Slides

A função da dúvida

Description
1. FILOSOFIA 11.º ano FFILOSOFIA 11.º anoILOSOFIA 11.º ano Luís Rodrigues A função da dúvida. Dúvida e verdade 2. ANÁLISE COMPARATIVA DE DUAS TEORIAS DO…
Categories
Published
of 10
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. FILOSOFIA 11.º ano FFILOSOFIA 11.º anoILOSOFIA 11.º ano Luís Rodrigues A função da dúvida. Dúvida e verdade
  • 2. ANÁLISE COMPARATIVA DE DUAS TEORIAS DO CONHECIMENTO O RACIONALISMO DE DESCARTES FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 3. A FUNÇÃO DA DÚVIDA: DÚVIDA E VERDADE FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 4. O objetivo de Descartes é o de encontrar uma verdade indubitável a partir da qual possa, com ordem, deduzir outras verdades indubitáveis, de modo a construir um sistema constituído por verdades de que não haja nenhuma razão para duvidar. A razão de ser do uso da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 5. O projeto de Descartes é o de colocar na base do seu sistema uma verdade absolutamente indubitável e autoevidente para, a partir dela, derivar todas as outras. Como garantir que encontraremos tal tipo de verdade? Tentemos duvidar de tudo. Aquilo de que não pudermos duvidar será verdadeiro. A razão de ser do uso da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 6. Descartes só admite como verdadeiro o que for impossível considerar duvidoso. Assim sendo, a dúvida é a forma de examinar que crenças ou opiniões merecem o nome de verdades indiscutíveis. A razão de ser do uso da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 7. Só aceitaremos como verdadeiras as crenças e opiniões de que não haja a mínima razão para duvidar. As crenças ou opiniões que suscitarem qualquer suspeita, por mínima que seja, revelar-se-ão incapazes de resistir à dúvida e serão, por isso, eliminadas. Como a dúvida vai ser utilizada FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 8. A dúvida diz-se metódica porque o seu exercício se subordina à regra do método que diz: «Nunca aceitar como verdadeira alguma coisa sem a conhecer evidentemente como tal; […] não incluir nos nossos juízos senão o que se apresentasse tão clara e tão distintamente ao meu espírito que não tivesse nenhuma ocasião para o pôr em dúvida.» Discurso do Método, pp. 29-30. O caráter metódico da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 9. A dúvida diz-se hiperbólica porque identificará o duvidoso com o falso. «Porque agora desejava dedicar-me apenas à procura da verdade, pensei que era forçoso que eu fizesse exatamente ao contrário e rejeitasse, como absolutamente falso, tudo aquilo em que pudesse imaginar a menor dúvida, a fim de ver se, depois disso, não ficaria alguma coisa na minha crença que fosse inteiramente indubitável.» Discurso do Método, p. 49. O caráter hiperbólico da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • 10. A dúvida é hiperbólica porque só considera verdadeiro o que é impossível ser falso e fiável o que é impossível ser enganador. O caráter hiperbólico da dúvida FILOSOFIA 11.º ano A função da dúvida – Dúvida e verdade
  • Search
    Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks