Documents

A Menina Que Nao Sabia Ler

Description
A menina que não sabia ler - John Harding 1 O Cisne Foi em abril, embora em meu espírito fosse dezembro, Que um pássaro ferido foi retirado da escuridão do lago, As penas brancas brilharam ao sol, e de sua boca escorreu a água negra, Enquanto por dentro minha voz gritava até pensar que meu coração iria se partir; Fui eu quem assistiu à sua morte, seguindo à deriva, à deriva, esperando em sua vigília Que Deus levasse sua alma. PRIMEIRA PARTE 1 É uma história curiosa a que tenho de contar, uma hi
Categories
Published
of 253
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   menina que não sabia ler - John Harding 1 O Cisne Foi em abril, embora em meu espírito fosse dezembro,Que um pássaro ferido foi retirado da escuridão do lago, s penas brancas brilharam ao sol, e de sua boca escorreu a água negra,nquanto por dentro minha voz gritava até pensar que meu coração iria se partir; Fui eu quem assistiu à sua morte, seguindo à deriva, à deriva, esperando em sua vigíliaQue Deus levasse sua alma.  PRIMEIRA PARTE  1 É uma história curiosa a que tenho de contar, uma história de difícil absorção eentendimento, por isso é uma sorte que eu tenha as palavras para cumprir a tarefa. Se eumesma digo isso, quando talvez não devesse, é que, para uma menina da minha idade,tenho um ótimo vocabulário. Extremamente bom, para falar com franqueza. Porém, devidoàs opiniões rígidas de meu tio em relação à educação das mulheres, tenho escondidominha eloquência, soterrado meu talento e mantido apenas as formas mais simples deexpressão aprisionadas no cérebro. Tal dissimulação transformou-se em hábito e foimotivada pelo medo, pelo grande medo de que, se falasse como penso, ficaria evidentemeu contato com os livros e eu seria banida da biblioteca. E, como expliquei para a pobresra. Whitaker (pouco antes de sua trágica morte no lago), isso é algo que não acredito que possa suportar.Blithe House é um grande celeiro, uma mansão de pedra rústica com muitoscómodos, tão imensa que meu irmão caçula, Giles, tão rápido nas pernas quanto lento nacabeça, leva três minutos ou mais para percorrê-la; uma casa desconfortável e deteriorada pela prudência, negligenciada, com os gastos controlados rigidamente (meu tio ausentetendo perdido todo o interesse por ela), com vazamentos e buracos, traças e ferrugem,fria, mal iluminada, repleta de cantos escuros, de modo que, apesar de ter vivido aqui toda  menina que não sabia ler - John Harding 2a vida até onde consigo me lembrar, às vezes, especialmente às vésperas do inverno,quando vem caindo o crepúsculo, sinto tremores.Blithe tem dois corações, um quente, um frio; um iluminado, outro sombriomesmo no dia mais ensolarado. A cozinha, onde o forno está constantemente ardendo, éalegrada pela gorda Meg, sempre sorridente e com os braços enfiados na farinha,
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks