram enganados pelas mentiras de Satanás?Ora, lembre-se que, até o momento, não havia pecado ou pecador e nenhum anjo jamais haviaouvido uma mentira!Apocalipse 12:7 - 9 ―Houve então uma guerra no céu. Miguel e seus anjos lutaram contra o dragão, e odragão e os seus anjos revidaram. Mas estes não foram suficientemente fortes, e assim perderam o seulugar no céu. O grande dragão foi lançado fora. Ele é a antiga serpente chamada diabo ou Satanás, queengana o mundo todo. Ele e os seus anjos foram lançados à terra.”Teve início, por sua vez, a luta dos rebeldes contra o Todo-Poderoso. Queriam arrancar-lhE dotrono e estabelecer seu próprio rei.Neste momento, Deus que é infinito em poder, instantaneamente seria capaz de reduzir todos osrebeldes à cinzas, em um só piscar de olhos.Mas, isso resolveria o problema? Não! Ao contrário! Só intensificaria as dúvidas colocadas noscorações dos servidores celestiais, e faria com que os anjos adorassem a Deus por medo e não poramor!Pois pensariam eles: se eu me desviar de meu caminho, O Senhor implacavelmente me destruirá!
  • 11. Em sua infinita sabedoria, Deus permitiu que Satanás e seus anjos continuassem em sua revolta,até que todo o universo veja claramente o real caráter do pecado, e suas conseqüências.Você e eu, hoje, vemos o reino que o Inimigo das Almas quer implantar: Lascívia, imoralidade,doenças, fome, miséria, dor, tristeza, angústia, orgulho, vaidade, ódio... tudo isso leva a umresultado inevitável: a morte.Todo o universo está a contemplar o desenrolar destes acontecimentos, e dentro em breve,segundo a promessa, esse reino de pecado terá um fim.3.2 No JardimDeus expulsou Adão e Eva só por causa de uma fruta?Satanás não tinha poder sobre o casal do jardim do Éden. Não haviam pecado e portanto, estavamimunes à sua conseqüência, a morte.Desde a expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden, após comerem o fruto da Árvore doconhecimento do bem e do mau, encontramos um Deus misericordioso e compassivo.O grande erro do casal, não se baseou, tão somente, no fato de comerem algum fruto, mas sim nadesobediência, desconfiança, que permitiram brotar em seu coração, voluntariamente, peladecisão de ir contra o que o Senhor lhes havia dito.Deste momento em diante tornaram-se pecadores, tal qual Lúcifer; aliaram-se à rebeliãocomeçada no céu pelo Diabo. Um deus tirano, orgulhoso e mau, por certo teria destruído o casal edênico e criado outro! Seriamuito mais fácil. Mas, assumindo a culpa e a condenação do casal, Deus decidiu pagar o preço pelo seu pecado.Apocalipse 13:8 “... no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” Através de Jesus, “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”, João 1:29, encontramos operdão. Lançamos sobre Cristo todos os nossos pecados, nossas faltas, para que sejamosreconciliados com Deus. Desde o Éden, Jesus decidiu dar a própria vida para resgatar Adão, Eva, você e eu de nossospecados e da condenação à morte (Rom. 6:23)! Assim, o Senhor os expulsou do jardim, para que não comessem do fruto da árvore da vida, evivessem eternamente em pecado, dor, sofrimento, doenças, etc. O que seria uma desgraça egrande maldição para o ser humano (Gênesis 3: 22 e 23).
  • 12. 3.3 Caim e AbelPorque Deus rejeitou a oferta de Caim?Caim e Abel trouxeram, em determinada ocasião, oferta ao Senhor, O qual atentou para aoferenda de Abel, o que provocou
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks