Documents

A Natureza Da Realidade Pessoal - Seth

Description
Estou orgulhosa de publicar este livro com meu próprio nome, embora não compreenda plenamente a mecânica de sua produção nem a natureza de personalidade que assumo ao transmiti-lo. Não trabalhei nele conscientemente. Apenas entrei em transe uma vez por semana, falei “mediunicamente” por Seth, ou como Seth, e ditei as palavras a meu marido, Robert Butts, que as escreveu. Considero o livro como “meu”, uma vez que não acredito que pudesse ter sido escrito sem mim e minhas aptidões particulares. Por
Categories
Published
of 113
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Estou orgulhosa de publicar este livro com meu próprio nome, embora nãocompreenda plenamente a mecânica de sua produção nem a natureza de personalidadeque assumo ao transmiti-lo. Não trabalhei nele conscientemente. Apenas entrei em transeuma vez por sem ana, falei “mediunicamente” por Seth, ou como Seth, e ditei as palavras a meu marido, Robert Butts, que as escreveu. Considero o livro como “meu”, uma vez que não acredito que pudesse ter sido escrito sem mim e minhas aptidões particulares. Por outro lado, compreendo que hámuitas outras coisas envolvidas. Precisei, por exemplo, ler o manuscrito para descobrir oque havia nele e, nesse sentido, o livro não parece ser meu. O quê, porém, significa isso?Minha idéia é a seguinte: Nossa orientação costumeira focaliza-se quase que exclusivamente naquilo que consideramos o mundo “real”, mas existem muitasrealidades. Mudando nossa consciência, podemos vislumbrar essas realidades alternadase todas elas são a aparência que a Realidade toma em determinadas condições. Não creioque possamos, necessariamente, descrever uma em termos de outra.Durante anos estive confusa, tentando definir Seth no mundo dos conceitos deverdadeiro e falso, onde ele é aceito como um espírito independente  – os espiritualistasconsideram-no um espírito-guia, e a comunidade científica o vê como alguma porçãodeslocada de minha própria personalidade. Eu não podia aceitar qualquer dessas idéias,pelo menos não sem nuances. Se eu dissesse: “Olhe aqui, gente, eu não acho que Seth seja um espírito do modoque vocês pensam ”, isso seria então interpretado como um reconhecimento de que Seth era apenas uma porção de minha personalidade. Algumas pessoas acharam que eu estavatentando diminuir Seth ou negando a elas ajuda de um super ser quando pensavam que,finalmente, haviam encontrado um.Na verdade, acho que os eus que conhecemos na vida normal são apenas arealização, tridimensional de outros eus-fonte dos quais recebemos nossa energia e vida.A realidade desses eus não cabe dentro da estrutura do ser humano, mas manifesta-seatravés da nossa individualidade atual. A designação “espírito - guia” pode ser uma representação simbólica conveniente dessa idéia, e não estou dizendo que os guias espirituais não existam. Estou dizendo que aidéia merece um exame mais profundo, pois o espírito-guia pode representar algo muitodiferente do que pensamos. A idéia pode também ser limitadora, caso coloquemossempre o conhecimento revelado fora de nós e procuremos tornar literais algunsfenômenos que podem estar além de tal interpretação.Enquanto tentava definir Seth dessa forma e me perguntava se ele era ou não umespírito-guia, fiquei isolada, até certo ponto, de sua realidade maior, que existe emtermos de um vasto poder imaginativo e criativo, maior que o mundo dos fatos e que não  pode ser encerrada nele. A personalidade de Seth é bem observável em nossas sessões,por exemplo, mas a fonte dessa personalidade, não. Com respeito a este assunto, asrcem de qualquer  personalidade é misteriosa e não aparente no mundo objetivo. Meutrabalho é ampliar as dimensões de tal mundo e os conceitos das pessoas sobre ele.Os livros de Seth podem ser o produto de outro aspecto dimensional de minhaprópria consciência, não focalizado nesta realidade, mais alguma outra coisa intraduzívelem nossos termos, sendo Seth uma grande criação psíquica mais real do que qualquer “fato”. Sua existência pode estar simplesmente em uma ordem de eventos diferente daquela com a qual estamos acostumados.Não estou dizendo que não devamos aplicar o que aprendemos no mundohabitual. Com toda essa certeza estou fazendo isso, e Seth escreveu este livro para ajudaras pessoas a lidarem mais eficazmente com seu dia-a-dia. Estou insistindo que devemosser muito cuidadosos a respeito de interpretações literais, com o risco de limitarmos umfenômeno multidimensional ao prende-lo a um sistema de fatos tridimensionais.Freqüentemente nós compreendemos mais através da intuição e da emoção doque por dedução intelectual. Tentar definir o conhecimento revelado, ou um Seth, emtermos de nossas idéias limitadas sobre a personalidade humana, é como tentar traduzir,digamos, uma rosa como número 3, ou tentar explicar uma pessoa em termos de outra.O engraçado é que uma personalidade não focalizada em nossa realidade podeajudar as pessoas a viverem mais eficaz e alegremente neste mundo, mostrando-lhes queoutras realidades também existem. Neste livro, Seth está dizendo que você pode mudarsua experiência, alterando suas crenças a respeito de si mesmo e da existência física.Para mim, o Material de Seth já não é um manuscrito contínuo de teoriasfascinantes a serem julgadas em relação à realidade. De uma forma estranha, ele tomouvida. Os conceitos existentes dentro dele vivem. Eu os vivencio e, por esse motivo, minharealidade pessoal expandiu-se. Comecei a ter vislumbres das dimensões interioresmaiores, das quais emerge nossa vida comum, e a familiarizar-me com outros métodosalternativos de percepção, que podem ser usados não apenas para ver outr os “mundos”, mas também para ajudar-nos a lidar mais eficazmente com este.Enquanto Seth estava produzindo este livro, minha própria vida foi enormementeenriquecida de maneiras inesperadas. Experiências freqüentes do tipo psicodélicoacompanharam o material editado por Seth, e minhas próprias habilidades criativas epsíquicas desenvolveram-se em áreas inteiramente novas.Pouco antes de Seth começar  A Natureza da Realidade Pessoal: Um Livro de Seth ,por exemplo, encontrei-me entrando em uma nova aventura que chamo dedesenvolvimento sumari. Sumari refere- se a uma “família” de consciência que compartilha certas características gerais. Há uma linguagem envolvida que não é uma  linguagem nos termos usuais. Acredito que ela atua como uma estrutura psicológica epsíquica que me liberta da referência verbal comum, permitindo-me expressar ecomunicar sentimentos e dados interiores que estão imediatamente abaixo do padrão dapalavra formalizada.O desenvolvimento sumari foi se expandindo enquanto Seth produzia este livro.Agora, há vários estados de consciência envolvidos. Em um, escrevo poesia sumari, e emoutro, traduzo o que escrevi. Em um nível diferente eu canto canções sumaris, mostrandoconhecimentos e realizações musicais muito além de meus talentos e formação. Os cantostambém podem ser traduzidos, mas sua comunicação é em nível emocional, sejam aspalavras entendidas ou não. Em outro estado de consciência, recebo material que deverepresentar remanescentes de antigos manuscritos do Speaker-Orador (esses também sãotraduzidos mais tarde). Seth define os Speakers como professores, tanto físicos como não-fisicos, que constantemente interpretam e, comunicam conhecimento interior através dostempos. Meu marido também escreveu em sumari, mas preciso traduzir para ele.Enquanto Seth continuava ditando  A Natureza da Realidade Pessoal  , escrevi ummanuscrito completo de poesias, Dialogues of the Soul and Mortal Self in Time (Diálogosda Alma e do Eu Mortal no Tempo), no qual resolvi muitas de minhas próprias crençasatravés de sugestões que Seth ia fazendo em seu livro. Isso levou a outro grupo depoemas, The Speakers . Para mim, tudo isso significa que existe uma rica veia decriatividade e conhecimento disponível a cada um, de acordo com suas habilidades, logoabaixo da superfície da consciência normal. Acredito que ela faça parte de nossa herançahumana, acessível, até certo ponto, a qualquer pessoa que explore as dimensõesinteriores da mente. Dialogues of the Soul and Mortal Self in Time, The Speakers e algumas poesiassumaris estão sendo reunidos em um livro que será publicado brevemente e queconsidero parceiro deste. Mostra o que estava acontecendo em minha realidade pessoalenquanto Seth escrevia seu livro sobre o assunto, e revela como o ímpeto criativo seespalha por todas as áreas da personalidade. Seth refere-se com freqüência aos poemas eàs experiências que lhe deram origem. Muitos destes eventos ocorreram enquanto eutentava compreender a relação entre seu mundo e o meu, e a ligação entre a experiênciainterior e a exterior.Além disso, porém, enquanto Seth ditava este livro, eu também de repente meencontrei escrevendo um romance, The Education of Oversoul 7  , que foi produzido maisou menos automaticamente. Oversoul Seven, o principal personagem, atingiu seu próprio tipo de realidade. Eu dizia mentalmente: “Okay, Seven, vamos ver o próximo capitulo,” e lá estava, tão rapidamente quanto eu conseguia escrever. Porções do livro também mechegaram em sonhos.Sei que Seven e seu professor, Cyprus existem em certos termos, contudo arealidade deles não pode ser explicada no mundo usual dos fatos, por exemplo; o  romance incluía muitos poemas sumaris e porções dos manuscritos do Speaker; e quandoeu canto sumari, identifico-me com Cyprus, que deve ser um personagem de ficção.Descobri que poderia também me sintonizar com Seven para ser ajudada em meusdesafios pessoais.Adoro entregar-me totalmente, usando minhas habilidades tão livremente quantopossível. Contudo, com a mesma força, muitas vezes me escandalizo intelectualmentecom os próprios eventos que intuitivamente me intrigam, ou com as interpretações quelhes são dadas. De nada adianta fingir o contrário, e acho que há uma boa razão para estamescla de intuição e intelecto, que às vezes não deixa de ser inquietante.Estou aprendendo que ambos os elementos são importantes em meus trabalho eno de Seth. E talvez minha própria recusa em aceitar respostas superficiais me leve a pesquisar com tal intensidade, sendo responsável, de certa forma, por eu “produzir” um Seth em vez de um Chapeleiro Louco.A revelação sumari, juntamente com as experiências ligadas a Education of Oversoul 7  e  A Natureza da Realidade Pessoal  , suscitaram tantas perguntas que fuiforçada a buscar uma estrutura maior para compreender o que estava acontecendo.Como resultado, estou trabalhando em um livro chamado  Aspect Psychology  que, espero,apresentará uma teoria da personalidade suficientemente ampla para conter a natureza eas atividades psíquicas do homem. Neste livro, Seth refere-se a  Aspects , como ochamamos, que deve ser publicado em 1975.Entrementes, tudo que posso dizer é isto: Vivemos em um mundo de fatos físicos,mas esses fatos brotam de um campo mais profundo de criatividade e, em um sentidoreal, os fatos são ficções que se tornam vivas em nossa experiência. Tudo são fatos. Seth,então, é um fato, tanto quanto eu e você, e de uma forma estranha ele caminha emambos os mundos. Espero que  Aspects também cubra o mundo dos fatos e as ricasrealidades interiores das quais eles vêm, pois nossa experiência inclui ambos.  A Natureza da Realidade Pessoal  não apenas enriqueceu minha vida criativa comodesafiou minhas idéias e crenças. Concordo plenamente com os conceitos aquiapresentados por Seth, embora compreenda que são contrários a muitos dogmasreligiosos, sociais e científicos comumente aceitos. Certamente este livro é a resposta atodos que escreveram pedindo ajuda e aplicaram as idéias de Seth em seu dia-a-dia, eestou certa de que irá ajudar muita gente a lidar com os eventos e problemas variadosque enfrentam na vida diária.A idéia principal de Seth é que criamos nossa realidade pessoal por meio de nossascrenças conscientes a respeito de nós mesmos, dos outros e do mundo. Segue-se a isto o conceito de que o “ponto de poder” está no presente, não no passado desta vida ou de qualquer outra. Ele salienta a capacidade do indivíduo de agir conscientemente, e fornece
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks